Água Clara

Em Água Clara| Motorista de ambulância morre após ser picado por cobra Jararaca

Publicado

Conforme o site Fatos Regionais, o motorista da ambulância de Água Clara Otair Zico da Silva, 50 anos, estava pescando em seu rancho, quando pisou numa cobra jararaca boca de sapo, vindo a desmaiar e sendo levando ao Hospital Auxiliadora de Três Lagoas, onde acabou morrendo de hemorragia.

Otair estava pescando na Painha do Rio Formoso e, segundo amigos, que teriam conversado com sua esposa, que estava com ele juntamente com a sogra, por volta das 16h30 já se preparavam para retornar à cidade. Foi quando Zico teria entrado na mata brincando e acabou pisando na cobra que o picou.

Zico desmaiou, foi socorrido e encaminhado para Três Lagoas, mas não resistiu aos ferimentos, vindo morrer de hemorragia.

“Estamos consternados com essa notícia; o Zico era um grande companheiro de trabalho, estamos profundamente tristes”, ressaltou o secretário Rondiney Ribeiro.

Jararaca

A Bothrops neuwiedi, popularmente conhecida como jararaca-cruzeira, jararaca-pintada, boca-de-sapo, bocuda, jararaca-do-rabo-branco, jararaquinha, rabo-de-osso, tirapeia e urutu, é uma espécie de serpente da família Viperidae. Endêmica do Brasil, pode ser encontrada em vários estados do Brasil.

É uma serpente de até 1,15 metros. Possui coloração variável entre cinza, marrom ou pardo de acordo com a subespécie, com manchas triangulares escuras, margeadas de claro, e indivíduos jovens com a ponta da cauda branca.

Veneno

Seu veneno tem ação proteolítica. Todas as serpentes do grupo Bothrops, quando injetam o veneno, produzem sintomas semelhantes: no local da picada, sempre há dor, com aumento progressivo; a região afetada começa a inchar gradativamente e surgem manchas róseas (avermelhadas) ou cianóticas (azuladas ou arroxeadas); a seguir, surgem bolhas, que podem conter sangue no interior. Quando as reações locais se tornam mais intensas, aparece febre e podem ocorrer infecções secundárias.

Nas ocorrências graves, é possível surgir vômitos, sudorese e desmaio. Nos casos benignos, o sangue coagula; já nos casos graves, torna-se incoagulável de 30 a 60 minutos depois da picada. Em situações mais severas, há perigo da queda da pressão sanguínea, com possibilidade de colapso periférico.

Comentários Facebook

Água Clara

PRF apreende 47,6 Kg de maconha em Água Clara que iria para Três Lagoas

Publicado

por

.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na tarde desta sexta-feira (29) 47,6 Kg de maconha escondidos no assoalho do veículo. Apreensão ocorreu durante fiscalizações da Operação Tamoio em Água Clara (MS).

A equipe abordou no km 141 da BR-262, Unidade Operacional da PRF, um Chevrolet/Monza com placas do Mato Grosso. Durante a entrevista, a equipe desconfiou que o motorista, de 32 anos, transportava algum ilícito escondido no carro. 

Após realizarem uma busca minuciosa, os agentes descobriram os tabletes de maconha escondidos no assoalho falso do veículo. A droga totalizou 47,6 Kg (quarenta e sete quilos e seiscentos gramas). 

O preso confessou ter pego o automóvel com a droga em Campo Grande (MS) e viajaria até Três Lagoas (MS). Pelo transporte, disse que receberia R$ 5 mil reais. Ele foi encaminhado para a Polícia Civil em Agua Clara (MS) junto com o carro e o entorpecente.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Água Clara

Água Clara tem segundo positivo para Covid-19

Publicado

A Secretaria Municipal de saúde de Água Clara comunica o 2° caso positivo de Covid-19 no Município. Paciente do sexo feminino, 47 anos, sem comorbidades, coletou amostra no laboratório Municipal.

No momento o quadro de saúde é estável e se encontra isolamento domiciliar sendo acompanhada pela equipe de Estratégia de Saúde da Família e pela Vigilância Epidemiológica Municipal.

Um dos 7 casos que estavam em investigação testou negativo, somando-se agora 23 descartados, dois confirmados e nenhum óbito.

Comentários Facebook

Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana