Três Lagoas-MS

  Últimas
Suzano está com vaga aberta para Analista de Silvicultura em Três Lagoas
Suzano conclui inscrições do Programa de Estágio Técnico no dia 27
Consumo aquecido no mês de dezembro, melhora preço do leite e variação registra 3,7%
Escola JOMAP de Três Lagoas, recebe ares-condicionados por meio de emenda do deputado Eduardo Rocha
MS recebe nova remessa de vacinas contra Covid-19
Prazo de entrega de currículo do Programa MS Desporto Escolar termina na quinta
“Vacinômetro”: SES lança nova ferramenta de enfrentamento à Covid nesta semana em MS
Polícia Militar flagra homem enforcando esposa em Inocência e o conduz preso para a delegacia
Em Cassilândia, Polícia Militar recupera motocicleta antes mesmo da vítima perceber o furto
Polícia Militar prende mulher por agredir marido em Cassilândia
Palmeiras realiza treino tático antes do confronto com o Vasco
Fluminense tem 61% de aproveitamento em clássicos no Brasileirão
Avaí e América já se enfrentaram 17 vezes na Série B
Atlético MG encerra preparação para enfrentar o Santos
IPVA à vista, com 15% de desconto, só até esta semana
Polícia Militar prende dois homens por agredir uma mulher em Aparecida do Taboado
Após derrota, Fortaleza tem risco de 30% de ser rebaixado
Com Rony em campo, Palmeiras realiza treino tático antes do confronto com o Vasco
Luxemburgo elogia time do Vasco após vitória
Suspenso atendimento presencial na Regional de Dourados da PGE
Candidatos do concurso de 2018 da PM e dos Bombeiros farão teste de aptidão física a partir desta semana
Polícia Militar prende em flagrante autor de tentativa de roubo
Polícia Militar prende homem por desacato em Paranaíba
Em Eldorado, Polícia Militar prende mulher por lesão corporal
PMA de Mundo Novo autua em R$ 19 mil goiano preso por Policiais Militares de Eldorado com agrotóxicos do Paraguai, a segunda vez em menos de um ano pelo mesmo crime
Foragido da justiça é preso pela Polícia Militar dirigindo embriagado veículo automotor em Paranaíba
Polícia Militar realiza com êxito o policiamento durante a “Operação Enem 2020”, na área do 11º BPM
Polícia Militar cumpre mandado de prisão
Em confronto com Athletico, Galinho vence e é o campeão Sub-20
Corinthians enfrenta Red Bull Bragantino nesta segunda pela 54ª vez
Next
Prev

Justiça

Mais de 800 crianças de MS receberão brinquedos da Campanha de Natal da Defensoria Pública

Publicado

MATO GROSSO DO SUL – A alegria do Natal já chegou a uma parte das crianças de 34 municípios participantes da Campanha de Natal da Defensoria Pública de MS e instituições parceiras. A ação, que teve em sua programação uma live solidária com o padre Júlio Lancellotti, arrecadou R$ 29.802,90 entre as defensoras e defensores públicos e a comunidade. O valor foi todo destinado à compra de brinquedos a crianças em situação de vulnerabilidade no Estado.

Ao todo, mais de 800 crianças receberão um brinquedo. Participaram da campanha a Defensoria Pública de MS, a Escola Superior da Defensoria Pública (ESDP-MS) e a Associação das Defensoras e Defensores Públicos do Estado de Mato Grosso do Sul (ADEP-MS).

“Em abril, defensoras e defensores públicos doaram recursos próprios que resultaram na compra e distribuição de 780 cestas básicas e 140 kits de higiene a diversas comunidades de Campo Grande, em um período em que a imposição do isolamento social já impactava na vida muitas famílias, com a redução do orçamento financeiro. Para encerrar um ano tão desafiador e ainda difícil para a maioria da população, em especial as que são atendidas pela Defensoria Pública de MS, nos unimos novamente com um olhar voltado às crianças, para que através do brinquedo elas possam ter um Natal mais humano e acolhedor”, explica o defensor-geral, Fábio Rombi.

Antes de chegar a Campo Grande, a ação já realizou as entregas em Dois Irmãos do Buriti, Miranda, Nioaque, Terenos, Figueirão, Brasilândia, Pedro Gomes e Rio Negro. As instituições organizadoras realizarão, em breve, uma prestação de contas pública sobre a destinação de todo valor arrecadado.

Informações da Defensoria Pública de MS.

Comentários Facebook

Justiça

Deputada Flordelis se apresenta e coloca tornozeleira eletrônica

Publicado

A deputada federal Flordelis dos Santos (PSD-RJ) se apresentou hoje (8) em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro, para colocação da tornozeleira eletrônica, conforme determinação da Justiça. Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária confirmou o uso do aparelho. “Flordelis dos Santos de Souza esteve, nesta quinta-feira, em um dos locais indicados para a instalação da tornozeleira eletrônica, em São Gonçalo”, informou. 

De acordo com o comunicado, a parlamentar recebeu as orientações necessárias e cumpriu todos os trâmites de praxe para o cumprimento da decisão judicial.

No dia 18 de setembro, a juíza Nearis dos Santos de Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, determinou que a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) fosse monitorada por tornozeleira eletrônica e ficasse em recolhimento domiciliar das 23h às 6h. A parlamentar, os sete filhos e uma neta figuram como réus na morte do pastor Anderson do Carmo, marido da parlamentar, assassinado quando chegava em casa, no bairro de Piratininga, em Niterói, em junho do ano passado. Flordelis é acusada de ser a mandante do crime, mas não foi presa por ter imunidade parlamentar.

Recurso

A defesa de Flordelis ingressou com um habeas corpus para que a parlamentar não usasse a tornozeleira, mas a Justiça do Rio de Janeiro manteve a obrigação do uso da  tornozeleira eletrônica.

A defesa de Flordelis alegou que a deputada estaria submetida a constrangimento ilegal, sendo ré primária, e que, além disso, já havia sido decretado o seu recolhimento noturno. Também argumentou que Flordelis já havia entregue o  passaporte.

O desembargador Celso Ferreira Filho, contudo, não acolheu as razões da defesa, e resolveu manter a obrigação da parlamentar utilizar tornozeleira eletrônica.

Comissão de Ética

No dia 1° deste mês, o corregedor da Câmara dos Deputados, deputado Paulo Bengtson (PTB-PA), apresentou parecer pela continuidade do processo em desfavor da deputada Flordelis (PSD-RJ) e a análise do pedido de representação contra ela no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

“Ela [Flordelis] não conseguiu trazer para a Corregedoria provas de que não quebrou o decoro parlamentar. Por isso, estamos encaminhando a continuidade do processo”, afirmou Bengtson. “Fizemos dez perguntas. Ela explicou, mas não trouxe as provas daquilo que falou”, disse o corregedor.

Depoimentos

A Juíza Nearis Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, iniciou em outubro do ano passado a oitiva de 22 testemunhas de acusação no processo em que Flavio dos Santos Rodrigues e Lucas Cezar dos Santos de Souza, filhos da deputada federal, são acusados de matar o pastor.

Por Agência Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

Justiça

Ministro do TCU vira réu em ação da Lava Jato no Paraná

Publicado

O juiz Luiz Antonio Bonat, da 13ª Vara Federal em Curitiba, aceitou hoje (31) denúncia apresentada pela força-tarefa da Operação Lava Jato contra o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo. Com a decisão, o ministro passa à condição de réu e vai responder a uma ação penal pelo suposto cometimento dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Além do ministro, mais nove pessoas viraram rés no processo.

De acordo com denúncia apresentada na semana passada pelo Ministério Público Federal (MPF) no Paraná, em 2014, quando ocupou o cargo de senador e presidiu a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, Vital recebeu R$ 3 milhões do ex-executivo da empreiteira OAS Léo Pinheiro, para que pessoas ligadas à empresa não fossem convocadas para depor na comissão. Pinheiro foi um dos investigados que assinaram acordo de delação premiada com a Lava Jato.

Após ser denunciado, o ministro do TCU disse que foi surpreendido com a ação do MPF porque o inquérito está em tramitação há cinco anos sem que os ex-procuradores-gerais da República Raquel Dodge e Rodrigo Janot tenham encontrado elementos para denunciá-lo.

Segundo Vital do Rêgo, “causa estranheza e indignação o fato de que a denúncia nasceu de um inquérito aberto sem autorização do Supremo Tribunal Federal [STF], que ainda aprecia recurso contra a remessa da investigação para Curitiba, em uma clara usurpação da competência do STF”.

Fonte: Agência Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana