TRÊS LAGOAS-MS
  Últimas
Na estreia do Campeonato Paulista, Santos FC empata com a Inter de Limeira
Eliminatórias: Brasil encara Equador que ainda luta por vaga na Copa
MS alcança resultados positivos com projetos do BrC, destaca Reinaldo Azambuja
Dourados: Projeto de revitalização da Avenida Coronel Ponciano passa por atualização orçamentária
Acordo de Leniência já pode ser feito com a Controladoria-Geral do Estado e a Procuradoria-Geral do Estado
Timão faz trabalho de posse e bolas paradas de olho no Santo André
Grupo Cataratas virá ao Estado para visita técnica no Aquário do Pantanal, e decidir a manutenção do contrato
Boletim Covid registra 2,6 mil novos casos e 14 mortes nesta quinta-feira
Chamamento público da Sedhast com R$ 4,6 milhões em recursos já está aberto; saiba como se inscrever
Pauta fiscal dos combustíveis, em Mato Grosso do Sul, fica congelada até março
Programa do Estado vai ajudar morador da Capital construir a casa própria
Bia Haddad fará final de duplas na Austrália contra campeãs olímpicas
Polícia Militar apreende arma de fogo e autores em Três Lagoas
PMA de Corumbá, Instituto Acaia Pantanal, empresa Zanir Furtado e voluntários realizam Educação Ambiental e plantio de 500 mudas nativas em áreas queimadas no Pantanal
Operação Hórus/MS: Polícia Militar apreende arma de fogo em Selvíria
Com gols de Elias Manoel, Grêmio estreia no Gauchão com vitória sobre o Caxias
Atlético empata com o Villa na estreia do Mineiro
Covid-19: Pequim restringe deslocamentos regionais para combater vírus
Mengão bate a Portuguesa por 2 a 1 e estreia com vitória no Campeonato Carioca
Palmeiras bate Ponte por 3 a 0 e defend invencibilidade de 6 anos em casa contra a macaca
Camionete furtada em Santa Catarina foi apreendida pelo DOF com mais de uma tonelada de drogas durante a Operação Hórus
Polícia Militar do 8° BPM apreende três veículos carregados com mais de 700 quilos de maconha e cigarros em Ipezal
PRF recupera em Três Lagoas (MS) dois veículos roubados no RJ
Abertura dos trabalhos legislativos será dia 2 de fevereiro em formato híbrido
Beneficiários já podem acessar Passe Livre Intermunicipal no aplicativo MS Digital
Última fase da obra no Joaquim Português requer atenção dos motoristas no acesso ao Parque dos Poderes
Frente fria rompe bloqueio atmosférico, aumenta chuva e alivia temperaturas em Mato Grosso do Sul
Melhorias realizadas na Penitenciária de Dourados reforçam segurança de policiais penais na execução dos trabalhos
Motorista de caminhão envolvido em acidente na rodovia de MS é localizado
Depois de 53 anos, amor partiu e viúva resolveu vender Bolicho Seco
Next
Prev

Arapuá

Perdemos uma Guerreira, Cleodete Araújo, a “Dona Dete”

Publicado

Hoje uma grande amiga nos deu adeus, apeou na estação derradeira, e seguiu rumo à Casa do Pai Celestial.

Passou para o Plano Superior, Cleodete de Araújo Souza, a “Dona Dete”, esposa do meu amigo Orvino Tiago de Souza.

Moradores no Sitio São Tome, próximo ao distrito do Arapuá, o casal construiu uma linda história de vida, ao longo dos 51 anos de união matrimonial.

Da união do casal, nasceram dois filhos, o Thomé e Marly, criados e educados com muito amor a carinho.

Recordo que no ano de 1990, o casamento da filha Marly foi tema do Globo Rural, onde o Jornalista José Hamilton Ribeiro, conduziu a equipe de reportagem que gravou uma cavalgada que acompanhou os nubentes no cortejo nupcial.

A dona Dete como a chamávamos carinhosamente, conduzia com maestria os serviços inerentes a cozinha do Sitio São Thomé.

Das laboriosas mãos do casal, saiam doces de variados sabores, geleia de mocotó, rapaduras, farinha de mandioca, polvilho e melado de canal.

Além de um cafezinho de sabor impar com bolinho de polvilho, a dona Dete fazia um frango caipira com marcarão de sabor inigualável.

Recordo das inúmeras vezes que eu trabalhando na região do Arapuá, e naquele tempo não existia nenhuma restaurante nas redondezas, eu chegava fora de hora, no Sitio São Thomé, e num piscar de olhos a dona Dete nos servia uma refeição digna dos melhores cardápios.

No Sitio São Thomé, ocorreram festas memoráveis, festas de Reis, comemorações, e a dona Dete conduzia com firmeza e alegria todos os trabalhos, a fartura era a marca registrada nesses eventos.

Hoje, porém, de braços dado com a tristeza, fui ao Sítio São Thomé, me despedir da minha amiga Dete, ela foi chamada de volta à Casa do Pai.

Levou consigo um grande legado, e deixou para nós a sua marca como um comenta que deixa um rastro de luz, amor ao próximo, bondade e compaixão.

A vida é feita de momentos, momentos pelos quais temos que passar, todos eles fazem parte do nosso aprendizado. Fizestes com maestria a tua parte, desempenhastes de forma brilhante do teu papel no palco da vida. Mesmo a vida não seguindo o nosso querer, ela é perfeita naquilo que tem que ser. Descanse em paz minha amiga Dete!

 

Comentários Facebook

Arapuá

Arapuá registra 22 novos casos de Covid-19, Garcias 01 e Três Lagoas duas mortes

Publicado

Com a chegada da nova Sepa do Covid-19 ao Brasil, vários municípios do Estado de Mato Grosso do Sul vêm sendo atingido com o vírus.

A diferença deste ano de 2022, para o ano passado, que o vírus está matando menos que no ano anterior, mas ainda mata, isso se deve a vacinação em massa que vem acontecendo no País.

No nesta sexta-feira (14) de janeiro, A Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou que detectou o primeiro caso da variante Ômicron, em Mato Grosso do Sul. Trata-se de uma mulher de 24 anos, moradora do município de Ivinhema.

E com esse elevado pico, o Distrito de Arapuá sofre a mais uma onda de contagio do Coronavírus, tendo 22 pessoas positivas para Covid-19, sendo 17 positivos nas áreas rurais como sítios e fazendas, e 05 na área central do Distrito, e 01 caso p0sitivo no Distrito de Garcias.

Vimos uma preocupação enorme da equipe de saúde de Arapuá, com esse crescente número de positivos e cerca de 30 exames esperando resultados que tiveram contato com os positivos, dentro do Distrito tem a média de 600 pessoas registradas na unidade, sem contar sítios e fazendas, que abrange a região.

Muito diferente de algumas unidades de Três Lagoas, a UBS “Altair Cabral Trannin” do Arapuá, continua atendendo a população, mesmo neste momento deste elevado pico do Coronavírus, mas o bom mesmo é ficar em casa, e sair só em caso de extrema necessidade, e seguir todos os protocolos de segurança contra o Covid-19, como uso de mascaras, uso do álcool em gel nas mãos, evitar contato e o distanciamento de no mínimo 1,5 metros.

Pacientes com sintomas gripais, esperando fora da unidade, passam por uma triagem, aí sim é levado para dentro da Unidade de Saúde do Distrito.

Os profissionais de saúde do nosso Distrito orientam ligar no (67) 992436614, antes de sair de casa ou procurar a unidade se necessário para evitar a proliferação do vírus. Com a ligação o paciente será orientado e agendado para evitar aglomeração.

As pessoas desde a suspeita, já têm que estar em quarentena domiciliar de 10 dias, mais dois para comprovar se continua com os sintomas, caso, acrescenta mais três dias, durante o tempo essas pessoas são monitoradas diariamente.

Mas infelizmente muitas dessas pessoas levam na brincadeira, e acaba saindo de suas residências, colocando em risco a saúde de terceiros.

As denúncias podem ser feitas na vigilância sanitária de Três Lagoas 3929-1861/99143-3122.

Além do aumento crescente do Covid-19, surge também no Estado o H3N2 (influenza), que vem deixando UPAS e UBS lotados em todo o Estado do MS.

EM TRÊS LAGOAS

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio do setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), divulgou o Boletim Epidemiológico COVID-19 desta segunda-feira (24) de janeiro.

Mais 306 novos casos foram confirmados como positivos, porém 23 foram excluídos do E-SUS por exportação para SIVEP ou outra localidade.

Na data de hoje temos 459 ativos para o Covid-19 na Cidade, e duas mortes de dois homens, um de 75 anos no dia (23), que possuía comorbidades como DPOC (Doenças Pulmonar Obstrutiva Crônica), HAS (Hipertensa “pressão alta”), insuficiência cardíaca e ex-fumante. E outro de 68 anos no dia de h0je (24), com comorbidade Cardiopatia, DPOC (Doenças Pulmonar Obstrutiva Crônica), HAS (Hipertensa “pressão alta”).

Apesar de um deles ter esquema vacinal completo (3 doses) e o outro, apenas uma dose, o quadro clínico deles era grave.

Outras 140 pessoas finalizaram a quarentena e foram consideradas recuperadas da doença.

No hospital estão 28 pessoas, 07 confirmados em UTI pública, 02 (1 suspeito e 1 positivo) em UTI privada, 05 suspeitos em enfermaria pública e 17 em enfermaria privada.  04 suspeitos e 06 positivos na UPA.

Portanto desde o início da pandemia, Três lagoas chegou a 94.310 notificações, destes 23.069 foram confirmados positivos e 71.241 deram negativos. Entre os positivos, 22.097 já se recuperaram da doença e 511 foram a óbito até dezembro de 2021.

Em 2022, mais dois óbitos, dois homens um de 75 anos e outro de 68.

Apesar do alto índice de imunização de pessoas com a 1ª dose (87% de 123.281 da população estimada) e 78,37% com duas ou mais doses, ainda assim é necessário imunizar mais pessoas, pois com a população totalmente imunizada é possível ter um controle real da circulação do vírus e diminuir as chances de novas variantes surgirem.Boletim Covid-19 e Influenza A 24 01 2022 (1)

EM BRASILÂNDIA

A Prefeitura de Brasilândia por meio da Secretaria Municipal de Saúde informa no Boletim Epidemiológico do Coronavírus e influenza, de segunda-feira (24) de janeiro de 2022.

Em 2022, o Município notificou 311 casos, sendo deste total, 311 confirmados, 691 descartados e 04 casos novos em 23 de janeiro.

Dos confirmados, 03 estão internadas, 189 pessoas estão curadas, 122 pessoas estão em tratamento.  Há 00 óbitos registrados.

De Influenza, 51 confirmados, 13 pessoas estão curadas, 38 pessoas estão em tratamento.

EM ÁGUA CLARA

Secretaria Municipal de Saúde, vigilância Epidemiológica e vigilância em saúde, informam o boletim Epidemiológico Diário COVID-19 de 24 de janeiro de 2022.

A Secretaria reforça à população que, é de extrema importância o cumprimento das medidas de biossegurança contra o vírus.

Mais 3.425 casos foram confirmados como positivos. Entre os positivos, 3.153 já se recuperaram da doença e 71 foram a óbito, então o número de casos ativos subiu para 199 que estão em isolamento e 54 somente hoje (24).

NO MATO GROSSO DO SUL

O boletim epidemiológico desta segunda-feira, dia 24, trouxe os números tanto da Covid quanto da Influenza. E ambos continuam em alta.

Os casos confirmados da doença causada pelo coronavírus já somam 402.729. 432 só nas últimas 24 horas. Com média móvel de 1.474,4 casos por dia, nos últimos sete dias. Com mais 11 óbitos confirmados já totalizamos 9.794 vidas perdidas desde o início da pandemia.

Outras 323 pessoas foram hospitalizadas por conta da Influenza. Dez novos casos notificados somente nesta segunda-feira, dia 24, e número de novos óbitos registrados é ainda maior que os de Covid, foram 51 novas mortes notificadas.

Na macrorregião de Campo Grande, o índice de ocupação de leitos é de 64%. Macrorregião de Três Lagoas 52% e de Corumbá 70%. A macrorregião de Dourados é a que aparece com maior índice de ocupação de leitos por Covid: 88%.

As novas vítimas da covid tinham entre 59 e 86 anos e eram de Miranda, Corumbá (2), Fátima do Sul e Ribas do Rio Pardo. Já as da gripe tinham entre 20 anos – um homem, de Corumbá -, e 104 anos, uma mulher, de Campo Grande. Também houve outras vítimas na Capital, em Bela Vista, Rio Verde de Mato Grosso, Camapuã e Dourados.

No Mato Grosso do Sul, cerca de 2.072.547 receberam a primeira dose da vacina 72,26% e foram totalmente imunizados,  2.074.766 receberam a segunda dose ou dose única um percentual de 72,33%.

NO BRASIL

Em 24 horas, o Brasil registrou mais 135.080 casos de covid-19. Desde o início da pandemia, o país  tem 24.044.255 casos de covid-19 acumulados.

Ainda há 1.571.613 casos em acompanhamento, de pessoas que tiveram o quadro de covid-19 confirmado.

Os dados compilados pelas secretarias e pelo Ministério da Saúde apontam 623.097 mortes em decorrência de complicações da covid-19. Em 24 horas, foram confirmados 296 óbitos.

No total, foram 21.849.545 pessoas recuperadas, o que representa 90,9% dos casos.

Os dados estão no balanço divulgado neste domingo (23) pelo Ministério da Saúde. A atualização reúne informações sobre casos e mortes enviadas pelas secretarias estaduais de Saúde.

ESTADOS

Segundo o balanço, o estado com maior número de mortes por covid-19 é São Paulo (156.493), seguido por Rio de Janeiro (69.677), Minas Gerais (56.962), Paraná (40.988) e Rio Grande do Sul (36.640).

Os estados com menos óbitos resultantes da pandemia de covid-19 são Acre (1.857), Amapá (2.036), Roraima (2.086), Tocantins (3.983) e Sergipe (6.074).

VACINAÇÃO

Até o início da noite de hoje no Brasil, haviam sido distribuídas 311,6 milhões de doses de vacinas. Deste total, foram aplicadas 163 milhões de pessoas que receber a 1ª dose, 148 milhões recebera a 2ª dose e foram totalmente imunizados.

No mundo, 9,89 bilhões de doses aplicadas, sendo 4,1 bilhões totalmente vacinadas com a segunda dose, um total de 52,5% da população mundial.

O INICIO DA COVID

Em 11 de janeiro de 2020, a China anunciava a primeira morte oficialmente registrada pelo novo coronavírus, foi um homem de 61 anos que costumava frequentar o mercado de Wuhan. Depois dele, mais de 1,9 milhão de pessoas já morreram de covid-19. Os especialistas concordam que o vírus vem dos morcegos, mas ignoram que animal serviu de vetor para transmiti-lo aos humanos.

Naquela época o Brasil não deu tanta atenção para o caso, mas em 12 de março de 2020, ocorria a primeira morte em solo brasileiro, da paulistana Rosana Urbano de 57 anos.

Mato Grosso do Sul registrou no (31) de março de 2020, a primeira morte de paciente com a Covid-19, causada pelo novo coronavírus, que se espalhou pelo mundo. Uma paciente, de 64 anos, é de Batayporã e teve contato com duas irmãs que viajaram para a Bélgica.  Eleuzi Silva Nascimento foi diagnosticada com a doença no dia 24 de março, dia que o caso foi notificado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). Ela tinha enfisema pulmonar, o que tornou o quadro ainda mais grave.

Já em Três Lagoas-MS, 16 de abril de 2020, morria uma moradora de 81 anos que morava em um asilo, positivo para doença.

Sobre a doença COVID-19

Os coronavírus são uma grande família de vírus comuns em muitas espécies diferentes de animais, incluindo camelos, gado, gatos e morcegos. Raramente, os coronavírus que infectam animais podem infectar pessoas, como exemplo do MERS-CoV e SARS-CoV. Recentemente, em dezembro de 2019, houve a transmissão de um novo coronavírus (SARS-CoV-2), o qual foi identificado em Wuhan na China e causou a COVID-19, sendo em seguida disseminada e transmitida pessoa a pessoa.

A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus, denominado SARS-CoV-2, que apresenta um espectro clínico variando de infecções assintomáticas a quadros graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a maioria (cerca de 80%) dos pacientes com COVID-19 podem ser assintomáticos ou oligossintomáticos (poucos sintomas), e aproximadamente 20% dos casos detectados requer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória, dos quais aproximadamente 5% podem necessitar de suporte ventilatório.

Quais são os sintomas

Os sintomas da COVID-19 podem variar de um resfriado, a uma Síndrome Gripal-SG (presença de um quadro respiratório agudo, caracterizado por, pelo menos dois dos seguintes sintomas: sensação febril ou febre associada a dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza) até uma pneumonia severa. Sendo os sintomas mais comuns:

  • Tosse
  • Febre
  • Coriza
  • Dor de garganta
  • Dificuldade para respirar
  • Perda de olfato (anosmia)
  • Alteração do paladar (ageusia)
  • Distúrbios gastrintestinais (náuseas/vômitos/diarreia)
  • Cansaço (astenia)
  • Diminuição do apetite (hiporexia)
  • Dispnéia ( falta de ar)

Como é transmitido

A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de:

  • Toque do aperto de mão contaminadas;
  • Gotículas de saliva;
  • Espirro;
  • Tosse;
  • Catarro;
  • Objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, talheres, maçanetas, brinquedos, teclados de computador etc.

Diagnóstico

O diagnóstico da COVID-19 pode ser realizado a partir de critérios como:

1 – DIAGNÓSTICO CLÍNICO é realizado pelo médico atendente, que deve avaliar a possibilidade da doença, principalmente, em pacientes com a associação dos seguintes sinais e sintomas:

  • Febre, que pode estar presente no momento do exame clínico ou referida pelo paciente (sensação febril) de ocorrência recente.
  • Sintomas do trato respiratório (por exemplo, tosse, dispneia, coriza, dor de garganta)
  • Outros sintomas consistentes incluindo, mialgias, distúrbios gastrointestinais (diarreia/náuseas/vômitos), perda ou diminuição do olfato (anosmia) ou perda ou diminuição do paladar (ageusia).

Em crianças, além dos itens anteriores, considera-se também a obstrução nasal, a desidratação e a falta de apetite (inapetência), na ausência de outro diagnóstico específico.
Em idosos, deve-se considerar também, critérios específicos de agravamento como: síncope (desmaio ou perda temporária de consciência), confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e falta de apetite (inapetência).
O diagnóstico clínico da doença, também deve ser considerado em pacientes com doença grave do trato respiratório inferior sem causa clara, como é o caso de pacientes que se apresentem em Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Nesta síndrome o indivíduo apresenta-se em franca dispneia/desconforto respiratório/dificuldade para respirar com saturação de oxigênio (O2) menor do que 95% em ar ambiente ou coloração azulada dos lábios ou rosto (cianose) ou queixa de pressão persistente no tórax.
Em crianças, a SRAG apresenta-se com os sinais e sintomas anteriores, devendo ser observados sinais característicos de esforço respiratório, tais como, os batimentos de asa de nariz, tiragem intercostal, e, por fim, alteração na coloração das extremidades que ficam azuladas (cianose).

2 – O DIAGNÓSTICO CLÍNICO-EPIDEMIOLÓGICO é realizado pelo médico atendente no qual considera-se:

  • casos de paciente com a associação dos sinais e sintomas supracitados ou SRAG MAIShistórico de contato próximo ou domiciliar, nos últimos 14 dias antes do aparecimento dos sintomas, com caso confirmado laboratorialmente para COVID-19 e para o qual não foi possível realizar a investigação laboratorial específica.

3 – DIAGNÓSTICO CLÍNICO-IMAGEM:

  • caso de sintomas respiratório mais febre ou SRAG ou óbito por SRAG que não foi possível confirmar ou descartar por critério laboratorial Eque apresente alterações tomográficas.

4 – DIAGNÓSTICO LABORATORIAL – Caso o paciente apresente os sintomas respiratórios mais febre ou SRAG. O profissional de saúde poderá solicitar os seguintes exames laboratoriais:

  • De biologia molecular, (RT-PCRem tempo real) que diagnostica tanto a COVID-19, a Influenza ou a presença de Vírus Sincicial Respiratório (VSR) normalmente até o oitavo dia de início de sintomas.
  • Imunológico, que detecta, ou não, a presença de anticorpos em amostras coletadas a partir do oitavodia de início dos sintomas. Sendo eles:
  • Ensaio imunoenzimático (Enzyme-Linked Immunosorbent Assay – ELISA);
  • Imunocromatografia (teste rápido) para detecção de anticorpos;
  • Imunoensaio por Eletroquimioluminescência (ECLIA).
  • Pesquisa de antígenos: resultado reagente para SARS-CoV-2 pelo método de Imunocromatografia para detecção de antígeno.

5 – DIAGNÓSTICO LABORATORIAL EM INDIVÍDUO ASSINTOMÁTICO (pessoa sem sintomas) que realizou:

  • Exame de Biologia Molecular com resultado DETECTÁVEL para SARS-CoV-2 realizado pelo método RT-PCRem tempo real.
  • Exame de Imunológico com resultado REAGENTE para IgM e/ou IgA realizado pelos seguintes métodos: Ensaio imunoenzimático (ELISA) e Imunocromatografia (teste rápido) para detecção de anticorpos.

Como se proteger

As recomendações de prevenção à COVID-19 são as seguintes:

  • Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%. Essa frequência deve ser ampliada quando estiver em algum ambiente público (ambientes de trabalho, prédios e instalações comerciais, etc), quando utilizar estrutura de transporte público ou tocar superfícies e objetos de uso compartilhado.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo.
    Não tocar olhos, nariz, boca ou a máscara de proteção fácil com as mãos não higienizadas.
    Se tocar olhos, nariz, boca ou a máscara, higienize sempre as mãos como já indicado.
  • Mantenha distância mínima de 1 (um) metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social. Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.
  • Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outro objetos que são utilizados com frequência.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos.
  • Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.
  • Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas.
  • Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, busque orientação pelos canais on-line disponibilizados pelo SUS ou atendimento nos serviços de saúde e siga as recomendações do profissional de saúde.
  • Durma bem e tenha uma alimentação saudável.
  • Recomenda-se a utilização de máscaras em todos os ambientes. As máscaras de tecido (caseiras/artesanais), não são Equipamentos de Proteção Individual (EPI), mas podem funcionar como uma barreira física, em especial contra a saída de gotículas potencialmente contaminadas.

Estimule familiares, amigos e colegas de trabalho sobre a importância do uso de máscara e da higienização das mãos na prevenção da disseminação do vírus causador da doença COVID-19.

Dicas para viajantes

Caso você precise viajar, avalie a real necessidade. Se for inevitável viajar, previna-se e siga as orientações das autoridades de saúde locais.

Ao voltar de viagens internacionais ou locais recomenda-se:

  • Reforçar os hábitos de higiene e proteção como a utilização de máscara, higienização das mãos com água e sabão ou com álcool em gel 70 %.
  • Caso apresente sintomas de gripe, busque atendimento nos serviços de saúde, e evite contato com outras pessoas

Se eu ficar doente

Se estiver doente, com sintomas compatíveis com a COVID-19, tais como febre, tosse, dor de garganta e/ou coriza, com ou sem falta de ar, evite contato físico com outras pessoas, incluindo os familiares, principalmente, idosos e doentes crônicos, Procure imediatamente os postos de triagem nas Unidades Básicas de Saúde / UPAS ou outras unidades de saúde. Após encaminhamento consulte-se com o médico. Uma vez diagnosticado pelo médico, receba as orientações e prescrição dos medicamentos que você deverá usar. O médico poderá solicitar exames complementares. Inicie o tratamento prescrito imediatamente. Mantenha seu médico sempre informado da evolução dos sintomas durante o tratamento e siga suas recomendações.

Utilize máscara o tempo todo.

Se for preciso cozinhar, use máscara de proteção, cobrindo boca e nariz todo o tempo.

Depois de usar o banheiro, nunca deixe de lavar as mãos com água e sabão e sempre limpe vaso mantendo a tampa fechada, pia e demais superfícies com álcool, água sanitária ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa – para desinfecção do ambiente.

Separe toalhas de banho, garfos, facas, colheres, copos e outros objetos apenas para seu uso.

O lixo produzido precisa ser separado e descartado.

Evite compartilhar sofás e cadeiras e realize limpeza e desinfecção frequente com água sanitária ou álcool 70% ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa.

Mantenha a janela aberta para circulação de ar do ambiente usado para isolamento e a porta fechada, limpe a maçaneta frequentemente com álcool 70%, água sanitária, ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa.

Caso o paciente não more sozinho, recomenda-se que os demais moradores da residência durmam em outro cômodo, seguindo também as seguintes recomendações:

  • Mantenha a distância mínima de 1 metro entre a pessoa infectada e os demais moradores.
  • Limpe os móveis da casa frequentemente com água sanitária, álcool 70% ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa.
  • Se uma pessoa da casa tiver diagnóstico positivo, todos os moradores devem ficar em distanciamento conforme orientação médica.

A COVID-19 afeta diferentes pessoas de diferentes maneiras. A maioria das pessoas infectadas apresentará sintomas leves a moderados da doença e não precisarão ser hospitalizadas.

Sintomas mais comuns:

Febre, tosse seca e cansaço.

Sintomas menos comuns:

Dores e desconfortos, dor de garganta, diarreia, conjuntivite, dor de cabeça, perda de paladar ou olfato, erupção cutânea na pele ou descoloração dos dedos das mãos ou dos pés.

Sintomas graves:

Dificuldade de respirar ou falta de ar, dor ou pressão no peito, perda de fala ou movimento.

Procure atendimento médico imediato se tiver sintomas graves. Sempre ligue antes de ir ao médico ou posto de saúde, clínicas ou hospitais.

Pessoas saudáveis que apresentarem os sintomas leves devem acompanhar seus sintomas em casa.

Em média, os sintomas aparecem após 5 ou 6 dias depois de ser infectado com o vírus. Porém, isso pode levar até 14 dias.

Comentários Facebook

Continue lendo

Arapuá

Morre “Cabo Eleno”, ex-comandante da Polícia Militar de Arapuá

Publicado

Morreu neste domingo (16), Elleno Aparecido Santana, o cabo Eleno de 59 anos. Natural de Três Lagoas, trabalhou como militar no 2º BPM (Batalhão de Policia Militar) com sede em Três Lagoas. No Distrito de Arapuá ficou como comandante do Grupamento de Polícia por muitos anos, na década de 90, e continuou na PM no Município de Água Clara.

Embora seja conhecido como Cabo Eleno, o militar se aposentou como sargento da Polícia Militar Ambiental.

Cabo Eleno ele foi candidato a vereador nas eleições 2018 em Água Clara e atualmente morava na região do Pantanal. Ele era um amante da pesca.

O velório acontecerá em Três Lagoas das 6 às 10 horas da manhã desta segunda (17) de janeiro, sem local divulgado.

Nota de pesar

A sua morte foi sentida por muitos ex-colegas de farda de Três Lagoas e de Água Clara e também de amigos em geral.

A prefeita Gerolina postou a seguinte nota de pesar em sua página: “É com um imenso pesar que comunicamos o falecimento do Sr. Heleno Aparecido Santana, mais conhecido como “Cabo Heleno”, Policial militar aposentado, o qual prestou relevantes serviços em Água Clara.

Seu legado ficará entre as pessoas que tiveram o prazer de cruzar seu caminho. Minhas sinceras condolências a toda família”.

Nós do ArapuáNews deixamos nossas condolências à família, e agradecemos os serviços prestados na segurança de nosso Distrito, vá com Deus, Cabo Heleno.

Comentários Facebook

Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul27 de janeiro de 2022, 11:51

MS alcança resultados positivos com projetos do BrC, destaca Reinaldo Azambuja

O presidente do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (Brc), governador Ibaneis Rocha (DF), foi reconduzido ao cargo para...

Mato Grosso do Sul27 de janeiro de 2022, 11:51

Dourados: Projeto de revitalização da Avenida Coronel Ponciano passa por atualização orçamentária

O Governo do Estado dá prosseguimento ao projeto de revitalizar uma das principais avenidas de Dourados, Coronel Ponciano. Nesta semana,...

Mato Grosso do Sul27 de janeiro de 2022, 11:51

Acordo de Leniência já pode ser feito com a Controladoria-Geral do Estado e a Procuradoria-Geral do Estado

A finalidade do documento é proporcionar que as empresas colaborem efetivamente com as investigações e com o processo administrativo de...

Mato Grosso do Sul27 de janeiro de 2022, 11:50

Grupo Cataratas virá ao Estado para visita técnica no Aquário do Pantanal, e decidir a manutenção do contrato

http://www.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/150/2022/01/27.01.22-VISITA-CATARATAS-PORTAL.mp3 Representantes do Grupo Cataratas, holding que administra pontos turísticos no Paraná, Pernambuco e Rio de Janeiro, virão à Mato...

Mato Grosso do Sul27 de janeiro de 2022, 11:50

Boletim Covid registra 2,6 mil novos casos e 14 mortes nesta quinta-feira

Boletim Covid divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) nesta quinta-feira (27) apresenta 2.687 novos casos e mais 14...

POLICIAL

Mais Lidas da Semana