Três Lagoas-MS

  Últimas
Coxim ativa cinco leitos de UTI e região norte de MS está preparada para enfrentar Covid-19
Coluna – Há um ano Jesus estreava no Maracanã pelo Flamengo
Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas autua mulher de 39 anos por incendiar resíduos de limpeza, perturbando sua vizinhança pela fumaça
Programa Defensoria Explica destaca doação de protetores faciais
Segurança pública ganha reforço de mais de 100 novas viaturas em MS
Vôlei: mercado segue agitado antes do início da temporada 2020/2021
Polícia Militar em Nioaque prende dois homens por Descumprir Medidas Sanitárias Preventivas e Desobediência
Polícia Militar cumpre Mandado de Prisão durante atendimento de ocorrência em Bela Vista
Polícia Militar Ambiental de Cassilândia autua infrator em R$ 10 mil por degradação de nascentes para plantio de pastagem e manter gado na área protegida
Domingo tem Autocine com exibição do filme “O menino da porteira”
Além de Kit Alimentação,  Prefeitura de Três Lagoas entrega Kit Hortifrúti para mais de 11 mil alunos da Rede Municipal de Ensino (REME)
Redução da punição ao Manchester City gera polêmica na Inglaterra
Ponto de Vista discute projeto de lei que combate fake news
Empresas credenciadas ampliarão atendimento e facilitará acesso aos serviços de vistoria em MS
30 anos dedicados em servir e proteger
Além de Kit Alimentação,  Prefeitura de Três Lagoas entrega de Kit Hortifrúti para mais de 11 mil alunos da Rede Municipal de Ensino (REME)
Unidades de Saúde serão pontos de descarte de medicamentos vencidos em Três Lagoas
Segurança em Pauta entrevista o secretário de Justiça de MS, Antonio Carlos Videira
Saúde divulga novo mapa hospitalar de leitos para coronavírus
Suinocultura de MS cresce acima da média nacional com biossegurança e sustentabilidade
Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo autua arrendatário em R$ 10 mil para derrubada de 150 árvores em 33,70 hectares para plantio de lavoura
PGE em Ação exibe entrevista sobre atuação das procuradorias estaduais em época de pandemia
Vereadores aprovam LDO e redução do valor de multa por desrespeito a prevenção à Covid
SES realiza 7,3 mil testes de coronavírus por semana em MS, o que representa 43 exames a cada hora
Comando da PMA define estratégias para controle de incêndios no Pantanal
Polícia Militar de Sonora prende jovem por direção perigosa e desobediência
Em Eldorado, Polícia Militar recupera bicicleta furtada
Adaptada em meio a pandemia, Semana de Vela de Ilhabela será virtual
Polícia Militar intensifica fiscalizações de prevenção e combate ao COVID-19
Projeto veda atos públicos com aglomeração de pessoas para conter Covid-19
Next
Prev

Economia

Confira o calendário de pagamento do 3º lote do auxílio emergencial

Publicado

A Caixa Econômica Federal anunciou hoje (26) a data de pagamento da terceira parcela do auxílio emergencial e de lotes residuais da primeira e segunda parcelas. Os depósitos começam amanhã (27) e vão até o dia 4 de julho.

O saque em espécie do auxílio só será liberado a partir do dia 18, e será disponibilizado por grupos de acordo com o mês de nascimento, seguindo o modelo dos depósitos.

Veja o calendário:

Terceira parcela – depósito em poupança digital

Mês de nascimento Depósito do benefício Lotes Número de beneficiados
janeiro
e fevereiro
27 de junho 3ª parcela
↳lote 1

2ª parcela
↳lote 2

1ª parcela
↳lote 4

6,5 milhões
março
e abril
30 de junho 3ª parcela
↳lote 1

2ª parcela
↳lote 2

1ª parcela
↳lote 4

6,9 milhões
maio
e junho
1º de julho 3ª parcela
↳lote 1

2ª parcela
↳lote 2

1ª parcela
↳lote 4

6,9 milhões
julho
e agosto
2 de julho 3ª parcela
↳lote 1

2ª parcela
↳lote 2

1ª parcela
↳lote 4

6,8 milhões
setembro
e outubro
3 de julho 3ª parcela
↳lote 1

2ª parcela
↳lote 2

1ª parcela
↳lote 4

6,8 milhões
novembro
e dezembro
4 de julho 3ª parcela
↳lote 1

2ª parcela
↳lote 2

1ª parcela
↳lote 4

6,5 milhões

Para quem necessita sacar em espécie o benefício, a Caixa também anunciou o calendário de saques para a 3ª parcela. Confira abaixo:

Mês de nascimento Dia da liberação do saque
janeiro 18 de julho
fevereiro 25 de julho
março 1º de agosto
abril 8 de agosto
maio 15 de agosto
junho 29 de agosto
julho 1º de setembro
agosto 8 de setembro
setembro 10 de setembro
outubro 12 de setembro
novembro 15 de setembro
dezembro 19 de setembro

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Comentários Facebook

Economia

Bancos leiloam mais de 100 imóveis com descontos de até 68%

Publicado

Mais de 100 imóveis em 17 estados estão sendo leiloados por três bancos. As ofertas, com lances iniciais que variam entre R$ 12,5 mil e R$ 4,1 milhões, podem ser realizadas até o dia 28 de julho no site Sold Leilões, empresa do Grupo Superbid.

Há opções de casas, apartamentos, vagas de garagem e terrenos nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Sergipe, Paraná, Pernambuco, Amazonas, Maranhão e Pará.

O banco Santander é a instituição com o maior número de unidades leiloadas, com descontos de até 68%. O banco ainda oferece facilidades no pagamento, como parcelamento em até 420 meses e débitos de condomínio e IPTU quitados pelo banco até a data do leilão, que termina no dia 28 de julho.

Em São Paulo, no município de Oswaldo Cruz, uma casa com dois quartos, uma vaga na garagem e 168 metros quadrados de área total recebe lances a partir de R$ 124,4 mil, valor 42% abaixo da avaliação. No bairro Chácara São João, um apartamento com duas vagas na garagem e 146 metros quadrados de área total pode ser arrematado a partir de R$ 258,3 mil.

Entre as oportunidades do banco na Bahia está uma casa em Salvador, com dois quartos com suítes, no valor de R$ 93,3 mil. Na capital mineira, uma casa com 2 dormitórios e 380 metros quadrados de área total está disponível com valor 58% abaixo da avaliação, com lance inicial de R$ 409,5 mil.

Outra instituição que está com imóveis à venda é o banco Pan, com descontos de até 60% no valor de avaliação. Uma casa no bairro Jardim Leonor, em São Paulo, avaliada em R$ 2,1 milhões, recebe lances a partir de R$ 997,2 mil. O encerramento do leilão será no dia 24 de julho.

O banco Inter completa a lista de instituições financeiras com propriedades leiloadas e disponibiliza lotes entre os dias 16 e 28 de julho. Entre os imóveis há um apartamento de 81 metros quadrados, no bairro de Santo Amaro, em São Paulo, no valor de R$ 255 mil.

Confira alguns imóveis disponíveis nas regiões de Cassilândia e Campo Grande (MS):

Casa de 171 m², na Cassilândia
Lance inicial: R$ 108.192
Encerra em: 16 de julho às 08h45
https://www.sold.com.br/lote/ver/1523061

Casa de 927 m², na cidade de Campo Grande
Lance inicial: R$ 599.000
Encerra em: 22 de julho às 14 h
https://www.sold.com.br/lote/ver/1522102

Todas as unidades estão disponíveis no site da Sold e os imóveis desocupados podem ser visitados mediante o agendamento pelo e-mail [email protected].

Serviço:

Leilão banco Pan

Encerramento: 24 de julho, às 13h

Link: https://www.sold.com.br/bancopan

Leilões banco Santander

Encerramento: 28 de julho, às 15h

Link: https://www.sold.com.br/santander

Leilões banco Inter

Encerramento: entre os dias 16 e 28 de julho

Link: https://www.sold.com.br/bancointer

Sobre a Sold Leilões

Fundada em 2008, a Sold Leilões é uma das empresas mais importantes no segmento de leilões no Brasil. Especializada em venda de imóveis, veículos de estoque excedente e em desativações corporativas, industriais e hoteleiras, a empresa possui mais de 3 milhões de usuários cadastrados em seu banco de dados, sendo 75% pessoas físicas e 25% pessoas jurídicas. Presente em 14 estados do Brasil, a Sold leiloou no ano passado mais de R$ 700 milhões em ativos. Para este ano, a previsão é alcançar R$ 1 bilhão. Além de imóveis e veículos, o portfólio da organização inclui equipamentos industriais e agrícolas, máquinas, eletrônicos e bens de consumo em geral.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Petrobras pode sobreviver com barril a US$ 15, diz Castello Branco

Publicado

A Petrobras tem capacidade de atravessar a atual crise econômica mundial ainda que o preço do barril do petróleo caia a US$ 15. A afirmação é do presidente da estatal, Roberto Castello Branco, que participou de coletiva de imprensa pela internet nesta sexta-feira (15). Ele disse que, na sua visão, pelos próximos meses o cenário será de dificuldades. Na quinta-feira (14), a companhia divulgou os resultados financeiros do primeiro trimestre do ano, que apontaram para um prejuízo de R$ 48,5 bilhões.

“Nós traçamos vários cenários. O mais provável é de uma recuperação lenta, de uma recessão profunda. Têm vários fatores que contribuem para isso. O desemprego em massa, que está acontecendo no mundo, o aumento rápido da alavancagem financeira de famílias, empresas e governos. As incertezas geradas pela própria covid [novo coronavírus (covid-19)], que desaparecerão somente quando se tiver uma vacina. Existe sempre a probabilidade de haver uma segunda onda, tal como aconteceu com a gripe espanhola, e isso limita a atividade econômica”, disse Castello Branco.

Segundo ele, o período de quarentena imposto a quase todos os países do mundo vai gerar mudanças de comportamento profundas, o que acabará impactando, direta ou indiretamente, nos resultados da companhia.

“Adicionalmente, nós temos que considerar que este período de quarentena que as pessoas estão passando, em vários países do mundo, contribuirá para mudanças de hábitos. Por exemplo, a utilização mais intensiva da digitalização em detrimento da maior mobilidade. As empresas precisarão de menos viagens, de menos áreas de escritórios. E não podemos deixar de considerar a tendência anterior, que era de estímulos a inovações para a substituição de combustíveis fósseis no mundo”, disse.

Preço do petróleo

Para o presidente da Petrobras, essas mudanças poderão levar o mercado a trabalhar com valores ainda menores do barril de petróleo, da média praticada atualmente, de US$ 32 o barril do tipo Brent.

“Se já levarmos isso em conta, então esse novo cenário nos fez rever a posição anterior e consequentemente prever preços mais baixos. A Petrobras pode sobreviver hoje com preços de petróleo tão baixos como US$ 15 [o barril]. Nós temos musculatura para fazer isso, temos caixa, temos custos baixos. Mas nós queremos gerar muito mais valor. E acreditamos que com a aceleração da execução da estratégia traçada em janeiro de 2019, com a aceleração da transformação digital, nós seremos capazes de, com a dedicação de nossos profissionais e com os nossos ativos de classe mundial, gerar muito valor no futuro.”

Castello Branco foi questionado sobre o planejamento da venda de refinarias e disse que, até o momento, não houve nenhuma desistência por parte dos potenciais compradores. “Eu vejo este projeto de forma otimista. Ele está de pé. Nenhum interessado veio a nós dizer que estava desistindo. E nós estamos confiantes que, pelo menos até o final do ano, alguns acordo de compra e venda sejam fechados, ficando a conclusão da transação para 2021. Nós continuamos trabalhando, nossa equipe de gestão de portfólio continua muito ocupada, não está de férias. Ainda este ano teremos boas notícias para dar”, adiantou.

Segundo Castello Branco, não houve qualquer mudança no plano estratégico da Petrobras. Ele fez questão de dizer que não haverá demissões em massa na companhia.

“Quero reafirmar que demissões em massa não existiram, não existem e não existirão. Não houve hibernação de campos terrestres, outra mentira que vem sendo divulgada. Continuamos a seguir a paridade de preços de importação, com respeito à precificação de combustíveis. Estamos de pé e graças ao empenho de nossas equipes estamos trabalhando ativamente para a resiliência da Petrobras e sua recuperação saudável após a essa crise”, concluiu.

Distribuição de dividendos

A diretora Financeira e de Relacionamento com Investidores, Andréa Marques de Almeida, disse que é uma possiblidade o investidor não contar com distribuição de dividendos relativos a 2020.

“Falando em dividendos, é difícil falar sobre os resultados de 2020 como um todo, dado que estamos no primeiro trimestre. Mas se o cenário continuar semelhante ao que a gente está vivendo agora, provavelmente a gente não vai ter dividendos, se tudo continuar como está atualmente. Porque de fato é difícil recuperar esse impacto que a gente teve agora, no primeiro trimestre. Se o cenário mudar, a gente vai avaliar”, disse Andrea.

O relatório completo com os resultados do primeiro trimestre de 2020 pode ser acessado na página da companhia na internet.

Por Vladimir Platonow – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana