Três Lagoas-MS

  Últimas
Paulo Corrêa participa da posse no TJMS e ressalta respeito entre os poderes
Polícia Militar Ambiental de Bonito captura jiboia de dois metros em quintal de residência e a solta em seu habitat
Prorrogado por mais 15 dias o toque de recolher no MS
Senasp vai à fronteira conhecer trabalho das forças de segurança do Estado
Em Naviraí, Polícia Militar apreende adolescente por tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo
Em Eldorado, Polícia Militar prende homem por transporte ilegal de agrotóxico
Em quatro dias, mais de 11 mil pessoas foram vacinadas contra Covid-19 em Mato Grosso do Sul
Chuva acima da média histórica desabriga famílias e meteorologia prevê tempo fechado para os próximos dias
Sala de Situação do Imasul alerta para risco de transbordamento dos rios Miranda e Aquidauana
Agehab e Prefeitura de Alcinópolis consolidam parceria que beneficiará mais 25 famílias
Em posse do TJMS, Reinaldo Azambuja destaca importância do Poder Judiciário no combate à pandemia
Medição de produção de carne, com foco em índices e resultados, é conteúdo de curso gratuito do Senar/MS
Suzano abre sete processos seletivos com vagas para a Indústria e setor florestal em Três Lagoas e Brasilândia
Hoje é o último dia para pais e responsáveis efetuarem a matrícula da primeira etapa para a Rede Municipal de Ensino de Três Lagoas
Prazo de vencimento de certidões passa para 90 dias em Três Lagoas
Detran-MS inicia primeiro leilão do ano e mais de 150 veículos poderão voltar a circulação
MS tem plano de fiscalização do combate à Covid 2021
Vale Universidade começa a receber termos de compromisso de acadêmicos beneficiários
Homem é preso pela Polícia Militar por traficar drogas e corromper menor em Paranaíba
Policia Militar de Bodoquena conduziu três motoristas embriagados para a delegacia nesta semana
MS notifica 31 novos óbitos por coronavírus
Secretaria de Estado de Saúde toma medidas para evitar “fura filas” da vacina contra Covid-19
Polícia Militar Ambiental de Bela Vista captura tamanduá-mirim ferido no centro da cidade
Polícia Civil de Três Lagoas recupera mercadorias avaliada em R$ 400 mil
SUPERLIGA B MASCULINA: Primeira rodada começa neste sábado com duas partidas
Em Ribas do Rio Pardo| Suzano formará 30 operadores de colheita florestal
Escolagov abre inscrições para curso inédito sobre web conferências
Palmeiras não reage diante do Flamengo que brilha e conquista o 3º lugar na tabela
Em jogo repleto de emoções, Chapecoense vence e reassume a liderança da Série B
Em Salvador, Athletico fez primeiro treino visando o desafio contra o Flamengo
Next
Prev

Economia

Bancos leiloam online imóveis em todo o Brasil com descontos de até 60%

Publicado

Com a retomada da economia neste trimestre, a compra de imóveis em leilões é uma boa alternativa para quem deseja ter sua casa própria no fim do ano ou realizar investimentos. Os bancos Votorantim, Inter, Santander e Tribanco disponibilizam diversas unidades com descontos de até 60% no valor de avaliação e opções de pagamento parcelado, mediante lances no site da Sold Leilões, empresa do Grupo Superbid. Estão disponíveis também cotas de consórcios de imóveis e veículos.

Entre os mais de 100 lotes disponíveis estão apartamentos e casas, além de imóveis comerciais, rurais e terrenos. As unidades estão disponíveis nos estados do Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo. Os lances iniciais variam entre R$ 3,9 mil e R$ 6,9 milhões, com encerramentos a partir do dia 03 de dezembro.

O Banco Santander é o que possui a maior quantidade de lotes ofertados, com 57 unidades em onze estados diferentes. No Sul, uma sala comercial de 61m² e uma vaga na garagem, localizada em Porto Alegre/RS, tem lance inicial de R$ 374 mil. No Sudeste, um prédio de 140 m² na Barra Funda, em São Paulo, tem o valor primário de R$ 1,1 milhão. Já no Nordeste, um lote de 2.073 m² em João Pessoa/PB sai por R$ 2,5 milhões.

O  Banco Votorantim também disponibiliza oito lotes em cinco estados, com destaque para um apartamento de 196 m² e duas vagas de garagem na Praia Grande, em São Paulo, pelo valor inicial de R$ 368 mil, um desconto de 24% no valor avaliado. O  Tribanco oferece 16 lotes em nove estados, como uma casa de 1.504 m² em Rio Largo, em Alagoas, com lance inicial de R$ 290 mil, 49% abaixo do valor de avaliação.

Por fim, o Banco Inter apresenta quinze imóveis em três estados, como uma casa de 250 m², na cidade de Uberlândia/MG, pelo valor inicial de R$ 169 mil, 43% abaixo do valor avaliado.

Também é possível adquirir cotas de consórcio de imóveis e veículos, com valores que variam de R$ 3,9 mil até R$ 179 mil.

Confira alguns lotes disponíveis na região de Campo Grande (MS)

Sala Comercial de 72 m² na cidade de Campo Grande
Lance inicial: R$ 73.232
Encerra em: 14 de dezembro ás 08h35
https://www.sold.com.br/lote/ver/1581933

Para acessar todos os leilões e seus respectivos editais, basta acessar o link https://www.sold.com.br. Cada um dos bancos oferece condições de pagamento diferentes, incluindo taxas mensais variáveis, descontos para pagamento à vista, parcelamentos e créditos imobiliários. Os lotes desocupados também podem ser visitados mediante agendamento prévio e o cumprimento das normas de saúde e segurança.

Como participar

Os leilões são abertos a qualquer pessoa. Basta se cadastrar no site www.sold.com.br, criar um login e senha e se habilitar para ofertar lances no leilão de interesse. A partir daí, basta acompanhar os lances no dia marcado para o encerramento. O método usado na Internet é o mesmo de qualquer leilão: quem der o maior lance, leva a oferta.

Serviço:

Leilões do Banco Santander – 10 de dezembro às 16h e 16 de dezembro, às 13h30

Link: https://www.sold.com.br/santander

Leilão Banco Votorantim – 14 de dezembro, às 13h30

Link: https://www.sold.com.br/bancovotorantim

Leilão Tribanco – 15 de dezembro, às 14h

Link: https://www.sold.com.br/tribanco

Leilões Banco Inter – a partir de 03de dezembro, às 12h30

Link: https://www.sold.com.br/bancointer

Comentários Facebook

Economia

Ford anuncia fechamento de fábricas no Brasil

Publicado

A

pós mais de 100 anos de fabricação de veículos localmente para o mercado brasileiro, a norte-americana Ford anunciou oficialmente a sua reestruturação na operação nacional, o que culminou no fechamento de todas as plantas fabris atualmente em operação no país.

Segundo as informações divulgadas pela marca, as fábricas localizadas em Camaçari (BA) e Taubaté (SP), bem como da de Horizonte (CE) exclusiva da Troller serão desativadas, algo que em parte é justificado pela marca como efeito de uma crise econômica que atinge a operação na América do Sul desde 2013.

Ainda de acordo com a marca, que atualmente ocupa a quinta posição dentre as montadoras que opera no país, as operações do campo de provas e da sede administrativa para a América do Sul localizados em São Paulo e o Centro de Desenvolvimento de Produto na Bahia serão mantidos.

 

“A Ford está presente há mais de um século na América do Sul e no Brasil e sabemos que essas são ações muito difíceis, mas necessárias, para a criação de um negócio saudável e sustentável”, disse Jim Farley, presidente e CEO da Ford.

Quanto aos carros e peças, o planejamento é que a operação passe a ser completamente suprida através da importação de unidades que seguem operando na Argentina e Uruguai, além de outras fora da América Latina, o que em parte ajudará também na chegada de novos carros ao país, como os novos Transit, Ranger, Bronco, Mustang Mach1 e um novo veículo híbrido plug-in, que foram confirmados pela marca.

Alterações foram feitas em outros países

 

Apesar de pegar muitos de surpresa, a movimentação de fechamento de plantas fabris não chega a ser uma novidade para a Ford, tendo sido iniciada essa desmobilização aqui no Brasil em 2019, com o fechamento da planta de São Bernardo do Campo (SP), resultando no sepultamento do Ford Fiesta e de caminhões.

Quanto a outros países que foram impactados nessas movimentações, temos como exemplos que começam em 2016 com o encerramento de operações na Austrália, sendo posteriormente vista uma nova leva de fechamentos em países como os Estados Unidos (país de origem da marca) e Europa.

Impactos econômicos e sociais

 

Um dos pontos que gera preocupação nesse anúncio é certamente o aumento do desemprego no país, em um momento onde a pandemia de coronavírus (COVID-19) ajuda a aumentar cada vez mais a base e nesse sentido, as notícias não são animadoras.

Segundo estimativas da própria empresa, aproximadamente 5 mil empregos serão impactados com o fechamento das operações fabris no pais, graças a essa reestruturação no eixo Brasil-Argentina, tendo já sido confirmados 830 vagas a menos em Taubaté e 470 em Belo Horizonte.

Operações e suporte seguem ativos

 

Apesar do anúncio alarmante, a Ford fez questão de tentar tranquilizar seus clientes confirmando que as demais operações seguem ativas no país, o que significa dizer que quem tem um carro da Ford não ficará na berlinda sem suporte ou concessionárias, como já aconteceu algumas vezes no país algumas décadas atrás.

 

Enfatizamos que a Ford continuará ativamente presente no Brasil e na América do Sul com sua ampla Rede de Concessionários, prestando assistência total ao consumidor com operações de vendas, serviços, peças de reposição e garantia, além de oferecer um portfólio empolgante, conectado e cada vez mais eletrificado de SUVs, picapes e veículos comerciais, provenientes da Argentina, Uruguai e outros mercados.

Leia mais em https://www.ford.com.br/reestruturacao-ford-brasil/?intcmp=hp-new-brand-gallery

Fonte: Tudo Celular

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Petrobras confirma reajuste de 6% para o gás de cozinha nesta quinta

Publicado

A

Petrobras confirmou nesta quarta-feira (6/1) o primeiro aumento do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) – o popular gás de cozinha – neste ano, da ordem de 6%, depois de ter havido reajuste de 5% em 3 de dezembro.

O aumento, válido a partir desta quinta-feira (7/1), segue a alta do preço do petróleo no mercado internacional, que nesta quarta fechou cotado em US$ 54,30 o barril do tipo Brent. Em 2020, a alta do GLP foi de 21,9%.

O acréscimo atinge tanto o botijão de 13 kg, que será vendido nas refinarias a R$ 35,98, correspondente a 46% do preço total, quanto o GLP a granel, utilizado por indústrias, comércio, condomínios e academias, entre outros.

“Os preços de GLP praticados pela Petrobras seguem a dinâmica de commodities em economias abertas, tendo como referência o preço de paridade de importação, formado pelo valor do produto no mercado internacional, mais os custos que importadores teriam, como frete de navios, taxas portuárias e demais custos internos de transporte para cada ponto de fornecimento, também sendo influenciado pela taxa de câmbio”, informou a Petrobras.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana