Três Lagoas-MS

  Últimas
PMMS realiza Formatura do Curso de Formação de Sargentos 2020
Operação Hórus – Polícia Militar Ambiental de MS e PMA do Paraná prendem traficante e apreendem duas camionetes com 2.159,5 kg de drogas
Nota de Pesar
LNF: duelo entre irmãos marca embate entre Campo Mourão e Assoeva
Durante fiscalização, Iagro e DOF apreendem três caminhões com animais e guia de trânsito falsificada
Caminhões com 120 bovinos trazidos ilegalmente do Paraguai foram apreendidos pelo DOF durante a Operação Hórus
Vôlei: Campeonato Paulista Feminino começa nesta quarta
Preocupação com as queimadas leva Agência Nacional de Águas a criar Sala de Crise do Pantanal
Tenista Luisa Stefani se garante na semifinal do WTA de Estrasburgo
Vasco e Botagogo lutam por vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil
Polícia Militar Ambiental de Aquidauana flagra incêndio em madeira em leiras que se alastrou para pastagem no Pantanal do Rio Negro e autua infratora em R$ 56 mil
Santana e Ypiranga começam nesta quarta decisão do título amapaense
Projeto altera estatuto dos servidores para garantir isonomia às pessoas com deficiência
Tóquio exigirá testes de covid-19 para atletas, mas não quarentena
Covid-19: MS sofre resultado das aglomerações de 7 de setembro e registra 652 novos casos
Polícia Militar realiza blitz preventiva de trânsito em Inocência
Coronavírus continua avançando em MS, com mais de 1,2 mil óbitos registrados
Brasileirão: Thiago Neves pode estrear no Sport em duelo contra Timão
Policiais Militares do Pelotão Nova Lima da 11ª CIPM apreendem menor pilotando moto e entregando droga no Vida Nova
Em Mundo Novo, Polícia Militar prende homem por direção perigosa em via pública
Ordem do Dia: Aprovada em 2ª obrigatoriedade de álcool gel nos estabelecimentos
Em Eldorado, Polícia Militar prende duas pessoas por tráfico de drogas
Em Juti, Polícia Militar prende homem por porte de drogas
Polícia Militar apreende adolescente por tráfico de drogas em Aparecida do Taboado
PRF apreende 417 Kg de maconha e recupera veículo em Guia Lopes da Laguna (MS)
Governo viabiliza instalação de indústria de alimentos em Mundo Novo que irá gerar 45 empregos
DOF apreende mais de 1,2 tonelada de maconha em Dourados
Startups incentivadas pelo Governo do Estado podem ajudar a salvar milhares de vidas
Governo do Estado forma 206 novos sargentos da Polícia Militar
Sampaio Corrêa e Moto Club duelam no 1º jogo da final do Maranhense
Next
Prev

Suzano

Suzano apoia instituições de ensino na transição para a educação à distância em MS

Publicado

Por meio do Programa Suzano de Educação e ações com instituições parcerias, empresa tem colaborado para promover o ensino de qualidade em meio à pandemia do novo coronavírus

O Programa Suzano de Educação, da Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, tem colaborado com instituições de ensino de Mato Grosso do Sul no processo de transição para o ensino à distância, em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

O programa visa investir no aperfeiçoamento da qualidade do ensino público com estratégias de desenvolvimento profissional dos educadores das redes públicas e da gestão das escolas, com foco na aprendizagem dos estudantes e na participação social.  Com a pandemia do novo coronavírus e, consequentemente, a necessidade de adesão ao ensino à distância por parte das instituições de ensino de todo o país, o programa teve seu conteúdo readequado para auxiliar gestores e educadores neste processo de transição.

“Melhorar a qualidade do ensino das regiões onde atua é uma das prioridades da Suzano. Por meio dessa iniciativa, a empresa quer contribuir para que instituições de ensino assegurem aos estudantes oportunidades de aprendizagem adequadas e ainda fomentar o empoderamento do indivíduo e do coletivo. Por isso, incluímos o ensino remoto ao programa.”, explica Evânia Lopes, consultora de Desenvolvimento Social da Suzano em Mato Grosso do Sul.

Em Mato Grosso do Sul, o Programa Suzano de Educação segue no município de Água Clara, onde beneficia, direta e indiretamente, sete escolas, 3.175 alunos e 180 profissionais de educação. Além de reuniões e consultorias, que vêm sendo realizadas pela internet, PSE e Secretaria Municipal de Educação lançaram uma campanha de conscientização por meio das redes sociais. Utilizando uma página no Facebook, criada para a ação, são divulgados conteúdos educativos para apoiar professores, estudantes e famílias no desafio de ensinar e estudar em casa durante a quarentena. As postagens são feitas por gestores, escolas e lideranças comunitárias e o perfil traz ainda conteúdo sobre saúde, cultura, esporte, lazer e assistência social.

“Essa parceria está sendo de grande valia, pois estamos tendo a contribuição de assessorias para a construção de instrumentos que facilitem o acompanhamento pedagógico e a gestão administrativa dentro das unidades escolares no ensino remoto. Nós só temos que agradecer esse apoio recebido da Suzano para o direcionamento em ações que visam melhorias em nossa prática pedagógica”, destaca Sonia Mara Nogueira, secretária municipal de Educação de Água Clara.

Iniciativa

O Programa Suzano de Educação está presente em 28 municípios de cinco estados brasileiros. Além de Mato Grosso do Sul, o programa é desenvolvido em São Paulo, Maranhão, Bahia e Espírito Santo. “Essa é uma iniciativa que vem sendo construída de forma participativa com as secretarias de Educação, gestores e educadores”, completa Evânia.

Dentre as ações previstas para este ano, estão: diagnóstico educacional, plano de ação com gestão das atividades extra escolares, regulamento da rede, calendário escolar e projetos de voluntariado. O programa está vinculado a meta de longo prazo da Suzano que é aumentar o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) em 40% em todos os municípios prioritários.

Parcerias

A Suzano também é parceira da Fundação Arthur Hoffing na busca pela melhora na qualidade de ensino de crianças da zona rural em Mato Grosso do Sul. A parceria surgiu em 2017, com o projeto Espaços de Estudos Comunitários com o objetivo de promover capacitações para educadores e oficinas de linguagens para crianças. Nesses quatro anos, foram cerca de 340 pessoas beneficiadas.

Já para este ano, o objetivo é incentivar a interpretação e expressão de crianças e jovens da zona rural, também por meio de oficinas, cursos, técnicas de imagens, literatura e conteúdo audiovisual. O projeto presencial é realizado no município de Brasilândia. Porém, em decorrência da Covid-19, o conteúdo dos cursos para os professores foi readequado para o formato digital, incluindo temas como educação remota, o que beneficiou também professores dos municípios de Três Lagoas, Água Clara e Bataguassu.

O último curso foi realizado entre os dias 10 e 17 de julho, com o tema Mediação da Leitura Virtual: Como ler com alunos através das telas. Ao todo, são 90 pessoas beneficiadas, entre professores da rede pública e alunos da zona rural.

Comentários Facebook

Suzano

Suzano irá qualificar três novas turmas de operadores florestais em Três Lagoas, Brasilândia e Água Clara

Publicado

Programa de qualificação formou duas turmas de Operadores de Máquinas Florestais neste ano, sendo que 65% alunos foram contratados pela empresa logo após o término do curso

Até o fim deste ano, a Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos a partir do cultivo do eucalipto, pretende qualificar mais três novas turmas de profissionais para atuarem no setor florestal. A iniciativa faz parte do Programa de Qualificação da empresa, que visa promover a formação da mão de obra local e, consequentemente, a geração de emprego e renda nas comunidades onde a Suzano está inserida.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o programa teve de passar por um processo de readequação e teve seu conteúdo teórico adaptado para o ensino à distância. A ação, pioneira no setor, foi responsável pela formação de duas turmas de Operadores de Colheita Florestal entre os meses de julho e agosto em Três Lagoas. Já para esta nova etapa, o programa retoma ao formato presencial, seguindo todos os protocolos de biossegurança, e será aberto para profissionais com ou sem experiências na área nos municípios de Três Lagoas, Água Clara e Brasilândia.

“O Programa de Qualificação tem se mostrado essencial para a qualificação da mão de obra local e a formação de novos profissionais para o setor florestal com o padrão de excelência da Suzano. Por meio dele, lançamos, somente nos últimos cinco anos mais de 780 novos profissionais altamente qualificados no mercado de trabalho, sendo a maioria absorvidos pela própria Suzano. Com isso, mantemos o nosso compromisso de gerar e compartilhar valores e de contribuir para o desenvolvimento econômico e social da comunidade onde atuamos, uma vez que, mesmo aqueles que não são contratados pela empresa, chegam ao mercado com muito mais chances de recolocação”, destaca Angela Aparecida dos Santos, gerente de Gente e Gestão da Unidade Três Lagoas da Suzano.

A expectativa é que, com a nova fase do programa, sejam lançados no mercado de trabalho 60 novos operadores de Colheita Florestal até dezembro, o que corresponde a uma média de 20 alunos por turma. O primeiro curso está previsto para o próximo mês, em Três Lagoas. Os alunos aprovados no processo seletivo terão acesso a uma carga horária de 272 horas de curso, o que equivale 34 dias, sendo 136 horas de aulas teóricas, 128 horas práticas, realizadas nos módulos florestais da empresa e 8 horas para a realização do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

“Diferentemente das duas primeiras edições, a vivência ou a qualificação na área deixam de ser uma exigência e passam a ser um diferencial. O nosso objetivo é, com essa medida, gerar oportunidades para pessoas que trabalham em outros segmentos, atrair novos talentos que se enquadrem ao perfil de profissionais que buscamos e proporcionar a eles a chance de se qualificarem a partir do zero para ingressar nesse mercado tão escasso de profissionais, seja na própria Suzano ou em outra empresa do setor”, completa Angela.

Para isso, o programa terá uma grade mais robusta. Durante o curso, os alunos terão acesso a temas como procedimento e planejamento operacional, fundamentos de elétrica e hidráulica, tecnologias aplicadas em Harvester e Fowarder (máquinas de colheita), além de aulas práticas nos módulos florestais da empresa. As aulas serão ministradas por técnicos dos times da Colheita Florestal, Excelência e Gente e Gestão da Suzano e contarão com o apoio da empresa de consultoria Evoluir RH e do Senai (Serviço Brasileiro de Aprendizagem Industrial) de Três Lagoas para a sua execução.

Admissões

Embora não seja a principal meta do programa, que visa a qualificação profissional, 65% dos alunos nas duas primeiras turmas de Operador de Colheita Florestal foram contratados pela Suzano após o término dos cursos. Ao todo, foram 43 profissionais passaram pelo programa, sendo 28 deles contratados pela empresa de imediato.

Entre eles, estava Daniel Rosa de Oliveira Lisboa, 24 anos. “Trabalhava com logística, mas, com a crise, tive que mudar de área, algo que eu já tinha vontade. Paguei o curso particular e logo em seguida fui chamado para o curso da Suzano. Foi uma das melhores experiências da minha vida. Saber que fiz parte de algo inédito, e, com tudo o que aprendemos durante todo o curso, realmente me abriu novos horizontes. Então, veio a notícia que havia sido um dos selecionados pela empresa para fechar com chave de ouro. Vou tratar essa oportunidade de uma forma muito especial, por toda a dificuldade para chegar até aqui” O jovem completaria oito meses desempregado no dia 6 de agosto. Três dias antes, ele assinou o contrato com a empresa.

Inscrições

As novas turmas serão abertas para pessoas com mais de 18 anos, sem distinção de gênero, classe social, deficiência, orientação sexual, etnia/raça, origem ou estereótipo. Para participar, é necessário ter ensino fundamental completo, CNH (Carteira Nacional de Habilitação) na Categoria B, disponibilidade para participação integral no curso e residir na cidade em que o programa será realizado.

As inscrições poderão ser feitas por meio do endereço eletrônico (PROGRAMA QUALIFICAÇÃO OPERADORES), até o dia 27/09/2020 (domingo). Em caso de dúvidas, os interessados podem entrar em contato com a Consultoria Evoluir RH, pelo telefone 067-98465-7734

Após as inscrições, os candidatos pré-aprovados passarão por processo seletivo, que será composto por testes de conhecimentos gerais, testes em simulador, dinâmicas e entrevistas com o Comitê Gestor do Programa.

Em Água Clara e Brasilândia, os programas estão previstos para iniciar entre os meses de outubro e novembro e novembro e dezembro, respectivamente.

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de árvores, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Suzano

Em 2020| Suzano gera 673 vagas de emprego para Três Lagoas e região

Publicado

A empresa está em processo seletivo para preencher mais 36 vagas de emprego em Mato Grosso do Sul; as vagas estão abertas para todos, sem discriminação por gênero, idade, etnia, deficiência ou orientação sexual

A Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, gerou 673 oportunidades de emprego em Três Lagoas e região de janeiro a agosto deste ano. A maioria das vagas foi destinada à silvicultura em decorrência do crescimento da demanda no setor, alinhada à estratégia de produção da companhia.

 “É constante a nossa busca por maior eficiência e qualidade nas nossas operações, o que, inclui, o nosso quadro de colaboradores. Desde o começo do ano, estamos adotando algumas medidas para investir cada vez mais nos nossos colaboradores e ratificar um compromisso assumido quando chegamos a Três Lagoas, que é de gerar trabalho e renda na cidade. Os resultados são estes que estamos vendo: abrimos mais de 600 vagas no ano”, destaca Angela Aparecida dos Santos, gerente de Gente e Gestão da Suzano em Mato Grosso do Sul.

Das 673 vagas abertas na unidade neste ano, 536 são para colaboradores próprios e 137 em caráter temporário. Deste total, 392 foram abertas em Três Lagoas, 213 em Brasilândia e outras 68 para atender as operações da empresa em Água Clara. Somente em agosto, foram 55 vagas abertas nesses três municípios.

Entre os meses de julho e agosto, também foram realizadas duas edições do Programa de Qualificação de Operadores de Máquinas Florestais à distância, que, além do pioneirismo na forma de treinar pessoas, resultaram na contratação imediata de 24 novos profissionais. “O programa de qualificação profissional faz parte dos direcionadores culturais da empresa, que é de gerar e compartilhar valor, e visa colaborar para o desenvolvimento sustentável da região onde atuamos. Mesmo aqueles que não foram contratados de imediato pela empresa, com certeza, agora terão mais chances de recolocação no mercado de trabalho”, completa Angela.

Novas vagas

Já para a primeira quinzena deste mês, a Suzano está em processo seletivo para preencher mais 36 vagas em Três Lagoas e região. Para o setor florestal, são quatro processos seletivos em andamento. Entre eles, para operador(a) de Colheita Florestal, com 30 vagas; uma vaga para analista PCP (Plano e Controle de Produção) Júnior; uma vaga para técnico(a) de Logística Florestal II e uma vaga para técnico(a) PCP Florestal II. Já para o setor industrial são duas vagas: técnico(a) de Manutenção III e Caldeireiro ou Caldeireira Industrial Há também uma vaga para o técnico(a) de enfermagem, para integrar o time de Gente e Gestão.

As vagas estão disponíveis na página de empregos da Suzano (https://jobs.kenoby.com/Suzano), onde os interessados terão acesso ao detalhamento dos processos seletivos, pré-requisito para cada vaga e inscrições.

As seleções estão abertas a todos os interessados com mais de 18 anos, sem distinção de gênero, classe social, deficiência, orientação sexual, etnia/raça, origem ou estereótipo. Os prazos para inscrições variam entre 11 e 14 deste mês, dependendo da vaga concorrida.

Na mesma página, o interessado também poderá acessar oportunidades de emprego abertas em unidades da Suzano de todo o País e ainda inscrever-se no banco de talentos da empresa.

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana