Três Lagoas-MS

  Últimas
Aliança Global aposta em informação e experiências para atletas
Personalidades entrevista o arcebispo de Campo Grande
BOLETIM COVID-19 – Três Lagoas tem 07 novos casos positivos e 05 confirmados estão na UTI
Prefeitura aplica multa a 06 estabelecimentos que descumprem Decreto e notifica outros 1112 locais
Saúde divulga monitoramento semanal de casos de Dengue e bairros mais infestados recebem bloqueio químico
Castramóvel fica mais uma semana na USF Santa Rita e depois vai para a Escola Gentil Rodrigues Montalvão
BOLETIM COVID-19 – Três Lagoas tem 23 novos casos positivos nesta terça-feira (30)
Obrigatoriedade da máscara em locais públicos e recomendação de uso dentro veículos particulares passam a valer a partir de hoje (1º)
Cultura abre prazo de cadastro para classe artística e de eventos de Três Lagoas receber auxílio emergencial
Prefeitura entrega 1ª etapa de reforma do Centro de Especialidades Médicas – CEM
Agepan autua carros de aplicativo que realizam transporte intermunicipal Corumbá-Ladário
Suspensão das aulas da REME de Três Lagoas é prorrogada até o dia 31 de julho em razão da COVID-19
BOLETIM COVID-19 – Três Lagoas tem 05 novos casos positivos e chega a 81 ativos da doença nesta quarta-feira (1º)
Novo prédio do CAPS II é inaugurado pelo prefeito Angelo Guerreiro
Saúde confirma 6º óbito por COVID-19 em Três Lagoas
Federação Paulista de Futebol Americano realiza campeonato virtual
Saúde em Foco fala sobre balão intragástrico
Entrega de novo auditório da UEMS põe fim à espera de 26 anos em Aquidauana
50 anos: Corpo de Bombeiros Militar atinge marca histórica com desafios e luta contra a Covid-19 em MS
Polícia Militar cumpre Mandado de Prisão durante policiamento em Porto Murtinho
Para prevenir contágio, internas do presídio de Rio Brilhante passam por testagem de Covid-19
Casa de Leis oficializa calamidade pública em Pedro Gomes, Deodápolis e Ivinhema
Polícia Militar prende condutor embriagado em Anaurilândia.
Polícia Militar Ambiental de Coxim autua empresário em R$ 5 mil por construção de barracão para fábrica degradando área protegida de matas ciliares do rio Coxim
Vasco e Madureira lutam por classificação na Taça Rio
Anastácio vai universalizar saneamento em três anos
Povo terena da Terra Indígena Taunay-Ipegue conquista asfalto após 40 anos de luta
Julho abre repetindo baixo isolamento do mês anterior, e consequências podem se agravar
Polícia Militar prende em flagrante condutor embriagado durante policiamento em Bela Vista
Com Nenê, Fluminense busca manter liderança do Grupo B do Carioca
Next
Prev

Notícias da Região

Boletim de ocorrência confirma que ex-comandante da PM não agrediu a esposa

Publicado

Na última semana, a cidade de Três Lagoas comentou muito a respeito de uma suposta agressão em que o ex-comandante da Polícia Militar, tenente-coronel Ênio de Souza Soares, e pré candidato a Prefeitura da cidade, teria feito contra sua esposa, que também é cabo da PM.

Grande parte da imprensa da cidade chegou a pulicar várias matérias afirmando que o militar teria agredido a mulher e conforme o boletim de ocorrência de número 635/2020, registrado às 22h03min do último 06 de Março, desmente todos os meios de comunicação.

No documento fica claro que o tenente coronel não agrediu a esposa e sim, teria tido um atrito com o filho, devido o mesmo ter interferido em uma discussão de pai e mãe.

ENTENDA O CASO

Casados há 22 anos, o casal estava separado e recentemente tentaram por algumas vezes a reconciliação, sendo a última, no dia 8 de fevereiro,e não foi bem sucedida, durante o período carnavalesco.

No dia 2 de março, a esposa do tenente-coronel foi para Campo Grande-MS apresentar-se para o curso de sargento da PM, retornando a Três Lagoas no dia 6 e que ao chegar em sua residência às 18h30min no bairro Santos Dumont, o tenente-coronel não se encontrava, estando no local apenas os seus filhos.

Devido o cansaço, foi comer algo, tomar banho e descansar. Após isto, o oficial teria chegado e questionado se ela permaneceria na cidade durante o fim de semana. Após ela confirmar que sim, o autor passou a discutir a esposa e acabaram gritando um com o outro por motivos particulares do casal.

Em dado momento, o filho do casal, de 19 anos, interveio na discussão, por suspeitar que o pai sacaria de uma arma e passou a gritar com o acusado, momento em que este começou a dizer em voz alta:

“Se você é homem para defender sua mãe, tem que ser homem para se sustentar e a partir de hoje não pago mais sua faculdade e nem te dou comida”.

Na sequencia, o filho criticou o pai por haver “entrado pra política”, momento em que o pai o teria segurado pela camisa e desferido um soco contra o seu rosto, acertando-lhe a testa e o olho esquerdo, causando hematomas e ainda danificando os óculos que o filho usava no momento da agressão.

Diante de tal cena, a esposa, com a filha pequena nos braços, se colocou entre os dois para “evitar um mal maior”, tendo inclusive dificuldade de acalmá-los.

Diante da agressividade do marido, pegou os três filhos e se deslocou para o 2º BPM, onde fez contato com o Oficial de Dia que, de imediato, comunicou  o ocorrido ao escalão superior, sendo determinado para realizar todos os procedimentos inerentes ao fato como confecção de Boletim de Ocorrência e apresentação das vítimas na delegacia.

PRÉ CANDIDATO A PREFEITURA DE TRÊS LAGOAS

Em ato político na tarde do último sábado (07), a senadora Soraya Tronicke deu posse à nova diretoria do PSL de Três Lagoas e fez o pré-lançamento da candidatura a prefeito do tenente-coronel Ênio de Souza Soares.

Referente a suposta agressão em que o oficial é acusado, o atual presidente do PSL, Márcio Hirade afirmou que o desentendimento familiar recente vivenciado nada muda a decisão do PSL em apoiar à sua candidatura.

De acordo com a nota, “o tenente-coronel respeita as mulheres e, sobre o fato de agressão doméstica, ele lamenta pois, encontra-se sobrecarregado, uma vez que foi transferido para Campo Grande para assumir atividades profissionais, acumulando suas atividades policiais e, agora políticas”.

O partido também emitiu uma nota oficial falando sobre o caso.

LEIA NA ÍNTEGRA

PSL esclarece que fato familiar não muda o posicionamento do partido sobre pré-candidatura de coronel Ênio

O PSL (Partido Social Liberal) em Três Lagoas vem a público esclarecer que o fato familiar ocorrido na noite do dia 6 de março de 2020, nada muda o posicionamento do partido em relação à pré-candidatura do Tenente Coronel Ênio de Souza Soares a prefeito de Três Lagoas.

Muito pelo contrário, o partido reafirma a convicção no acerto da escolha, levando em consideração que pré-candidato está submetido à condição de muito stress físico e emocional, devido à transferência repentina para Campo Grande, além de enfrentar grande carga de trabalho para atingir suas metas e a responsabilidade de cuidar dos filhos, devido ausência semanal da esposa, manteve o equilíbrio e respeito à mulher, e não a agrediu como mencionou alguns veículos de comunicação.

O que entristece nosso partido é a forma que parte da imprensa trêslagoense – que até pouco tempo era parceira do ex-comandante do 2° Batalhão de Polícia Militar de Três Lagoas – tenta denegrir a honra do homem íntegro, pai de família, profissional e competente, invertendo a sua condição de vítima a agressor, sugerindo inclusive uma agressão à esposa, com o objetivo de colher frutos políticos.

Reiteramos que continuamos juntos, firmes e fortes com o tenente coronel Ênio. Precisamos de homens como ele, que respeita as mulheres e educa seus filhos.

Nossa caminhada mal começou, mas já sabemos como será o jogo.

Marcio Hirade, presidente do PSL, em Três Lagoas.

Fonte: Marco Campos/Rádio Caçula

Comentários Facebook

Nota de Falecimento

Falece a pioneira Tikae Inoue, mãe da prefeita de Andradina Tamiko Inoue

Publicado

A senhora Tikae Inoue, mãe da prefeita de Andradina Tamiko Inoue, faleceu nesta sexta-feira (26) aos 93 anos.

Tikae saiu de uma comunidade rural em Birigui (SP), chegando em Andradina com Tamiko ainda criança e se fixou no Bairro de Planalto, em 1950, ao lado do marido Shinji Inoue, depois tiveram mais cinco filhos.

Na propriedade da família Inoue, a família conviveu unida a outros parentes que buscavam escrever o seu futuro e apostava no trabalho conjunto com o plantio de culturas como o arroz, algodão, milho, amendoim, feijão e administravam uma pequena empresa de beneficiamento e polimento de arroz com produção de farelo para ração animal.

Na década de 60 passaram para o ramo de avicultura e chegaram a produzir 100 mil ovos por dia.

Por HojeMais

Comentários Facebook
Continue lendo

Notícias da Região

Capital paulista reabrirá bares e restaurantes a partir de 6 de julho

Publicado

A capital paulista entrou na fase amarela do Plano São Paulo e vai poder, a partir da próxima semana, reabrir bares, restaurantes e salões de beleza. Apesar disso, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse que houve uma recomendação do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo para que a capital espere por mais uma semana – e confirmando a manutenção na fase amarela na próxima sexta-feira (3), poderá então reabrir bares, restaurantes e salões de beleza a partir do dia 6 de julho.

“Apesar do município avançar agora para a fase 3 [amarela, do Plano São Paulo], a pandemia continua a existir. Continuamos a solicitar que a população use máscara, evite deslocamento desnecessário e evite aglomeração”, disse o prefeito Bruno Covas. “Por recomendação do Centro de Contingência, vamos esperar uma semana. Portanto, [vamos esperar] a classificação que teremos na sexta-feira da semana que vem [3 de julho] para que o município possa abrir aquilo que a fase amarela permite”, falou Covas.

Segundo Covas, a prefeitura vai aproveitar a próxima semana para conversar e dialogar com os setores que estarão autorizados a funcionar na fase amarela. “Durante a semana que entra, vamos conversar e dialogar com os setores que podem voltar a funcionar na fase 3. Vamos assinar os protocolos [para a reabertura] para que eles possam, portanto, aguardar o resultado da sexta-feira da semana que vem. E se o resultado da sexta-feira que vem confirmar o município na fase 3, amarela, eles vão poder reabrir a partir do dia 6 de julho”, explicou o prefeito.

Hoje (26), o governo de São Paulo apresentou uma nova atualização do Plano São Paulo, plano de retomada da atividade econômica do estado de São Paulo – e que começou a ser feito a partir do dia 1º de junho. O Plano São Paulo é dividido em cinco fases que vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (vermelho) a etapas identificadas como controle (laranja), flexibilização (amarelo), abertura parcial (verde) e normal controlado (azul). O Plano São Paulo também é regionalizado, ou seja, o estado foi dividido em 17 regiões e cada uma delas é classificada em uma fase.

plano são paulo em 26/06
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

Com a nova atualização do Plano São Paulo, grande parte do estado foi classificada na fase 1- vermelha. Com isso, as regiões de Araçatuba, Bauru, Franca, Marília, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto e Sorocaba terão que se manter em quarentena e só poderão reabrir atividades consideradas essenciais como de logística, abastecimento, saúde e segurança. Isso ocorreu, sobretudo, pelo aumento no número de casos, enquanto na região de Piracicaba, houve também aumento expressivo de óbitos. “Temos um crescimento muito importante da epidemia [no interior] que se traduz tanto no número de casos quanto no de internações e de óbitos. Por isso está sendo feito um trabalho muito grande de controle da epidemia e melhoria da capacidade hospitalar”, disse Patricia Ellen, secretária estadual de Desenvolvimento Econômico.

Já a capital paulista e duas regiões metropolitanas – a sudeste e a sudoeste, entraram na fase amarela. A região sudeste da Grande São Paulo engloba os municípios de Diadema, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do e a do sudoeste engloba as cidades de Cotia, Embu, Embu Guaçu, Itapecerica da Serra, Juquitiba, São Lourenço da Serra, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista. “Vemos que na capital e na região metropolitana houve melhora significativa da epidemia. Notamos isso na ocupação de leitos, na queda de internações e menor variação de casos. Na capital, inclusive, teve redução do número de óbitos em relação à semana anterior”, falou Patricia Ellen.

Na fase amarela, bares, restaurantes e salões de beleza e barbearias poderão reabrir, mas com limitação de 40% do público e horário reduzido de funcionamento, podendo funcionar por apenas seis horas. Já os shoppings centers e comércio de rua, que poderiam abrir já na fase laranja, poderão agora ampliar o horário de funcionamento de quatro para seis horas por dia, além de poder ampliar também sua capacidade, de 20% a 40%.

As demais regiões do estado estão na fase laranja. Estão nessa fase as regiões de Araraquara, Baixada Santista, Barretos, Campinas, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Taubaté e três regiões metropolitanas: Grande São Paulo Norte (Franco da Rocha), Grande São Paulo Leste (Alto Tietê) e Grande São Paulo Oeste (Osasco). A fase laranja prevê reabertura de 20% da capacidade de escritórios em geral, imobiliárias, comércio de rua, shoppings e concessionárias por quatro horas diárias.

Apesar da flexibilização, o governador de São Paulo, João Doria, anunciou hoje (26) a prorrogação da quarentena em todo o estado de São Paulo até o dia 14 de julho. É a sexta vez que a quarentena é prorrogada no estado.

Média estadual

Com a compra de respiradores e criação de novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) em todo o estado, a capacidade hospitalar para atendimento a pacientes graves da covid-19 [a doença provocada pelo novo coronavírus] é satisfatória em praticamente todas as regiões do estado. Porém, o aumento no número de casos na maior parte do interior provocou a restrição total em praticamente metade do território estadual.

Na média estadual medida a cada sete dias e fechada na última quarta (24), houve redução na taxa de ocupação de leitos de terapia intensiva para tratamento da covid-19 de 66,5% para 65,5% na comparação com a semana anterior, além de aumento na média de vagas por 100 mil habitantes de 19,1 para 19,7. Já a taxa de internações caiu 2% na mesma comparação.

No entanto, a média estadual de casos de infectados por coronavírus subiu 35% na mesma comparação. Houve aumento também na taxa semanal de mortes por covid-19, que subiu 11% em relação à reclassificação da semana passada. Na comparação mensal, o número de infectados passou de 81 mil novas infecções em maio para 138.889 em junho e os novos óbitos passaram de 5.240 em maio para 6.144 em junho. Isso se deve, sobretudo, ao interior do estado, onde está ocorrendo uma aceleração da pandemia.

Por Agência Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana