TRÊS LAGOAS

PET

A eficácia da homeopatia veterinária e apresentação de casos de sucesso são destaque da MedVep 2022

Publicado em

A eficácia da Homeopatia Veterinária em suas mais variadas aplicações e a apresentação de cases de sucesso fazem parte da programação do Congresso MedVep Internacional de Especialidades, que ocorre em Bento Gonçalves (RS) entre os dias 30 de junho e 02 de julho de 2022.

Reconhecido como o maior evento da América Latina do segmento, o Medvep, realizado pela AMVHB (Associação Médico Veterinária Homeopática Brasileira), reúne mais de 500 palestras em 10 auditórios simultâneos, com objetivo de contemplar cerca de 5 mil participantes com informações importantes sobre a área.

O evento reúne ainda mais de 120 empresas dos setores de ração, laboratórios, acessórios e equipamentos, entre outros.

Serão 25 especialidades abordadas, entre: Anestesiologia, Dermatologia, Ortopedia, Cirurgia, Fisioterapia, Endocrinologia e Endocrinologia, além de temas relacionados, como Gestão de Marketing para o setor.

Há 20 anos no mercado, a Sigo Homeopatia Veterinária tem lugar de destaque no evento, com três importantes palestras, que reforçam o comprometimento da marca com a saúde e bem-estar animal, prezando sempre por resultados e eficiência.

No dia 30 de junho, às 9 horas, a médica veterinária homeopata e diretora técnica da Sigo, Dra. Mônica de Souza, realiza a abertura do MedVep com a palestra “Casos Clínicos de Sucesso com Homeopatia”, onde relata importantes resultados por meio da especialidade que colabora para a saúde e bem-estar dos animais.

“Ao longo dos anos, temos muitos casos de animais que foram tratados com homeopatia e obtiveram ótimos resultados, tanto entre os pets, quanto animais de campo e silvestres. Há cerca de um ano, uma arara totalmente depenada devido a maus-tratos, recuperou suas penas e mais que isso, sua saúde, por meio de tratamento exclusivo com a homeopatia. A ave foi recolhida pelo Centro de Reabilitação de Animais Silvestres de Mato Grosso do Sul. Entre os pets, temos casos como de uma cachorra idosa e com câncer que hoje, leva uma vida saudável e está recuperada, graças ao suporte da homeopatia”, destaca Mônica.

Muitas vezes, os donos de pets enfrentam desafios comportamentais com seus animais. Seja agressividade, hiperatividade, dificuldade de socializar ou até mesmo distúrbios como a coprofagia (animais que comem as fezes), mas quando falamos de doenças no âmbito físico (afecções de pele, perda de funcionalidade de órgãos, susceptibilidade à doenças virais e bacterianas) não podemos excluir também o fator mental e comportamental do indivíduo, o que chamamos de “estresse”, que pode acarretar na baixa de imunidade. A explicação será apresentada pelo médico veterinário pós-graduado em Homeopatia e representante da Sigo, Dr. Pedro Cucco, que às 14 horas, ministra a palestra “Ação da Homeopatia nos Distúrbios Comportamentais”.

Fotos: Médico veterinário e palestrante do evento, Pedro Cucco e pets tratados com homeopatia

 “Muito antes de avaliar o caso clínico do animal, em qualquer diagnóstico, avaliamos se há desequilíbrio mental ou distúrbio emocional, que acarreta em doenças físicas. A homeopatia trata a causa e não a doença e por isso temos essa atenção especial ao conjunto, o que levou este animal a desenvolver determinada doença ou comportamento”, explica Cucco.

Aceitar a partida de um animal querido é difícil, mas por meio da homeopatia é possível amenizar as dores e proporcionar dias mais confortáveis aqueles que estão em situação mais grave.

O tema será abordado às 18h30 pela médica veterinária homeopata Mônica de Souza na palestra “Tratamento Homeopático Paliativo em pacientes lesionais graves e incuráveis”.

“Há casos de animais em situação de sofrimento extremo, onde nada mais pode ser feito e a homeopatia colabora para que este animal tenha mais conforto e qualidade de vida, o que impacta diretamente em seu tutor, que percebe redução no sofrimento de seu animal, que muitas vezes é como um ente querido”, finaliza.

Sobre a Sigo Homeopatia Veterinária – Com 20 anos de atuação, a Sigo está presente em todo o Brasil, com produtos homeopáticos para as áreas PEC (pecuária) e PET (animais domésticos). A marca também atende animais silvestres e se destaca pela eficácia em sua utilização.

A responsabilidade social é uma das premissas da Sigo, que há mais de cinco anos, desenvolve o Projeto Amigo Sigo, proporcionando tratamento homeopático e acompanhamento a protetores independentes, entidades e Ongs de Mato Grosso do Sul e de outras regiões do Brasil.

A marca ainda apresenta sua assertividade na pecuária, sendo ‘a menor dose que resolve’, além da fácil aplicação, sem a necessidade de investimentos em manejo e evitando o estresse do animal.

Saiba mais sobre a Sigo em: sigohomeopatia.com.br

Outras informações sobre o MedVep: www.amvhb.org.br.

Comentários Facebook

PET

Cães e gatos representam 140 milhões nas residências brasileiras  

Published

on

Atacarejo promove ofertas exclusivas em produtos para os pets até 28 de agosto

O convívio com os animais de estimação traz inúmeros benefícios ao bem-estar e à saúde do tutor e daqueles próximos aos pets. A companhia e o apoio emocional, principalmente no pós-pandemia, são evidenciados por pesquisas, que apontam o aumento no número de bichinhos de estimação nos lares brasileiros.

Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 140 milhões de animais vivem nas residências brasileiras, a maioria cachorros (46%), seguido dos gatos, presentes em 20% das moradias.

Para retribuir todo o carinho proporcionado, tutores e responsáveis investem em alimentação e higiene dos pets. No Fort Atacadista, rede de atacarejo do Grupo Pereira, empresa solidária com a causa animal, os consumidores têm à disposição uma variedade de produtos de higiene, acessórios e rações com descontos exclusivos. Até o dia 28 de agosto, a rede está com o Festival do Pet.

Na seção especial, os clientes encontram rações de variadas marcas para todos os tamanhos de cães e gatos, inclusive animais castrados, com descontos em petiscos, linha de higiene, além de acessórios, proporcionando comodidade e economia nas compras.

Clientes Vuon Card, cartão próprio da rede, têm ainda mais descontos e parcelamentos nos produtos da linha pet. Para adquirir o cartão, basta procurar uma operadora na loja e realizar o cadastro em poucos minutos.

Empresa solidária à causa animal

O Fort Atacadista se preocupa com os animais de estimação e, constantemente, realiza campanhas e ações sociais voltadas aos pets. Um exemplo adotado pela rede é a não utilização dos fogos de artifício nas inaugurações de novas lojas. Ao invés de estourar os fogos, que assustam e causam estresse aos bichinhos, a rede realiza a doação do dinheiro que seria utilizado na queima para uma entidade engajada com o bem-estar animal.

Compre e concorra a 23 carros

A cada R$ 100,00 em compras em qualquer loja do Fort Atacadista, pais e filhos que aproveitarem as ofertas até o dia 31 de agosto ainda participam da maior campanha promocional já realizada pela rede. Serão sorteados 23 automóveis zero quilômetro (5 Fiat Toro e 18 Fiat Mobi) e, todos os dias, vale-compras para os clientes que pagarem com o Vuon Card. Aliás, finalizando as compras com o Vuon Card são gerados até 5 vezes mais cupons para concorrer aos prêmios. Após as compras basta acessar o site oficial da campanha, cadastrar os códigos que aparecem nos cupons fiscais e cruzar os dedos!

Onde encontrar – Na rede Fort Atacadista, que possui nove lojas em Campo Grande, as lojas funcionam de segunda a sábado, das 7h às 22h, e aos domingos, das 8h às 20h, nos seguintes endereços:

Loja Cafezais – Av. dos Cafezais, 01 – Jardim Centro Oeste

Loja Coronel Antonino – Rua São Borja, 586 – Vila Rica

Loja Getúlio Vargas – Av. Pres. Vargas, 1336 – Papa João Paulo II

Loja Guanandi – Av. Pres. Ernesto Geisel, 501 – Jardim Jacy

Loja Parati – Rua da Divisão, 1208

Loja Shopping Norte Sul Plaza – Av. Pres. Ernesto Geisel, 2300

Loja Tiradentes – Rua Antônio Bicudo, 112 – Jardim São Lourenço

Loja Três Barras – Av. Três Barras, nº 1499 Bairro Vilas Boas

Loja União – Rua Petrópolis, nº 1080 – bairro União

Sobre o Fort Atacadista

Criada em 1999, com a abertura de sua primeira unidade na cidade de Joinville, em Santa Catarina, a rede Fort Atacadista é a bandeira de atacarejo do Grupo Pereira, um dos maiores varejistas de alimentos do Brasil. Com 49 unidades distribuídas nos estados de Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e no Distrito Federal, o Fort Atacadista se destaca pelos preços competitivos, pela excelência em produtos perecíveis e pela arquitetura moderna de suas lojas, que oferece layout planejado para facilitar a jornada de compra do cliente, além das facilidades de pagamento e benefícios oferecidos pelo Vuon Card, cartão de crédito próprio do grupo.

Fundado em 1962, em Santa Catarina, o Grupo Pereira é detentor ainda de redes de varejo alimentar, atacado de distribuição, farmácias e dois postos de combustível, além do braço financeiro Vuon e de logística Perlog. Com mais de 16 mil colaboradores, está presente nas regiões Sul, Centro-Oeste e Sudeste. Saiba mais em fortatacadista.com.br e grpereira.com.br.

Comentários Facebook
Continue Reading

PET

Homeopatia colabora na prevenção de doenças típicas do inverno nos pets

Published

on

Uma nova frente fria se aproxima de Mato Grosso do Sul a partir deste final de semana, quando as temperaturas podem atingir mínimas de 5° em algumas regiões do Estado, segundo previsão do Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul).

Além da queda nas temperaturas, a massa de ar seco segue predominante, sem previsão de chuvas, o que necessita de ainda mais atenção à saúde. E não apenas os humanos sofrem com os dias frios e secos, mas os animais também necessitam de atenção especial, pois, também podem adoecer.

“Trata-se de um período que exige cuidados. Já tivemos algumas frentes frias neste ano que, apesar de curtas, foram intensas e podem levar os animais a desenvolverem doenças e até à morte, se não receberem os devidos cuidados. É muito importante mantê-los aquecidos, protegidos do frio e chuva, quando ocorrer, em ambientes protegidos e agasalhados”, como explica a médica-veterinária homeopata, Mônica de Souza.

“É importante manter os animais aquecidos no período. Cães e gatos são muito sensíveis às baixas temperaturas e adoecem com o clima frio, mas alguns cuidados podem prevenir doenças e garantir melhor qualidade de vida a eles”, explica.

Nos cães, o principal problema é a tosse dos canis, doença semelhante a uma gripe humana, acomete apenas os cães e é contagiosa entre eles. Causada por vírus, pode ser prevenida por meio de vacinas, mas a queda da imunidade ocasionada pelas baixas temperaturas pode ser agente facilitador da disseminação da doença.

“Ao ser exposto ao estresse térmico, a imunidade do cão cai e ao ser acometido pela tosse canina, o animal fica vulnerável à bactéria Bodertella, que leva a quadros de evolução da doença para pneumonia. Raças de pelo curto, como pitbull, doberman, pinscher e boxer, sentem muito frio e são menos resistentes às infecções respiratórias, pois, geneticamente não são resistentes às baixas temperaturas e por isso, são mais vulneráveis. Animais de pelos longos tem mais resistência, mas não significa que não precisam de cuidados especiais no período”, destaca a veterinária.

Já nos gatos, o principal problema é a falta de hidratação, já que nos dias frios, bebem menos água, podendo assim, desenvolver a SUF (Síndrome Urológica Felina). Com isso, além de oferecer ambientes quentes e confortáveis aos felinos, também é indispensável manter água fresca disponível. É importante também atenção aos animais geriátricos, tanto cães quanto gatos.

“Nesta época, os animais idosos também sofrem. Aqueles que têm artrite ou artrose, sentem mais dores, dificuldade de locomoção, começam a mancar e até param de andar, dependendo do caso. Além da consulta ao veterinário, a homeopatia é ótima aliada para a recuperação dos movimentos e auxílio na dor”, defende Dra. Mônica que é diretora da Sigo Homeopatia Veterinária, empresa que há 20 anos atua no segmento.

Tutora de dois gatos e uma cachorra, a arquiteta Bruna Scardoeli é muito cuidadosa com seus pets João, Luana e Joana. João é um gatinho especial, resgatado cego, que tinha muitos problemas comportamentais. Hoje, quem vê o pet usando uma variedade de looks estilosos e muito saudável, nem imagina que o gatinho já precisou da homeopatia para ter qualidade de vida.

“João foi resgatado das ruas do Rio de Janeiro. Muito agitado, ele tinha comportamentos extremos, quase nunca dormia e era nítida sua agitação mental. Com a homeopatia da Sigo, ele se transformou e hoje é um gatinho feliz e leva uma vida normal”, relata Bruna.

O relato do suporte homeopático integra também os cuidados no período frio, já que antes, seria impossível colocar uma roupinha no gatinho agitado. Cuidadosa, Bruna faz questão de manter João, a cachorrinha Joana e a gata Luana aquecidos e bem cuidados, em especial nos dias frios.

“Em relação à Joana, eu tomo muito cuidado com os banhos. Em épocas muito frias, eles são mais espaçados, cuido a temperatura da água, sempre morna e sem acesso às correntes de ar. Também me preocupo em secar os pelos, até porque independente do animal ter pelos curtos ou longos, precisam ser bem secos para evitar doenças. Já os gatos, não necessitam de banho”, relata.

A tutora também se preocupa em vestir os animais, mantê-los em locais cobertos e protegidos e com cobertas para assim, garantir saúde e conforto.

A alimentação é muito importante. No frio, pode haver aumento da necessidade alimentar, portanto, o animal não só deve manter sua rotina de alimentação, como se possível, a mesma deve ser reforçada. Mas nada de alimentos humanos como chocolates, doces e guloseimas que podem intoxicar o animal.

“Um pouco mais de ração, patês se possível e alimentos saudáveis e próprios para animais são os indicados”, avalia Mônica de Souza.

Para aumentar a imunidade, a homeopatia é uma grande aliada, prevenindo doenças secundárias que surgem no inverno, como as de sintomas respiratórios e de pele.

“Por meio e homeopáticos é possível aumentar a imunidade do animal, prevenir algumas doenças de pele, gripes e resfriados, além de tornar o pet mais resistente em qualquer período do ano”, finaliza a veterinária.

Solidariedade

Assim como para os humanos, os dias frios são muito difíceis para os animais que não tem um lar. Ficar na rua sem proteção contra o clima e sem alimento é muito difícil e solidárias à situação, algumas pessoas tentam amenizar a dor de quem enfrenta as baixas temperaturas.

A voluntária da Ong Amicats, Dafne Guenka, explica que pequenas atitudes podem significar muito para aquele bichinho que está na rua.

“Nesse período, o gasto calórico aumenta muito e fornecer alimento aos animais é importante. Quem puder oferecer alimentos e água, estará ajudando ao animal sem lar”, destaca a voluntária que reforça a importância da responsabilidade nestas ações. Quem puder verificar se a ração e água foram consumidas, se precisa trocar, se está tudo limpo, é importante.

“Caixas e pedaços de tecidos também podem ajudar a abrigar os animais contra as correntes de ar e sereno. Uma roupa velha, tapetes ou jornais podem servir de cobertura para que estes animais sofram menos”, esclarece.

Atenção especial

Se você tem um pet e quer manter a saúde e bem-estar do seu amigo nos dias mais frios, a médica veterinária apresenta dicas para enfrentar as baixas temperaturas:

  • Mantenha os animais bem agasalhados e se possível dentro de casa;
  • Animais que ficam no quintal, precisam de espaço com cobertura e acesso a cobertas, ou algum tipo de cama protegida, longe do sereno e friagem;
  • Gatos também precisam de locais adequados e quentinhos;
  • Mantenha a água fresca sempre disponível:
  • As vacinas devem estar em dia;
  • Ao primeiro sintoma de gripe ou problema de saúde, busque auxílio de um veterinário.
Comentários Facebook
Continue Reading

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana