Educação

Aulas presenciais em São Paulo devem ser reiniciadas em julho

Publicado

O secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, disse hoje (24), em São Paulo, que as aulas nas escolas estaduais paulistas devem ser retomadas presencialmente a partir de julho –  e de forma gradual e escalonada A ideia consta do Plano SP, de reinício das atividades no estado. Elas serão detalhadas no dia 8 de maio.

As aulas na rede estadual paulista estão suspensas desde 23 de março como medida de controle à propagação do coronavírus.

Segundo o secretário, o cronograma de aulas das redes estadual e municipal será regionalizado e só vai entrar em vigor após autorização do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, que prevê a atuação do estado com base nos dados disponíveis sobre o total de casos e de óbitos e sua disseminação.

Por isso, a data de retorno das aulas deve variar dependendo da região do estado onde esteja o aluno – dependendo também da situação da pandemia no local onde ele vive.

A ideia também é que as aulas sejam retomadas com redução do número de alunos por turma. “Estamos trabalhando a volta em forma de rodízio (no ensino fundamental, médio e superior)”, disse o secretário.

“Não retornaremos com todos os estudantes no mesmo dia. Uma parte irá em um dia; outra parte, em outro”, acrescentou.

Creches podem ter retorno antecipado

Para alunos de creches e unidades de educação infantil, o retorno pode ser antecipado. As atividades na educação infantil só serão retomadas uma vez que as regiões estejam autorizadas pela Secretaria Estadual da Saúde.

“A educação infantil, que tem atendimento de creche, será priorizada pensando especialmente nas mães que trabalham fora e nas demais configurações de famílias que necessitam de cuidados integrais para os filhos, para que retornem ao trabalho”, explicou o secretário.

Segundo ele, a ideia é que, na primeira semana de retomada, os alunos sejam avaliados sobre os prejuízos de aprendizagem durante a quarentena e suspensão das aulas. As primeiras semanas serão utilizadas também para que os professores planejem estratégias de reforço e recuperação.

São Paulo antecipou o período de férias e o recesso escolar. As aulas a distância que contarão como dias letivos recomeçam no dia 27 de abril, por meio do Centro de Mídias da Educação de São Paulo (CMSP).

A plataforma vai permitir que estudantes da rede estadual tenham acesso a aulas ao vivo, videoaulas e outros conteúdos pedagógicos durante o período de quarentena. Ele conta com dois aplicativos, disponíveis em sistemas Android e IOS, e voltados para o ensino fundamental e a educação infantil. As aulas também tem transmissão da TV Cultura, por meio do canal digital 2.2 – TV Univesp e do canal 2.3 – TV Educação.

Comentários Facebook

Educação

IFMS abre seleção para bolsistas em cursos a distância

Publicado

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) está com processo seletivo simplificado aberto para bolsistas, que atuarão em cursos de qualificação profissional a distância da instituição vinculados ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec)/Rede e-Tec/Bolsa Formação.

A seleção visa a formação de cadastro de reserva para os encargos de coordenador, professor mediador a distância e equipe interdisciplinar. Os bolsistas atuarão nos cursos de Operador de Computador e Vendedor. O preenchimento das vagas está condicionado à abertura de turmas.

Os requisitos para concorrer às vagas de bolsistas, carga horária e a remuneração podem ser conferidos na tabela ao final deste texto e no edital de abertura do processo seletivo, publicado na Central de Seleção.

Inscrições – Podem ser feitas até sexta-feira, 15, na Página do Candidato.

No ato da inscrição, é necessário preencher o questionário destinado à pontuação no processo seletivo, sendo que todas as informações prestadas precisam ser comprovadas posteriormente.

O candidato deve enviar digitalmente – em arquivo único nos formatos PDF, Word ou Zip – os seguintes documentos:

  •  cópias de RG e comprovante de inscrição no cadastro de pessoa física CPF;
  • cópia do comprovante de endereço (dos últimos dois meses);
  • cópia dos documentos comprobatórios da formação exigida;
  • cópia do comprovante de cumprimento das obrigações eleitorais e militares (a última, apenas para candidatos do sexo masculino);
  • documentos que comprovem os itens declarados na tabela de pontuação;
  • declaração de disponibilidade (anexo II, somente para servidores públicos);
  • declaração de não recebimento de bolsa (anexo III).

O interessado poderá se inscrever para um ou mais encargos diferentes. Caso seja selecionado, terá seu nome excluído das listas classificatórias dos outros para os quais se inscreveu.

Seleção – Será realizada pelo Centro de Referência em Tecnologias Educacionais e Educação a Distância (Cread) do IFMS, a partir das informações prestadas e da documentação enviada no ato da inscrição.

A tabela de pontuação referente à experiência profissional e à titulação, usada para definir a classificação no processo seletivo, está disponível no edital de abertura.

A previsão é de que o resultado preliminar seja divulgado no dia 20 de maio.

Programa – O Pronatec/Rede e-Tec Brasil/Bolsa Formação tem como objetivo expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos técnicos e profissionais de nível médio, e de cursos de Formação Inicial e Continuada  (FIC) para trabalhadores. A ação intensifica a expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica pelo país.

O desenvolvimento das atividades para os bolsistas ocorrerá preferencialmente de maneira virtual. Caso haja necessidade de atividade presencial, a convocação deverá ser feita com 12 horas de antecedência.

Dúvidas sobre o processo seletivo podem ser encaminhadas para o e-mail [email protected].

Vagas para bolsistas

Encargo Requisito Carga horária Remuneração
Coordenador de curso Pedagogia ou outras Licenciaturas De 10 a 15 horas semanais, de 16 a 18 semanas (a depender da quantidade de estudantes) R$ 40,00 por hora
Professor mediador a distância Graduação em Ciência da Computação ou em Análise de Sistemas ou em Engenharia da Computação ou em Engenharia de Redes; ou Tecnólogo Sistemas para Internet ou Gestão da Tecnologia da Informação ou em Análise e Desenvolvimento de Sistemas ou em Segurança da Informação ou em Redes de Computadores ou área equivalente para o curso de Operador de Computador De 15 a 20 horas semanais, de 16 a 18 semanas (a depender da quantidade de estudantes) R$ 18,00 por hora
Graduação ou Tecnólogo em Administração ou Recursos Humanos ou Gestão ou área equivalente para o curso de Vendedor
Equipe multidisciplinar Graduação em qualquer área 20 horas semanais R$ 25,00 por hora

Comentários Facebook
Continue lendo

Educação

IFMS disponibiliza dois novos cursos livres a distância

Publicado

Os cursos “Comunicação eficaz para vendas” e “Videoaula – da concepção à postagem” são abertos a todos os interessados.

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) disponibilizou na segunda-feira, 13, dois novos cursos livres oferecidos a distância. Nesse tipo de curso, o ritmo de estudo é definido pelo próprio aluno.

Estão disponíveis os cursos “Comunicação eficaz para vendas”, com carga horária de 30 horas, e “Videoaula – da concepção à postagem”, com 60 horas aula.

O acesso às aulas pode ser feito por meio de qualquer dispositivo conectado à internet, inclusive plataformas mobile , como tablets e aparelhos celulares.

Caso o aluno alcance as notas exigidas, recebe o certificado de conclusão do curso.

Inscrições – São gratuitas e devem ser feitas na página de cursos livres do IFMS.

Inicialmente, o interessado deve criar uma conta e preencher os dados cadastrais. Ao confirmar o cadastro, o usuário receberá um e-mail para validação da conta, que vai redirecioná-lo para a página inicial do Moodle, onde estará disponível o acesso ao curso. Em seguida, é só clicar no botão ‘inscreva-me’ que, automaticamente, estará matriculado.

Cursos – O curso “Comunicação eficaz para vendas” desenvolve as habilidades comunicativas do participante, para que possa melhorar o desempenho linguístico e, consequentemente, capacitá-lo para a área de vendas.

Já o curso “Videoaula – da concepção à postagem” possui a característica de um passo a passo para criação de vídeo-aulas, utilizando ferramentas práticas e teóricas da linguagem audiovisual.

Moodle para Educadores – Está disponível desde o ano passado, sendo o primeiro curso livre ofertado pelo IFMS.

Com carga horária de 30 horas, o curso capacita para elaboração de cursos na plataforma utilizado pelo IFMS para oferta da educação a distância.

Moodle é um software livre usado para criação de cursos online e como ferramenta de apoio ao ensino e aprendizagem.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana