TRÊS LAGOAS-MS
  Últimas
Doutor Cassiano Maia pede pronto atendimento odontológico 24 horas
PMA de Bonito prende e autua em R$ 2,36 mil pescador por pesca predatória ao capturar pescado acima da cota e apreende 18 kg de pescado
PM encaminha ao DP autor de perturbação do sossego e apreende equipamento de som
Polícia Militar apreende em Paranaíba motocicleta adulterada e conduz mulher de 25 anos à delegacia
Professor Negu Breno sugere sinalização de trilha da Cascalheira
Vice-prefeito Paulo Salomão participa de abertura de curso gastronômico em Três Lagoas
Doutor Paulo Veron encaminha pedidos de melhorias viárias
Sayuri Baez requisita lista de médicos plantonistas nas unidades de saúde
Vereadora Evalda Reis solicita implantação de energia fotovoltaica em prédios públicos
Britão do Povão solicita serviços em ruas
Polícia Militar apreende aparelhagem de som em São Gabriel do Oeste após denúncia de perturbação.
Três pessoas são presas em cumprimento de mandados de prisão neste final de semana, na área de atuação do 7º BPM
América domina o Santos e vence fora de casa
Fortaleza vence Athletico e assume vice-liderança do Brasileirão
São Paulo é derrotado pelo Red Bull Bragantino no Brasileirão
De virada, Galo vence Cuiabá e amplia vantagem na liderança
Corinthians empata com Internacional no Brasileirão
Flamengo perde para o Fluminense por 3 a 1 no Maracanã
Polícia Militar em Nova Andradina prende homem por dano e violência doméstica
|| Em Miranda, Polícia Militar cumpre mandado de prisão e apreende arma de fogo ||
|| Em Aquidauana, Polícia Militar prende homem por tráfico de drogas ||
Em quatro anos, índice de roubos cai pela metade em Campo Grande
Funtrab/MS oferece 2.009 vagas de emprego em todo o Estado
Prefeito de Três Lagoas assina autorização para início da obra de restauração asfáltica de ruas do Interlagos
Programa Vida Saudável fala sobre técnica que melhora concentração e memória
Em entrevista à Caçula FM de Três Lagoas, Bolsonaro fala sobre importância de MS para o Brasil
Em Três Lagoas| Jovem fica ferido em acidente próximo da 2º lagoa
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande resgata filhotes de tucano após queda de árvores em virtude de tempestade
Em Naviraí, Polícia Militar prende homem por porte ilegal de arma de fogo
Polícia Militar prende homem por prática de direção perigosa e adulteração de sinal identificador de veículo em Nova Andradina
Next
Prev

Tecnologia

WhatsApp, Instagram e Facebook começam a funcionar após 6 horas off-line

Publicado

WhatsApp, Instagram e Facebook começaram a retomar o funcionamento no início da noite desta segunda-feira (4), após cerca de 6 horas da pane global. Os serviços, no entanto, ainda apresentavam instabilidade.

A falha nas três das maiores redes sociais do mundo prejudicou trabalhadores e estudantes, se tornando o assunto mais falado no Twitter durante toda a tarde – a página se tornou o principal canal de comunicação, sendo usada inclusive, pelo Facebook para atualizar a situação.

A causa

Pouco antes, por volta das 17h, o Facebook disse que problemas com a rede causavam a falha de acesso. A empresa é dona dos três serviços.

A mensagem foi postada no Twitter pelo diretor de tecnologia da empresa (CTO, na sigla em inglês), Mike Schroepfer que não informou o que causou essa falha. A possibilidade levantada por especialistas é de erro de DNS – como se o “GPS” dos sites não conseguisse encontrar a rota para levar os usuários até as páginas (leia mais abaixo).

“É interessante separar o sintoma da causa. O erro de DNS é um sintoma e a causa é a interrupção da conectividade do servidores do Facebook com a internet”, explica Thiago Ayub, diretor de tecnologia da Sage Networks.

Num primeiro momento, os perfis das 3 redes postaram no Twitter que estavam investigando as causas da falha, sem apontar para nenhum caminho. “Estamos cientes de que algumas pessoas estão enfrentando problemas com o WhatsApp no momento. Estamos trabalhando para que as coisas voltem ao normal e enviaremos uma atualização assim que possível”, diz a mensagem no perfil do programa de mensagens.

Os três aplicativos também enfrentaram instabilidade em junho passado durante cerca de 2h30. Na ocasião, o Facebook afirmou que a falha foi causada por um ajuste de configuração.

Erro de DNS é o mais provável

Especialistas em internet divulgaram diversas possibilidades para a falha, mas a mais provável é relacionada a um erro de DNS. Isso porque, ao entrar acessar o endereço de qualquer uma das 3 redes, aparece a mensagem “DNS_PROBE_FINISHED_NXDOMAIN”.

O DNS é a “agenda de contatos” da internet. É ele que registra os números (endereços de IP) associados aos “nomes de domínio” (como “globo.com”).

A internet só funciona com números, então essa “agenda” cumpre o objetivo de permitir consultas (chamadas de “resoluções de domínio”) para que qualquer pessoa possa saber o número de IP do site que pretende acessar. Se acontece uma falha, o acesso à página fica indisponível porque não é possível encontrar o caminho certo para chegar nela.

Para algumas pessoas que tentaram acessar Facebook, Instagram e WhatsApp, apareceu um “Erro 500” ou “Erro 5XX”. Esse tipo de mensagem geralmente indica uma dificuldade do computador do usuário se comunicar com o servidor do site ou aplicativo.

Domínio do Facebook

As “investigações” nas redes também fizeram circular o boato de que o Facebook teria perdido o seu domínio, “facebook.com”.

Porém, a empresa ainda é a proprietária desse endereço. Segundo o site “Who.is”, que indica os donos de domínio, o Facebook ficará com o endereço ao menos até 29 de março de 2030.

O domínio “whatsapp.com” seguirá com o aplicativo de mensagens ao menos até 4 de junho de 2030, enquanto o “instagram.com” vale, no mínimo, até 4 de setembro de 2030.

Essa “teoria” de perda de domínio também gerou especulações de que o Facebook teria sofrido um ataque hacker, o que nunca se confirmou.

Instabilidade em outras redes

Outros serviços que podem servir com alternativa para os aplicativos que estão fora do ar também registraram instabilidade, provavelmente por causa do grande número de pessoas que foram buscá-los ao mesmo tempo.

Houve reclamações sobre o Telegram, o TikTok e também sobre o serviço de operadoras de telefonia.

O Twitter, também alvo de reclamações, passou a ser o meio de comunicação inclusive das redes concorrentes. E brincou com a situação, postando: “”Oi literalmente todo mundo”.

Comentários Facebook

Tecnologia

WhatsApp, Instagram, Facebook e Messenger ficam fora do ar nesta segunda-feira (4)

Publicado

Os aplicativos de Mark Zuckerberg estão passando por instabilidades nesta segunda-feira (4). Usuários do WhatsApp, Instagram, Messenger e Facebook relataram nas redes sociais que os serviços pararam de funcionar no início da tarde desta segunda — tanto na versão web (para computadores) quanto nos aplicativos para celular.

Segundo o site DownDetector, que monitora sites e apps que não estão funcionando, 38% dos problemas mais notificados no WhatsApp têm relação com o envio de mensagens, bem como no Messenger, enquanto os feeds do Instagram e do Facebook não carregam.

Com a queda do WhatsApp, segundo relatos nas redes sociais, muitos usuários começaram a utilizar o app de mensagens Telegram, que agora apresenta instabilidades, possivelmente pela quantidade alta de acessos, conforme sugerem comentários no DownDetector.

O Instagram e o WhatsApp, em sua versão web, apresentam uma mensagem de erro “5xx Server Error”, código que indica um problema de comunicação entre o servidor de origem e o dispositivo de rede. Já o Facebook mostra a sua tradicional mensagem de “desculpe, algo deu errado”.

Em nota enviada ao CNN Brasil Business, o WhatsApp afirmou que “está investigando o motivo dessa instabilidade” e que irá “compartilhar novidades” assim que tiver completado a investigação.

Em seu perfil oficial no Twitter, o app de mensagens completou que “está ciente de que algumas pessoas estão enfrentando problemas com o WhatsApp no momento”. “Estamos trabalhando para que as coisas voltem ao normal e enviaremos uma atualização aqui assim que possível”, afirmou.

O Facebook também usou o Twitter para se posicionar sobre a situação.

“Estamos cientes de que algumas pessoas estão tendo problemas para acessar nossos aplicativos e produtos. Estamos trabalhando para que as coisas voltem ao normal o mais rápido possível e pedimos desculpas por qualquer inconveniente”, disse a empresa.

O Instagram, por sua vez, afirmou que a rede social e “seus amigos estão passando por um momento difícil”. “Tenha paciência conosco, estamos trabalhando nisso”, disse a empresa.

Por CNN Brasil.

Comentários Facebook

Continue lendo

Tecnologia

Curso sobre redes sociais orienta quem busca conhecimento e consolidação da imagem na internet

Publicado

Capacitação oferecida pelo Brasil Certo é gratuita e com aulas on-line

Ela está por toda parte. Em casa, no trabalho, na escola, no lazer, a internet se tornou presente e praticamente indispensável para as mais variadas funções cotidianas. Inúmeras profissões e tarefas se tornaram mais ágeis e eficazes graças à tecnologia e as redes sociais, que quando surgiram eram relacionadas ao entretenimento, hoje são grandes aliadas do desenvolvimento de ações de trabalho.

Nos dois últimos pleitos eleitorais, a ferramenta foi protagonista, mostrando sua relevância e alcance. Como exemplo, o PSL realizou intensas campanhas e elegeu candidatos tendo a internet como aliada. Há cerca de um ano das próximas eleições e com a consolidação cada dia mais intensa da ferramenta, aprender a utilizar a internet de maneira assertiva e torná-la aliada para o crescimento é imprescindível.

De acordo com pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada em abril de 2021 pelo Ministério das Comunicações, 82,7% dos domicílios brasileiros possuem acesso à internet. A pesquisa, realizada em 2019, aponta crescimento de 3,6 pontos percentuais em comparação ao ano anterior.

A comprovação deste percentual vem por meio de outra pesquisa, realizada pelo TIC Domicílios 2019. O levantamento realizado pelo Centro Regional para o Desenvolvimento de Estudos sobre a Sociedade da Informação revela que um a cada três brasileiros está conectado, ou seja, mais de 73 milhões de pessoas ligadas no universo virtual.

O celular é o equipamento de acesso mais utilizado, ultrapassando os 90% de uso, e os conteúdos relacionados ao entretenimento são os mais acessados, na casa dos 70%, seguido pelas notícias, pouco acima dos 55%.

Com o olhar voltado à formação de novos líderes e diante da importância das redes, o Brasil Certo disponibiliza gratuitamente o curso ‘Redes Sociais’, integrante da sua trilha “Comunicação e Marketing Digital”. A capacitação oferece aulas digitais sobre Instagram e Facebook, com exemplos práticos de aplicação no universo da política e de liderança comunitária, o que a torna imprescindível para quem espera concorrer a um cargo público futuramente.

Brasil Certo – o Brasil Certo é um projeto que busca capacitar novos líderes, especialmente mulheres, a buscarem um Brasil melhor. Para isso, disponibiliza cursos on-line totalmente gratuitos e abertos a todos os que buscam conhecimento.

A inscrição para o curso está disponível em: BrasilCerto.com.br/cursos

Comentários Facebook

Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana