TRÊS LAGOAS

Ambiental

Polícia Ambiental de Três Lagoas apreende 400 metros de redes de pesca e soltam 10 kg de peixes durante a operação Pesca Legal no Rio Paraná

Publicado em

Depois de fiscalizar os rios Verde e Sucuriú na operação Pesca Legal, duas equipes de Policiais Militares Ambientais de Três Lagoas realizaram patrulhamento fluvial no dia (24), no rio Paraná, no próprio município e no município de Brasilândia e abordaram 26 embarcações, 84 pescadores profissionais e amadores, além de pessoas que pescavam à margem do rio e todos pescavam legalmente. Os pescadores foram orientados sobre as normas.

PETRECHOS ILEGAIS

Durante a fiscalização, os Policiais procuram sempre locais onde poderiam ter redes armadas, que é um dos petrechos mais preocupantes, dentre os petrechos proibidos à pesca, pela alta capacidade de depredar cardumes. A equipe retirou do rio, 14 redes de pesca armadas, medindo 400 metros.

Os Policiais não localizaram os infratores que haviam armado as redes de pesca, o que é comum, porque eles normalmente, tanto armam como conferem os petrechos ilegais à noite, ou de dia com vigilância se há fiscalização no rio. Cerca de 10 kg de peixes que estavam presos aos petrechos ilegais foram soltos.

Comentários Facebook

Ambiental

PMA de Batayporã interdita mais duas oficinas mecânicas e autua proprietários em R$ 7,5 mil por descarte irregular de resíduos perigosos e contaminação do solo com óleos e graxas

Published

on

Campo Grande – Depois de autuar em R$ 10.000,00 dois proprietários de oficinas por poluição no dia (15) e interditar os estabelecimentos, Policiais Militares Ambientais de Batayporã encontraram diversas irregularidades ambientais em mais dois estabelecimentos, localizados na cidade de Nova Andradina, autuaram os proprietários e interditaram os estabelecimentos na manhã desta quarta-feira (17) de agosto.

Durante as vistorias, os Policiais verificaram que as oficinas não possuíam piso impermeabilizado e o derramamento de óleo lubrificante e combustível era realizado diretamente ao solo, causando contaminação. Além disso, as empresas não possuíam caixas separadoras de areia, água e óleo. O proprietário da primeira empresa (26) fiscalizada foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 5.000,00, pela poluição do solo causada e destinação incorreta de óleos lubrificantes e outros resíduos perigosos ao ambiente. Pelo mesmo motivo, o proprietário da segunda oficina (44) foi multado administrativamente em R$ 2.500,00.

As atividades das empresas foram embargadas até a correção das irregularidades, dentre elas, a destinação correta de óleos lubrificantes e outros resíduos perigosos ao ambiente. Os responsáveis também poderão responder por crime ambiental de poluição com pena prevista de uma a quatro anos de reclusão.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS

Comentários Facebook
Continue Reading

Ambiental

PMA de Coxim realiza Educação Ambiental para 60 alunos de escola municipal com várias atividades incluindo o estande com animais taxidermizados com palestra sobre fauna

Published

on

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Coxim realizou palestra de Educação Ambiental na Escola Municipal Marechal Candido Rondon, município de Coxim hoje (16) pela manhã, para 60 crianças do ensino fundamental. O foco das palestras foi a conservação do meio ambiente, com destaque para as informações sobre fauna e flora local. Como as atividades precisavam ser lúdicas, em razão da idade das crianças, foram desenvolvidas brincadeiras temáticas e também foi instalado o estande de fauna, com animais silvestres taxidermizados (empalhados), para discutir os problemas relativos à fauna silvestres, exótica, doméstica e domesticada.

Nas discussões de flora foram abordados principalmente os problemas relativos aos incêndios, no sentido de educar para prevenir, dentro da parte educacional dos objetivos da operação Prolepse da PMA, que visa em curto, médio e longo espaço de tempo ir reduzindo os incêndios em Mato Grosso do Sul.

O objetivo de trabalhar a educação ambiental para crianças é fazer com que elas passem a cuidar da natureza como parte da vida delas. Ao final da palestra, foi aberto espaço para as crianças debaterem sobre o assunto, havendo boa participação. A ideia é que os alunos entendam que o ambiente é um sistema complexo e interativo, em que qualquer ente afetado, seja fauna, flora e recursos hídricos, prejudica outros em cadeia, gerando desequilíbrios que vão interferir diretamente na qualidade de vida do ser humano.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS

Comentários Facebook
Continue Reading

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana