TRÊS LAGOAS MS
  Últimas
Corinthians recebe São Paulo buscando manter hegemonia em Itaquera
Mais do que só ver peixes, visitante ganha conhecimento sobre biomas de MS e do mundo
Domingo tem pequena elevação na temperatura e previsão de chuva nas regiões Sul e Sudoeste do Estado
Tentando embalar no Brasileiro, Fluminense visita o Fortaleza
Atividades sobre prevenção de acidentes com produtos químicos são realizadas na EE Guimarães Rosa
Pátio Zero: Detran-MS abre três leilões para sucata inservível e aproveitável
Em convênios com municípios, Governo do Estado destina R$ 31 milhões para obras
Programa Mais Social garante alimento para famílias em situação de vulnerabilidade em Mato Grosso do Sul
Comando do 2º BPM se reúne com os Presidentes de Bairros de Três Lagoas
Botafogo arranca empate com o América-MG no Independência
Palmeiras derrota Juventude e se aproxima da liderança do Brasileiro
Festival de Pesca de Corumbá tem 121 peixes capturados e dourado é o destaque
Atlético-GO faz 2 a 0 no Coritiba e vence a primeira no Brasileiro
Flamengo bate o Goiás e alivia pressão momentaneamente
Polícia Militar apreende autor de furto em carreta na área rural
Em Eldorado, Policia Militar apreende 37 kg de maconha
Em Naviraí, Policia Militar prende foragido da justiça
Lyon derrota Barcelona em Turim e conquista Liga dos Campeões feminina
Polícia Militar, através do BPMRv, apreende 322 kg de maconha na MS 395 em Brasilândia
Ana Marcela Cunha garante ouro na Espanha
Isaquias Queiroz é prata na Copa do Mundo de Canoagem Velocidade
Operário vira para cima do Ituano na Série B
Drogas e mandado de prisão são cumpridos durante ação da PM em Dourados
Com apoio da SubsLGBT, Miss beleza T Mato Grosso do Sul acontece neste sábado
Guarnição de Boqueirão apreende 58 tabletes de substância análoga a maconha
PMA de Campo Grande autua arrendatário em R$ 10 mil por manter gado degradando área protegida de matas ciliares de córrego em propriedade alheia de empresa de celulose
Corinthians segue preparação para o Majestoso
Em dia de ensaio final para encarar o Juventude.
Flamengo conclui preparação para o confronto contra o Goiás
Em casa, Brusque-SC supera o Tombense-MG
Next
Prev

Tecnologia

Uma receita para o sucesso: Cristina Boner diz como obter resultado em um ambiente multi-nuvem

Publicado

empresária do ramo da tecnologia alerta sobre importância do planejamento em nuvem.

Multi-nuvem é quando um indivíduo ou organização usa mais de um provedor de nuvem, abrangendo modelos privados, públicos e híbridos de implantação de nuvem, para suas necessidades de TI. Aplicativos, ativos e software em nuvem são distribuídos em vários ambientes diferentes.

A mais recente pesquisa da computação sobre a área, realizada em parceria com a VMware, explora a importância do planejamento em nuvem.

Muitas das organizações atuais estão adotando uma estratégia multi-nuvem para suas cargas de trabalho, com 81% dos entrevistados optando por essa abordagem. Em vez de colocar todos os ovos em uma cesta, a multi-nuvem evita o bloqueio do fornecedor, pois permite que as empresas implantem vários serviços especializados e permite flexibilidade e escalabilidade. Isso permite que as organizações criem a melhor configuração em nuvem da classe.

No entanto, embora tenha seus benefícios, a multi-nuvem pode trazer alguns problemas se os diferentes componentes não forem gerenciados corretamente. Vários fornecedores de nuvem com diferentes equipes responsáveis por produtos individuais em nuvem correm o risco de criar uma arquitetura complexa, custos ocultos e falta de agilidade. De fato, os principais desafios identificados pelos entrevistados foram a falta de habilidades em nuvem, os altos custos e a falta de integração entre ambientes em nuvem.

Além disso, o gerenciamento em várias nuvens requer experiência específica para garantir que uma organização esteja tirando o máximo de seu investimento em nuvem. Se eles não forem gerenciados de forma eficiente, ambientes multi-nuvem podem criar problemas significativos para as empresas, incluindo aumento de custos e complexidade.

Por isso, é importante que as organizações gerenciem seu ambiente multi-nuvem de forma a evitar essas armadilhas, aproveitando ao máximo suas vantagens. A parceria com o provedor de serviços certo é uma parte crucial do estabelecimento de uma estratégia multi-nuvem que se alinhe com os objetivos gerais dos negócios.

Uma maneira de garantir que os planos de migração em nuvem não sejam prejudicados pela falta de estratégia global é implementar um modelo operacional em nuvem. Um modelo operacional em nuvem é uma abordagem que otimiza a estratégia de nuvem entre pessoas, processos e tecnologia, fornecendo uma estrutura de como as organizações devem estar operando dentro da nuvem.

De acordo com a pesquisa da Computing, apenas 18% dos entrevistados implementaram totalmente um modelo operacional em nuvem. No entanto, 39%, estão atualmente lançando um modelo operacional em nuvem, com apenas 9% não tendo planos de fazê-lo no futuro.

Como explica Cristina Boner Leo Silva, ter um modelo operacional em nuvem é fundamental para garantir que a estratégia de negócios e estratégia de negócios em nuvem estejam alinhadas, bem como avaliar se os serviços em nuvem estão fornecendo o valor a que eles se propus. Portanto, é importante para aqueles que ainda não começaram a colocar planos em andamento para garantir que eles tenham uma estratégia clara para futuros projetos em nuvem.

Para os provedores de serviços, comunicar claramente os benefícios da adoção de um modelo operacional em nuvem como forma de evitar a confusão na nuvem, ao mesmo tempo em que alcançar o retorno mais importante do investimento deve ser uma prioridade. Uma vez estabelecido isso, eles podem trabalhar com a organização em uma estratégia holística, adaptada às necessidades específicas da organização, para a governança, gestão e operacionalização dos serviços em nuvem.

Comentários Facebook

Tecnologia

Ansell lança luva mais fina e resistente ao corte e inova no desenvolvimento dos equipamentos de proteção individual

Publicado

Tecnologia tem durabilidade duas vezes maior que os produtos disponíveis no mercado e tem como foco as indústrias de máquinas e equipamentos, automotivo, fabricação de metal, mineração, petróleo e gás e indústria de autopeças

São Paulo, maio de 2022 – A Ansell, líder global em soluções em proteção, anuncia o lançamento da luva HyFlex® 11-561 para execução de atividades que necessitam de alta resistência ao corte e tatilidade em condições secas ou com pouco óleo. Com acabamento mais fino e altamente resistente, o Equipamento de Proteção Individual (EPI), quebra o paradigma do mercado de que “quanto mais grosso o material, mais resistente”.

As mãos, estão entre as partes do corpo mais suscetíveis a acidentes de trabalho. Por isso, para assegurar a proteção do trabalhador, tão importante quanto a utilização do EPI, é fundamental contar com uma luva de qualidade e desenvolvida para aplicação específica.

Testes internos de laboratório comprovaram que a luva – aprovada conforme a legislação vigente e com Certificado de Aprovação (CA 44.283) válido – oferece uma durabilidade duas vezes maior em relação a outros produtos disponíveis no mercado.

Indicada para diversos segmentos como automotivo, máquinas e equipamentos, fabricação de metal, mineração, petróleo e gás e indústria de autopeças, a luva é ideal para o manuseio de painéis e chapas de metal, de peças com arestas afiadas e ásperas, para a montagem e inspeção de componentes, além de aplicação de acabamento em materiais e produtos.

Desenvolvida com o fio da tecnologia INTERCEPT™, exclusividade de Ansell, oferece alta proteção ao corte, proporcionando agilidade e conforto. Além disso, o revestimento fino usa a tecnologia FORTIX™, exclusividade da Ansel, fornecendo não apenas uma durabilidade extra, mas também um ajuste que é mais confortável e que permite que a mão “respire” melhor.

A luva também é livre de silicone, o que impede a transferência de contaminantes do composto para peças metálicas antes da pintura e não possui fibra de vidro em sua composição. Já a certificação internacional Oeko-Tex, garante que o produto não apresente quaisquer substâncias nocivas, como DMF, por exemplo.

Sobre a Ansell

A Ansell é líder mundial no fornecimento de soluções superiores de proteção à saúde e segurança que melhoram o bem-estar humano. Com operações na América do Norte, América Latina / Caribe, EMEA e Ásia, a Ansell emprega mais de 15.000 pessoas em todo o mundo e ocupa posições de liderança no mercado de equipamentos de proteção individual e luvas médicas em todo o mundo. Mais informações sobre a Ansell e seus produtos podem ser encontradas em www.ansell.com

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Mercado de carbono: seu negócio está preparado para esta realidade?

Publicado

A compra de créditos de carbono é uma solução internacionalmente reconhecida para empresas, pessoas e governos neutralizarem as emissões de carbono das suas operações.

O termo “Mercado de carbono” é utilizado para denominar os sistemas de negociação das unidades de redução de emissões de gases poluentes.

É uma modalidade razoavelmente nova, mas que vem ganhando espaço com as crescentes demandas por ações que promovam a redução da liberação de gases nocivos na atmosfera. Já o mercado voluntário é uma opção comercial para as empresas que desejam repensar suas atitudes em relação ao meio ambiente e ainda obter lucros com os créditos de carbono.

O tema será abordado por Luisa Cotrim na palestra “Mercado Voluntário de Carbono”, no dia 16 de maio, às 20h30 (horário de Brasília).

Luisa é economista formada pela UNICAMP e que fez carreira com consultoria estratégica e de gestão, desenvolvendo pesquisas de mercado e projetos de consultoria em variados setores. Atualmente é analista comercial na empresa Biofílica Ambipar Environment, liderando as atividades de Inteligência de mercado e desenvolvendo soluções personalizadas de neutralização de emissões para empresas brasileiras e estrangeiras.

A organização está a cargo do curso de Ciências Econômicas da Unigran EAD e a mediação do debate, que acontece via streaming, será com as professoras Gisele Souza Rosa e Maria Isabel Schierholt.

Para participar da palestra e receber uma certificação de 2 horas extracurriculares, basta realizar a inscrição gratuitamente através do site https://www.even3.com.br/mercadodecarbono/.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana