TRÊS LAGOAS-MS
  Últimas
Atenção doadores: Neste sábado Hemosul abre em período integral para receber doações
No Dia do Fusca, Detran aponta 21,5 mil registrados em Mato Grosso do Sul     
Controladoria-Geral do Estado participa de oficinas sobre o PPA
Tesouro Nacional classifica MS entre as melhores gestões do País
Goias vence jogo treino no CT
Flamengo treina em período integral nesta quarta-feira (19), no Ninho do Urubu
Castração de cães e gatos machos e outros serviços voltam a partir de segunda-feira (24)
Saúde alerta que cuidados para prevenir a contaminação por Covid-19 e Influenza A são os mesmos
Oportunidade: Funtrab ainda tem vagas para indígenas trabalharem nas lavouras de maçãs
Detran-MS alerta sobre golpes para extrair documentos em nome do CNH Social
Polícia Militar prende homem por receptação em Batayporã
Corinthians vence jogo-treino diante do Audax
Com golaço de Ângelo, Santos FC vence São Caetano por 4 a 3 em jogo-treino no CT Rei Pelé
Covid-19: Pequim aumenta vigilância com alta de casos antes dos Jogos
Palmeiras é eleito o melhor do mundo, título inédito para o país
Fiscalização “De Olho no Coronavírus” volta à ativa e abre ações com panfletagem na área central de Três Lagoas
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande resgata filhotes de maritaca que caíram do ninho
Polícia Militar prende jovem por direção perigosa em Nova Andradina
Polícia Militar conduz para a delegacia três pessoas por violência doméstica no Vale do Ivinhema
Desfile das Escolas de Samba de Campo Grande é adiado para abril
Com golaço de bicicleta Verdão goleia o Oeste e avança as semis da copinha
Tricolor elimina Cruzeiro e agora tem Choque-Rei nas semifinais da Copinha
TV ALEMS estreia Restrospectiva 2021 na programação
Detran/MS alerta: Ainda dá tempo de quitar o seu IPVA com desconto de 15%
SAD divulga inscrições deferidas e indeferidas em processo seletivo da SES/Agepen
Primeira capacitação do ano sobre Lei de Proteção de Dados Pessoais atende servidores da MSGÁS
POLÍCIA MILITAR, ATRAVÉS DA 10ª CIPM, PRENDE HOMEM COM MANDADO DE PRISÃO
Com aumento de casos, 56 das 79 cidades do Estado tiveram novos registros de covid-19
Polícia Militar, em ação conjunta com a PRF, realiza a prisão, em Paranaíba, de um homem de 26 anos que se encontrava foragido do sistema prisional
Polícia Militar prende autor de violação de domicílio em Paranaíba
Next
Prev

Brasil

Chuvas bloqueiam ao menos 121 pontos de rodovias mineiras

Publicado

Devido às fortes chuvas que há semanas atingem Minas Gerais, o trânsito de veículos pelas estradas estaduais e federais que cortam o estado está parcial ou integralmente interrompido em ao menos 121 pontos.

Levantamento realizado pelas Polícias Militar (PM) e Rodoviária Federal (PRF) indica que, às 9h30 de hoje (11), havia, em todo o estado, 87 pontos onde o fluxo de veículos foi interditado parcialmente e 34 por onde é impossível passar.

As regiões central e oeste do estado concentram o maior número de bloqueios causados por deslizamentos de terra, quedas de barreira, árvores ou pedras nas pistas, buracos e outras consequências das chuvas e de seus reflexos, como a cheia de rios.

As autoridades recomendam que as pessoas só utilizem as rodovias mineiras em caso de extrema necessidade. E que, se pegarem à estrada, dirijam com extrema cautela, atentas às condições ao redor da pista.

Em Brumadinho, na Grande Belo Horizonte, um acidente envolvendo um veículo atingido por um deslizamento de terra custou a vida de cinco pessoas de uma mesma família. Entre as vítimas está a professora da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems), Deisy Lúcia Cardoso Alexandrino Santos, de 40 anos de idade; seu marido, Henrique Alexandrino dos Santos, 41, e os filhos do casal, Vitor Cardoso e Ana Alexandrino dos Santos, de, respectivamente, 6 e 3 anos de idade, além de Geovane Vieira Ferreira, 42.

Primo de Henrique, Geovane dirigia o veículo no qual a família saiu de Paula Cândido, na Zona da Mata, no início da tarde de sábado (8), com destino ao Aeroporto de Confins, distante cerca de 280 quilômetros. Próximo a Brumadinho, a família encontrou a BR-040 bloqueada e decidiu seguir por uma via alternativa. O trânsito de veículos pela BR-040 passou quase dois dias bloqueado na altura de Nova Lima, na Grande Belo Horizonte, por causa do transbordamento de um dique, no último sábado (8).

Henrique chegou a ligar para o pai e comentar a decisão pouco antes do carro em que viajava ser atingido por um deslizamento de terra que o arrastou por centenas de metros. O carro só foi encontrado na segunda-feira (10) e o corpo da última das cinco vítimas foi resgatado no final da noite de segunda-feira.

Segundo a Defesa Civil estadual, 145 dos 853 municípios mineiros estão em situação de emergência – número que tende a aumentar, já que as condições meteorológicas indicam a possibilidade de chuvas de moderadas a fortes continuarem atingindo o estado nos próximos dias, ampliando os estragos em cidades já muito afetadas.

Desde o início da estação chuvosa – que, este ano, começou em outubro, um mês antes que o habitual – ao menos 19 pessoas já perderam suas vidas devido às chuvas e suas consequências. Neste número não estão incluídas as dez mortes causadas pelo desprendimento de um bloco de pedras no Lago de Furnas, em Capitólio (MG), no último sábado (8). As causas desta tragédia ainda estão sendo apuradas, mas autoridades estaduais já anteciparam que parte do paredão rochoso pode ter ruído por efeito da ação das águas.

De 1º de outubro até esta manhã (11), 13.756 pessoas foram desalojadas pelas consequências das chuvas, em todo o estado, e tiveram que ser acolhidas na casa de parentes, amigos, vizinhos ou em hospedagens particulares. Outras 3.481 pessoas ficaram desabrigadas, tendo que, em algum momento, ir para abrigos públicos.

Conforme a Agência Brasil noticiou na última sexta-feira (7), faltando ainda quase três meses para o fim do atual período chuvoso no estado, o número de pessoas desabrigadas já é mais de duas vezes superior ao total de 1.608 registrados em Minas Gerais entre novembro de 2020 e março de 2021. O número de cidades em situação de emergência ou estado de calamidade pública na atual temporada também é mais que o dobro do resultado (58) do período anterior.

Comentários Facebook

Brasil

Minas Gerais registra 10 mortes em 24 horas por causa das chuvas

Publicado

A Defesa Civil de Minas Gerais confirmou nesta terça-feira (11) mais dez mortes em decorrência da chuva no estado. Os óbitos foram notificados ao longo das últimas 24 horas.

Com isso, subiu para 19 o número de vítimas no estado desde o início do período chuvoso, a partir do dia 1º de outubro. Por causa das investigações em andamento, esses dados não incluem as 10 mortes ocorridas no último sábado (8), em Capitólio, após o desabamento de um paredão de pedra no cânion da represa de Furnas.

Em todo o estado, 145 municípios estão em situação de emergência. O número de desabrigados totaliza 3.481. Já os desalojados somam 13.756 pessoas. O balanço é o mais recente divulgado pela Defesa Civil estadual.

As condições meteorológicas continuam favoráveis a chuva e temporais em Minas Gerais, em decorrência da instabilidade atmosférica. “Há condições de chuva moderada a forte que podem vir acompanhadas de descargas elétricas, especialmente, no Oeste, Sul/Sudoeste, Campo das Vertentes, Zona da Mata e Triângulo Mineiro. Na capital mineira e Grande Belo Horizonte o quadro meteorológico ainda é favorável a ocorrência de chuva, contudo, de menor intensidade em relação aos últimos dias”, informou a Defesa Civil.

Mortes recentes

A maior tragédia das últimas 24 horas ocorreu ontem, quando cinco pessoas foram encontradas mortas após serem soterradas por um deslizamento de encosta no Retiro do Chalé, em Brumadinho, cidade da região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, quatro delas eram da mesma família: um casal, marido e esposa, e duas crianças (uma de três anos e outra de seis). A quinta vítima é um homem que dirigia o veículo onde todos estavam.

Eles estavam desaparecidos desde sábado (8), quando viajavam de carro com destino ao aeroporto de Confins, em Belo Horizonte. Próximo à região de Congonhas, na BR-040, o grupo se deparou com o bloqueio na pista e optou por seguir viagem por uma estrada alternativa. Desde então, não fizeram contato com a família. O carro foi localizado ontem (10) pelos bombeiros, que fizeram um trabalho de resgate que durou cerca de 10 horas até a retirada do último corpo. Até uma retroescavadeira precisou ser usada nos trabalhos. O carro foi arrastado por cerca de 400 metros pela lama que se deslocou de uma encosta de serra.

Em São Gonçalo do Rio Abaixo, na madrugada de segunda-feira, o muro de uma residência desabou, soterrando uma criança de 10 anos, que veio a óbito.

Em Ervália, também nesta segunda, a Defesa Civil reportou a morte de um rapaz de 20 anos, que estava em um bar da cidade quando houve um escorregamento de terra, provocando o desabamento de uma estrutura de concreto. O corpo da vítima foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros.

Em Caratinga, devido às fortes chuvas, duas mortes foram registradas no domingo (9). Um homem de 41 anos morreu após o carro em que ele estava ser arrastado na tentativa de atravessar uma ponte que estava inundada pelo córrego São Vicente, no distrito de Santo Antônio do Manhuaçu. Um dos ocupantes do veículo, um homem de 54 anos, sobreviveu depois de conseguir sair do veículo e nadar até a margem do rio.

A outra morte no município ocorreu após o deslizamento de uma encosta atingir uma residência. No local, uma mulher de 62 anos foi resgatada com vida pelos bombeiros, mas um homem de 28 anos acabou morrendo soterrado por lama e concreto.

Ministros monitoram

Nesta terça-feira, dois ministros do governo federal sobrevoaram áreas atingidas pelas chuvas em Minas Gerais. Joaquim Leite (Meio Ambiente) e João Roma (Cidadania)  sobrevoaram as cidades de Nova Lima, Rio Acima, Moeda e Itabirito, na região metropolitana de Belo Horizonte, todos bastante atingidos com alagamentos e inundações. Eles ainda se reuniram com o governador Romeu Zema e representantes da Defesa Civil e da secretaria do Meio Ambiente do estado.

No dia 31 de dezembro, o governo federal abriu crédito extraordinário de R$ 700 milhões para ajudar principalmente os estados de Minas Gerais e Bahia, dois dos mais afetados pelas chuvas no último mês. Dos recursos, R$ 200 milhões vão para distribuição de alimentos a grupos populacionais tradicionais e específicos e R$ 500 milhões para proteção social no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

Já o Ministério do Desenvolvimento Regional autorizou o repasse de R$ 48,6 milhões para municípios mineiros mais afetados e assegurou outros R$ 130 milhões para a Bahia. A maior parte dos recursos são de socorro e assistência.

Moradores das cidades que tiveram reconhecimento de emergência também têm direito ao saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Segundo a Caixa Econômica Federal, até o momento, 12 municípios da Bahia e de Minas Gerais foram habilitados para recebimento do Saque FGTS por motivo de calamidade.

Comentários Facebook
Continue lendo

Brasil

Capitólio: polícia identifica décima vítima da queda de paredão

Publicado

Peritos da Polícia Civil de Minas Gerais identificaram, hoje (10), a última das dez pessoas que morreram no desmoronamento de um bloco de pedras no Lago de Furnas, em Capitólio (MG), no último sábado (8).

Assim como os outros nove mortas na tragédia, Carmem Pinheiro da Silva, de 43 anos, estava a bordo da lancha Jesus, uma das quatro diretamente atingidas pela queda do paredão de pedra que se desprendeu sobre os barcos dos turistas que visitavam o lago.

Mais cedo, a Polícia Civil já tinha divulgado os nomes de quatro vítimas identificadas nas últimas horas. São elas Rodrigo Alves dos Anjos, de 40 anos; Geovany Teixeira da Silva de 38; Tiago Teixeira da Silva Nascimento de 35 e Geovany Gabriel Oliveira da Silva, de 14 anos.

Ontem (9), os peritos confirmaram a morte de Júlio Borges Antunes (68); de Mykon Douglas de Osti (24); de Camila Silva Machado (18), e também a morte de Sebastião Teixeira da Silva (64) e de sua esposa, Marlene Augusta Teixeira da Silva (57).

As dez vítimas foram identificadas por reconhecimento das impressões digitais. Três delas foram reconhecidas com o auxílio de peritos da Polícia Federal (PF).

Ao menos outras 24 pessoas que estavam a bordo de embarcações precisaram de socorro, e muitas delas foram levadas a unidades de saúde com fraturas e escoriações.

A Polícia Civil instaurou inquérito policial para investigar as responsabilidades. Além disso, a Marinha, responsável por fiscalizar a navegação nos cursos d´agua, também vai apurar as circunstâncias da tragédia.

Desde que as imagens do enorme bloco de pedra atingindo embarcações com turistas começaram a ser veiculadas, fotos e até mesmo mensagens antigas em que pessoas apontam a trinca no paredão de pedra e o risco iminente de queda foram recuperadas para questionar a falta de orientação sobre os riscos do local.

Por Agência Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul20 de janeiro de 2022, 15:21

Atenção doadores: Neste sábado Hemosul abre em período integral para receber doações

http://www.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/150/2022/01/20.01.22-HEMOSUL-SABADO-PORTAL.mp3 Com baixos estoques das tipagens sanguíneas O+, O-, A- e B-, o Hemosul Coordenador abrirá nesta próximo sábado, dia...

Mato Grosso do Sul20 de janeiro de 2022, 15:21

No Dia do Fusca, Detran aponta 21,5 mil registrados em Mato Grosso do Sul     

Levantamento feito pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) neste dia 20 de janeiro, data em...

Mato Grosso do Sul20 de janeiro de 2022, 15:21

Controladoria-Geral do Estado participa de oficinas sobre o PPA

No ano passado foram realizadas diversas reuniões dos integrantes do Grupo de Trabalho Multidisciplinar e Interinstitucional (GTMI) que propõe normas...

Mato Grosso do Sul20 de janeiro de 2022, 15:21

Tesouro Nacional classifica MS entre as melhores gestões do País

Ajustes, equilíbrio financeiro e solidez fiscal permitiram ao Estado recuperar capacidade plena de pagamento e investimentos Mato Grosso do Sul...

Mato Grosso do Sul20 de janeiro de 2022, 13:51

Oportunidade: Funtrab ainda tem vagas para indígenas trabalharem nas lavouras de maçãs

http://www.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/150/2022/01/20.01.22-VAGAS-FUNTRAB-PORTAL.mp3 Trabalhadores indígenas, interessados em trabalhar na colheita de maçã, nos estados do de Santa Catarina (SC) e Rio Grande...

POLICIAL

Mais Lidas da Semana