Três Lagoas-MS

  Últimas
Previsão do Tempo: Semana de tempo firme e sem expectativas de chuvas
Polícia Militar apreende equipamento sonoro após perturbação do sossego em Cassilândia
Webinar debate temas referentes ao Direito Eleitoral
Governo deposita salários do funcionalismo nesta segunda-feira (3)
Palestra online orienta artesãos sobre processo para se tornar microempreendedor
Na seca do Pantanal, Governo de MS socorre pecuária e garante alternativas de escoamento de commodities
Exames teóricos e práticos de direção veicular retornam com limitações
MS inicia semana com tempo claro e máxima de 34°C
Primeira semana de agosto tem 632 vagas de emprego na Funtrab
Gaúcho: Grêmio vence Novo Hamburgo e vai à final contra Inter
Palmeiras passa pela Ponte e está na decisão do Paulista
Polícia Militar prende homem por furto em Cassilândia
Catarinense: Chape bate Criciúma em busca de vaga para final
Santa Cruz e Salgueiro empatam no primeiro duelo da final pernambucana
Bahia avança e vai em busca do tri contra Atlético de Alagoinha
Polícia Militar apreende 300 quilos de maconha em carreta carregada com sucatas e prende o condutor por tráfico de drogas em Anaurilândia.
Polícia Militar prende acusado de tentativa de Homicídio em Bataguassu.
Mineiro: Atlético vence América no primeiro jogo da semifinal
Corinthians vence e vai em busca do tetra Paulista
Paranaense: Cittadini marca no final e dá vitória ao Athletico
Gaúcho: Internacional goleia e está na final do 2º turno
Polícia Militar Ambiental de Dourados autua infrator por desmatamento e exploração ilegal de madeira
PRF apreende vestuário e eletrônicos estimados em mais de 800 mil reais em Eldorado (MS)
Benfica marca apresentação de Jorge Jesus em busca de dias melhores
Em Água Clara, PRF apreende 400 mil maços de cigarros paraguaios
F1: Mesmo com pneu furado, Hamilton vence GP da Inglaterra
PRF recupera em Coxim (MS) veículo roubado
Tombense vence e está mais perto da final do Mineiro
Polícia Militar Ambiental de Bela Vista autua infrator por desmatamento ilegal de 16 hectares de vegetação nativa e orienta produtores rurais sobre desmatamentos
PRF apreende réplicas de aparelhos celulares e relógios smart com chinesa em Ponta Porã (MS)
Next
Prev

Entretenimento

Mumuzinho é positivo para Coronavírus, e pede orações aos fãs

Publicado

Alguns famosos não escaparam e foram diagnosticados com o novo coronavírus, doença que se tornou uma pandemia global no dia 11 de março, conforme classificação da OMS, a Organização Mundial de Saúde. Dessa vez, quem está infectado com a Covid-19 é o cantor Mumuzinho.

Segundo informações da assessoria, o músico estava há alguns dias com um quadro febril e uma amigdalite diagnosticada anteriormente, mas seu quadro piorou e, por isso, ele foi ao Hospital Vitória, no Rio de Janeiro, onde realizou o teste e comprovou a infecção. Ele permanece internado, em observação, já que foi detectada uma pneumonia em grau intermediário.

No comunicado, ainda diz: O cantor conta com o apoio e vibrações positivas dos fãs e, em breve, diante da melhora clínica, Mumuzinho vai divulgar uma nova data para a Live Show [show que faria no dia 26 de abril].

Ao longo da semana, o cantor já havia anunciado que remarcaria sua live show “Resenha do Mumu”, por motivos de saúde. A transmissão online do seu show, por conta da quarentena, aconteceria neste domingo e foi adiada para o dia 3 de maio – agora, deverá ganhar nova data.

Recentemente Mumuzinho divulgou seu novo trabalho de estúdio, o EP “Mantra”. “Esse trabalho é muito diferente dos que eu já fiz. Estou vivendo o melhor momento da minha vida, de recomeçar do zero. Com uma nova gestão e mais maduro em certas decisões, então tem um monte de coisa que amadurece o trabalho e te faz ficar forte.”

Nas redes sociais, Mumuzinho gravou alguns stories e agradeceu as mensagens de apoio e carinho. “(Passando) Só para agradecer as mensagens de carinho, dos fãs, imprensa, família… Vou ficar bem ta bom gente?”, disse o cantor em um dos vídeos. Para finalizar, ele pediu orações aos fãs.  “Orem por mim. Estou sendo medicado aqui, da Covid-19 e a pneumonia. Continuem orando por mim tá bom? Se cuidem”.

 

Comentários Facebook

Entretenimento

Pesquisa aponta que cinema é a prioridade de entretenimento entre os jovens na vida pós-pandemia

Publicado

O movimento #JuntosPeloCinema realizou uma pesquisa online com mais de 27 mil pessoas no país através da empresa Vibezz para entender a percepção sobre o retorno às salas de cinema. Com alto engajamento do público, com idade de 16 a 65+ anos, com renda de menos de 800 reais até mais de 15 mil reais por mês, a pesquisa foi respondida em todas as regiões do país.

Entre os resultados, destaca-se o fato de que o público jovem, de 16 a 24 anos, é o que mais sente falta e o que deve retornar mais rápido às salas. 75% dos jovens colocam o cinema como prioridade de entretenimento no retorno das atividades, ficando acima de passeio ao ar livre, que ocupa o segundo lugar da preferência, com 37,5% dos votos. 80% dos jovens ainda afirmam que, no futuro, a frequência de ida ao cinema deve se manter igual ou maior ao que era antes da pandemia.

A pesquisa, realizada no período de 11 a 22 de maio, também mostra que o retorno ao cinema tem uma importância significativa para o público que recebe renda de até R$ 2.165,00, por ser considerado uma opção mais econômica em comparação a outros tipos de entretenimento, como shows e teatro.

Para os cinéfilos, público que vai ao cinema mais de uma vez por mês, a volta deve acontecer logo no primeiro mês de reabertura das salas, conforme 70% das respostas. Esse público também se diz tranquilo com as medidas de segurança e bem-estar adotadas pelos exibidores.
De acordo com 70% de todas as pessoas pesquisadas, o que mais sentem falta é a experiência do cinema, algo que não é possível reproduzir em casa, e esse é o fator que mais impacta a agilidade do retorno às salas. 98% dos respondentes também associam o cinema com sentimentos positivos. As palavras mais associadas à experiência foram: diversão, filmes e pipoca.

A pesquisa teve o apoio de parceiros do segmento como AdoroCinema, Instituto de Pesquisa Boca a Boca, Comscore, FLIX Media, Ingresso.com e Velox Tickets, que utilizaram suas bases de cadastrados para disparo do link de acesso ao questionário, além da participação de exibidores e distribuidores que enviaram à sua base o convite para responder a pesquisa.

PARA MAIS INFORMAÇÕES:
Bruna Mascarenhas – [email protected]
Cláudia Belém – [email protected]
Denise Novais – [email protected]
Giuliana Garboggini- [email protected]
Janis Alencar – [email protected]
Jéssica Quinalha – [email protected]
João Beltrão – [email protected]
Leandro Pinto – [email protected]
Marione Tomazoni – [email protected]
Regina Buffolo – [email protected]

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

A 4ª temporada de ‘La Casa de Papel’ traz grupo de bandidos em colapso

Publicado

A 3ª temporada de La Casa de Papel chegou ao fim com seu famoso grupo de ladrões em grandes apuros. E deu a deixa para os fãs: o bando liderado pelo Professor (Álvaro Morte) encararia o mais absoluto caos na 4ª temporada da série espanhola, que estreia na sexta-feira, 3, na Netflix.

Mais uma vez, o plano perfeito do Professor – desta vez, o roubo ao Banco da Espanha – saiu do controle. Logo no primeiro episódio da nova temporada, Nairóbi (Alba Flores) aparece entre a vida e a morte, após levar um tiro de um franco-atirador da polícia, e a ex-inspetora Raquel, agora Lisboa (Itziar Ituño), sendo interrogada depois de ser capturada. E Lisboa, amor da vida do Professor, enfrenta o dilema de preservar os companheiros ou entregar todos para não ir à prisão e perder a guarda da filha.

O universo do grupo está em colapso. Crises, brigas, traumas, traições, reviravoltas, descontroles, e a polícia fechando o cerco. E, ainda assim, eles precisam correr contra o tempo e manter o plano de roubar o ouro de dentro do banco, para poderem sair vivos de lá.

Na semana passada, Álvaro, Alba e também Darko Peric e Luka Peros, intérpretes, respectivamente, de Helsinki e Marsella, falaram sobre La Casa de Papel e a nova temporada, em uma videoconferência com jornalistas da América Latina, do qual o jornal O Estado de S. Paulo participou. Todos, claro, em suas respectivas casas. Os quatro atores estão na Espanha, que já ultrapassou a China no número de casos de coronavírus. A reportagem do Estado perguntou a eles sobre a situação preocupante do país e de como estão se cuidando. “As cifras de contágio, de falecimentos apresentados todos os dias…

Temos todos que levar isso muito a sério, sermos responsáveis, e ficarmos em casa”, diz Álvaro.

Darko contou que eles estavam há duas semanas confinados. “Cuidar-se. Cuidar uns dos outros”, aconselha ele. “O mesmo aqui”, emenda Luka. “Tem que se cuidar muito, isso não é brincadeira, é muito sério. Temos que ter paciência, isso passará com certeza, mas com muito tempo”, completa o ator. Alba disse também que o momento exige responsabilidade e de se ficar em casa. “E estou muito orgulhosa dos profissionais de saúde aqui de Madri, de toda a Espanha e do mundo também. Saímos todos os dias nas janelas para aplaudi-los”, afirma a atriz.

Alba interpreta uma das personagens populares da série. Aliás, Nairóbi foi ganhando espaço, e relevância, ao longo das temporadas. É dela frases marcantes, como ‘Que comece o matriarcado’. Muito disso é mérito da atriz, que personaliza Nairóbi com sua atuação. Não é possível imaginar outra atriz nesse papel. Sobre essa transição de sua personagem, Alba diz que ficou surpresa, mas também acredita que tem sorte.

Nesta 4ª temporada, Nairóbi está no cerne do caos, como um desdobramento do que aconteceu na temporada anterior. Ali, ela caiu na isca da polícia e foi atingida com um tiro, e agora, está lutando pela vida. Essa situação extrema faz com que todos os companheiros voltem seus esforços para salvá-la. Eles baixam a guarda enquanto os inimigos, no lado de dentro e de fora do banco, aproveitam para avançar algumas casas nesse jogo.

Juntam-se a isso a captura de Lisboa, a desestabilização do Professor quando a polícia forja a morte de sua amada, os traumas de Rio (Miguel Herrán) após ser submetido a torturas, entre outros percalços que não podemos citar aqui. “Dentro do Banco da Espanha, vai se desenvolver muito a idiossincrasia do grupo, quem é leal a quem, a parte das relações pessoais entre os membros do grupo. Também, nesta temporada, há movimento nesse sentido. Parece que, em vez de unir mais o grupo, num momento de tanto estresse, eles estão se separando”, analisa Alba.

Assim como o público, os atores contam que também são pegos de surpresa pelo roteiro. “Te surpreendem. Eu não sabia que Helsinki é gay. Não é como qualquer série de suspense, de ação”, diz Darko.

Produção bem-sucedida da Netflix, La Casa de Papel pode ganhar outra temporada. Álvaro conta que procura não pensar na pressão que naturalmente o sucesso da série traz. “Falo por mim: temos que deixar fora do set essa pressão; se não, fica impossível se concentrar. Se você está pensando que tem que cobrir uma expectativa, você não vai conseguir dar 100% do que quer dar diante da câmera”, diz o ator. “Quando estamos trabalhando, deixamos tudo isso à parte e nos contentamos com o que estamos fazendo. Trabalhar com coração, 100%, com todo amor do mundo.”

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana