TRÊS LAGOAS MS
  Últimas
Com recursos do Governo do Estado e União, 300 famílias recebem nesta quinta-feira apartamentos do Residencial Jardim Canguru
MS é o 4º estado que mais gera emprego formal no Brasil em 2022, revela Caged
MS recebe visita do presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Educação, nesta quinta-feira
Quinta-feira tem previsão de tempo firme, com mínima de 13°C e máxima de 31°C no Estado
Mesmo com reservas, Santos arranca empate com Deportivo Táchira
Série B: Vasco cai diante do Novorizontino
Em ação rápida, Polícia Militar salva adolescente que ameaçava se jogar de torre de telefonia em Anaurilândia.
Em noite de festa e emoção, ALEMS presta homenagem à comunidade italiana
Ceará arranca vitória sobre o Strongest na altitude de La Paz
Rony marca dois e Palmeiras derrota Cerro Porteño na Libertadores
Corinthians anuncia contratação por empréstimo de Yuri Alberto
Coluna – Marina Dias e o sonho paralímpico da paraescalada
Polícia Militar Ambiental de São Gabriel do Oeste captura serpente em ferro velho e a solta em seu Habitat
Governo do Estado assina contrato para espaço múltiplo uso no Parque dos Poderes; veja como vai ficar
Edital regulamenta cadastro de artistas no Festival Sarau Cidadania e Cultura no Parque
Três Lagoas celebra 14 anos de vidas salvas pelo SAMU
Em solenidade do Dia dos Bombeiros, corporação reconhece papel histórico da ALEMS
Governo do Estado firma parceria com setor industrial para fortalecer a qualificação profissional
Começa a Copa dos Campeões de futsal e basquetebol em Coxim
Djokovic supera Kokkinakis e avança para terceira rodada em Wimbledon
Carga de contrabando e descaminho é apreendido pela Polícia Militar Rodoviária, na MS 164, em Maracaju
PMA, Colônia de Pescadores e voluntários realizam limpeza do rio Aquidauana e retiram uma tonelada de resíduos na 11ª edição do projeto Rio Vivo
Polícia Militar descobre plantação de maconha em residência e prende autor em Batayporã
Em Mundo Novo, Policia Militar recupera veículo furtado em menos de 24 horas
Programa Fortalece TL prorroga prazo para renegociação de dívidas
Polícia Militar Rodoviária apreende carga de contrabando e descaminho, na MS 162, em Dourados
Em Naviraí, Força Tática recupera veículo furtado e prende homem por receptação
DOE divulga abertura de processo seletivo na área da saúde e convocações da Sedhast, Sejusp e Funsau
BOLETIM COVID-19 – SMS notifica 50 novos casos positivos nesta quarta-feira (29)
Projeto confere utilidade pública ao Lar de Idosos São João
Next
Prev

Arapuá

Arapuá, vespas ataca moradora do Assentamento 20 de Março

Publicado

Nesta manhã de 23 Junho, a equipe de saúde de Arapuá foi acionada para atender uma moradora do lote 54 do Assentamento 20 de Março no Distrito de Arapuá, que foi atacada por Pepsis fabricius (marimbondo cavalo).

Conforme informações a moradora estava em uma casinha onde fica materiais de manutenção de seu sitio, quando foi pegar uma caixa de isopor e estava cheia de marimbondo, que acabou atacou-a nos braços, pernas e costa, com mais ou menos 10 picadas.

Sentindo fortes dores, a moradora foi atendida pela ambulância de Arapuá, que foi removida para o posto de saúde, sendo imediatamente atendida pelo Dr. Rodrigo Gatto, que disse que três picadas foram diretas com maior teor de veneno, e as demais foram com menos gravidades, mas, mesmo assim a dor é intensa, a técnica de enfermagem Idalina,  aplicou a injeção corticoide, para aliviar a dor da paciente.

O que fazer se for picado por marimbondo?

Normalmente, a limpeza com uma solução anti-séptica, e a aplicação de gelo no local é suficiente para melhorar os sintomas. Não perfurar qualquer bolha que possa surgir no local da picada – limpe-a com água e sabão neutro para evitar infecções.

Corticosteróides tópicos (cremes, pomadas, loções ou géis que, passados sobre a pele, combatem os sinais da inflamação) e anti-histamínicos (antialérgicos) orais auxiliam no controle da inflamação e do prurido local. Entretanto, não devem ser utilizados sem a indicação de um médico, pois podem causar efeitos colaterais sérios.

Se a pessoa for alérgica ou se receber muitas picadas deve procurar atendimento médico rápido e, se possível, levar consigo o animal que causou a reação. Ao ser picado, tenha cuidado em não apertar o corpo do animal ao retirá-lo, pois pode ocorrer a injeção de mais veneno.

No caso de serem muitos marimbondos atacando ao mesmo tempo, busque um local fechado ou corra o mais rápido que puder. Para prevenir a picada, evite causar qualquer perturbação ao animal e utilize sapato fechado, meia alta e luvas para proteção das mãos nas visitas ao campo ou em lugares onde exista alta incidência desses insetos.

O Perigo da Picada dos Marimbondos

Os tipos de marimbondos mais temidos são o cavalo e a amangava. O marimbondo cavalo tem o corpo esbelto, e sua cor é marrom avermelhado.

Eles não são agressivos e só se defendem se forem incomodados. Se o ninho estiver em um lugar alto e não apresentar risco de batidas mecânicas ou algo semelhante, não será necessário retirá-lo. No entanto, existe o risco de ter outros ninhos por perto. Cada vespa desse ninho é capaz de fundar um outro, multiplicando assim o número de ninhos.

Quanto à mamangava, o motivo da infestação está na época do florescimento das espécies de plantas em que elas coletam seu alimento. Quando o tempo é bastante chuvoso, elas quase não conseguem coletar alimento e quando o sol aparece esses insetos aproveitam para suprir o que consumiram durante as chuvas.

A infestação também pode estar relacionada aos locais de nidificação (local de construção do ninho). Se a região tiver muita madeira oca ou outros locais que favoreçam a formação dos ninhos, as mamangavas certamente irão se alojar nesses lugares. Essas espécies são ótimas polinizadoras de plantas e estão desaparecendo devido à eliminação de seus sítios de nidificação pelo desmatamento. Se não forem agredidas não causam problemas maiores.

A composição do veneno do marimbondo é pouco conhecida, pois, não existem muitos estudos a respeito. Ao contrário das abelhas, esses artrópodes não deixam o ferrão no local da picada. Por serem maiores e fisicamente mais assustadores aparentam ser mais venenosos que as abelhas, o que não é verdade. Os efeitos do veneno são semelhantes aos das abelhas, porém menos intensos.

O veneno de vespa contém histamina e serotonina, que são agentes químicos envolvidos nas respostas alérgicas em geral. Esses animais normalmente não são agressivos, só atacam se forem incomodados. O risco dos acidentes depende do número de picadas e da hipersensibilidade do indivíduo acidentado.

O quadro habitual após a picada é dor intensa e eritema local (sinal típico da inflamação, na qual a pele fica com coloração avermelhada devido à vasodilatação capilar). Há também sintomas de edema (inchaço) de intensidade variável, referindo-se a um acúmulo anormal de líquido intersticial constituído principalmente de proteínas e sais. São sinais e sintomas comuns: mal-estar, ansiedade, sudorese (suor), prurido local (coceira), náuseas, tremores e vômitos.

Nos indivíduos hipersensibilizados podem ocorrer urticária (alergia na pele) e broncoespasmo (dificuldade na respiração devido à contração da musculatura dos brônquios nos pulmões).

Também foram constatados: hipotensão arterial (baixos valores da pressão arterial), inconsciência e choque, podendo evoluir para a morte, caso não ocorra medicação correta. Em animais, as reações tóxicas sistêmicas observadas são: vômitos, diarréia, sinais de choque e dificuldade respiratória em decorrência de síndrome da angústia respiratória aguda (SARA).

Nos cães, além dos quadros de choque e SARA, casos de crise hemolítica também têm sido descritos. As picadas no pescoço ou na mucosa oral podem levar a edema de glote, resultando em morte por asfixia.

20150623_112850_HDR

Comentários Facebook

Arapuá

Artista que criou portal da entrada para Arapuá vai realizar manutenção gratuita

Publicado

por

O monumento construído pelo artista plástico Ivolin Lopes Ramos na entrada de Arapuá vai receber uma nova pintura nos próximos dias, revitalizando o portal que fica às margens da BR-262 e é a porta de entrada do Distrito.

A obra será custeada pelo artista plástico Ivolin Lopes Ramos, criador do monumento, não gerando custos ao município. A pintura vai iniciar nesta semana e em breve o portal estará restaurado.

De acordo com o Prefeito Angelo Guerreiro, o portal foi construído há 24 meses, houve alguns problemas na pintura original e o artista vai realizar a restauração de forma gratuita.

Guerreiro agradeceu ao profissionalismo do artista plástico que atendeu ao pedido de um de seus clientes e vai dar a manutenção em sua obra de arte.

Fonte: Prefeitura de Três Lagoas

Comentários Facebook
Continue lendo

Arapuá

Projeto “Vida na Praça” chega ao Distrito de Arapuá neste domingo (03)

Publicado

por

Os moradores do distrito de Arapuá terão lazer garantido com atividades esportivas e culturais. O projeto “Vida na Praça” chega ao distrito no próximo domingo (03 de julho), a partir das 8h, proporcionando animação e bom aproveitamento do local para toda a família.
Realizado pelas Secretarias Municipais de Esporte, Juventude e Lazer (SEJUVEL), Desenvolvimento Econômico (SEDECT) e Diretoria de Cultura da Secretaria de Educação e Cultura (SEMEC), o “Vida na Praça” tem o objetivo de levar os projetos culturais, incentivo às competições esportivas e abrir espaço para artistas locais, valorizando a utilização das praças na Cidade.
Os moradores do distrito vão poder desfrutar de brinquedos infláveis, pintura facial, torneio de futebol, música, além de diversas brincadeiras.
Para participar do torneio de futebol, os interessados podem realizar a inscrição para as disputas na data do evento.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana