Destaques

Após temporal e estragos, Prefeitura vai decretar situação de emergência em Ribas

Publicado

RIBAS DO RIO PARDO (MS) – Um dia após a tempestade atingir Ribas do Rio Pardo e deixar rastros de destruição onde casas foram destelhadas deixando várias famílias desabrigadas, causando alagamentos e quedas de árvores que foram registradas, a prefeitura da cidade vai decretar estado de emergência pelos próximos 90 dias, contando a partir da próxima segunda-feira (21).

O relatório para que se origine o decreto deverá ser concluído ainda nesta sexta (18). Nesta manhã, o chefe da Defesa Civil, Eraldo Loures, secretários e o prefeito Paulo Tucura estiveram reunidos para discutir melhorias na cidade. “Nós concordamos que vamos atender todo o pessoal e nós também estamos preparando o decreto”, afirmou Eraldo.

Pelos próximos dois dias, as famílias que foram desabrigadas e que somam 50 até o momento, segundo a Defesa Civil, estarão sendo atendidas com o auxílio dos órgãos. Nessa ajuda, estão sendo distribuídos cestas básicas, cobertores, além de auxílio com assistência social.

“Creio que até o final do dia vou ter fechado o atendimento e vou ter todos os números fechados e já prontos com a orientação da Defesa Civil para o decreto do prefeito. Foram tantas casas, foram tantos atendimentos. Nós resolvemos repassar nos locais que passamos e visitar mais alguns bairros para ver se não ficou ninguém sem ser atendido”.

A previsão meteorológica, segundo Eraldo Loures, indica uma possível precipitação para o próximo domingo e levanta um alerta para a cidade, mas explica que todas as equipes estão preparadas para eventuais fenômenos que contou com a ajuda e orientação da Defesa Civil do Estado.

Medo em Ribas de Rio Pardo

Na quinta-feira (17), a cidade de Ribas do Rio Pardo, foi alvo de uma forte tempestade que causou destelhamentos, alagamentos e quedas de árvore. A parte alta da cidade foi a mais afetada com a forte chuva e vento. Cerca de 14 famílias precisaram ser realojadas e muitos locais tiveram grandes danos materiais.

A tempestade durou exatas meia hora, mas foi o suficiente para causar medo, destruição e deixar os moradores com pavor, mas também mostrou que a solidariedade fala mais alto mesmo em momentos de tensão.

Em um lugar sem infraestrutura, cheio de barracos e casinhas de madeira, os moradores se dizem ‘esquecidos’ pelo poder público. Então, na hora do desespero, o jeito é pedir socorro aos vizinhos e a solidariedade marca presença.

Conforme informado pelo meteorologista Natálio Abrão, da Uniderp, foram 35,2 mm de chuva em 19 minutos e os ventos chegaram aos 131,04 Km/h, sendo mais forte do ano registrado no Estado até o momento. Além disso foi registrada a queda de 193 raios em apenas 25 minutos de chuva, e em meia hora a umidade relativa do ar subiu para 98% na cidade.

Comentários Facebook

Destaques

Coronavírus: MS registra 171 casos confirmados e monitora 37 suspeitos

Publicado

por

.

Campo Grande (MS) – Com mais três exames positivos para coronavírus (Covid-19), o número de casos confirmados da doença no Estado chega a 171. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) monitora outros 37 casos suspeitos. As informações estão no boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (20.04) em coletiva de imprensa online com autoridades do Governo do Estado.

Dos 171 casos confirmados, 59 estão em isolamento domiciliar, 70 já finalizaram a quarentena e estão sem sintomas. 21 estão internados, sendo 11 em hospitais públicos e 10 em hospitais privados. 16 pacientes tiveram alta hospitalar e foram registrados cinco óbitos.

Os casos novos são de duas pessoas de Campo Grande, uma mulher de 31 anos e um homem de 25 anos e um paciente de Bataguassu, um homem de 34 anos.

Das 387 amostras coletadas no Drive-Thru Covid-19 em Campo Grande, 378 deram negativo e nove deram positivo.

Desde o dia 25 de janeiro, foram registradas 1.237 notificações de casos suspeitos do coronavírus em Mato Grosso do Sul. Destes, 1.008 foram descartados após os exames darem negativo para Covid-19 e 21 foram excluídos por não se encaixarem na definição de caso suspeito do Ministério da Saúde.

Os 37 casos suspeitos em investigação tiveram as amostras encaminhadas para o Lacen/MS, onde será feito o exame para nove tipos de vírus respiratórios, incluindo influenza e Coronavírus. O Lacen/MS realiza os exames para Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Os resultados ficam prontos entre 24h a 72 horas, após o recebimento das amostras.

A Secretaria de Estado de Saúde publica o boletim epidemiológico referente às notificações de casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) diariamente. As informações divulgadas pela Secretaria são os dados oficiais consolidados do Estado que são repassados ao Ministério da Saúde.

Acompanhe os boletins periódicos no link: http://www.vs.saude.ms.gov.br.

Ana Brito -Subsecretaria de Comunicação

Foto: Arquivo

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Em domingo movimentado, MS se mantém abaixo do isolamento ideal para prevenir contágio da Covid-19

Publicado

por

.

A baixa adesão ao isolamento provoca a interiorização dos casos e Mato Grosso do Sul agora tem 21 municípios confirmados da doença

Campo Grande (MS) – Dados do monitoramento por geolocalização mostram que apenas 58,5% da população se manteve em isolamento social neste domingo (19.04) em Mato Grosso do Sul. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) estimou 60% como bom e 70% como índice ideal para frear a curva de contágio pelo novo coronavírus e evitar um colapso no sistema público de saúde.

A movimentação de 41,5% da população nas ruas neste domingo deixou mais uma vez o Estado na penúltima colocação do ranking nacional, perdendo apenas para Tocantins (TO). Dos municípios do interior que mais descumpriram o isolamento estão: Itaquiraí (47,2%), Santa Rita do Pardo (47,9%), e Ribas do Rio Pardo (51,5%).

O médico e secretário de saúde, Geraldo Resende, explicou que a aparente melhora na taxa de isolamento no comparativo com dias anteriores, deve ser atribuída ao final de semana e feriado de Tiradentes, e pediu mais uma vez a colaboração da sociedade nas medidas de enfrentamento da pandemia. “Não afrouxarmos as normas que estamos seguindo, tanto do Ministério da Saúde quanto da Organização Mundial de Saúde (OMS). Essas três palavras: fique em casa, são de suma importância. Porque só assim cada um de nós pode contribuir para que não tenhamos um número expressivo de casos aqui em Mato Grosso do Sul”.

Boletim epidemiológico atualizado até as 10 horas desta segunda-feira (20.04) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) mostra um avanço de três novos casos nas últimas 24 horas, totalizando 171 casos confirmados em Mato Grosso do Sul.  O Estado possui 37 casos em investigação, com amostras em processamento no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) e 5 óbitos registrados.

A baixa adesão ao distanciamento social tem provocado a curva ascendente de confirmados, e contribui para a interiorização dos casos. Conforme a SES o município de Bataguassu teve o primeiro caso confirmado, e o Estado passa a ter 21 das 79 cidades integrando o mapa da Covid-19.

Confira o boletim epidemiológico atualizado desta segunda-feira aqui.

Mireli Obando, Subsecretaria de Comunicação

Foto: Edemir Rodrigues/Arquivo

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana