Três Lagoas-MS

  Últimas
Jorge Jesus critica proibição de torcedores em estádios de Portugal
Série B: Chapecoense empata com América-MG e assume terceira posição
Polícia Militar realiza blitz de trânsito em Naviraí
Convênio garante mais R$ 1,351 milhão para ações de combate a incêndios em MS
Regata Santos-Rio terá duelo entre medalhistas da família Grael
Thiago Monteiro é finalista do Toneio Challenger de Forlí, na Itália
ALEMS transmite debate sobre volta às aulas presenciais na rede pública de ensino
Gabriel Jesus é cortado da seleção por lesão e Matheus Cunha é chamado
Agehab convoca novos selecionados para apartamentos na Capital
Comandante-Geral da PMMS visita o 11º Batalhão e faz avaliação da Unidade local
Servidora aposta no lúdico para transformar crianças em cidadãos conscientes no trânsito
Lei que defende o consumidor é tema do Programa Considerações
Operação Hórus – Polícia Militar Ambiental de Batayporã prende e autua quatro em R$ 8,4 mil por pesca predatória e apreende 139 kg de pescado, dois barcos, dois motores e petrechos
Corinthians encara Intelli, vice-líder do Grupo A da LNF 2020
Em Itaquiraí, Polícia Militar prende foragido da justiça
Em Naviraí, Polícia Militar apreende motocicleta adulterada
Operação Hórus – Polícia Militar Ambiental desmonta acampamento de caça, apreende arma e munição e evita caça ilegal
Em Naviraí, Polícia Militar recupera veículo furtado
“A meta é uma Assembleia acessível”, diz 1º secretário em visita a obras da ALEMS
Em Juti, Polícia Militar cumpre dois mandados de busca e apreensão em apoio à Polícia Civil
Senad e Governo do Estado leiloam veículos apreendidos com drogas em MS
MS discute Marco Legal do Saneamento e sai à frente no cenário nacional
Mais de 50 homens vão reforçar trabalhos de combate aos focos de calor no Amolar
Em Brasília, Marcelo Miranda participa de encontro para definir o retorno dos Jogos Escolares Brasileiros
Incêndios continuam controlados em MS com atuação de 340 pessoas e esforço coletivo
PRF apreende 72 Kg de cocaína e 7 Kg de maconha em Campo Grande (MS)
Município de Coronel Sapucaia solicita estado de calamidade pública
Polícia Militar Ambiental de Batayporã prende e autua pescador em R$ 4,4 mil por capturar e abater dourado que está com pesca proibida e jaú fora da medida permitida por lei
Programa Considerações debate transtornos mentais causados pela pandemia
Durante Blitz, Polícia Militar recupera motocicleta em Naviraí
Next
Prev

Três Lagoas

REME de Três Lagoas alcança nota do IDEB ficando em 10º lugar entre os 79 municípios do Estado e em 6º lugar nos anos finais do Ensino Fundamental

Publicado

A Rede Municipal de Ensino (REME) de Três Lagoas se destacou novamente alcançando a nota planejada e determinada pelo IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) em 2019 cuja meta era para 2021.

Assim, a REME no IDEB dos anos iniciais (1º ao 5º) está em 10º lugar entre os 79 municípios do Estado de Mato Grosso Sul e em 6º lugar nos anos finais do ensino fundamental entre os 27 municípios de MS que oferecem os anos finais do ensino fundamental ( 6º ao 9º).

O QUE É IDEB

O IDEB foi criado em 2007 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino.

O índice funciona como um indicador nacional que possibilita o monitoramento da qualidade da Educação pela população por meio de dados concretos, com os quais a sociedade pode se mobilizar em busca de melhorias.

O IDEB é calculado a partir de dois componentes: a taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep. Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar, realizado anualmente e informados pelas unidades escolares avaliadas.

META CUMPRIDA ANTES DO PRAZO

Segundo a diretora Educacional, Angela Brito,  as metas estabelecidas pelo IDEB são diferenciadas para cada escola e rede de ensino, com o objetivo único de alcançar 6 pontos ou conceito 6,0 até 2021, média correspondente ao sistema educacional dos países desenvolvidos. O ano de 2021 foi escolhido pois em 2022 o Brasil comemorará duzentos anos de sua independência.

“A meta da REME projetada para os anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º) era de 5,7 e alcançamos o meta 6,0, meta esta projetada para 2021. Nos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º) atingimos a meta de 5,2 em 2019, que corresponde a meta projetada para ser alcançada em 2021”, disse.

Assim a REME no IDEB dos anos iniciais (1º ao 5º) está em 10º lugar entre os 79 municípios do Estado de Mato Grosso Sul e em 6º lugar nos anos finais do Ensino Fundamental entre os 27 municípios de MS que oferecem os anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º).

PRIORIDADE DA GESTÃO

Para Angela esse resultado foi possível graças a prioridade da gestão pública em investir na valorização dos professores, nas condições físicas e estruturais das escolas, na aquisição de materiais didáticos e paradidáticos, reforço escolar, entre outros.

“É importante ressaltar que nenhum resultado positivo vem desacompanhado de um conjunto de ações que contribuem diretamente com os resultados alcançados”, disse.

Entre as ações destacadas pela Diretora está o compromisso, dedicação e qualidade do trabalho desempenhado pelos profissionais (docentes) que atuam diretamente com os estudantes; a responsabilidade e prioridade da equipe gestora da escola (especialistas e professoras coordenadoras, gestores escolares) no ensino e na aprendizagem para todos os alunos, visto que a educação do município tem uma das menores taxas de evasão entre os municípios; escolas bem cuidadas e limpas e uma merenda gostosa com alimentos de qualidade e o apoio técnico e pedagógico da equipe da SEMEC para subsidiar e monitorar as escolas em seus fazeres administrativos e pedagógicos.

“Nesse sentido, parabenizamos a todos pelo esforço e trabalho realizado. Somos sabedores de que, como um fenômeno complexo que é a educação, nada é tão bom que não possa ser melhorado”, disse.

Angela finalizou dizendo que “a partir dos resultados do IDEB 2019 e após o retorno as aulas presenciais, faremos estudos e análises dos resultados individuais das escolas para traçarmos, juntos, as estratégias e ações necessárias para melhorarmos e aperfeiçoarmos o processo educacional de cada uma das escolas, considerando as especificidades e contexto  em que estão inseridas”, disse a diretora.

Comentários Facebook

Três Lagoas

Três Lagoas tem 48 novos casos de Covid-19 nesta sexta(25) e ultrapassa 2 mil positivos desde início da pandemia

Publicado

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio do setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), divulgou o Boletim Epidemiológico COVID-19 desta sexta-feira (25).

Mais 48 casos foram confirmados como positivos hoje. Outras 42 pessoas já finalizaram a quarentena, não apresentam sintomas e foram consideradas recuperadas da doença.

No hospital estão 24 pessoas, 04 confirmados em UTI pública, 04 em UTI privada, 06 em enfermaria pública e 02 em enfermaria privada Entre os suspeitos, 05 estão em enfermaria pública e 03 em UTI pública.

Portanto, Três lagoas chegou a 13.913 notificações, destes, 2.018  foram confirmados e 11.895 deram negativo. Entre os positivos, 1.365 já se recuperaram da doença e 31 foram a óbito, então o número de casos ativos subiu para 622.

Comentários Facebook
Continue lendo

Três Lagoas

Comitê define novas regras de combate ao Covid-19 para Três Lagoas

Publicado

O Comitê de Enfrentamento à COVID-19 se reuniu na tarde desta quinta-feira (24) para discutir sobre novas ações para os próximos dias. Diversas solicitações foram apresentadas e os membros definiram o que será alterado a partir da próxima semana e o que mudará a partir do dia 15 de outubro, após a publicação dos Decretos Municipais.

Os cursos técnicos, profissionalizantes, inglês e informática, agora poderão receber durante as aulas presenciais alunos de 16 a 59 anos. Mantendo as outras regras, como a de acontecerem apenas aulas práticas, mantendo as teóricas online.

Quanto a templos religiosos, agora poderão aumentar a capacidade de 40% para 50% do total suportado nos locais.

Novos critérios foram estabelecidos, também, para permitir que lojas liberem os provadores de roupas para clientes, como o uso de vaporizador em todas as roupas após a prova, manter as roupas higienizadas separadas por pelo menos 24h após a prova, e intercalar os provadores.

Será permitido apresentações musicais em bares, lanchonetes e restaurantes, porém, um das regras é que aconteça apenas com um músico.

Para a partir do dia 15 de outubro, foi definido o retorno do Cinema, uma das regras estabelecidas foi a de 30% de ocupação do local.

Eventos em buffet também retornarão na metade de outubro, sendo três modalidades, lugar aberto, lugar fechado e drive thru, com regras estabelecidas para todas elas, como o comunicado à Vigilância sobre todas as festas, com a lista de convidados, e número máximo de pessoas definido para cada situação.

Outros assuntos serão discutidos na próxima semana pelos membros do comitê, visando sempre manter a segurança na saúde e o equilíbrio financeiro em Três Lagoas.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana