Três Lagoas-MS

  Últimas
Medalhistas paralímpicos são eternizados em Cidade das Artes Marciais
Tênis de mesa: seleção feminina viaja para a Europa no dia 21
Webinar sobre Mediação e Arbitragem já está disponível no canal de vídeos da PGE
Comprados para aquecer famílias carentes, cobertores já estão chegando nos municípios
UEMS lança Guia para produção de Podcasts
Projeto Amigos do Parque permanece suspenso neste fim de semana
Saúde já realizou 98 transplantes de órgãos este ano em MS
Chuva ameniza clima quente e seco em algumas regiões do Estado neste sábado
Série B: América-MG e Operário-PR empatam em 1 a 1
Atletismo: Joshua Cheptegei estabelece novo recorde nos 5 mil metros
Em Água Clara| Jovem perde a vida em acidente com animal na BR 262
Liga dos Campeões: Bayern massacra Barcelona por 8 a 2 e está na semi
Polícia Militar cumpre mandado de prisão em Rio Verde
Cessões de uso firmados pela SAD proporcionam economicidade ao Governo do Estado
Em Nova Alvorada do Sul-MS|PRF apreende 4,6 Kg de cocaína (MS)
Segurança do Estado é reforçada com itens recebidos do legado da Senasp
Polícia Militar Ambiental de Batayporã autua paranaense em R$ 55 mil por desmatamento ilegal de vegetação do bioma protegido de Mata Atlântica para plantio de lavoura
Grêmio oficializa venda de Everton ao Benfica
Operação de combate às queimadas no Pantanal faz o número de focos de incêndio cair de 301 para 50
Em Três Lagoas| Distribuição de senhas para atendimento na Caixa passa a ser no “Poliesportivo da Lagoa Maior” 
Polícia Militar realiza troca de comando da Companhia de Cassilândia
Município de Brasilândia informa trabalho realizado no enfrentamento do Coronavírus desde a Pandemia
Suzano registra geração de caixa operacional de R$ 3,4 bilhões, maior resultado trimestral desde a fusão
Polícia Militar Ambiental de Rio Negro autua dono de chácara em R$ 3 mil por derrubada de árvores para exploração de madeira
Liga e Comitê de Clubes fecham acordo de suporte logístico para NBB
Marcos Braz confirma saída do lateral Rafinha do Flamengo
PRF apreende 1,5 tonelada de maconha após dois flagrantes no MS
Para segurança de pedestres, Prefeitura constrói calçada na Vila Zucão
Polícia Militar prende homem por dano após romper tornozeleira eletrônica em Bataguassu.
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande recolhe filhote de anta com ferimentos possivelmente por ataque de cachorros de caça
Next
Prev

Esportes

Durante pandemia, carateca Enzo Bassi vem recebendo capacitação online da comissão técnica da CBK

Publicado

Em março deste ano o carateca de Santa Fé do Sul, Enzo Gabriel Bassi, conquistou sua vaga para a Seleção Brasileira de Karatê, na categoria sub-14, faixa roxa a preta, e, com isso, representaria o Brasil nos futuros campeonatos internacionais.

Devido a pandemia da Covid-19 que se alastrou pelo país, os campeonatos internacionais foram cancelados e todos os atletas que conquistaram a vaga na Seleção Brasileira ficaram sem competir, bem como sem os treinos presenciais.

Pensando no bem-estar, no psicológico e no preparo físico dos atletas brasileiros, a Confederação Brasileira de Karatê (CBK) disponibilizou uma comissão técnica formada de sete sensei, para ministrar treinos e de psicólogos, nutricionista, profissionais na de Educação Física, para ministrar palestras online aos caratecas.

De acordo com o carateca Enzo Bassi, as palestras online acontecem para os 115 atletas de todas as categorias da seleção, as terças-feiras, das 19h às 20h. Já os treinos online da categoria sub-14 e cadete, na modalidade shiai/kumitê (combate), acontecem as quintas-feiras, das 18h às 19h.

Enzo Bassi recebendo as capacitações online da CBK

Ele destacou ainda que aos sábados, das 16h às 17h30, ocorre o intercâmbio de treinamento online com os atletas das seleções da América do Sul. “Com os treinos ocorrendo aos sábados, já tive a oportunidade de treinar com atletas da Seleção da Argentina, sendo que os treinos também foram comandados pela comissão técnica argentina e outro treino pela comissão técnica brasileira”, salientou.

O carateca explicou que a cada quinta-feira o treino é ministrado por um sensei, e os atletas são supervisionados pelos outros seis Senseis da Comissão Técnica, e até o momento quem ministrou foram Ulisses Máximos, de Sergipe; Vanderlei Machado e Fabrício Siqueira, de Santa Catarina, Marcelo Oguido, do Paraná e Filipe Hardy, do Distrito Federal. “Enquanto um sensei ministra o treino, os demais fazem o monitoramento dos atletas para corrigir os exercícios que estiverem sendo mal executados”, relatou.

Enzo afirmou que os treinos são muito puxados, e de alta qualidade. “Todo o trabalho que a CBK vem realizando com nós, atletas, é voltado para o nosso alto rendimento de fato”, destacou.

O atleta destacou que estar treinando pela CBK tem sido uma experiência incrível, pois os treinos têm sido de alto rendimento, e, além disso, receber capacitação técnica de vários senseis é grandioso para seu rendimento, sem contar a troca de experiência com atletas de altíssimo nível.

Ele enfatizou que ser treinando pela CBK neste momento de pandemia lhe dá uma grande motivação para os futuros campeonatos internacionais que estão por vir. “Quando a CBK retomou suas atividades, foi de uma forma bem intensa e de muita qualidade, pois estão preocupados com a sanidade mental e com a qualidade física de todos nós atletas. Além disso, o trabalho já vem sendo voltado para competições importantes que ocorrerão em 2021, 2022 e 2023, e isso tem me motivado a treinar melhor a cada dia”, salientou.

Enzo informou que antes da CBK começar a realizar os treinos, ela colheu todas as suas informações sobre como estavam sendo os treinos antes e durante a pandemia, através de questionários e e-mails. Dessa forma, ela pode montar um calendário de preparação muito intenso.

O carateca ressaltou que fazer parte da Seleção Brasileira é incrível, pois é receber toda a atenção e apoio da CBK tem sido muito importante e gratificante. “É satisfatório fazer parte deste projeto, e eu sou grato por tudo”, finalizou.

Carateca de Santa Fé do Sul, Enzo Bassi

Além de toda a capacitação que Enzo Bassi vem recebendo da CBK, ele continua também treinando online com o seu professor, Sensei Hélio Arakaki, e recebe acompanhamento da equipe multidisciplinar de preparação física de Andrei Noleto; dos fisioterapeutas Célio Anderson da Silva e Irene Raimuldo dos Santos e Silva; da nutricionista Verenice Bassi; da psicóloga Dalva Mol e da coach Valéria Vidotti.

 

 

 

Por Assessoria

Live treino de karate

Live Treino parte 02

Posted by Blog do Enzo on Thursday, July 16, 2020

Comentários Facebook

Esportes

Medalhistas paralímpicos são eternizados em Cidade das Artes Marciais

Publicado

por


.

Os judocas paralímpicos Wilians Araújo e Karla Cardoso tiveram seus nomes eternizados na Cidade das Artes Marciais, inaugurada esta semana em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro (RJ). Ele faturou a medalha de prata, na categoria até 100 quilos, nas Paralimpíadas Rio 2016; já ela subiu duas vezes ao pódio, na categoria até 48 kg, com duas pratas: uma nos Jogos de Atenas (2004) e outra em Pequim (2008).

“Cerimônia muito emocionante. Já tenho meu nome na Calçada da Fama e em uma placa gravada no dojo [local dos treinos] do Flamengo. Mas estar aqui, sendo homenageada ao lado de todas essas pessoas tão importantes no esporte, é muito marcante”, afirmou Karla à Agência Brasil

O companheiro de tatame também disse que ficou comovido com a homenagem. “Emocionante estar lá com a minha família, os meus senseis, a Karla, alguns amigos. Momento único. Nós vamos passar. Não estaremos mais aqui na Terra, e, mesmo assim, todo mundo vai saber quem foi Wilians Araújo. Isso dá mais força e mais energia”, revelou Wilians..

Foto do perfil de cbdvoficial  cbdvoficial  Nesta quarta (12), nossos judocas @karlafcjudo e @wilians_araujo_judo foram homenageados, no Rio.Foto do perfil de cbdvoficial  cbdvoficial  Nesta quarta (12), nossos judocas @karlafcjudo e @wilians_araujo_judo foram homenageados, no Rio.

De gerações diferentes, os medalhistas Karla Cardoso e Wilians Araújo, tiveram seus nomes eternizados na calçada da fama da Cidade das Artes Marciais, no Rio – – Instagram/Perfil de cbdvoficial

Os dois são de “gerações diferentes”, mas isso não impede que sejam amigos. “Treinamos juntos. Ele é um cara muito legal. Receber a homenagem junto com ele torna o momento ainda mais especial”, disse Karla, de 38 anos, que já esteve em quatro Paralimpíadas. “Ela tem dez anos a mais do que eu. E uma história espetacular. Atleta top em nível mundial. Gratificante estar com ela e ser amigo dela também”, devolveu o judoca.

Karla Cardoso é uma das pioneiras da modalidade e disputa as competições na classe B3 (lutadores que conseguem definir imagens). Ela nasceu com deficiência visual e começou no esporte aos 12 anos, por influência do irmão mais velho. “Claro que aquelas medalhas paralímpicas foram especiais demais. Mas teve uma conquista que eu guardo também com muito carinho. A medalha de ouro nos Jogos Mundiais de 2003. A primeira vez que eu ouvi o hino do Brasil no pódio. Uma emoção bem diferente”, recorda a atleta. 

placa na calçada da fama do judô, na Cidade das Artes Marciais, em Jacarepaguá (RJ)placa na calçada da fama do judô, na Cidade das Artes Marciais, em Jacarepaguá (RJ)

Placa em homenagem à judoca Karla Cardoso, que faturou duas pratas: uma nos Jogos Paralímpicos de Atenas (2004) e outra em Pequim (2008) – Karla Cardoso/Arquivo Pessoal

O paraibano Wilians Araújo, de 28 anos, perdeu a visão aos 10, em um acidente com tiro de espingarda. Ele participa dos torneios na classe B1 (cegos totais). Durante as categorias de base, Wilians chegou a praticar goalball, natação e futebol de cinco, mas se encontrou mesmo foi no judô. Além da medalha na Rio 2016, o atleta conquistou o 5º lugar nos Jogos de Londres (2012). No judô paralímpico, independentemente da classe funcional dos judocas, todos participam juntos das competições.

A Cidade das Artes Marciais, onde está a calçada da fama do judô, é um complexo com 12 praças, cada uma homenageia um grande mestre. No judô, além da dupla Karla e Wilians, foram homenageados Rosicleia Campos, ex-atleta olímpica e atual coordenadora do judô feminino na Confederação Brasileira de Judô (CBJ); Jucinei Costa, técnico da seleção paralímpica em 2004 e 2008; o sensei Geraldo Bernardes; o medalhista Flávio Canto (Atenas-2004);  e os campeões olímpicos Aurélio Miguel (Seul-1988), Rogério Sampaio (Barcelona-1992), Sarah Menezes (Londres-2012) e Rafaela Silva (Rio 2016).

Cidade das Artes Marciais, calçada da fama do judô, RJCidade das Artes Marciais, calçada da fama do judô, RJ

Cidade das Artes Marciais, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio, abrange 12 praças, cada uma homenageia um mestre – Edvaldo Reis/Prefeitura do Rio/Direitos Reservados

Tóquio 2021

Até o fechamento do ranking classificatório para a Paralimpíada de Tóquio (Japão) – transferidas para o período de 24 de agosto e 5 de setembro de ano que vem – ocorrerão duas competições, uma abril e outra em maio. Os campeões ganharão  210 pontos, mais a pontuação decorrente das vitórias em cada uma das lutas. 

Karla Cardoso, atualmente na 12ª posição no ranking mundial na categoria até 52 kg, está a 130 pontos da “zona de classificação”, e está perto de carimbar o passaporte para sua quinta paralimpíada.

O judoca Willians Araújo, 8º colocado na categoria acima de 100kg,  também tem a classificação muito bem encaminhada.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook

Continue lendo

Esportes

Tênis de mesa: seleção feminina viaja para a Europa no dia 21

Publicado

por


.

Na próxima sexta (21) a seleção brasileira feminina de tênis de mesa viaja para Portugal para ingressar na Missão Europa por meio de parceria entre o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM). Caroline Kumahara, Jessica Yamada, Giulia Takahashi e Laura Watanabe comporão o grupo, que será completado por Bruna Takahashi, melhor brasileira no ranking mundial da modalidade (47ª colocada) e que já se reapresentou ao Sporting, clube que defende. O grupo brasileiro permanece na Europa até 24 de setembro.

Caroline Kumahara e Jessica Yamada já são atletas da seleção adulta e participaram, no ano passado, dos Jogos Pan-Americanos e do Pré-olímpico por equipes. Giulia, de 15 anos, e Laura, com 16, fazem parte de um outro planejamento da CBTM e do COB, que está sendo executado desde 2019 para dar maior experiência internacional às duas potenciais atletas das futuras equipes olímpicas do Brasil.

“Vai ser muito importante para que elas possam se ambientar com a equipe adulta. Para mim, é sempre bom ter um grupo grande para trabalhar”, diz Hugo Hoyama, ex-atleta e atual técnico da equipe.

Antes de viajarem, os membros da delegação farão testes para o novo coronavírus (covid-19). Após a chegada em Portugal, eles repetem os exames e permanecem isolados até a divulgação dos resultados e liberação. Só então, iniciam os treinamentos. Este procedimento está sendo realizado por Bruna Takahashi, que chegou no último sábado (8) à Europa.

O Centro de Alto Rendimento da Vila Nova de Gaia, localizado na Região Metropolitana do Porto, é a casa de Bruna Takahashi desde o segundo semestre de 2019. O Sporting utiliza o local para treinamentos e jogos. Conta com toda a estrutura de alojamento para atletas, nove mesas, sala de musculação, área para os técnicos, entre diversas outras facilidades para a equipe.

“Espero que possamos aproveitar ao máximo e pegar ritmo de treinamentos. Fizemos uma reunião por videoconferência e temos de tomar cuidados nessa volta, para evitar lesões. Cansaço, todas vão sentir. Mas espero que seja um período muito importante para voltarmos ao ritmo de preparação para os Jogos de 2021”, avalia Hugo Hoyama.

O Brasil classificou as equipes masculina e feminina para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Os times serão compostos por três jogadores, os dois melhores do ranking têm a participação garantida, o terceiro membro das equipes serão escolhidos pelos treinadores. Além das disputas coletivas, o país também terá dois jogadores em cada um dos naipes nos torneios individuais.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook

Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana