TRÊS LAGOAS-MS
  Últimas
Edenilson marca nos acréscimos e Inter vence o Fortaleza no Beira-Rio
PALMEIRAS supera a Chape fora de casa.
Casal que seguia para São Paulo com mais de 60 quilos de maconha foi preso pelo DOF durante a Operação Hórus
Polícia Militar prende jovem por descumprimento de medida protetiva e ameaça contra a ex-mulher em Bataguassu.
PRF apreende 23 Kg de cloridrato de cocaína em Nova Alvorada do Sul (MS)
Mato Grosso do Sul recebe mais 277.330 doses de vacina contra a Covid-19
Líder vence no Mineirão
Com gols de Rigoni e Luciano, Tricolor vence o Atlético-GO pelo Brasileirão
Na estreia de Wiliam, timão empata em cada contra America-Mg
Série A: Ceará batalha pela vitória, mas fica no empate sem gols com o Santos
Flamengo é derrotado pelo Grêmio por 1 a 0, no Maracanã, na 21ª rodada do Brasileirão
Polícia Militar prende autor de Furto em supermercado de Três Lagoas.
Setembro Amarelo: Vida Saudável fala sobre prevenção ao suicídio
Previsão do Tempo: Semana será de altas temperaturas e baixa umidade relativa do ar
OCOP – Polícia Militar zera fila de atendimento 190 e finaliza operação desarticulando festa clandestina com mais de 2mil pessoas na madrugada desse domingo em Dourados
Núcleo de Pesquisa em Quadrinhos da UEMS é finalista no ‘Oscar’ das HQs
Reforma do Parque: Avenida do Poeta tem mudanças no trânsito nesta semana
Inter-relação com secretarias fez “Revoga MS” avançar para a terceira fase com 7.764 decretos revogados
Primavera terá La Niña de fraca intensidade, chuvas abaixo da média e muito calor
Em busca de emprego? Mato Grosso do Sul oferta quase 2 mil vagas nesta segunda-feira
Governo do Estado acelera pavimentação de 113 km de rodovias-tronco da Rota Bioceânica
Detran-MS abre visitação de 83 lotes para desmontagem quarta-feira; três leilões estão em andamento
Morre aos 87 anos o ator Luis Gustavo
Mais de um milhão de reais em produtos contrabandeados foi apreendido pelo DOF durante a Operação Hórus
Policiais Militares do 2º BPM participam de surpresa para Pequeno Admirador da Polícia Militar.
Polícia Militar prende autores de Furto em Três Lagoas.
PMA de Cassilândia autua caçador por captura e abate de dois animais silvestres da espécie cateto e apreende armadilha de caça utilizada no crime
Polícia Militar prende foragido em Três Lagoas.
Moto Club vence de novo o Castanhal e está nas oitavas da Série D
BOLETIM COVID-19 – Três Lagoas registra 04 novos casos neste domingo (19)
Next
Prev

Suzano

Com apoio da Suzano, agricultores familiares comemoram a marca de 140,6 toneladas de alimentos comercializados por delivery em MS

Publicado

A iniciativa “A feira vai até você” foi lançada em maio do ano passado para mitigar os impactos da pandemia no campo e gerou uma receita bruta de R$ 276,6 mil

Agricultores familiares de Mato Grosso do Sul comemoram a marca de 140,6 toneladas de alimentos comercializados por delivery em um ano da iniciativa “A feira vai até você”. A ação foi lançada pela Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, em maio do ano passado, com o objetivo de minimizar os impactos econômicos da pandemia nas comunidades rurais apoiadas pelo Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial (PDRT). Ao longo dos 12 meses, a iniciativa gerou uma receita bruta de R$ 276,6 mil aos pequenos produtores participantes no Estado, decorrente das 17.536 cestas de alimentos agroecológicos comercializadas por meio do sistema de entrega domiciliar.

O volume de hortifrútis entregues equivale a 23,4 caminhões cheios, resultado que superou todas as todas as expectativas.  “Inicialmente, esta ação foi pensada para garantir o escoamento da produção do campo em meio ao fechamento de feiras e principais pontos de comercialização por conta da pandemia. Porém, a comodidade criada pela entrega delivery fez nascer um novo nicho de mercado. Foi tão positivo que as vendas por delivery continuaram mesmo após a reabertura do comércio. Agora, os produtores estão em um novo momento, o de fidelização desses clientes”, destaca Israel Batista Gabriel, coordenador de Desenvolvimento Social da Suzano em Mato Grosso do Sul.

Por meio da iniciativa, a empresa forneceu assistência técnica necessária para a montagem das cestas com os produtos, gestão e operacionalização da logística das entregas. Todo o processo, da colheita à entrega dos alimentos, obedece a rígidas medidas de segurança contra a Covid-19. Somente neste ano, de janeiro a maio, as famílias que integram a ação comercializaram o equivalente a 27,1 toneladas de hortifrútis por meio do delivery na região, o que equivale a 3.381 cestas entregues e a uma receita bruta estimada em R$ 50,5 mil. Em Mato Grosso do Sul, a iniciativa beneficia 58 famílias de oito comunidades rurais.

A expectativa de continuidade do projeto também é compartilhada pela produtora rural Mauriley Alves dos Santos. Integrante do Conselho Fiscal da Associação de Produtores do Assentamento São Joaquim, as vendas das cestas têm motivado os integrantes para seguir com a iniciativa. “Com o delivery, conseguimos nos reorganizar para continuar trabalhando durante a pandemia. Aqui, também temos o apoio da prefeitura na logística, então tem sido excelente. Os clientes também gostaram bastante. São eles que fazem boa parte da nossa propaganda, um indicando ao outro. Isso é muito gratificante. Saber que as pessoas estão buscando uma alimentação saudável e que encontraram nos alimentos que nós produzimos”, explica.

Para Mauriley, o sistema de delivery também contribui para a redução de perdas aos produtores. Uma vez que os alimentos são colhidos de acordo com a demanda da semana. “As pessoas encomendam as cestas, e nós colhemos de acordo com as vendas da semana. É mais prático para o consumidor, que não precisa ir até a feira escolher, e para nós, que colhemos somente o necessário, sem desperdícios”, completa a agricultora.

Nacional

Além de Mato Grosso do Sul, a ação também ocorre nos estados de São Paulo, Bahia, Espírito Santo e Maranhão, beneficiando 310 agricultores familiares em 38 comunidades rurais, ao todo. Juntas, essas comunidades conquistaram a marca de 392,2 toneladas de alimentos comercializados por delivery, o correspondente a 65,3 caminhões cheios. No período, foram comercializadas 48.780 cestas entregues por delivery, que geraram uma receita bruta total de R$ 1,482 milhões.

“Durante este momento tão delicado como o que estamos enfrentando, a Suzano não só manteve todos os seus projetos sociais, por meio de consultorias remotas, como criou muitas iniciativas visando mitigar os impactos da pandemia. Resultados como estes, do A feira vai até você, mostram que estamos no caminho certo para a construção de uma sociedade menos desigual e mais sustentável”, finaliza Gabriel.

PDRT

O Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial (PDRT) visa o fortalecimento das comunidades rurais e a geração de trabalho e renda para pequenos produtores. São três eixo de atuação: gestão, produção e comercialização das associações e cooperativas participantes, permitindo que essas comunidades, capacitadas, conquistem sua independência financeira. Em Mato Grosso do Sul, o PDRT atua junto às comunidades rurais desde 2012. São 1.065 famílias beneficiadas em 15 comunidades rurais. No Brasil, mais de 5 mil famílias, em nove estados e mais de 118 localidades já foram beneficiadas pelo programa.

*Para o cálculo foi utilizada a capacidade de caminhões semipesados ou toco.

Comentários Facebook

Ribas do Rio Pardo

Com bolsas de R$ 1,5 mil, Suzano abre 220 vagas para cursos de qualificação voltados ao setor industrial em Ribas do Rio Pardo-MS

Publicado

  • As pessoas aprovadas contarão com bolsas de estudo de R$ 1,5 mil ao mês durante todo o curso, alojamento (caso seja de outra região), alimentação (almoço) e, ao final, certificado de formação do Senai.
  • As inscrições estão abertas para todas as pessoas interessadas, sem distinção de gênero, idade, etnia, origem, classe social, formação, deficiência e orientação sexual, desde que atendam a alguns pré-requisitos
  • Cerca de 50% dos/as formados/as poderão ser contratados/as para trabalhar na operação industrial da nova fábrica de celulose que a empresa está construindo em Ribas do Rio Pardo;
  • As inscrições seguem até o dia 19/09 e devem ser feitas, preferencialmente, pela internet, por meio da página (https://bit.ly/cursos-proj-cerrado).

A Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, abriu, nesta quarta-feira (08), as inscrições para três cursos de formação profissional voltados para o setor industrial em Ribas do Rio Pardo (MS). Com bolsas de estudo de R$ 1,5 mil, serão ofertadas 220 vagas para os cursos Técnico em Eletromecânica, Técnico em Química e Técnico em Automação, que serão realizados em parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

As inscrições devem ser feitas até o próximo dia 19 de setembro, preferencialmente pela internet, por meio da página https://bit.ly/cursos-proj-cerrado, e estão abertas para todas as pessoas interessadas, sem distinção de gênero, idade, etnia, origem, classe social, formação, deficiência e orientação sexual.

“Para a Suzano, o desenvolvimento social que almejamos para Ribas do Rio Pardo, município que tão bem nos acolheu, só é possível se houver igualdade e equidade de oportunidades. Por isso, reforçamos que estas vagas estão abertas para todas as pessoas. Também queremos romper com a ideia de que a indústria é um espaço exclusivo para homens. Na Suzano, olhamos competência, não gênero, e as mulheres são muito bem-vindas em nossos cursos profissionalizantes e em nossas operações”, destaca Leonardo Mendonça Pimenta, gerente executivo responsável pela operação industrial da nova fábrica que está em construção no município.

Ainda visando a igualdade de oportunidades, a Suzano disponibiliza, excepcionalmente para pessoas com dificuldade de acesso à internet, as inscrições de forma presencial, nos escritórios da empresa situados em Ribas do Rio Pardo (Avenida Aureliano Moura Brandão, número 947, Sala 2, ao lado do Posto Ipiranga) e Água Clara (Avenida Benevenuto Ottoni, 495, Jardim São Judas Tadeu). Os escritórios estão abertos de segunda a sexta, das 8h às 17h), seguindo todos os protocolos de segurança contra a Covid-19.

Pré-requisitos e benefícios

Para se inscrever e participar do processo seletivo, as pessoas interessadas precisam atender aos seguintes pré-requisitos mínimos:

  • ter 18 anos completos até junho de 2022;
  • ter concluído o Ensino Médio até dezembro de 2021 e,
  • disponibilidade de horário para participar do curso em tempo integral (horário comercial).

Os cursos devem iniciar em novembro deste ano, em Ribas do Rio Pardo, e terão duração média de 12 meses. As aulas serão realizadas de segunda a sexta, com 8 horas diárias de qualificação, entre aulas práticas e teóricas.

Além da bolsa de estudo mensal, durante o período de formação, os/as selecionados/as terão direito a alimentação (almoço), certificação do Senai após a conclusão do curso e, para pessoas de outras cidades que tenham interesse em se inscrever e venham a ser selecionadas, a empresa também vai oferecer estadia em alojamento.

A expectativa é que pelo menos 50% das pessoas que concluírem a formação sejam contratadas para trabalharem nas operações industriais da nova fábrica de celulose da Suzano, em fase de construção no município. “Por meio da qualificação da mão de obra local, estamos fomentando a geração de emprego e renda, uma vez que mesmo aqueles não contratados pela Suzano estarão capacitados para atuar em outras empresas do mercado. Esta é uma das principais contribuições da construção da nova fábrica de celulose da Suzano para a região”, completa Pimenta.

Comentários Facebook
Continue lendo

Água Clara

Suzano abre inscrições para curso de Operadora e Operador de Máquinas Florestais em Água Clara

Publicado

Serão 30 vagas ofertadas por meio do Programa Cultivar da empresa em parceria com o Senai

A Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, irá abrir, na próxima segunda-feira (06) de setembro, as inscrições para o curso de Operadora e Operador de Máquinas Florestais com 30 vagas para o município de Água Clara-MS. A formação faz parte do Programa Cultivar da empresa, realizado em parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), com o objetivo de promover o desenvolvimento social contínuo nas comunidades em que mantém operações.

Esta será a quarta formação promovida pela Suzano neste ano. No primeiro semestre, o programa formou 60 novos operadores/as de Colheita Florestal nos municípios de Ribas do Rio Pardo e Água Clara. Além disso, está em fase de conclusão o curso de formação de Mecânicos e Mecânicas de Máquinas Florestais, com 30 vagas, em Água Clara. “Mesmo com os desafios impostos pela pandemia de Covid-19, conseguimos manter nosso programa de formação e seguir com o nosso compromisso de colaborar com o desenvolvimento sustentável das regiões onde mantemos operações. Somente no ano passado, 103 profissionais qualificados pela Suzano foram disponibilizados ao mercado de trabalho e, agora, com muito orgulho, estamos iniciando mais uma formação em Água Clara”, destaca Ângela Aparecida dos Santos, gerente de Gente e Gestão da Unidade Três Lagoas da Suzano.

As inscrições seguem abertas até o dia 21 de setembro para todas as pessoas interessadas, sem distinção de gênero, origem, etnia ou orientação sexual, e deverão ser feitas gratuitamente pela internet, na Página do Programa Cultivar da Suzano: https://jobs.kenoby.com/programacultivar.

Para participar do processo seletivo, candidatos e candidatas precisam atender aos seguintes pré-requisitos: idade mínima de 18 anos, ter Ensino Fundamental completo, CNH (Carteira Nacional de Habilitação) na categoria B e disponibilidade para participação integral das aulas.

Após as inscrições, será realizado um processo seletivo que inclui prova on-line sobre conhecimentos gerais (português e matemática), nos dias 28 e 29 de setembro, e rodada de entrevistas, que deve ocorrer entre os dias 6 e 8 de outubro de 2021. A formação está prevista para iniciar em 15 de outubro de 2021.

Candidatos e candidatas aprovadas na seleção firmarão um contrato de aprendizagem durante todo o período em que estiverem estudando. Serão oferecidos benefícios como: bolsa-auxílio, equipamento de proteção individual (EPI), seguro de vida, uniforme, transporte para as atividades práticas e almoço. O curso será realizado em Água Clara e prevê formação teórica e prática de 180 horas, obedecendo todas as medidas de biossegurança contra o coronavírus.

Comentários Facebook

Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana