Três Lagoas-MS

  Últimas
Medalhistas paralímpicos são eternizados em Cidade das Artes Marciais
Tênis de mesa: seleção feminina viaja para a Europa no dia 21
Webinar sobre Mediação e Arbitragem já está disponível no canal de vídeos da PGE
Comprados para aquecer famílias carentes, cobertores já estão chegando nos municípios
UEMS lança Guia para produção de Podcasts
Projeto Amigos do Parque permanece suspenso neste fim de semana
Saúde já realizou 98 transplantes de órgãos este ano em MS
Chuva ameniza clima quente e seco em algumas regiões do Estado neste sábado
Série B: América-MG e Operário-PR empatam em 1 a 1
Atletismo: Joshua Cheptegei estabelece novo recorde nos 5 mil metros
Em Água Clara| Jovem perde a vida em acidente com animal na BR 262
Liga dos Campeões: Bayern massacra Barcelona por 8 a 2 e está na semi
Polícia Militar cumpre mandado de prisão em Rio Verde
Cessões de uso firmados pela SAD proporcionam economicidade ao Governo do Estado
Em Nova Alvorada do Sul-MS|PRF apreende 4,6 Kg de cocaína (MS)
Segurança do Estado é reforçada com itens recebidos do legado da Senasp
Polícia Militar Ambiental de Batayporã autua paranaense em R$ 55 mil por desmatamento ilegal de vegetação do bioma protegido de Mata Atlântica para plantio de lavoura
Grêmio oficializa venda de Everton ao Benfica
Operação de combate às queimadas no Pantanal faz o número de focos de incêndio cair de 301 para 50
Em Três Lagoas| Distribuição de senhas para atendimento na Caixa passa a ser no “Poliesportivo da Lagoa Maior” 
Polícia Militar realiza troca de comando da Companhia de Cassilândia
Município de Brasilândia informa trabalho realizado no enfrentamento do Coronavírus desde a Pandemia
Suzano registra geração de caixa operacional de R$ 3,4 bilhões, maior resultado trimestral desde a fusão
Polícia Militar Ambiental de Rio Negro autua dono de chácara em R$ 3 mil por derrubada de árvores para exploração de madeira
Liga e Comitê de Clubes fecham acordo de suporte logístico para NBB
Marcos Braz confirma saída do lateral Rafinha do Flamengo
PRF apreende 1,5 tonelada de maconha após dois flagrantes no MS
Para segurança de pedestres, Prefeitura constrói calçada na Vila Zucão
Polícia Militar prende homem por dano após romper tornozeleira eletrônica em Bataguassu.
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande recolhe filhote de anta com ferimentos possivelmente por ataque de cachorros de caça
Next
Prev

Saúde

Vacina Russa para a Covid-19 passa em testes e tem lançamento previsto para agosto

Publicado

Nesta segunda-feira, 13 de julho, foi anunciado pelos cientistas da Rússia que eles esperam que a primeira vacina contra o novo coronavírus seja distribuída no mês que vem. A informação foi dada após a conclusão dos ensaios clínicos com voluntários.

“A pesquisa foi concluída e provou que a vacina é segura”, disse Yelena Smolyarchuk, chefe do centro de pesquisa clínica da Universidade Sechenov, à agência de notícias russa TASS.

Está previsto que seja registrado a “circulação civil” entre os dias 12 e 14 de agosto. Já o início da produção em massa é aguardado até setembro por parte de empresas privadas.

Os testes com a vacina foram iniciados em junho e envolveram dois grupo. Os voluntários formaram uma resposta imune após injeções e não desenvolveram nenhuma reação atípica. Alguns apresentaram dores de cabeça e temperatura corporal elevada, mas esses sintomas desapareceram depois de 24 horas.

Comentários Facebook

Saúde

China alerta para nova pneumonia mais mortal que a covid-19

Publicado

Um novo surto de doença respiratória, potencialmente mais letal que a covid-19, pode estar  começando na Ásia.

A embaixada chinesa no Cazaquistão alertou ontem seus cidadãos no país sobre uma nova “pneumonia desconhecida”.

Segundo a China, no primeiro semestre deste ano 1.772 pessoas morreram da doença este ano, 628 delas apenas em junho. Cerca de 100.000 pessoas já teriam sido contaminadas.

“Essa taxa de mortalidade da doença é muito maior que a da covid-19 e as autoridades do Cazaquistão estão conduzindo um estudo comparativo do vírus sobre o qual ainda não há definição”, afirmou a embaixada chinesa, segundo o jornal South China Morning Post.

O ministro da Saúde do Cazaquistão respondeu nesta sexta-feira, pelo Facebook. Alexei Tsoi afirmou que a informação divulgada pela China é “incorreta”.

Segundo ele, a conta oficial inclui todos os tipos de pneumonias já conhecidas, incluindo as causadas por vírus e bactérias.

Ele não especificou quantos dos casos tratados como pneumonia podem na verdade ser de covid-19, nem entrou em detalhes sobre se há ou não uma nova doença em circulação no país.

A Organização Mundial da Saúde afirmou ao diário chinês que tem conhecimento apenas da circulação da covid-19 no Cazaquistão, e que a doença causada pelo novo coronavírus pode explicar o aumento nos casos de pneumonia no país.

Segundo a CNN, a capital do país, Nursultan, mais que dobrou os casos de pneumonia em relação a junho de 2020. A China afirmou que pretende trabalhar junto com o país no combate ao surto.

O Cazaquistão tem oficialmente 50.000 casos de covid-19, e recentemente adotou medidas mais rigorosas de distanciamento social após um avanço no contágio — a quinta-feira foi o dia com mais novos casos, 1.962.

Romper a cortina de fumaça em torno do Cazaquistão não deve ser fácil. O país é um dos mais fechados do mundo. A capital foi rebatizada com o atual nome ano passado, em homenagem a Nursultan Nazabayev, que deixou o cargo um dia antes após governar o país desde o fim da União Soviética, 30 anos atrás.

Ele ainda é presidente do Conselho de Segurança e chefe do partido que domina o parlamento, o que lhe garante poder total sobre o país da Ásia Central. O Cazaquistão tem 17 milhões de habitantes e faz fronteira, entre outros, com a China e a Rússia (onde o atual presidente, Vladimir Putin, acabou de passar uma lei que lhe permite ficar no poder por mais duas décadas).

Por Exame.com

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Novo coronavírus já estava no esgoto de Barcelona um ano antes da pandemia

Publicado

Estudo feito pela universidade local detectou o vírus em 12 de março de 2019

Apesar de o epicentro da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) ter sido Wuhan, na China, no final do ano passado, um estudo divulgado pela Universidade de Barcelona, na Espanha, nesta sexta-feira (26) afirma que o vírus foi encontrado no esgoto local em 12 de março de 2019. Essas amostras residuais foram descobertas quase que exatamente um ano antes de ser declarada pandemia pela Organização Mundial de Saúde, fato ocorrido em 11 de março de 2020.

De acordo com a nota emitida pela Universidade, os cientistas observaram amostras obtidas de diuas estações de tratamento de esgoto da Catalunha devido ao fato de ser possível haver grandes quantidades de genoma de coronavírus nas fezes.

“Os níveis do genoma do SARS-CoV-2 coincidiram claramente com a evolução dos casos de Covid-19 na população”, explicou o coordenador do trabalho, Albert Bosch, conforme informações da agência “EFE”.

A descoberta faz os cientistas especularem que muitas pessoas já infectadas pelo coronavírus à época, tenham sido diagnosticadas como portadoras de um vírus comum da gripe.

“Identificar a propagação do SArS-CoV-2 com um mês de antecedência teria permitido uma resposta melhor à pandemia”, declarou Bosch.

A Espanha foi um dos países mais atingidos pela pandemia, com 28.330 mortes e 247.486 casos registrados até aqui. Atualmente, o país vive uma fase de recuperação econômica, com reabertura gradual.

De acordo com o Ministério da Saúde local, nessa quinta-feira (25), foram reportados somente mais três óbitos e 157 novos casos de Covid-19.

Fonte: O Tempo

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana