Três Lagoas-MS

  Últimas
BOLETIM COVID-19: Saúde registra 02 casos positivos neste domingo (29) em Três Lagoas
Último Autocine deste ano apresenta clássico espírita “Nosso Lar”
Com ambiente 3D, Secretaria de Estado de Saúde realiza 4° Meeting Nacional de Farmácia Clínica
Covid-19: aumento no número de casos coloca 31 municípios em grau de risco no Prosseguir
Contran revoga Resolução que interrompia prazos de serviços e divulga calendário para CNH
MS terá domingo de 40°C e baixa umidade do ar  
Empresas de SC e RS contratam 5 mil indígenas do Estado para a colheita da maçã
Polícia Militar e Agetrat realizam Blitz durante Operação Trânsito Seguro
Com apoio estadual, cooperativa Lar inaugura complexo industrial de soja em Caarapó
Em Caarapó, Reinaldo Azambuja inaugura indústria com 300 empregos e entrega reforma de escola
Polícia Militar Ambiental de Jardim e Bonito fiscalizam o rio Miranda e da Prata e apreendem petrechos ilegais à pesca
Capital registra 1.178 novos casos nas últimas 24 horas
OPERAÇÃO SATURAÇÃO DA ILICITUDE: Em Paranaíba, condutor não habilitado foge da viatura, coloca em risco sua vida e de outros, mas acaba preso pela Polícia Militar
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande captura ouriço em quintal de residência de condomínio no bairro Cabreúva
“OPERAÇÃO SATURAÇÃO DA ILICITUDE”: Polícia Militar prende homem com arma de fogo em Paranaíba
Devido obra de drenagem, trecho da Rua Ângelo Melão entre IFMS e Rua Urias Ribeiro ficará interditado a partir de segunda-feira
BOLETIM COVID-19: Saúde registra 10 casos positivos neste sábado (28) em Três Lagoas
PMA de Três Lagoas autua pescador em R$ 1,5 mil por pescar durante a piracema no rio Sucuriú e apreende barco, motor e pescado
Polícia Militar recupera moto furtada e prende homem por receptação em Cassilândia
Segurança no Estado durante as festas de fim de ano terá mais de dois mil policiais nas ruas
Pátio Zero: Detran-MS abre três leilões com mais de 700 motocicletas em dezembro
Agepen institui comissão para regulamentar critérios na seleção de reeducandos para o trabalho
Blues e Rock embalam as lives do Som da Concha deste fim de semana
Tempo aberto e calor de até 41°C são esperados para este sábado
Antes do fim do mês, salário de novembro já está na conta do servidor de MS
Penúltimo sorteio do ano da Nota Premiada acontece neste sábado
Polícia Militar e Polícia Civil apreendem mais 400 k de maconha e prende um homem por porte ilegal de arma de fogo em Rio Verde
Polícia Militar autor de perturbação da tranquilidade e apreende aparelhagem de som em Alcinópolis
Polícia Militar Ambiental e Ibama realizam orientação a empresas e pousadas de turismo sobre alimentação em cevas para atrair onça-pintada
Clássico Comerário reabre o Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol 2020 após oito meses
Next
Prev

Policial

Operação “Divisas Integradas III” entre SP, MS, MG e PR, apreende mais de 7 toneladas de drogas e detém 832 pessoas

Publicado

Cerca de 20 mil policiais dos quatro Estados e agentes federais, do Exército Brasileiro e da Marinha participam da ação para combate ao crime

As primeiras ações da operação “Divisas Integradas III”, até às 18 horas desta quinta-feira (29) de outubro, já resultaram em 7,3 toneladas de drogas apreendidas e 832 pessoas presas.

Os trabalhos foram deflagrados simultaneamente em São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná, estabelecendo um marco de integração e parceria entre as polícias dos quatro Estados. As atividades têm como objetivo reforçar o combate ao crime organizado e ao narcotráfico.

“Isso é um sonho, um trabalho que vai ao encontro do maior bem que a população busca: a segurança dela própria. Nós continuaremos com essas ações porque onde há integração o crime cai. Integrar é o verbo de comando”, disse o secretário da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), general João Camilo Pires de Campos, durante entrevista coletiva. “Quando nós realizamos uma operação dessa envergadura, potencializamos nossos meios e aumentamos a sensação de segurança não só na nossa fronteira e Estados envolvidos, mas também em outras regiões”, complementou o secretário da Justiça e Segurança Pública do MS (Sejusp-MS), doutor Antônio Carlos Videira.

A importância da integração também foi o foco dos discursos dos representantes das outras duas unidades federativas participantes. “Como fruto desse trabalho [integrado], nossas inteligências estão cada vez mais afinadas”, afirmou o coronel Romulo Marinho Soares, secretário da Segurança Pública do PR (SSP-PR). “A integração é um caminho sem volta e Minas Gerais está mergulhada nisso. Essas operações vão se perpetuar”, completou o general Ramon Marçal da Silva, subsecretário na Secretaria de Justiça e Segurança Pública de MG (Sejusp-MG).

 Cerca de 20 mil policiais dos quatro territórios, agentes do Exército Brasileiro, da Marinha e demais órgãos federais estão empenhados nos trabalhos que devem se estender até o início de novembro. As ações preventivas, ostensivas e para cumprimento de mandados judiciais, são realizadas ao longo das divisas das unidades federativas. Para isso, são empenhadas 6.770 viaturas, 17 aeronaves, 17 drones, 142 cães e 91 embarcações.

Além das prisões e das drogas recolhidas, até o momento a operação já possibilitou a apreensão de 350 mil maços de cigarros, 58 armas de fogo e 13,7 mil outros materiais ilícitos. Também foram recuperados 21 veículos produtos de roubo ou furto.

Participam da operação, além das secretarias já citadas, as respectivas polícias Militar, Civil e Técnico Científica, bem como o Corpo de Bombeiros Militar e Departamentos de Inteligência.  No âmbito federalista, estão integrados o Exército Brasileiro, a Marinha do Brasil, a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Federal e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Participam da operação as secretarias estaduais de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) e do Paraná (SSP-PR) e as Secretarias de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp-MG) e do Mato Grosso do Sul (Sejusp-MS), as respectivas polícias Militar, Civil e Técnico Científica, bem como o Corpo de Bombeiros Militar e Departamentos de Inteligência.

No âmbito federalista, estão integrados o Exército Brasileiro, a Marinha do Brasil, a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Federal e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

SÃO PAULO

Os trabalhos, com início preliminar no último sábado (24/10), são realizados nos limites das unidades federativas, sendo que, em relação a Minas Gerais e ao Paraná, as atividades acontecem nas meias divisas, compreendendo as regiões do Triângulo Mineiro e do Noroeste Paranaense.

Integram as atividades batalhões territoriais sediados nas regiões envolvidas, assim como os comandos de Policiamento de Choque (CPChq), Ambiental (CPAmb), Rodoviária (CPRv), o Grupamento de Radiopatrulha Aérea (GRPAe) e o Corpo de Bombeiros.

Ainda em São Paulo, participam os departamentos estaduais de Investigações Criminais (Deic) e de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc); os departamentos de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC), de Operações Policiais Estratégicas (Dope) e de inteligência da Polícia Civil (Dipol); além dos departamentos de Polícia Judiciária da Macro São Paulo (Demacro) e das regiões de Ribeirão Preto, Bauru, Rio Preto, Presidente Prudente e Araçatuba.

PARANÁ

Pela Polícia Militar do Paraná, além dos batalhões de área, atuarão as equipes do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), do Batalhão de Polícia Ambiental-Força Verde (BPAmb-FV), do Batalhão de Operações Aéreas (BPMOA), do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), do Batalhão de Fronteira (BPFron), do 2º Comando Regional da Polícia Militar, responsável pelo Norte Pioneiro e Norte do Paraná, e do 3º Comando Regional da Polícia Militar, responsável pela região Noroeste do Estado.

Pela Polícia Civil do Paraná participam efetivos da 7ª, 8ª, 9ª, 14ª, 19ª, 20ª, e 22ª Subdivisões Policiais, além da atuação do Centro de Operações Policiais Especiais (COPE), do Núcleo de Operações com Cães (NOC), da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) e do Grupamento de Operações Aéreas (GOA).

MATO GROSSO DO SUL

Participam servidores e policiais das instituições que compõem a estrutura da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp/MS), que atuam no Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras e Divisas (GGI-FRON-DIV), no Departamento de Operações de Fronteira (DOF), Coordenadoria Geral de Perícias (CGP), Coordenadoria Geral de Policiamento Aéreo (CGPA), nas unidades da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros Militar, da Polícia Civil – entre elas a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron).

Também auxiliam na Operação a Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz/MS), a Polícia Militar Rodoviária Federal e a Receita Federal do Brasil.

MINAS GERAIS

Dentre os órgãos mineiros envolvidos estão a Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Penal, servidores do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, servidores da Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo (Suase) e da Secretaria de Estado da Fazenda e Ministério Público (MPMG).

A Polícia Federal disponibiliza ainda pessoal e equipamentos do Grupo de Bombas e Explosivos para a fiscalização de armamentos, explosivos e materiais controlados, como nitrato de amônia. Além disso, está previsto o fomento à resolução de crimes notificados por meio do Disque Denúncia 181.

Comentários Facebook

Policial

Polícia Militar e Agetrat realizam Blitz durante Operação Trânsito Seguro

Publicado

por


Corumbá (MS) Sábado (28/11) – O 6º Batalhão de Policia Militar realizou nos dias 27 e 28 de novembro, a Operação Trânsito Seguro, no município de Corumbá.

O objetivo da ação foi abordar veículos e buscar materiais ilícitos e apreender carros ou motos irregulares, além de inibir ilegalidades no trânsito e orientar condutores quanto ao uso de equipamentos e documentos de porte obrigatório, bem como reter motocicletas com adulterações das características originais que causam a perturbação do sossego público.

Durante a ação foram abordadas e apreendidas 16 motocicletas com irregularidades na documentação de porte obrigatório, e que estavam sendo conduzidas com escapamento adulterado, 35 notificações de trânsito, 25 notificações toque de recolher, sendo 330 pessoas abordadas.

A operação continuará sendo desenvolvida com frequência, fazendo com que dessa forma o trânsito nos diversos locais, se torne cada vez mais seguro em Corumbá e Ladário.

 

 

Publicado por: Chendy Martins

Fonte: PM MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Militar Ambiental de Jardim e Bonito fiscalizam o rio Miranda e da Prata e apreendem petrechos ilegais à pesca

Publicado

por


Campo Grande (MS) – Equipes da Polícia Militar Ambiental de Jardim e Bonito estão em conjunto trabalhando na prevenção à pesca predatória no rio Miranda e da Prata na operação Piracema, desde ontem e continuam hoje (28) e apreenderam petrechos ilegais de pesca. Até o momento foram retirados do rio Miranda e apreendidos 34 anzóis de galho, um espinhel com 20 anzóis e duas garateias armadas em galhos à margem do rio. Uma equipe que trabalha no rio da Prata, onde a pesca é proibida, mesmo quando não é período de piracema, não encontrou nenhuma irregularidade.

Petrechos apreendidos.

Mesmo que não sejam presos os infratores que armam o material ilegal, a intensificação deste tipo de fiscalização para a retirada desses petrechos com alto poder de captura evita a degradação dos cardumes, especialmente neste período de piracema. Além disso, a presença preventiva dos Policiais nos rios evita que pessoas vão praticar pesca no período de defeso e é fundamental para que a reprodução não sofra nenhum revés.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz

Fonte: PM MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana