Três Lagoas-MS

  Últimas
Sol brilha forte e temperaturas voltam a se elevar em grande parte do Estado
Polícia Militar Ambiental de Rochedo autua três por pesca ilegal no rio Aquidauana e apreende petrechos ilegais de pesca
BOLETIM COVID-19 – Três Lagoas tem 31 novos casos positivos e número de ativos chega a 162 nesta terça-feira (14)
Centro de Treinamento Time Brasil volta a receber atletas no dia 20
Técnico do time feminino do Santos vence câncer e já mira título
Coxim ativa cinco leitos de UTI e região norte de MS está preparada para enfrentar Covid-19
Coluna – Há um ano Jesus estreava no Maracanã pelo Flamengo
Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas autua mulher de 39 anos por incendiar resíduos de limpeza, perturbando sua vizinhança pela fumaça
Programa Defensoria Explica destaca doação de protetores faciais
Segurança pública ganha reforço de mais de 100 novas viaturas em MS
Vôlei: mercado segue agitado antes do início da temporada 2020/2021
Polícia Militar em Nioaque prende dois homens por Descumprir Medidas Sanitárias Preventivas e Desobediência
Polícia Militar cumpre Mandado de Prisão durante atendimento de ocorrência em Bela Vista
Polícia Militar Ambiental de Cassilândia autua infrator em R$ 10 mil por degradação de nascentes para plantio de pastagem e manter gado na área protegida
Domingo tem Autocine com exibição do filme “O menino da porteira”
Além de Kit Alimentação,  Prefeitura de Três Lagoas entrega Kit Hortifrúti para mais de 11 mil alunos da Rede Municipal de Ensino (REME)
Redução da punição ao Manchester City gera polêmica na Inglaterra
Ponto de Vista discute projeto de lei que combate fake news
Empresas credenciadas ampliarão atendimento e facilitará acesso aos serviços de vistoria em MS
30 anos dedicados em servir e proteger no MS
Além de Kit Alimentação,  Prefeitura de Três Lagoas entrega de Kit Hortifrúti para mais de 11 mil alunos da Rede Municipal de Ensino (REME)
Unidades de Saúde serão pontos de descarte de medicamentos vencidos em Três Lagoas
Segurança em Pauta entrevista o secretário de Justiça de MS, Antonio Carlos Videira
Saúde divulga novo mapa hospitalar de leitos para coronavírus
Suinocultura de MS cresce acima da média nacional com biossegurança e sustentabilidade
Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo autua arrendatário em R$ 10 mil para derrubada de 150 árvores em 33,70 hectares para plantio de lavoura
PGE em Ação exibe entrevista sobre atuação das procuradorias estaduais em época de pandemia
Vereadores de Três Lagoas aprovam LDO e redução do valor de multa por desrespeito a prevenção à Covid
SES realiza 7,3 mil testes de coronavírus por semana em MS, o que representa 43 exames a cada hora
Comando da PMA define estratégias para controle de incêndios no Pantanal
Next
Prev

Três Lagoas

Adoção Especial| Menina “Estrelinha de Luz” é adotada em Três Lagoas

Publicado

Acolhida desde dezembro de 2018, uma menina de dois anos com paralisia cerebral e outros problemas de saúde foi adotada na comarca de Três Lagoas. Uma história de amor e compreensão. A mãe a chama de “estrelinha de luz” e sua maior preocupação era saber como cuidar, quais os cuidados necessários.

O casal é de outro Estado e chegou em uma quinta-feira na cidade de Três Lagoas, acompanhado de dois filhos também adotados. Esta é a 5ª adoção de um casal que se dispôs a amar incondicionalmente. O pai relatou sentir-se mais seguro com as orientações da equipe da instituição de acolhimento, principalmente ao acompanhar os cuidadores.

No dia seguinte, a equipe do acolhimento deixou os cuidados com a menina sob a responsabilidade dos pais, observando de perto, permitindo que ficassem mais preparados para a nova realidade que escolheram. Como não amar aquela “estrelinha”? Os pais elogiaram a estrutura e o trabalho das equipes que cuidam do lugar. O pai estava emocionado ao se despedir da equipe judiciária e das técnicas da instituição de acolhimento.

A mãe contou que, antes de vir a Mato Grosso do Sul buscar a nova integrante da família, procurou informações com outras pessoas que adotaram crianças com perfil semelhante. Ao chegar no novo lar, a menina passará por novas avaliações médicas para que os pais proporcionem os cuidados adequados, além do amor e carinho.

O estágio de convivência será acompanhado pela equipe técnica da comarca de Três Lagoas, designada pelo juiz da comarca onde a família reside.

Parece um conto de fada, mas é o relato de uma adoção realizada na semana passada em Três Lagoas, de uma criança de dois anos com uma neuropatia grave e, consequentemente, várias limitações em seu desenvolvimento. Uma adoção conhecida nos meios jurídicos como adoção especial.

Uma garotinha que usa medicação contínua e necessita de acompanhamento de especialistas como neurologista, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional e fonoaudiólogo, não está na lista das crianças mais procuradas para adoção. Além disso, sua alimentação é realizada por meio de sonda botton.

Todos esses fatores poderiam ser considerados empecilhos para a adoção, mas a equipe técnica judiciária da comarca nunca desanimou, pois sabia que uma família estava pronta para amar a pequena: era só questão de encontrar os novos pais. Por isso, realizou buscas no Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA) e, depois de muitos contatos telefônicos com pretendentes habilitados, não teve sucesso.

Ao descrever o quadro de saúde e os cuidados intensivos que a menina demandava, os habilitados declaravam não possuir condições financeiras e também não se sentiam preparados para fornecer todos os cuidados necessários. E a busca continuou.

Encontrados finalmente alguns interessados, a prioridade foi de quem pudesse vir até a comarca sul-mato-grossense para iniciar o estágio de aproximação e, diante do contexto da pandemia e das particularidades da criança, levá-la imediatamente para a nova casa, mediante assinatura do termo de guarda provisória para fins de adoção.

Entenda

No Brasil atualmente existem muitas crianças e adolescentes que estão em instituições de acolhimento à espera de uma família, contudo, ficam anos sob a tutela do Estado porque a maioria dos pretendentes busca crianças recém-nascidas ou com poucos meses de vida. Enquanto isso, a conta entre pretendentes e crianças e adolescentes disponíveis para adoção não fecha.

Para tentar mudar essa realidade, as comarcas realizam um curso de preparação à adoção, pré-requisito obrigatório para quem deseja construir uma família pelos laços do coração.

O curso objetiva desconstruir os paradigmas que permeiam o imaginário dos pretendentes à adoção e tem a finalidade de preparar os candidatos para lidar com os diferentes aspectos do processo de adoção, além de ser uma forma de prevenção, pois aborda possíveis conflitos dos pretendentes, tentando evitar que dúvidas e ansiedades interfiram na formação do vínculo com a criança.

A realização do curso está prevista na nova Lei de Adoção (Lei nº 12.010/2009) e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Desafios

A menina, que não teve o nome divulgado por cumprimento ao ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), necessita de cuidados especiais. Conforme a divulgação do judiciário, ela usa medicação contínua e precisa de acompanhamento de especialistas como neurologista, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional e fonoaudiólogo.

“Além disso, sua alimentação é realizada por meio de sonda botton”, diz a nota. Antes do encontro, outras famílias quiseram adotá-la, mas o custo dos cuidados que ela precisa afastou as tentativas. De acordo com o Tribunal, o judiciário chama esse tipo de adoção, “adoção especial”.

Agora, começa o estágio de convivência entre “Estrelinha” e a família, acompanhada por equipe designada pela Comarca de Três Lagoas.

Adoção responsável

Para adotar, é preciso realizar curso de preparação à adoção, etapa obrigatória antes de concluir o processo. Essa formação humanizada é realizada por todas as comarcas. Segundo o TJ, tem entre o os objetivos principais retirar preconceitos e trabalhar o imaginário dos futuros pais, além de prevenção, já que é possível identificar, nesse curso, conflitos que possam ser um entrave entre a família e a criança que pretende acolher.

Com informações de TJMS

Comentários Facebook

Três Lagoas

BOLETIM COVID-19 – Três Lagoas tem 31 novos casos positivos e número de ativos chega a 162 nesta terça-feira (14)

Publicado

por


.

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio do setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), divulgou o Boletim Epidemiológico COVID-19 desta terça-feira (14).

Mais 31 casos foram confirmados como positivos, 21 do sexo feminino com idade entre 09 e 65 anos e 10 do sexo masculino de 03 a 75 anos. Apenas 01 homem de 53 anos está em isolamento hospitalar, todos os outros estão em isolamento domiciliar. Entre os confirmados, 12 não possuem vínculo com outros casos positivos, 17 são contato de casos já confirmados e 2 ainda são investigados quanto a vínculo.

No hospital estão 13 pessoas, 04 confirmados em UTI pública, 03 em enfermaria pública. Entre os suspeitos, 02 em UTI pública e 03 em enfermaria pública e 01 em enfermaria privada. Apenas 01 caso finalizou a quarentena, já não apresenta sintomas e foi considerado recuperas da doença.

Portanto, Três lagoas chegou a 3690 notificações, destes, 435 foram confirmados, 3018 deram negativo e 235 estão em investigação. Outros 265 já se recuperaram da doença e 08 foram a óbito, e 02 foram excluídos, então, o número de casos ativos para a doença subiu para 162.

PARA ACESSAR O BOLETIM COMPLETO CLIQUE AQUI

Comentários Facebook
Continue lendo

Três Lagoas

Além de Kit Alimentação,  Prefeitura de Três Lagoas entrega Kit Hortifrúti para mais de 11 mil alunos da Rede Municipal de Ensino (REME)

Publicado

por


.

Cerca de 11.250 alunos da Rede Municipal de Ensino (REME) de Três Lagoas receberão nesta terça-feira (14) verduras, legumes e frutas pertencentes ao kit hortifrúti.

De acordo com a secretária de Educação e Cultura, Heliety Antiqueira, “esse é um kit complementar ao kit alimentação que estamos entregando visando enriquecer a alimentação das nossas crianças. A preocupação da gestão sempre foi oferecer uma alimentação saudável, garantindo diversidade de alimentos com valores nutricionais importantes para o desenvolvimento das crianças”, disse.

As Unidades estão coordenando as entregas, com horários agendados, para não haver aglomeração seguindo as recomendações das autoridades em Saúde e decretos municipais em relação à Covid-19.

“Em tempo de pandemia e dificuldades ocasionadas pela mesma, é plausível a sensibilidade da gestão municipal. Disponibilizar à comunidade os kits hortifrúti e alimentação os ajudam enfrentar com dignidade as dificuldades repentinas ocasionadas pelo Covid-19”, disse Jefferson Martins, diretor da Escola Municipal Olynto Mancini.

Jefferson lembrou que “há um cuidado por parte da SEMEC de proporcionar aos estudantes a alimentação que eles tinham na escola antes da paralisação, com quantidade e valores nutricionais adequados. Nosso trabalho na escola é garantir que todas as famílias cadastradas no bolsa família e/ou cadastradas na escola recebam os kits, garantindo assim a equidade”, disse o diretor.

Ainda segundo o diretor, a equipe e a comunidade estão orientadas quanto as orientações de higiene e de prevenção ao coronavírus.

KIT ALIMENTAÇÃO

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), tem realizado a entrega do Kit Alimentação das escolas aos 4.500 alunos cuja família recebe o benefício do Bolsa Família e 6.750 alunos que preencheram cadastros nas unidades no mês de maio.

RETIRADA DE ATIVIDADES IMPRESSAS

Aproveitando a oportunidade, “os pais e/ou responsáveis que não tem internet trazem e retiram as atividades impressas na escola. É um novo tempo, uma nova vida, novos desafios, mas todos continuamos sempre unidos e nos ajudando em prol de toda comunidade”, finalizou Jefferson.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana