Ribas do Rio Pardo

Tour DSM de Confinamento tem etapa em Ribas do Rio Pardo-MS

Publicado

Equipes da Tortuga® e do Cepea/USP mostram os resultados zootécnicos e financeiros da aplicação das tecnologias da linha de confinamento da marca e lançam o aplicativo Mais Arroba em evento para produtores no dia 20/9.

Setembro, 2019 – Ribas do Rio Pardo (MS), uma forte região pecuária do Estado, receberá a primeira etapa do Tour DSM de Confinamento no dia 20 de setembro. Com palestras dos times de especialistas da Tortuga®, marca de suplementos nutricionais para animais da DSM, e do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, ligado à Esalq/USP), os produtores participantes terão a oportunidade de ver de perto os resultados zootécnicos e financeiros da aplicação de tecnologias às dietas dos animais que geram, em média, uma arroba a mais por bovino confinado.

Essa é a quinta edição da maratona de eventos promovida pela área de Ruminantes da DSM e deve avaliar cerca de 23 mil animais em quatro etapas realizadas em quatro importantes estados produtores de carne: São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Goiás. Somando as edições anteriores, o Tour DSM de Confinamento já contabiliza a avaliação de mais de 100 mil bovinos, em 35 etapas.

DSM e Cepea lançam app Mais Arroba para a gestão do confinamento

Além de apresentar os resultados das altas tecnologias dos suplementos nutricionais da Tortuga®, a DSM e o Cepea aproveitam a oportunidade dos produtores reunidos nas etapas do Tour DSM de Confinamento para mostrar o novo aplicativo Mais Arroba. Trata-se de uma ferramenta inédita (disponível para download gratuito em sistemas Android e iOS) que ajuda os pecuaristas a melhorarem a gestão da produção no confinamento.

O App Mais Arroba permite aos pecuaristas simular todos os índices zootécnicos e econômicos / financeiros do confinamento, desde os ganhos produtivos dos animais, os custos operacionais (boi magro, dieta, sanidade etc.), até a rentabilidade e a taxa de retorno mensal (em Reais), entre outros fatores. Além disso, fornece uma série de indicadores monitorados pelo Cepea, como o preço da arroba por região e os custos médios (abrangência nacional e para as cinco regiões do Brasil) que incidem nesse sistema produtivo, além dos resultados de todas as etapas do Tour DSM de Confinamento já realizadas até esse ano. “Com esses números de referência, o produtor consegue comparar os seus custos com a média nacional e verificar o seu nível de eficiência. E, como a pecuária brasileira é bastante heterogênea pelas condições climáticas e custos variáveis dos insumos, os confinadores das principais regiões de pecuária do País têm no aplicativo Mais Arroba um aliado para buscar mais rentabilidade”, comenta o gerente de categoria Confinamento da área de Ruminantes da DSM, o zootecnista Marcos Baruselli.

Tecnologia que gera 1 arroba a mais por animal confinado

O Tour DSM de Confinamento mostra os resultados da aplicação das tecnologias dos suplementos nutricionais da marca Tortuga®, como o Fosbovi® Confinamento com CRINA® e RumiStar™, que geram uma arroba a mais por bovino confinado, em média. São benefícios zootécnicos mensurados em avaliações no campo que trazem diferenciais competitivos para a atividade em termos de rentabilidade, confirmados pelo Cepea, que considera todas as variáveis. “Com as altas tecnologias da marca Tortuga® na dieta dos bovinos confinados, os produtores conseguem obter, em média, o equivalente a um animal a mais a cada 18 bovinos”, conta Baruselli.

Serviço: Tour DSM de Confinamento – Etapa Ribas do Rio Pardo (MS)

Data: 20/9, a partir das 8h

Local: Fazenda Bela Vista – Pinheirão – BR 262 Km 252 (Placa Fazenda Bela Vista)

DSM – Bright Science. Brighter Living.™ 

A Royal DSM é uma empresa global de ciências, “purpose-led” e atuante em Nutrição, Saúde e Vida Sustentável. O objetivo da DSM é criar vidas mais brilhantes para todos. A DSM está impulsionando a prosperidade econômica, o progresso ambiental e os avanços sociais para criar valor sustentável para todas as partes interessadas; clientes, funcionários, acionistas e sociedade em geral. A DSM fornece soluções inovadoras de negócios para nutrição humana, nutrição animal, cuidados pessoais e aroma, dispositivos médicos, produtos e aplicações verdes e novas formas de mobilidade e conectividade. A DSM e suas empresas associadas têm receita líquida anual de cerca de € 10 bilhões com aproximadamente 23.000 funcionários. A empresa foi fundada em 1902 e está registrada na Euronext Amsterdam. Mais informações estão disponíveis em www.dsm.com/latam.

Ou encontre-nos em:

Sobre a Tortuga®, uma marca DSM

Desde abril de 2013, Tortuga® passou a ser marca da DSM. A DSM comercializa a linha de produtos Tortuga® no Brasil e em 17 países da América Latina, com a exclusiva tecnologia dos Minerais Tortuga, atendendo às exigências de empresários rurais que trabalham na pecuária. Desde sua origem a marca Tortuga® tem contribuído decisivamente para o progresso da produção animal do Brasil, tendo introduzido, de forma pioneira, novos conceitos de suplementação nutricional e vitamínica e outras tecnologias indispensáveis para o aumento da produtividade. Com a aquisição da Tortuga, a DSM passou a ser a maior indústria de suplementos nutricionais para animais no Brasil. Mais informações em www.tortuga.com.br.

Comentários Facebook

Ribas do Rio Pardo

Temporada de velocross terá 2ª etapa em Ribas

Publicado

Por Jônathas Padilha/JD1noticias.com

O campeonato sul-mato-grossense de Velocross teve início nesse final de semana na pista do Rancho JS, região noroeste de Campo Grande, nos dias 8 e 9. A temporada de 2020 conta com apoio do Governo do Estado, através da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

As disputas do último final de semana foram dividas em 11 baterias, nas categorias VX1, VX2, VX3, VX4, VX3 nacional, 230 cilindradas (cc), nacional pró, nacional light, batom, mirim e minimotos.

Durante a etapa inicial, Diego Pich de Nova Alvorada do Sul foi um dos atletas que se destacou, vencendo as categorias VX1 e VX3 especial. Outro que marcou foi Ednaldo Sedran de Sete Quedas, terminando na ponta a VX3 e VX4.

Salvador Machado, vice-presidente da Federação de Motociclismo de Mato Grosso do Sul (Femems), compareceu a competição inicial e se mostrou contente com o resultado final. “Todas as provas tiveram destaques. Em todas em tivemos um bom gate bom, gate cheio, boas disputas entre os pilotos. Foi tudo limpo. Logo na abertura da temporada tivemos grande apresentação por parte dos pilotos”.

O vice-presidente complementou falando do importante papel da Fundesporte na realização do evento. “Nós organizamos e os pilotos fizeram a festa, com um lindo espetáculo na pista, isto é o importante. A Fundesporte teve papel fundamental para a realização desta etapa, nos apoiando no momento certo. O diretor-presidente Marcelo Miranda sempre foi parceiro e continuará sendo, por isso só tenho a agradecer”.

De acordo com a Femems, a próxima etapa será realizada em Ribas do Rio Pardo nos dias 14 e 15 de março. Com o proceder, a competição ainda vai passar por Glória de Dourados, Terenos (Cachoeirão), Miranda, Rochedo e Aquidauana.

Confira os resultados da primeiro final de semana do campeonato:


Comentários Facebook
Continue lendo

Ribas do Rio Pardo

Associação Comercial de Ribas e FAEMS cobram do Governo de MS explicações sobre aumento da gasolina

Publicado

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ribas do Rio Pardo (MS), o empresário Luiz Henrique Marino, popular “Henrique da Farmácia”, participou na tarde da última quarta-feira, dia 19 de fevereiro, junto com presidentes de associações comerciais de vários municípios, de uma importante reunião, na SEMAGRO (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção de Agricultura Familiar).

A reunião foi solicitada pela FAEMS (Federação das Associações Empresariais de Mato Grosso do Sul), que tem como presidente, o empresário Alfredo Zamlutti Júnior. De acordo com Henrique da Farmácia, foi entregue um documento aos representantes do Governo do Estado na reunião, questionando a lei que altera a alíquota do ICMS de combustíveis, que entra em vigor agora em fevereiro.

Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ribas, Luiz Henrique Marino assina documento na reunião. Foto: Assessoria

Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ribas, Luiz Henrique Marino assina documento na reunião. Foto: Assessoria

Com as alterações que o Governo de Mato Grosso do Sul fez nas alíquotas, que refletiram diretamente nas operações financeiras dos empresários e consumidores de modo geral, o ICMS da gasolina foi aumentado de 25% para 30% e do etanol reduzido de 25% para 20%. O secretário Jaime Verruck e o secretário Eduardo Riedel disseram que o objetivo principal é estimular o consumo interno do Etanol e valorizar esse combustível produzido no Estado. “Queremos uma resposta por escrito do Governo, com uma justificativa que essa medida é necessária ou isso é apenas para o Governo arrecadar mais e manter sua estrutura”, explicou Henrique.

O documento foi protocolado contendo as pautas sugeridas pelos empresários, tendo como principal solicitação, uma solução que esteja de acordo com a política de desenvolvimento econômico, pois na modalidade atual, poderá prejudicar a cadeia produtiva, causando até demissões.

Além do presidente da ACE-RIBAS Henrique da Farmácia, participaram também da reunião o titular da SEMAGRO, secretário Jaime Verruck, o Eduardo Corrêa Riedel, secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov), o superintendente do Sebrae/MS, Cláudio George Mendonça, o adjunto da SEMAGRO, Ricardo Senna, entre outras autoridades. O Governo de MS fez o compromisso de manter o diálogo com o setor.

Presidentes das Associações e representantes do Governo MS. Foto: Assessoria.Presidentes das Associações e representantes do Governo MS. Foto: Assessoria.

Por Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana