TRÊS LAGOAS-MS
  Últimas
Doutor Cassiano Maia pede pronto atendimento odontológico 24 horas
PMA de Bonito prende e autua em R$ 2,36 mil pescador por pesca predatória ao capturar pescado acima da cota e apreende 18 kg de pescado
PM encaminha ao DP autor de perturbação do sossego e apreende equipamento de som
Polícia Militar apreende em Paranaíba motocicleta adulterada e conduz mulher de 25 anos à delegacia
Professor Negu Breno sugere sinalização de trilha da Cascalheira
Vice-prefeito Paulo Salomão participa de abertura de curso gastronômico em Três Lagoas
Doutor Paulo Veron encaminha pedidos de melhorias viárias
Sayuri Baez requisita lista de médicos plantonistas nas unidades de saúde
Vereadora Evalda Reis solicita implantação de energia fotovoltaica em prédios públicos
Britão do Povão solicita serviços em ruas
Polícia Militar apreende aparelhagem de som em São Gabriel do Oeste após denúncia de perturbação.
Três pessoas são presas em cumprimento de mandados de prisão neste final de semana, na área de atuação do 7º BPM
América domina o Santos e vence fora de casa
Fortaleza vence Athletico e assume vice-liderança do Brasileirão
São Paulo é derrotado pelo Red Bull Bragantino no Brasileirão
De virada, Galo vence Cuiabá e amplia vantagem na liderança
Corinthians empata com Internacional no Brasileirão
Flamengo perde para o Fluminense por 3 a 1 no Maracanã
Polícia Militar em Nova Andradina prende homem por dano e violência doméstica
|| Em Miranda, Polícia Militar cumpre mandado de prisão e apreende arma de fogo ||
|| Em Aquidauana, Polícia Militar prende homem por tráfico de drogas ||
Em quatro anos, índice de roubos cai pela metade em Campo Grande
Funtrab/MS oferece 2.009 vagas de emprego em todo o Estado
Prefeito de Três Lagoas assina autorização para início da obra de restauração asfáltica de ruas do Interlagos
Programa Vida Saudável fala sobre técnica que melhora concentração e memória
Em entrevista à Caçula FM de Três Lagoas, Bolsonaro fala sobre importância de MS para o Brasil
Em Três Lagoas| Jovem fica ferido em acidente próximo da 2º lagoa
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande resgata filhotes de tucano após queda de árvores em virtude de tempestade
Em Naviraí, Polícia Militar prende homem por porte ilegal de arma de fogo
Polícia Militar prende homem por prática de direção perigosa e adulteração de sinal identificador de veículo em Nova Andradina
Next
Prev

Mato Grosso do Sul

Suavidade da MPB e música erudita envolvem o público no Som da Concha deste domingo

Publicado


Um clima de suavidade e harmonia invadiu o público do Som da Concha deste domingo (19). A música de Juninho MPB e o som erudito de Miguelito agradaram a quem compareceu aos shows nesta noite de lua cheia e boas energias. Aplausos fortes, elogios e gritos de bis foram uma constante durante toda a noite.

A professora Rosimar Rodrigues esteve presente com toda a família e pôde verificar a alegria de poder sair de casa com segurança depois de tanto tempo dentro de casa por causa da pandemia. “Nós estávamos passeando aqui no parque e decidimos ficar para assistir ao show. Fazia tempo que nós não saíamos para lugar nenhum. Eu acho importante este momento de voltarmos a nos socializar, tenho dois filhos adolescentes e o emocional deles ficou bastante abalado”.

O cantor e compositor Juninho MPB abriu o show da noite com suas canções compostas para as pessoas que ele ama: seus pais, seus filhos, sua esposa. “É a segunda vez que estou apresentando essas canções. A pandemia ajudou no processo de composição pelo fato de a gente ter que ficar muito tempo dentro de casa. Todas as músicas que eu fiz, elas vieram até mim. Às vezes eu estou em casa e vem a melodia, a letra, e com o tempo vai saindo. É um processo muito natural”.

Juninho afirmou que é um fã do Som da Concha e sempre acompanhou seus amigos músicos na plateia, por várias vezes. “Eu trato a música com muito respeito. Agora aqui, no palco, eu me considero conversando musicalmente com os instrumentos, é uma grande troca. Confesso que mais de um ano, sem palco, sem público, só live, cansa um pouco a gente. A música, o palco é a melhor droga que existe”.

Colega de Juninho MPB e seu grande incentivador a fazer composições, Miguelito subiu ao palco para o show de encerramento. O público foi bastante receptivo, inclusive as crianças, que compareceram em peso à Concha Acústica Helena Meirelles. Muitas ouviam as músicas apreciando o bonito céu da noite e fazendo comentários sobre as estrelas.

Os comentários das crianças combinaram perfeitamente com a música de Miguelito, que falam sobre  origem do Cosmos, como a música Gênesis, sobre sonhos, sobre a silhueta feminina, entre outros temas das composições.

O multi-instrumentista falou que começou com suas composições de música erudita por volta dos 19 anos de idade, quando compôs sua primeira valsa, que foi apresentada no show desta noite. “Fiz três ou quatro músicas quando saí do conservatório, mas depois abandonei a música erudita e comecei a fazer bailes com a banda Zutrik, com a qual toquei durante quarenta anos, porque na época Mato Grosso do Sul não tinha público para a música erudita. Mas hoje tem muito campo, sim. Eu tocava muito na Arte e Técnica e lá conheci o Peter Krastanov, que hoje me acompanha, e graças ao Peter conheci o Marcelo Gerônimo, que passou a fazer parte do grupo. Eu valorizo muito os músicos que estão comigo porque se não fosse eles o projeto não iria para a frente”.

“Foi maravilhoso tocar aqui hoje. Foi a primeira vez que apresentei estas composições aqui na Concha. Eu notei que o erudito tem público, houve um avanço muito grande neste sentido. Os concertos, hoje em dia, ficam lotados e tem gente que ainda fica de fora e não consegue entrar. O Som da Concha abriu o leque para vários estilos, isso é muito interessante. Parabéns à Fundação de Cultura pelo incentivo aos projetos autorais”.

E para você que gosta de boa música autoral feita aqui em Mato Grosso do Sul, fique ligado! A próxima edição do projeto Som da Concha acontece no dia 02 de outubro, com Femme Lounge e Tom Alves e no domingo 03 é a vez de Ariadne e Simona. Mais informações sobre as próximas edições serão divulgadas no site e nas redes sociais da Fundação de Cultura.

Texto: Karina Lima, FCMS

Fotos: Ricardo Gomes

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook

Mato Grosso do Sul

Em quatro anos, índice de roubos cai pela metade em Campo Grande

Publicado

por


Os investimentos do Governo do Estado e a eficiente gestão da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) resultaram na queda de 50,6% no número de roubos nos últimos quatro anos em Campo Grande. Em 2017 foram 7.475 ocorrências e os registros foram caindo ano a ano até chegar a 3.275, em 2020.

Em 2021, o índice também vem sendo positivo. No período entre janeiro a setembro deste ano foram registradas 2.119 ocorrências, revelando queda de 13,7% se comparado ao mesmo período de 2020, quando ocorreram 2.458 roubos em Campo Grande. Para o comandante-geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul (PMMS), coronel Marcos Paulo Gimenez, um dos fatores que contribuem para a redução nas ocorrências de roubo e proporciona a sensação de segurança à população é o Programa OCOP (Obtenção de Capacidade Operacional Plena).

Programa OCOP lançado este ano (Foto: Saul Schramm)

O trabalho de repressão também soma na diminuição das ocorrências de roubo, segundo o titular da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF), delegado Giuliano Carvalho Biacio, que acrescenta que a quantidade de prisões em situações de roubo é praticamente diária. “A gente tem equipes operacionais diariamente nas ruas. O trabalho da DERF é pautado pela investigação. A gente começa com a análise dos boletins de ocorrências, as regiões onde estão ocorrendo mais crimes. A verificação da ocorrência de informações da mesma pessoa ou do mesmo grupo que está cometendo crimes em outras regiões, e passando por isso são deflagradas as operações, a repressão, o que acaba tirando eles de circulação e inibindo a ação dos demais”, disse.Lançado este ano pelo Governo do Estado, em Campo Grande, o OCOP aumentou de 17 para 48 o número de viaturas no patrulhamento ostensivo e a estratégia de atendimento à população também mudou. Coordenadas e monitoradas em tempo real, as viaturas foram distribuídas em 37 setores, tornando o atendimento mais ágil. “Aumentou o número de viaturas nas unidades de rotina, sem dizer as especializadas, o reforço do Bope, Choque, a Polícia Militar Ambiental trabalhando também em reforço. Então, para o serviço de rádio patrulha, nós mais que triplicamos o efetivo, tanto de viaturas, quanto do efetivo humano. Uma vez que nós adotamos essas providências, nós diminuímos o tempo de resposta para o atendimento das ocorrências e o principal foi, realmente, dar aquela sensação de presença do policial militar para a população e, principalmente, para os marginais que se sentindo vigiados não cometem os crimes e essa é a função da Policia Militar, o policiamento preventivo”, afirmou.

Secretário Antonio Carlos Videira

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, reforça os investimentos do programa MS Mais Seguro, que injetou mais de R$ 160 milhões na segurança da população e destacou as ações adotadas pelas forças. “Houve capacitação, a contratação de novos policiais militares e agentes, também houve incremento na PM, na Perícia, na Polícia Civil, com a criação dos núcleos regionais de inteligência e a fomentação de políticas que buscam reprimir autores de roubos que antigamente praticavam crimes na via urbana e que migraram suas atividades para residências, uma vez que a polícia está mais presente na via urbana. Temos trabalhado para reprimir não só os roubos na via urbana, mas também aqueles que eram praticados no comércio e em residências e que também merecem uma atenção especial da nossa parte”, afirmou.

Interior

As cidades do interior do Estado também apresentaram queda no índice de roubos no comparativo de janeiro a setembro. Em 2020, nesse período, foram registradas 1.369 ocorrências enquanto em 2021 já foram 1.240, revelando queda de 9,4%.

Joilson Francelino, Sejusp

Foto: Assessoria de Comunicação da Polícia Militar (Arquivo)

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Emprego

Funtrab/MS oferece 2.009 vagas de emprego em todo o Estado

Publicado

por

Mais de duas mil vagas de emprego, nos mais diversos perfis e níveis de escolaridade, estão disponíveis na Funtrab/MS, nesta segunda-feira, dia 25. Também estão na lista, vagas exclusivas para Pessoa com Deficiência (PcD) e para estudantes em busca de estágio.

Na Capital, Campo Grande são 748 ocupações disponíveis, tais como  motorista de ônibus rodoviário (30), vendedor interno (61), garçom (20), auxiliar de linha de produção (34), atendente de lojas (20), auxiliar de cozinha (15), ajudante de carga e descarga de mercadoria – PcD (16). Já as vagas de estágio são para as áreas de assistência social e pedagogia.

Caarapó (211), Dourados (160), Iguatemi (153), Cassilândia (91), Itaquiraí (70) e Costa Rica são os municípios com maior número de vagas disponiveis.

A Funtrab disponibiliza para os trabalhadores na Capital, Dourados, Corumbá, Naviraí, Chapadão do Sul, Maracaju, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Sidrolândia, Três Lagoas, o agendamento de atendimento por meio do aplicativo “MS Contrata+”. A ferramenta permite que o trabalhador agende dia e hora para ser atendido, sem a necessidade de ficar na fila para retirar senha.

O detalhamento das vagas, endereços e telefones de cada unidade pode ser conferido no site da fundação www.funtrab.ms.gov.br.

 

Katiuscia Fernandes – Subcom

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana