TRÊS LAGOAS MS
  Últimas
MS é o 4º estado que mais gera emprego formal no Brasil em 2022, revela Caged
MS recebe visita do presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Educação, nesta quinta-feira
Quinta-feira tem previsão de tempo firme, com mínima de 13°C e máxima de 31°C no Estado
Mesmo com reservas, Santos arranca empate com Deportivo Táchira
Série B: Vasco cai diante do Novorizontino
Em ação rápida, Polícia Militar salva adolescente que ameaçava se jogar de torre de telefonia em Anaurilândia.
Em noite de festa e emoção, ALEMS presta homenagem à comunidade italiana
Ceará arranca vitória sobre o Strongest na altitude de La Paz
Rony marca dois e Palmeiras derrota Cerro Porteño na Libertadores
Corinthians anuncia contratação por empréstimo de Yuri Alberto
Coluna – Marina Dias e o sonho paralímpico da paraescalada
Polícia Militar Ambiental de São Gabriel do Oeste captura serpente em ferro velho e a solta em seu Habitat
Governo do Estado assina contrato para espaço múltiplo uso no Parque dos Poderes; veja como vai ficar
Edital regulamenta cadastro de artistas no Festival Sarau Cidadania e Cultura no Parque
Três Lagoas celebra 14 anos de vidas salvas pelo SAMU
Em solenidade do Dia dos Bombeiros, corporação reconhece papel histórico da ALEMS
Governo do Estado firma parceria com setor industrial para fortalecer a qualificação profissional
Começa a Copa dos Campeões de futsal e basquetebol em Coxim
Djokovic supera Kokkinakis e avança para terceira rodada em Wimbledon
Carga de contrabando e descaminho é apreendido pela Polícia Militar Rodoviária, na MS 164, em Maracaju
PMA, Colônia de Pescadores e voluntários realizam limpeza do rio Aquidauana e retiram uma tonelada de resíduos na 11ª edição do projeto Rio Vivo
Polícia Militar descobre plantação de maconha em residência e prende autor em Batayporã
Em Mundo Novo, Policia Militar recupera veículo furtado em menos de 24 horas
Programa Fortalece TL prorroga prazo para renegociação de dívidas
Polícia Militar Rodoviária apreende carga de contrabando e descaminho, na MS 162, em Dourados
Em Naviraí, Força Tática recupera veículo furtado e prende homem por receptação
DOE divulga abertura de processo seletivo na área da saúde e convocações da Sedhast, Sejusp e Funsau
BOLETIM COVID-19 – SMS notifica 50 novos casos positivos nesta quarta-feira (29)
Projeto confere utilidade pública ao Lar de Idosos São João
Audiência Pública do Plano Municipal de Educação acontece nesta quinta-feira (30)
Next
Prev

Mato Grosso do Sul

Mostra no MIS apresenta a produção audiovisual da periferia do Brasil

Publicado

Acontece nesta terça-feira (21), a Mostra especial do Festival Visões Periféricas, que tem por objetivo apresentar a produção audiovisual da periferia do Brasil. Serão exibidos quatro filmes e haverá palestra com o diretor do Festival, Márcio Blanco,  professor do curso de Audiovisual da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. A Mostra começa às 19 horas, com entrada franca.

O Festival surgiu em 2007, é voltado para a produção audiovisual da periferia do Brasil inteiro. Foi o primeiro festival no Brasil a ter esse recorte de curadoria. “Hoje é um festival de referência no Brasil inteiro, ajudou a chamar a atenção para essa produção e inserir os realizadores dentro do mercado audiovisual. Ao longo desses 15 anos a gente foi desenvolvendo ações que ajudaram esses realizadores a se inserir no mercado. Por exemplo: em 2018 a gente criou o “Visões Lab” dentro do Festival, que é um ambiente de mercado em que a gente recebe projetos que estão em desenvolvimento e ajuda a desenvolver esses projetos com a consultoria de profissionais do mercado, diretores, produção executiva, roteiristas, que olham para esses projetos e ajudam a desenvolvê-los”, explica o diretor do Festival, Márcio Blanco.

A respeito do “Visões Lab”, ele diz que “também a gente coloca esses realizadores em contato com os chamados players do mercado, canais de televisão, produtoras, para, por meio dessa conversa, tentar alavancar o projeto. São projetos que ainda estão no papel, então a gente tenta alavancar com a ajuda do “Visões Lab” esses projetos”.

“A ideia de realizar o Festival surgiu lá em 2007 quando a gente percebeu que existia uma produção de audiovisual nas periferias brasileiras que estava crescendo e que não tinha um Festival ainda para poder reunir essa produção e formar uma rede entre esses realizadores e poder debater esses filmes com o público em geral”.

Márcio Blanco diz que a parceria com o Museu da Imagem e do Som é super importante,  “porque o Festival está vindo aqui para Mato Grosso do Sul, é um Festival que nasceu no Rio de Janeiro e está vindo aqui para o Estado, a gente está abrindo essa frente aqui em Campo Grande e está sendo importante para a gente apresentar o Festival aqui para a cena local do audiovisual e também fazer essa produção chegar mais longe e ao mesmo tempo mobilizar aqui os profissionais locais em Campo Grande em torno do Festival”.

Confira abaixo a programação:

 

Eu temo que não amanheça (11`/2021/MS)

Direção: Cainã Siqueira

Sinopse: Um filho-neto tece memórias sobre o embranquecimento do seu corpo preto

Contato: (67) 992136666

[email protected]

 

Black Out (13`/2016/PE)

Direção: Adalmir José da SIlva, Felipe Peres Calheiros, Francisco Mendes, Jocicleide Valdeci de Oliveira, Jocilene Valdeci de Oliveira, Martinho Mendes, Paulo Sano, Sérgio Santos

Sinopse: Um filme sobre o invisível.

Majur (20´/2018/MT)

Direção: Rafael Irineu

Sinopse: Conheça Majur, chefe de comunicação em uma aldeia no interior de Mato Grosso. O documentário acompanha a rotina de Gilmar durante quase um ano.

Contato: (66) 99669-6197

[email protected]  
 

Pele suja minha carne (15´/2017/RJ)

Direção: Bruno Ribeiro

Sinopse: João toma banho após mais uma pelada com seus amigos brancos.

Contato: (11) 9987-5690

[email protected]  

Foto: Filme “Eu temo que não amanheça”

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook

Mato Grosso do Sul

MS é o 4º estado que mais gera emprego formal no Brasil em 2022, revela Caged

Publicado

por

Mato Grosso do Sul ocupa o 4º lugar da lista dos estados que mais geram empregos no Brasil em 2022, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). O último levantamento feito pelo Ministério do Trabalho, divulgado nesta semana, mostra que o Estado criou 25.794 vagas de empregos formais de janeiro a maio deste ano, saldo de 157.290 contratações e 131.496 demissões.

Em termos percentuais, a variação relativa sobre o estoque de empregos existentes em dezembro de 2021 foi de 4,59%, o quarto melhor desempenho do País, ficando atrás somente de Amapá (5,01%), Goiás (4,87%) e Mato Grosso (4,68%).

MS vem fechando o Caged no azul desde janeiro. No primeiro mês do ano foram 3.475 vagas criadas. Em fevereiro, 7.484. Março terminou com a geração de 5.553 empregos. Abril com 2.638 e maio com 6.644. Na análise mensal, em maio, Mato Grosso do Sul ficou em segundo lugar na geração de empregos no País, com variação relativa de 1,14%, atrás do Espírito Santo (1,52%) e na frente de Goiás (1,08%) e Mato Grosso (1,02%).

Para o governador Reinaldo Azambuja, os números revelam que a economia de Mato Grosso do Sul segue em alta depois de um período de retomada. “O Estado está equilibrado financeiramente, fazendo investimentos e pagando fornecedores e servidores em dia. Isso reflete na movimentação econômica e dá segurança aos empresários que atuam no Estado e geram oportunidades, empregos e desenvolvimento social”, destacou.

O Estado segue captando novos investimentos privados que contribuem para o crescimento do emprego formal. De janeiro a maio deste ano, por exemplo, foram 3.837 empresas constituídas contra 1.890 empresas fechadas, segundo dados da Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul), resultado em um saldo positivo de 1.947 empresas criadas no período.

A política estadual de atração de novos investimentos aliada à segurança jurídica ofertada pelo Governo de Mato Grosso do Sul aos investidores também impulsiona a criação de novos postos de trabalho. Em 2021, por exemplo, começou a ser construída no Estado a mega fábrica de celulose da Suzano em Ribas do Rio Pardo, que deve empregar até 10 mil pessoas no pico da obra. E neste mês, outro grande investimento anunciado pela empresa chilena Arauco para o município Inocência movimentou o mercado, já que a nova indústria de produtos da madeira promete investir R$ 15 bilhões no Estado, criando 12 mil empregos diretos.

Bruno Chaves, Subcom
Foto: Chico Ribeiro (construção da fábrica de celulose da Suzano em Ribas do Rio Pardo)

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso do Sul

MS recebe visita do presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Educação, nesta quinta-feira

Publicado

por

Agenda prevê visitas em centro de formação e unidade escolar da REE. Cronograma será encerrado com reunião para apresentação de ações da SED.

Nesta quinta-feira (30) Mato Grosso do Sul recebe a visita do presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), Vitor de Ângelo. A agenda ocorre na Capital do Estado e faz parte do “Consed Itinerante”, ação voltada para o compartilhamento de práticas adotadas pelas Redes Estaduais de Ensino de todo o País.

Durante o dia, acompanhado da secretária de Estado de Educação de MS, professora Cecília Motta, o presidente da entidade visitará espaços voltados para formação de professores da Rede Estadual de Ensino (REE), conhecerá a Escola Estadual Lúcia Martins Coelho e participará de uma apresentação sobre o trabalho realizado pela SED nos últimos anos.

“Se trata de uma oportunidade para compartilharmos as principais ações da Educação de MS, iniciativas pensadas no Regime de Colaboração – visam o benefício dos estudantes da Rede Pública do nosso Estado – e todas as novidades que implementamos na REE nos últimos anos. Certamente será um encontro muito produtivo”, destacou a secretária Cecilia Motta.

A programação será iniciada às 9h (MS) com uma visita ao Centro de Formação Marilucce Bittar, no bairro Tiradentes, que abriga a Coordenadoria de Formação Continuada dos profissionais da Educação e a Fundação de Apoio e Desenvolvimento da Educação Básica de MS (Fadeb).

Na sequência, às 10h, a comitiva segue para a EE Lúcia Martins Coelho, no Jardim dos Estados, para uma visita aos espaços da unidade escolar, recentemente reformada e que conta com a oferta do Ensino em Tempo Integral.

No período da tarde, a partir das 14h, a programação prevê uma apresentação detalhada das principais ações da Secretaria de Estado de Educação, no auditório do Bioparque Pantanal, com a participação de superintendentes e coordenadores da pasta, responsáveis por diferentes setores do Órgão Central.

Por fim, a agenda será concluída com uma visita ao Bioparque, com a presença de toda a comitiva envolvida na programação.

Agenda:

9h – Visita ao Centro de Formação Mariluce Bittar e Fundação de Apoio e Desenvolvimento à Educação Básica de MS;

10h – Visita à Escola Estadual Lúcia Martins Coelho;

14h – Apresentação das ações e programas da SED no Auditório do Bioparque Pantanal.

Vinícius Espíndola, SED
Foto: Bruno Rezende/Arquivo

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana