TRÊS LAGOAS-MS
  Últimas
DIA DA ENFERMAGEM| Uma vida sofrida, mas de luta e estudo, IDALINA CÂNDIDO DA SILVA se torna uma excelente profissional
FCMS prorroga prazo para entrega de documentação do FIC
PRF apreende 42,3 Kg de cocaína em Água Clara (MS)
Confira os dias e horários dos dez primeiros jogos do Flu no Brasileiro
PRF recupera duas carretas em Ivinhema (MS)
ALEMS institui Frente Parlamentar em Apoio aos Consórcios Municipais
Copa Sul-Americana: Pela quarta rodada da fase de grupos, Ceará encara o Arsenal/ARG, na Arena Castelão
“O mais importante é que obtivemos o resultado”, diz Paulo Autuori
PROSSEGUIR: 32 municípios estão na bandeira vermelha e 44 na laranja
PMA de Batayporã solicita e veterinários do CRAS buscam filhote de anta ferido por grade de trator e tratado em clínica de Nova Andradina
Polícia Militar comemora formatura dos novos Soldados
Policiais Militares da 11ª CIPM/RU-Segredo prendem homem transportando 11kg de maconha, apreendem simulacro de pistola e prendem dois criminonos que efetuaram vários roubos na capital – em ação conjunta com o BPMCHOQUE
Polícia Militar cumpre mandado de busca e apreensão durante abordagem em Bataguassu.
Projeto prevê intérpretes de libras em delegacias e batalhões das polícias de MS
Secretário de Saúde anuncia a implantação de novos leitos para tratamento da Covid-19
Matéria prevê desconto em ingressos aos portadores de ceratocone
Kemp cobra aplicação de R$ 2 milhões em recursos parados para a assistência social
Lei de combate à pedofilia em Mato Grosso do Sul é lembrada no plenário virtual
Raphael Veiga iguala Rony na artilharia do time na temporada
Estreia do Atlético MG no Brasileirão será em 30 de maio
Policial Militar de folga salva bebê recém-nascido em Assentamento do Distrito de Vila Quebracho.
Publicado resultado preliminar do credenciamento de profissionais para cursos de capacitação da Fundesporte
Com ultrafreezer, SES amplia armazenamento de vacinas contra COVID-19
Novas etapas do processo seletivo de Técnicos de Suporte em Tecnologia são publicadas
Números de casos de Covid-19 voltam a subir em todo o Estado
Prosseguir: 42 municípios mudam de bandeira e podem ter novo toque de recolher a partir desta quinta-feira
Projeto institui ópticas como atividade essencial durante a pandemia
Carga de descaminho é apreendida pela PM em Vila Vargas
Pelo Campeonato Cearense, David marca e Ceará vence o Icasa
São Paulo encara o Rentistas pela Conmebol Libertadores
Next
Prev

Política

Com 2167 votos, Dr. Cassiano Maia é o segundo vereador mais bem votado na história de Três Lagoas

Publicado

Disputando sua primeira eleição, o médico Cassiano Maia (PSDB) obteve um dos mais expressivos resultados das eleições municipais de 2020.

Com 2167 votos, 4,1% dos votos válidos, se tornou o segundo vereador mais bem votado da história de Três Lagoas (MS).

O primeiro lugar é do atual prefeito Ângelo Guerreiro, que obteve 2611 votos em 2008 e foi reconduzido para o segundo mandato no último domingo (15).

Com uma carreira consolidada como médico ginecologista, Cassiano Maia participou ativamente da atual gestão. Foi secretário de finanças, saúde, meio ambiente, esportes e, por último, secretário geral.

Vítima de fake news e ataques anônimos, o vereador eleito preferiu conduzir sua campanha de forma limpa e propositiva.

“Estou muito feliz com o resultado, mas sei que minha responsabilidade é ainda maior”, comentou Cassiano Maia.

Comentários Facebook

Política

Empresária e influenciadora fala sobre inclusão e encorajamento de pessoas com deficiência

Publicado

Palestra aconteceu em live do programa Brasil Certo; ao lado da senadora Soraya Thronicke, Andrea Schwarz contou sua história para fortalecer lideranças e incentivar a inclusão de PcD no mercado de trabalho

Andrea Schwarz é especialista em inclusão no mercado de trabalho das pessoas com deficiência, há 20 anos. A oportunidade de negócio está ligada diretamente à sua história. Ao se tornar cadeirante em 1998, com apenas 22 anos, se viu morando em um país – o Brasil – considerado completamente inacessível. A empresária percebeu que a sua realidade também era a de milhares de pessoas, e que o trabalho tinha um forte impacto na vida delas. Andrea passou então a analisar como era feita a contratação das pessoas com deficiência (PcDs) e começou a estudar e se especializar na área. Hoje, junto com o marido, Jaques Haber,  é CEO da empresa “IIgual Inclusão e Diversidade”, uma consultoria especializada no tema.

A história de Andrea, repleta de determinação e inconformismo com uma realidade dura e desigual, inspirou a senadora Soraya Thronicke, presidente nacional do PSL Mulher, que fez o convite para que a empresária participasse do último bate-papo on-line do Brasil Certo, realizado na sexta-feira (07). “Diferente de muitos, Andrea não se abalou por uma situação adversa e conseguiu transformá-la em oportunidade e numa forma de ajudar outras pessoas com deficiência a estar no mercado de trabalho. Assim como eu, cada uma dentro da sua realidade, ela saiu da fila dos que reclamam e partiu para a fila daqueles que lutam para fazer a diferença no mundo à sua volta”, destacou a senadora.

O Brasil Certo é um programa idealizado pela senadora Soraya Thronicke para formar lideranças femininas que queiram construir soluções práticas em suas comunidades. O projeto, por meio de cursos e com exemplos de liderança, perseverança e força, quer inspirar mulheres a conduzir o Brasil à uma verdadeira transformação.Durante o evento online, Andrea contou sua história e disse como encarou todas as mudanças que a deficiência física exigiram em sua vida.  Ela tornou-se cadeirante já adulta, em função de uma malformação que tem na coluna espinhal, condição congênita e muito rara. A partir daí, o passo seguinte foi adequar-se à nova realidade. “Quando vi minha cadeira de rodas, enxerguei liberdade e a possibilidade de viver um jornada diferente! A minha cadeira é parte do que eu sou hoje”, afirmou.

No entanto, Andrea logo percebeu que a sociedade não estava preparada para acolhê-la e conviver com a sua nova condição. “Meu lugar sempre foi onde eu quis estar, mas de repente percebi que na sociedade não havia lugar para mim. Decidi então que eu iria lutar por um mundo mais inclusivo, e isso acabou virando meu propósito de vida”, acrescentou. “Mas isso só foi possível porque eu aceitei a minha condição. Eu disse sim para mim, mesmo a sociedade me dizendo não.”

Durante o bate-papo inspirador, acompanhado por mulheres do Brasil todo, Andrea falou sobre o relacionamento com os filhos, que já conheceram a mãe sobre uma cadeira de rodas. Ela contou, inclusive, sobre os dois partos cesárias que aconteceram praticamente sem anestesia, devido à sua condição. “Eu queria que a sociedade me visse com as lentes inclusivas dos meus filhos. Eles aprenderam desde muito cedo que ninguém faz nada sozinho; eu dependo deles e eles dependem de mim. Todo mundo tem suas limitações e seus potenciais”, explicou, emocionada.

Andrea também contou sobre o Linkedin Top Voice, que recebeu em 2019 devido à sua influência e relevância na rede acompanhada hoje por mais de 40 milhões de usuários. “O tamanho do nosso privilégio é o tamanho da nossa responsabilidade. Fiquei extremamente feliz e realizada, mas também entendi o tamanho da minha responsabilidade com esta causa.”

Respondendo a pergunta da senadora e também aquelas enviadas pelo público, Andrea Schwarz falou sobre o preconceito no mercado de trabalho, capacitismo e como tem sido a experiência de empreender em um mercado tão fechado para os portadores de deficiência. “Eu não enxergo a minha deficiência como a sociedade enxerga. Eu não sou só a minha deficiência; eu sou muito mais coisas do que ela! Eu poderia ter ficado no sofá, me lamentando e vendo a vida passar mas eu pensei: o que eu posso fazer para que seja diferente?”, afirmou a palestrante.

Ainda no debate online, a palestrante falou sobre vacinação contra a Covid-19 e sobre a necessidade de incluir todas as pessoas portadoras de algum tipo de deficiência na prioridade da vacinação – independente da renda. “Não é para que seja um privilégio, mas sim diante da necessidade, já que muitas destas pessoas têm comorbidades graves e que podem levar a um agravamento. É uma questão de saúde pública”, reivindicou.

Sobre este assunto, a senadora prontamente concordou com a pauta apresentada pela convidada e se comprometeu em batalhar pela inclusão deste grupo na prioridade na vacinação.

Já no encerramento do evento, Soraya Thronicke parabenizou Andrea pela relevância do seu trabalho e convidou a empresária e influenciadora para se juntar às mulheres na política, apresentando e defendendo pautas que sejam realmente de interesse da sociedade. “É por causa de mulheres como você que o Brasil dá certo! Gente que cria uma oportunidade em meio a uma adversidade e, além de tudo, ajuda ao próximo!”, finalizou.

Sobre o Brasil Certo

O Brasil Certo quer incentivar a cidadania responsável, em busca de soluções definitivas para os problemas verificados em cidades de todo o País. O projeto foi idealizado pela senadora e presidente nacional do PSL Mulher, Soraya Thronicke. Além de casos de mulheres inspiradoras, o projeto vai ofertar mais de 50 cursos on-line. A proposta é orientar as mulheres sobre como participar da política de forma responsável, defender seus direitos, fiscalizar recursos públicos, mobilizar a comunidade e se comunicar de forma eficaz nas redes sociais. Para saber mais, acesse: www.brasilcerto.com.br.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Bate-papo virtual discute desafios vividos por pessoas com deficiência no mercado de trabalho

Publicado

Palestra faz parte do programa Brasil Certo, liderado pela senadora Soraya Thronicke, e será conduzida por Andréa Schwarz, referência no assunto

Toda empresa com 100 funcionários ou mais é obrigada a ter de 2% a 5% dos seus cargos preenchidos por pessoas com deficiência (PCD). Pelo menos é o que prevê o artigo 93 da Lei nº 8.213/91, popularmente conhecida como a Lei das Cotas. Apesar disso, nem sempre as empresas cumprem essa determinação. Além da disputa acirrada no mercado de trabalho, as pessoas nessas condições sofrem com o preconceito e a ignorância. Qual a melhor forma de lidar com isso? No dia 7  de maio, a partir das 20h (horário de DF), uma palestra virtual traz este tema à tona com o objetivo de incentivar a contratação desse público e quebrar paradigmas sobre esse assunto.

O bate-papo virtual, que faz parte do programa Brasil Certo, idealizado pela senadora e presidente do PSL Mulher, Soraya Thronicke, será conduzido pela empresária Andrea Schwarz, considerada uma das referências quando o assunto é inserção de pessoas com deficiência. Cadeirante, Andrea leva uma vida normal e produtiva e sempre procura engajar outras pessoas nesta situação a seguirem seu exemplo de luta, sem rótulos.  “Andrea é uma daquelas que deixaram de reclamar e tomou as rédeas da sua vida. Esse é um dos exemplos que precisamos para fazer desse país um Brasil Certo”, afirma Thronicke.

O quadro de Andrea se deu em 1998, em função de uma malformação que tem na coluna espinhal, condição congênita e muito rara. À época, algumas adequações foram feitas em sua rotina e ela precisou reaprender a fazer muitas tarefas. A partir de sua experiência pessoal, decidiu criar uma empresa de consultoria voltada totalmente para a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, fundamentada na diversidade, empatia e oportunidade.

Por sua influência e estímulo à inspiração e mudança de comportamento, Andrea ganhou notoriedade no ambiente digital sendo a primeira mulher com deficiência a ser eleita LinkedIn Top Voice. Atualmente, promove diversas palestras motivacionais para incentivar as pessoas com deficiência a superarem seus limites e estimular a sociedade a ter um olhar mais atento para tais questões, conquistando o apoio de grandes empresas na contratação de PCDs.

Para a senadora Soraya Thronicke, debate o tema é importante para romper barreiras e ajudar esse público a lutar por seus direitos. “A trajetória de Andrea é inspiradora, e seu trabalho realizado em todo o Brasil ajudou milhares de pessoas a conquistarem seu espaço, reforçando os valores da empatia com o próximo e mostrando que essas pessoas são capazes de realizar grandes feitos e trabalhos de excelência”, elogia.

O programa Brasil Certo quer incentivar a cidadania responsável, em busca de soluções definitivas para os problemas verificados em cidades de todo o País. O projeto foi idealizado pela senadora e presidente do PSL Mulher, Soraya Thronicke. Além de casos de mulheres inspiradoras, o projeto vai levar mais de 50 cursos on-line. A proposta é orientar as mulheres sobre como participar da política de forma responsável, defender seus direitos, fiscalizar recursos públicos, mobilizar a comunidade e se comunicar de forma eficaz nas redes sociais. Para saber mais, acesse: www.brasilcerto.com.br.

Serviço:

Palestra: “Pessoa com deficiência: desafios para conquistar o mercado de trabalho”

Evento Digital – Brasil Certo

Palestrante: Andrea Schwarz

7  de maio, das 20h às 21h (Horário de Brasília)

Transmissão ao vivo no site www.brasilcerto.com.br

Realização: PSL Mulher Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana