TRÊS LAGOAS MS
  Últimas
Flamengo tenta retomar o caminho das vitórias diante do América-MG
Pavimentação da MS-320 integra rota da celulose e realiza sonho de produtores
MS ganha novo HR, a maior fábrica de celulose do mundo e mais investimentos no interior do Estado
Jucems recebe da Sejusp 30 notebooks que vão otimizar atendimento ao cidadão
CRE-11 de Ponta Porã recebe 6ª edição da Teia da Educação 2022
Com adesão de municípios, Programa “Bem Nascer MS” projeta avanços na saúde materno-infantil
Fundtur MS e Sebrae realizam o Seminário de Turismo Responsável em Corumbá
Conheça os detalhes do edital da Nova Ferroeste que vai ligar Maracaju até Paranaguá
Sábado será de sol e leve mudança no clima no interior do Estado
Polícia Militar Rodoviária apreende carga de descaminho, na MS 386, em Aral Moreira
Série B: Vasco derrota Operário e cola no líder Cruzeiro
Presidente homenageia profissionais e representante de organização cristã
Em coletiva, secretário de Segurança diz que polícia vai atuar para evitar mais confrontos em áreas de tensão
Basquete 3×3: seleção feminina se classifica para oitavas do Mundial
Tatiana Weston-Webb alcança semifinais do Rio Pro em Saquarema
Seleção feminina perde para Dinamarca em primeiro amistoso na Europa
AGEMS representa MS na II Maratona Nacional de Defesa dos Direitos dos Usuários de Serviços Públicos
PMA realiza palestras para 414 alunos nas atividades do mês do Meio Ambiente
Governo conclui entrega de 15 mil toneladas de calcário para todas as aldeias indígenas de MS
Polícia Militar Ambiental de Aquidauana, Corumbá e Batayporã realizam palestras para 414 alunos nas atividades do mês do Meio Ambiente
Endemias encerra “Semana de Conscientização” de combate ao aedes aegypti
SMAS alerta que não está com vagas abertas para contratação nos CRAS de Três Lagoas
Polícia Militar prende homem por porte ilegal de arma de fogo em Sidrolândia
PMA de Bonito autua paulista em R$ 160 mil por manter gado degradando área protegida de matas ciliares e realizar intervenções ilegais no rio Anhumas em sua propriedade
Gestores e coordenadores da CRE-5 de Dourados participam da 6ª edição da Teia da Educação 2022 
Liga das Nações: Brasil bate Irã, mesmo com saída de Alan no 1º set
Mais de 9 mil privados de liberdade já foram imunizados contra a Influenza
Com muita alegria e devoção, Banho de São João atrai 30 mil pessoas em Corumbá
Mato Grosso do Sul amplia vacinação contra influenza a partir deste sábado
Polícia Militar Ambiental de Corumbá resgata e leva para atendimento ave com as asas feridas possivelmente depois de atingida por pedras de estilingue
Next
Prev

Assembléia Legislativa MS

Vereador Ângelo é cassado depois de ter sido preso após denúncia de corrupção do MP

Publicado

Por dez votos favoráveis ao relatório, e uma abstenção, o ex-vereador Antonino Ângelo da Silva (PSC) foi cassado em julgamento realizado pela Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo na noite dessa quinta-feira, dia14, Ângelo foi condenado pela prática de dois crimes: ato de improbidade administrativa e peculato.

Antonino Ângelo da Silva afastado pelo juiz da comarca no dia 13 de novembro de 2014 com outros sete vereadores, teve sua prisão domiciliar determinada também pelo juiz no dia 11 de dezembro, em resposta a uma tentativa de retornarem ao cargo com uma decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Ângelo, assim como outros oito novatos eleitos em 2012, era tido como uma das esperanças de mudança no cenário político riopardense, entretanto, acabou decepcionando a população.

A sessão extraordinária durou cerca de duas horas e transcorreu sem maiores acontecimentos. Foi iniciada com a leitura do relatório, apresentado pelo relator Luiz Ribeiro, em seguida o advogado de defesa, Rodrigo Dalpiaz, sempre polêmico, fez argumentações com relação a erros na construção do processo investigativo e ainda orientou a população a denunciar sempre, “Procurem o Ministério Público.” Disse. Dalpiaz finalizou dizendo que a cassação é injusta e interrogou o plenário ao questionar se Ângelo tivesse exigido os balancetes mensais não seria cassado?

Ainda dentro do amplo direito de defesa, o vereador afastado Ângelo fez o uso da tribuna e fez um discurso sereno, agradeceu os familiares presentes e discursou por cerca de 45 minutos. Iniciou repudiando veementemente o relatório de acusação e citou por diversas vezes o nome de Deus. Citou os diversos ‘perrengues’ e transtornos familiares que passou durante os seis meses em que ficou afastado.

Ângelo lembrou também da ‘visita’ feita pelo Gaeco em sua casa em outubro do ano passado, quando iniciaram os trabalhos do Ministério Público junto às denúncias de desvios, farra das diárias e contratos fraudulentos. O vereador em seu discurso se declarou inocente, disse que não cometeu crimes e que nada foi encontrado na casa dele, além de uma agenda. O discurso sempre em tom sereno, soou em certo momento, como ameaça aos demais vereadores quando Ângelo declarou que “se for cassado por não ter pedido as contas da Câmara, vocês aqui também devem ser cassados”, ponderou.

Ângelo continuou citando o nome de Deus. “Meu Deus é perfeito!” exclamou. Em seguida citou um a um o nome dos vereadores em plenário que poucos minutos depois iriam cassá-lo. Sem muitos entenderem direito o porque, o vereador cassado aproveitou a oportunidade, para tecer ataques ao advogado João Alfredo. Ele interrogou : “Quem é esse cidadão que fez 123 votos?”. Ângelo disse que João Alfredo sempre teceu críticas à administração municipal, mas que agora, durante o mandato do prefeito Zé Cabelo, não fez nenhuma denúncia de irregularidade, e que João Alfredo teria interesses maiores nisso. “Ele recebe da prefeitura, tem uma procuração para fazer isso.” Declarou Antonino Ângelo.

Ainda na tribuna e ainda vereador afastado, Antonino Ângelo da Silva, despediu-se com a mesma calma e serenidade que iniciou a fala, não pediu absolvição e acompanhou a votação sentado ao lado de seu advogado. O advogado, em sua última tentativa de comover os vereadores voltou a usar a palavra e pediu que seu cliente fosse absolvido.

A Votação

A vereadora Sônia Passos abriu a votação e se manifestou favorável ao relatório que pedia a cassação de Ângelo. Depois dela, votaram os vereadores Joaquim dos Santos, Adriano Nogueira, Sebastião Roberto, Roberto Carlos Lins, Luiz Ribeiro, Douglas da Silva, Nayara Pereira, Tiene Delvalles, Adão Coene. Todos esses se manifestaram favoráveis à cassação de Ângelo. O último voto manifestado foi o da vereadora Roseli Codognatto. A vereadora do PPS surpreendeu ao se abster do voto e arrancou vaias da população presente.

Na contabilidade dos votos, a fatura fechou com dez votos favoráveis a cassação, uma abstenção e nenhum voto contra.

Terceiro

Ângelo é o terceiro vereador cassado que se envolveu na Operação Viajantes , escândalo que ficou conhecido como ‘Farra das Diárias’ e afastou oito vereadores da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo. Na semana passada, Fabiano Duarte e Claudio Lins foram os primeiros a perderem o mandato através de julgamento político em plenário. Nessa quinta-feira, dia 14, antes do início do julgamento, o vereador Diony Erick escapou do julgamento após apresentar carta de renúncia.

Comentários Facebook

Assembléia Legislativa MS

Direto ao Assunto: Eduardo Ramirez fala da violência contra a pessoa idosa

Publicado

por

O programa Direto ao Assunto da Rádio ALEMS entrevista Eduardo Ramirez Meza, um dos fundadores da Universidade Aberta à Pessoa Idosa da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), que fala sobre o tema do Seminário de Enfrentamento à Violência Contra a Pessoa Idosa, encerrando as atividades do Junho Prata, campanha criada pelo deputado estadual Renato Câmara (MDB), autor da Lei 5.215/2018, que trata do tema.

Ramirez fala dos tipos de violência, que vão desde a física à psicológica, envolvendo pessoas da relação de confiança do idoso. “A violência psicológica é a mais comum, que é você tratar a pessoa idosa não com a dignidade que ela é merecedora como pessoa humana, mas como uma pessoa menor por ser idoso. Expressões depreciativas da velhice, por exemplo, e até mesmo a violência sexual, que muita gente pensa que ela não existe, mas acontece”, declarou.  

Para Ramirez existe ainda uma série de preconceitos que a sociedade estabelece, tais como determinar o lugar de idoso ou não, lugares que se supõe que ele não possa frequentar, como uma boate, uma festa. “O mesmo pode acontecer no mercado de trabalho, a sociedade espera que o idoso saia para dar lugar ao jovem. A pessoa idosa é uma pessoa adulta e plena e pode estar em qualquer lugar, costumo dizer lugar de idoso é onde ele quiser”, enfatizou.   

Outra questão abordada na entrevista é o idadismo, termo que define o preconceito por idade, que pode ser com qualquer idade, porém mais comum contra os idosos e adolescentes. Esse será o tema da mesa de debates coordenada por Ramirez no Seminário de Enfrentamento à Violência Contra a Pessoa Idosa, que acontece no dia 30 de Junho, no auditório do CREA/MS, em Campo Grande, a partir das 8h.

Confira a entrevista completa no portal da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Comentários Facebook
Continue lendo

Assembléia Legislativa MS

ALEMS recebe visita de ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Publicado

por

Na semana em que se comemora o Dia Estadual de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) receberá a visita do ícone da santa católica. A imagem estará no Parlamento na próxima terça-feira (28), às 15h, como parte da programação de visitas a órgãos públicos da Arquidiocese de Campo Grande – Missionários Redentoristas.

Conforme informação do Santuário Estadual Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, a iniciativa da peregrinação do ícone teve início em 2018, após a santa ter sido instituída a Padroeira de Mato Grosso do Sul. Ainda segundo o Santuário, a intenção é espalhar a devoção por Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em todo o Estado. Essa não é a primeira vez que o ícone passa pelo Legislativo Estadual. Em 2019, a imagem esteve na ALEMS, relembre aqui.

A santa foi declarada Padroeira de Mato Grosso do Sul por meio da Lei 5.121, de 27 de dezembro de 2017, após aprovação dos parlamentares da ALEMS. Os deputados estaduais também foram responsáveis pela aprovação da Lei 4.360, de 12 de junho de 2013, que instituiu 27 de junho como o Dia Estadual de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

“Este é um ano muito especial para o nosso Santuário Estadual, pois celebramos o centenário da instituição das novenas”, afirmou o padre Reginaldo Nascimento Padilha. Segundo o pároco e reitor, em Campo Grande o Santuário Estadual Nossa Senhora do Perpétuo Socorro celebra o maior número de novenas no mundo, com cerca de 25 mil devotos passando toda quarta-feira pelo templo. Até o dia 11 de julho é comemorado o Ano Jubilar do Perpétuo Socorro. 

“Diante dessa importante motivação religiosa e social, levamos o ícone da Padroeira de Mato Grosso do Sul aos órgãos públicos onde homens e mulheres da nossa cidade se dedicam ao trabalho diário, servindo ao povo com muita dedicação, buscando a qualidade de vida e o bem-estar para suas famílias”, enfatizou o padre Padilha. 

Mais informações sobre a peregrinação do ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro podem ser obtidas pelo telefone: 67 99923-9104 (Selmo Casimiro). 

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana