TRÊS LAGOAS

Esportes

Sofrido, suado e histórico! É o Furacão de novo nas quartas!

Publicado em

Com o coração explodindo no peito do torcedor! Assim foi a classificação rubro-negra para as quartas de final da CONMEBOL Libertadores. No Paraguai, o Furacão saiu atrás e foi buscar no último minuto o gol de empate. Da vitória no confronto com o Libertad!

E o gol veio com a estrela de um piá do Caju! Rômulo entrou em campo aos 30′ do segundo tempo, no lugar de Vitor Roque. E aos 45′, finalizou duas vezes na mesma jogada para colocar na rede a bola que deixou o Athletico entre os oito melhores do continente.

O campeão paraguaio ficou pelo caminho!

É o Rubro-Negro repetindo o feito de 2005 e voltando às quartas de final após 17 anos! Agora, é esperar pelo adversário, que sairá do confronto entre Estudiantes, da Argentina, e Fortaleza, que estão empatados e fazem o jogo de volta nesta quinta-feira (7).

A busca pela glória eterna continua!

O Jogo

Uma finalização de Caballero, dando trabalho a Bento ainda no primeiro minuto de jogo, foi uma mostra do que seria a partida no Defensores del Chaco. O bom e experiente time do Libertad não daria um instante para o Athletico respirar.

O Rubro-Negro teve bons contra-ataques no início. Em passe de Vitor Roque, Erick bateu cruzado e Martín Silva defendeu. Cuello finalizou da entrada da área e mandou por cima do gol. E Vitor Roque foi puxado dentro da área, em um lance não marcado pela arbitragem.

A equipe paraguaia, porém, era quem tinha a bola quase o tempo todo a seus pés. E tocando pelo centro do campo, criava grandes dificuldades à marcação athleticana. Aos 31′, Bento evitou o gol adversário, com uma grande defesa em chute de Roque Santa Cruz.

A maioria dos ataques do Libertad não terminavam em chances reais. Mas bola rondando sempre a área era um perigo constante para o Furacão. E no último lance da primeira etapa, aos 48′, saiu o gol do time da casa, em uma bela jogada de Roque Santa Cruz.

No segundo tempo, o Athletico conseguiu reduzir os espaços para a criação do Libertad. Mas também não conseguiu chegar muitas vezes de forma contundente ao ataque.

O Libertad parou novamente em Bento, que salvou em uma cabeçada de Roque Santa Cruz. E o Furacão teve sua melhor chance em uma arrancada de Vitor Roque, que terminou com uma bomba da entrada da área e uma grande defesa de Martín Silva.

Isso até os 45′. Foi então que o Rubro-Negro teve uma falta pela direita em seu campo de ataque. E dois piás do Caju que saíram do banco definiram a classificação. Khellven cruzou. Rômulo cabeceou. Martín Silva defendeu. Mas no rebote, Rômulo estava lá para mandar para a rede e fazer um pouco de história!

Ficha técnica: Libertad 1×1 Athletico Paranaense
CONMEBOL Libertadores 2022: Oitavas de final – Jogo de volta
Data: 05/07/2022
Horário: 21h30
Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai)

Árbitro: Andrés Cunha (Uruguai)
Assistentes: Richard Trinidad (Uruguai) e Andrés Nievas (Uruguai)
Quatro árbitro: Guillermo Guerrero (Equador)
Árbitro de vídeo: Carlos Orbe (Equador)

Libertad: Martín Silva; Piris, Viera, Barboza e Samudio; Cabellero, Díaz (Campuzano, aos 32′ do 2º tempo), Gómez (Mendieta, no intervalo) e Merlini (Bareiro, aos 32′ do 2º tempo); Melgarejo e Santa Cruz (Cardozo, aos 41′ do 2º tempo)
Técnico: Daniel Garnero
Gol: Santa Cruz, aos 48′ do primeiro tempo
Cartões amarelos: Piris e Barboza

Athletico Paranaense: Bento; Orejuela (Khellven, aos 16′ do 2º tempo), Pedro Henrique, Nico Hernández e Abner; Erick, Hugo Moura (Matheus Fernandes, no intervalo) e David Terans (Vitor Bueno, aos 16′ do 2º tempo); Canobbio (Marcelo Cirino, aos 30′ do 2º tempo), Vitor Roque (Rômulo, aos 30′ do 2º tempo) e Tomás Cuello
Técnico: Luiz Felipe Scolari
Gol: Rômulo, aos 44′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Abner, Vitor Roque, Pedro Henrique e Matheus Fernandes

Foto: José Tramontin/athletico.com.br

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook

Esportes

Copa do Brasil: Timão confia na virada contra Atlético-GO para avançar

Published

on

By

Eliminado da Copa Libertadores da América, derrotado na última rodada do Brasileirão pelo arquirrival Palmeiras e precisando de uma vantagem de três gols para avançar às semifinais da Copa do Brasil. Assim o Corinthians entra em campo contra o Atlético-GO, nesta quarta-feira (17), às 21h30 (horário de Brasília), na Neo Química Arena. O Dragão venceu o jogo de ida por 2 a 0 e pode até perder por um gol de desvantagem que se classifica. Se o Timão devolver a diferença de dois gols, vamos para a disputa de pênaltis.

A missão da equipe paulista é muito difícil, mas, mesmo pressionado, o técnico Vítor Pereira saiu de campo após a derrota para o Palmeiras confiante no futebol corintiano e na virada.

“Nós temos que criar situações de gols e fazer gols. Não podemos ficar em branco como ficamos hoje (contra o Palmeiras). Com a mesma determinação, com a mesma coragem com que jogamos, será a motivação, a força como vamos encarar o jogo, sabendo que temos que marcar gols e não permitir gol nenhum. Sinceramente, eu acredito que vamos dar uma boa resposta”.

Do outro lado, Jorginho não quer deixar o rendimento do Atlético-GO cair. O técnico sabe que, apesar da vantagem conquistada no jogo de ida, a classificação ainda não está garantida.

“O mais importante é que a gente entre entendendo o jogo, o quanto será difícil. É um jogo não só contra uma equipe mas muita qualidade técnica, mas também um jogo que se torna uma guerra. A gente tem que ir para os confrontos muito bem preparado, ganhar os confrontos, as divididas, a gente não ser apenas uma equipe organizada, ousada, mas também uma equipe corajosa. Acho que jogando dessa forma a gente tem possibilidade de passar dessa fase”.

Quem passar do confronto entre Corinthians e Atlético-GO enfrenta Fluminense ou Fortaleza na semifinal. O tricolor carioca venceu a partida de ida por 1 a 0, no Castelão (CE).  

Ouça na Rádio Nacional

Fonte: EBC Esportes

Comentários Facebook
Continue Reading

Esportes

Arrascaeta e Gabigol são absolvidos no STJD e podem jogar contra o Athletico-PR

Published

on

By

Gabigol e Arrascaeta estão liberados para atuar em Athletico-PR x Flamengo, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), em Curitiba. A dupla foi absolvida da denúncia no STJD, em julgamento nesta terça-feira, no Rio, por lances na partida de ida, que terminou empatada sem gols no Maracanã.

O relator do caso, Washington Rodrigues, votou pela absolvição da dupla, mesmo entendimento que teve o presidente da comissão, Carlos Eduardo Cardoso. Já os auditores Iuri Engel e Marcelo Vieira optaram por não reconhecer a denúncia.

O julgamento

Os flamenguistas foram denunciados pela procuradoria do órgão com base nos artigos 254-A e 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Gabigol foi enquadrado em prática de agressão, enquanto Arrascaeta foi acusado de jogada violenta.

Os lances aconteceram no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, no Maracanã, no último dia 27 de julho, no Maracanã, no 0 a 0 entre Flamengo e Athletico. Gabigol recebeu cartão amarelo pela pancada em Fernandinho, assim como Arrascaeta pelo carrinho em Erick.

Do lado da procuradoria, Marcos Souto Maior defendeu interferência do tribunal para corrigir os erros de arbitragem da partida. Já o advogado rubro-negro, Michel Assef Filho, lembrou que os casos foram flagrados e analisados tanto pelo árbitro da partida quanto pelo árbitro de vídeo.

O julgamento ganhou tom decisivo porque aconteceu na véspera do jogo de volta entre as equipes, que decidem na próxima quarta-feira uma das vagas nas semifinais da Copa do Brasil. Em caso de punição, a dupla ficaria fora da partida.

Os votos

O relator Washington Rodrigues votou pela absolvição da dupla:

– Já trouxe um voto pronto, porque para mim a discussão é maior. Nós éramos censores do árbitro de campo. Agora o VAR tem essa missão de analisar um lance que escapou. E nós viramos o quê? O VAR do VAR? Por essas razões, eu recebo a denúncia, mas no mérito julgo improcedente e absolvo os atletas.

O auditor Iuri Engel votou por não conhecer a denúncia:

– No próprio jogo em questão temos lances em que o Flamengo poderia ter reclamado das decisões do juiz. Acho um perigo abrir esse precedente. Por essas razões, meu voto é pelo não conhecimento da denúncia – declarou.

O auditor Marcelo Vieira votou por não conhecer a denúncia:

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook
Continue Reading

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana