Três Lagoas-MS

  Últimas
Sejusp e Senad realizam leilão para vender 30 lotes de sucatas e veículos apreendidos com drogas
Polícia Militar Ambiental de Jardim fiscaliza o rio da Prata e Formoso onde a pesca é proibida e apreende petrechos ilegais
Polícia Militar Ambiental de Aquidauana flagra e autua infrator por incêndio em resíduos domésticos em terreno baldio
Pesquisadores encontram espécies raras de falsa-coral nas florestas da Suzano em Mato Grosso do Sul
Cemitérios do Distrito de Garcias recebe manutenção e limpeza
Investimentos do Governo do Estado geram emprego e renda em Juti
É FALSO que não é mais obrigatório o uso de máscara de proteção facial em Três Lagoas
Em Três Lagoas|PRF palestra sobre fiscalizações de trânsito
Polícia Militar presta homenagem a policial transferido para reserva remunerada
Sem dor, Federer planeja disputar Aberto da Austrália em janeiro
Polícia Militar Ambiental autua gerente de fazenda em R$ 5 mil por construção de ponte em estrada degradando áreas protegidas de córrego
Policiais Militares dos Pelotões Nova Lima, Força Tática da 11ª CIPM e 9º BPM prendem foragido envolvido em morte de PM no Mato Grosso
Judô brasileiro volta a competir sexta-feira em Grand Slam, na Hungria
Em Naviraí, Polícia Militar recupera cofre furtado
Em Naviraí, Polícia Militar prende dois homens e apreende um adolescente por perturbação de sossego e posse de drogas
Em Naviraí, Polícia Militar prende homem por violência doméstica e posse irregular de arma de fogo
Covid-19: MS registra nova queda na taxa de contágio e na média móvel de casos confirmados
Ações para promover a Avicultura em MS é tema de projeto de lei
Polícia Militar prende foragido por envolvimento em morte de PM no Mato Grosso
Polícia Militar Ambiental de Rio Negro autua três em R$ 2,7 mil por pesca ilegal e apreende pescado, tarrafa e outros petrechos de pesca
PSG não teve intensidade em derrota para o United, diz Tuchel
Escolagov divulga resultado final do XV Prêmio de Inovação na Gestão Pública
Com nova sede em Três Lagoas, MSGás aposta em novos negócios
MS registra óbito de adolescente de apenas 15 anos em Campo Grande por coronavírus
Projetos de Kemp beneficiam servidores e envolvidos com o setor da Cultura em MS
Polícia Militar Ambiental de Bataguassu autua homem detido pela Polícia Civil por maus-tratos a dois cachorros, por falta de alimento, água e com ferimento
Ordem do Dia: Deputados aprovaram três projetos na sessão desta quarta-feira
Procon Estadual alerta sobre golpe com cartões habilitados para realizar operações por aproximação
Publicados no Diário Oficial mais cinco editais da Lei Aldir Blanc totalizando R$ 653 mil
PRF apreende pneus de origem estrangeira em Coxim (MS)
Next
Prev

Tecnologia

Dia das Crianças: especialista dá dicas para compra segura na internet

Publicado

Considerada uma das datas de maior movimento para o comércio, o Dia das Crianças, celebrado no país em 12 de outubro, aumenta a procura por compras na internet, como brinquedos e outros produtos voltados ao público infantil. Nesse período, os pais devem redobrar a atenção no uso da internet para compras online. Muitas vezes, atraídos por ofertas que parecem imperdíveis, os usuários da rede acabam caindo numa prática chamada phishing, que representa 90% dos golpes na internet, em que os dados pessoais e financeiros das pessoas são roubados, principalmente a partir falsos e e-mails e páginas da internet que simulam sites de compras.

Um relatório da APWG – consórcio internacional que reúne empresas afetadas por ataques de phishing  – mostra que de janeiro a junho deste ano, um total de 312.766 sites falsos na internet (phishing webs) foram detectados. No Brasil, no segundo trimestre do ano, entre abril e junho, mais de 9,5 mil ataques de phishing foram reportados. Um outro balanço, elaborado pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), mostrou que entre março e junho, houve um aumento de 70% na tentativa de golpes envolvendo instituições financeiras.

Aparência das páginas

Para não entrar nas estatísticas de internautas que foram vítimas de golpes, o  gerente de Segurança da Certisign, Oscar Zuccarelli, ressalta a importância de se observar atentamente a aparência do site antes de inserir qualquer informação.

“Em muitos casos, os criminosos virtuais criam páginas idênticas aos e-commerces ‘originais’. Por isso, é muito importante que o consumidor preste atenção aos pequenos detalhes da página, como erros ortográficos, a identidade visual do site e a própria URL. Uma letra trocada ou uma fonte ligeiramente diferente podem ser indícios de fraude”, explica.

Dispositivos de segurança

Outro ponto fundamental a ser observado pelo consumidor na internet, que quase nunca fica atento, diz respeito aos dispositivos de segurança dos próprios sites. Um deles é verificar a presença do Certificado Digital SSL (Secure Socket Layer), que faz a criptografia (comunicação segura) das informações trafegadas no site. O indicativo desse certificado dos indícios é a letra “S” depois da sigla HTTP na barra de endereços, além de um cadeado fechado no canto esquerdo do navegador.

“Primeiro, é preciso olhar para a barra do navegador e ver se aquele link é de fato daquela empresa que você está procurando.  Depois, olhar se tem o cadeado com o certificado digital. Se você está acessando um site onde você não tem um cadeado, que é o S do HTTP, ele tá dizendo que a comunicação entre o seu dispositivo e aquela empresa não está criptografado. E trafegar por um site sem que seus dados estejam criptografados é um risco grande, você compromete a sua segurança na rede”, afirma o executivo.

Além de observar a certificação digital, o cliente pode clicar no cadeado na barra de endereços de seu navegador web e verificar qual é o domínio protegido. “É comum que os fraudadores coloquem um Certificado SSL na página, mas referente outro domínio, que não é o da mesma empresa, por isso é importante checar, porque nem sempre só conferir a presença do cadeado ou do selo de segurança é o suficiente”, aponta.

Ofertas por e-mail e redes sociais

Além dos sites de e-commerce (venda online), os ataques via e-mail e, mais recentemente, por meio das redes socais, também são comuns. O consumidor deve desconfiar de ofertas muito atraentes, que chegam por e-mail ou até mesmo por aplicativos como o WhatsApp. “Antes de clicar nos links inseridos no e-mail, verifique na própria loja virtual de onde teria partido essa oferta e, consequentemente, se a promoção é verdadeira”, afirma Zuccarelli. Sempre que o consumidor receber uma mensagem suspeita, o ideal é apaga-la da caixa de email sem nem abrir. No caso das redes sociais, a tentativa pode ser atrair a atenção do consumidor com ofertas que parecem muito personalizadas.

“A gente tá recebendo diariamente contatos de pessoas que não conheço, via WhatsApp, colocando uma situação para que a pessoa se interesse clicar num determinado naquele link. A ideia é fazer um contato e as pessoas acabem clicando. Quando a gente está falando em rede social, o fraudador está cada vez mais observando o seu comportamento, olhando o que você curte, os seus interesses, para fazer um ataque direcionado”, aponta o especialista.

Por Agência Brasil

Comentários Facebook

Tecnologia

IFMS abre Semana de Ciência e Tecnologia 2020 na segunda-feira (19)

Publicado

Palestra de abertura é sobre o uso da inteligência artificial no combate à violência contra mulheres e meninas. Evento será realizado de forma virtual até 23 de outubro

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) abre na segunda-feira, 19, a edição 2020 da Semana de Ciência e Tecnologia (SCT). Pela primeira vez, o evento será realizado em formato virtual.

A abertura poderá ser acompanhada no Youtube do IFMS, a partir das 9 horas, com a participação da reitora, Elaine Cassiano, e do pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, Danilo de Sá Teles.

Em seguida, os participantes poderão acompanhar a palestra “Glória: Inteligência Artificial para o fim da violência contra mulheres e meninas”, que será ministrada pela professora Cristina Castro Lucas, da Universidade de Brasília (UnB).

Com o tema “Inteligência Artificial: a nova fronteira da ciência brasileira”, a SCT 2020 será realizada até 23 de outubro.

As atividades são realizadas conjuntamente entre os dez campi do IFMS – Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas -, com o auxílio da Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Propi).

Programação – Os interessados podem conferir a programação e se inscrever para as atividades na página da SCT 2020.

São oferecidas mais de 30 atividades virtuais – entre cursos e palestras -, além das Feiras de Ciência e Tecnologia, do Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica (Semict) e do Hackathon IFMS 2020.

Os cursos e palestras estão disponíveis em nove salas virtuais divididas por área de conhecimento:

  • Sala 1 -Pesquisa;
  • Sala 2 – Agárias;
  • Sala 3 – Ciências Biológicas;
  • Sala 4 – Engenharia;
  • Sala 5 – Ciências Exatas e da Terra;
  • Sala 6 – Ciências Humanas;
  • Sala 7 – Ciências da Saúde;
  • Sala 8 – Ciências Sociais e Aplicadas; e
  • Sala 9 – Linguística, Letras e Artes

Para se inscrever nas atividades disponíveis nas salas virtuais, o interessado deve, inicialmente, fazer o cadastro no sistema.

Depois de colocar o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) no campo login, é preciso criar a senha de acesso, fornecer dados pessoais e informar se é ou não estudante do IFMS. Será enviado um e-mail para que a pessoa confirme o cadastro.

No dia da atividade, o link de acesso à sala estará disponível na página da SCT 2020, tanto na programação quanto na Área do Participante, e será enviado por e-mail ao inscrito.

Como forma de alerta, o inscrito tem a opção de adicionar o compromisso na agenda do Google. Caso desista de participar da atividade, é possível fazer o cancelamento da participação até a data prevista.

Os interessados também podem conferir a programação das salas virtuais de acordo com o campus que organiza a atividade.

Feiras de Ciência e Tecnologia – Serão realizadas na segunda e terça-feira, 19 e 20, pela primeira vez de forma virtual.

As feiras reúnem mais de 500 trabalhos de pesquisa desenvolvidos por estudantes dos níveis fundamental (6º ao 9º ano), médio e técnico integrado de nível médio, de escolas públicas e privadas, e são organizadas pelos dez campi do IFMS:

  • Feira de Ciência e Tecnologia de Aquidauana (Feciaq)
  • Feira de Ciência e Tecnologia de Campo Grande (Fecintec)
  • Feira de Ciência e Tecnologia do Pantanal em Corumbá (Fecipan)
  • Feira de Ciência e Tecnologia de Coxim (Fecitecx)
  • Feira de Ciência e Tecnologia da Grande Dourados (Fecigran)
  • Feira de Ciência e Tecnologia da Região Sudoeste em Jardim (Fecioeste)
  • Feira de Ciência e Tecnologia de Naviraí (Fecinavi)
  • Feira de Ciência e Tecnologia de Nova Andradina (Fecinova)
  • Feira de Ciência e Tecnologia da Fronteira de Ponta Porã (Fecifron)
  • Feira de Ciência e Tecnologia de Três Lagoas (Fecitel)

As informações completas sobre o evento estão disponíveis na página das Feiras.

Semict – O Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica 2020 será realizado na página do evento.

Este ano, o Semict reúne 100 trabalhos de estudantes do ensino superior selecionados por meio do edital nº 028/2019, do ciclo 2019-2020 da Iniciação Científica e Tecnológica no IFMS.

O seminário representa um espaço para socialização de atividades de pesquisa desenvolvidas por estudantes de nível superior participantes dos seguintes Programas de Iniciação Científica e Tecnológica do IFMS:

  • Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic);
  • Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas (Pibic-Af); e
  • Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibiti -CNPq/IFMS).

Hackathon IFMS 2020 – A maratona de trabalho em equipe que busca estimular o uso da inteligência artificial para a solução de problemas será realizada a partir desta quinta-feira, 16, e segue até domingo, 18.

Estão inscritas 18 equipes com cinco estudantes cada. Os participantes estão matriculados em cursos de nível médio e superior dos campi Aquidauana, Corumbá, Coxim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas.

O Campus Campo Grande também realizará um hackathon, dentro da programação da Semana de Ciência e Tecnologia. O evento, que tem como tema “Soluções inteligentes para o mundo”, será realizado na segunda-feira, 19, em formato de imersão online, das 14 às 22 horas.

Foram abertas até 50 vagas para estudantes de nível médio e superior.

SCT – Promovida anualmente pelos dez campi campi, a Semana de Ciência e Tecnologia do IFMS é um conjunto de atividades para divulgação das ações de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas na instituição.

Entre os objetivos da Semana estão disseminar e estimular a criatividade e a cultura do empreendedorismo inovador, despertar o interesse da comunidade interna e externa para ações desenvolvidas no Instituto e fomentar ações de extensão que proporcionem a interação entre a instituição e a sociedade.

O evento é realizado em consonância com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação (MCTIC), e que ocorre em todo o país.

Assessoria de Comunicação Social do IFMS

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Quase 25 milhões de chaves do Pix são cadastradas em cinco dias

Publicado

Nos cinco primeiros dias de cadastramento, 24.821.312 chaves foram registradas no Pix, o novo sistema de pagamentos instantâneos operados pelo Banco Central (BC) que começará a funcionar em 16 de novembro. O volume foi registrado das 9h de segunda-feira (5) até as 18h de hoje (9).

As chaves do Pix são uma combinação para que o cliente – pessoa física ou jurídica – possa pagar e receber dinheiro em até dez segundos. A chave é composta por uma das três informações, número de celular, e-mail ou CPF/CNPJ, que o correntista deverá digitar para fazer as transações.

Caso o cliente não queira cadastrar o celular, o e-mail, o CPF ou o CNPJ, pode pedir ao banco um EVP (sequência de 32 dígitos) como chave do Pix. Essa chave serve como apelido para identificar as contas do novo sistema de pagamentos.

Golpes

Nesta primeira semana, criminosos aproveitaram para criarem sites falsos de cadastramento das chaves do Pix. Os links são enviados por SMS, redes sociais ou e-mail. Onde será solicitado o download de aplicações maliciosas que dão acesso remoto ao aparelho das vitimas para captura de dados. Ao clicar em uma dessas páginas, o usuário desavisado preenche um cadastro falso e insere dados pessoais ou baixa um aplicativo malicioso que dá acesso remoto de criminosos ao aparelho e rouba informações pessoais.

O Banco Central orienta os clientes a cadastrarem as chaves Pix apenas nos canais oficiais das instituições financeiras. O registro é feito somente nos aplicativos ou nos sites das próprias instituições dos bancos, das fintechs (startups do sistema financeiro), das cooperativas de crédito e das financeiras.

Custos

Para as pessoas físicas e para os microempreendedores, as transações serão gratuitas, exceto nos casos de recebimento de dinheiro pela venda de bens e de serviços. As pessoas jurídicas arcarão com custos. As tarifas dependerão de cada instituição financeira, mas o BC estima que será R$ 0,01 a cada dez transações.

O Pix servirá não apenas para transferências instantâneas de dinheiro como poderá ser usado para o pagamento de boletos, de contas de luz, de impostos e para compras no comércio. Com a ferramenta, será possível o cliente sacar dinheiro no comércio, ao transferir o valor desejado para o Pix de um estabelecimento e retirar as cédulas no caixa.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana