TRÊS LAGOAS MS
  Últimas
Polícia Civil  de Água Clara fecha casa de exploração sexual que mantinha adolescente de 15 anos
O maior parque aquático do país abre suas portas em Andradina/SP
Homem é flagrado tentando atear fogo em quiosques em Três Lagoas
Avião carregado com 500 Kg de pasta base de cocaína é abatido no Interior Paulista
Velocista Melânia Luz ingressa no Hall da Fama do COB
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande captura jiboia de mais de 1 metro em residência
Rayssa Leal e Pâmela Rosa encerram Pro Tour fora do pódio
Duda Sampaio e Natascha defenderão Brasil na Copa América Feminina
Vasco e Sport empatam em Maracanã lotado
Diante do Atlético-GO, São Paulo volta a vencer no Brasileiro
Polícia Militar realiza formatura do Proerd Kids no Município de Anaurilândia.
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande captura tamanduá-bandeira passeando pelas ruas do bairro Caiobá
Brasileiros perdem nas duplas e país está fora de Wimbledon
Série B: Ponte Preta e Tombense ficam no 0 a 0 em Campinas
Cuiabá derrota o Avaí em Florianópolis e deixa o Z4
PMA do Grupamento de Águas do Miranda fiscaliza 14 embarcações e 57 pescadores, orientam turistas e apreendem petrechos ilegais de pesca
PMA e UCDB entregam amanhã (4) às 14h00 para o Biobarque Pantanal, onça-pintada, arara e filhote de anta taxidermizados para uso em Educação Ambiental
Polícia Militar 9°CIPM/CPA1 impede Estelionato contra idosa em Dourados
Polícia Militar de Caarapó da 9ªCIPM/CPA-1 recupera produtos de furto e prende autor
Em dois meses, 27 países fincaram suas bandeiras no Bioparque Pantanal
Primeiro pagamento por serviços ambientais motiva setores produtivos de Bonito e Jardim
Rayssa Leal e Pâmela Rosa disputam final do Pro Tour de skate street
Em um Maracanã lotado, Vasco recebe o Sport pela Série B
Palestra e oficina interativa no MIS buscam discutir o saber-fazer Guarani e Kaiowá
Reeducandos do Centro Penal da Gameleira trabalham na reforma da Unei Dom Bosco
Domingo segue com previsão de tempo estável, com máxima de até 35°C no Estado
Com assinatura de convênios, produtores já podem receber 1ª parcela do PSA de Jardim e Bonito
Big Data: Fundtur MS e Sistema Comércio criam plataforma de inteligência turística
Dourados: projetos da Coronel Ponciano e do terminal de passageiros avançam
Athletico-PR bate Palmeiras fora de casa e assume vice-liderança
Next
Prev

PET

Site cria ferramenta que ajuda a encontrar pets desaparecidos

Publicado

Quando um animal de estimação querido foge de casa é comum os donos ficarem desesperados. Postagens em redes sociais e cartazes são as formas mais utilizadas para procurar o bichinho, mas muitas vezes não surtem efeito. Pensando nisso o  AlertPet , um site especializado em encontrar pets desaparecidos , foi criado.

A plataforma cria alertas com fotos no Facebook e Instagram, avisando pessoas da redondeza que um animal desapareceu. Assim, se alguém avistar um cão, gato ou outro pet parecido com o que está perdido, ela pode avisar o dono, interagir com outras pessoas que também podem ter avistado o animal,  tornando a busca mais fácil.

Porém, o site não oferece o serviço de graça. Para fazer um anúncio do animal perdido é preciso escolher um dos seis planos: Alert Basic, Alert Standart, Alert Advanced, Alert Prime, Alert Personal ou Alert Expert. Os preços variam de R$49 a R$796, e a busca dura de 2 a 10 dias, prometendo posts impulsionados nas redes sociais para atingirem o maior número de pessoas possível.

Fonte: Canal do Pet

Comentários Facebook

PET

A eficácia da homeopatia veterinária e apresentação de casos de sucesso são destaque da MedVep 2022

Publicado

A eficácia da Homeopatia Veterinária em suas mais variadas aplicações e a apresentação de cases de sucesso fazem parte da programação do Congresso MedVep Internacional de Especialidades, que ocorre em Bento Gonçalves (RS) entre os dias 30 de junho e 02 de julho de 2022.

Reconhecido como o maior evento da América Latina do segmento, o Medvep, realizado pela AMVHB (Associação Médico Veterinária Homeopática Brasileira), reúne mais de 500 palestras em 10 auditórios simultâneos, com objetivo de contemplar cerca de 5 mil participantes com informações importantes sobre a área.

O evento reúne ainda mais de 120 empresas dos setores de ração, laboratórios, acessórios e equipamentos, entre outros.

Serão 25 especialidades abordadas, entre: Anestesiologia, Dermatologia, Ortopedia, Cirurgia, Fisioterapia, Endocrinologia e Endocrinologia, além de temas relacionados, como Gestão de Marketing para o setor.

Há 20 anos no mercado, a Sigo Homeopatia Veterinária tem lugar de destaque no evento, com três importantes palestras, que reforçam o comprometimento da marca com a saúde e bem-estar animal, prezando sempre por resultados e eficiência.

No dia 30 de junho, às 9 horas, a médica veterinária homeopata e diretora técnica da Sigo, Dra. Mônica de Souza, realiza a abertura do MedVep com a palestra “Casos Clínicos de Sucesso com Homeopatia”, onde relata importantes resultados por meio da especialidade que colabora para a saúde e bem-estar dos animais.

“Ao longo dos anos, temos muitos casos de animais que foram tratados com homeopatia e obtiveram ótimos resultados, tanto entre os pets, quanto animais de campo e silvestres. Há cerca de um ano, uma arara totalmente depenada devido a maus-tratos, recuperou suas penas e mais que isso, sua saúde, por meio de tratamento exclusivo com a homeopatia. A ave foi recolhida pelo Centro de Reabilitação de Animais Silvestres de Mato Grosso do Sul. Entre os pets, temos casos como de uma cachorra idosa e com câncer que hoje, leva uma vida saudável e está recuperada, graças ao suporte da homeopatia”, destaca Mônica.

Muitas vezes, os donos de pets enfrentam desafios comportamentais com seus animais. Seja agressividade, hiperatividade, dificuldade de socializar ou até mesmo distúrbios como a coprofagia (animais que comem as fezes), mas quando falamos de doenças no âmbito físico (afecções de pele, perda de funcionalidade de órgãos, susceptibilidade à doenças virais e bacterianas) não podemos excluir também o fator mental e comportamental do indivíduo, o que chamamos de “estresse”, que pode acarretar na baixa de imunidade. A explicação será apresentada pelo médico veterinário pós-graduado em Homeopatia e representante da Sigo, Dr. Pedro Cucco, que às 14 horas, ministra a palestra “Ação da Homeopatia nos Distúrbios Comportamentais”.

Fotos: Médico veterinário e palestrante do evento, Pedro Cucco e pets tratados com homeopatia

 “Muito antes de avaliar o caso clínico do animal, em qualquer diagnóstico, avaliamos se há desequilíbrio mental ou distúrbio emocional, que acarreta em doenças físicas. A homeopatia trata a causa e não a doença e por isso temos essa atenção especial ao conjunto, o que levou este animal a desenvolver determinada doença ou comportamento”, explica Cucco.

Aceitar a partida de um animal querido é difícil, mas por meio da homeopatia é possível amenizar as dores e proporcionar dias mais confortáveis aqueles que estão em situação mais grave.

O tema será abordado às 18h30 pela médica veterinária homeopata Mônica de Souza na palestra “Tratamento Homeopático Paliativo em pacientes lesionais graves e incuráveis”.

“Há casos de animais em situação de sofrimento extremo, onde nada mais pode ser feito e a homeopatia colabora para que este animal tenha mais conforto e qualidade de vida, o que impacta diretamente em seu tutor, que percebe redução no sofrimento de seu animal, que muitas vezes é como um ente querido”, finaliza.

Sobre a Sigo Homeopatia Veterinária – Com 20 anos de atuação, a Sigo está presente em todo o Brasil, com produtos homeopáticos para as áreas PEC (pecuária) e PET (animais domésticos). A marca também atende animais silvestres e se destaca pela eficácia em sua utilização.

A responsabilidade social é uma das premissas da Sigo, que há mais de cinco anos, desenvolve o Projeto Amigo Sigo, proporcionando tratamento homeopático e acompanhamento a protetores independentes, entidades e Ongs de Mato Grosso do Sul e de outras regiões do Brasil.

A marca ainda apresenta sua assertividade na pecuária, sendo ‘a menor dose que resolve’, além da fácil aplicação, sem a necessidade de investimentos em manejo e evitando o estresse do animal.

Saiba mais sobre a Sigo em: sigohomeopatia.com.br

Outras informações sobre o MedVep: www.amvhb.org.br.

Comentários Facebook
Continue lendo

PET

Cuidados e recuperação de animais silvestres por meio da homeopatia veterinária são temas de live no dia 27

Publicado

Promovida pela Sigo Homeopatia, iniciativa contará com participação de especialistas e apresentação de cases de sucesso

Com foco na cura de forma global, tratando não apenas os sintomas, mas as causas, a homeopatia é uma ciência que busca o equilíbrio orgânico do indivíduo. A terapêutica respeitada no tratamento de humanos, ganha cada dia mais espaço na Medicina Veterinária e apresenta resultados positivos também entre os animais silvestres.

Para debater o tema, com apresentação de cases de sucesso, ocorre no próximo dia 27 de maio, às 19 horas, a live “A Homeopatia no cuidado dos Animais Silvestres”, realizada pela Sigo Homeopatia Veterinária.

Mediada pela médica veterinária e responsável técnica pela marca, a iniciativa conta com as participações do médico veterinário do CRAS/Imasul (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), Diogo Borges de Arruda e da médica veterinária, especialista e mestre em homeopatia, doutora em Ciências da área de Epidemiologia aplicada a Zoonoses – USP e Pós-Doc (PHD) em Patologia Ambiental Experimental, Professora Dra. Cidéli Paula Coelho.

Os três participantes da live contam com ampla experiência no trato de animais silvestres. A Profa.Dra. Cidéli Paula Coelho atua há mais de 20 anos na área de Silvestres, Etologia e Bem-Estar Animal.

O médico veterinário Diogo Borges de Arruda, além do trato diário de animais silvestres, onde atualmente lida com cerca de 200 animais silvestres de espécies variadas, vítimas de desastres ou maus-tratos, atuou nas queimadas que atingiram a Serra do Amolar, região do Pantanal, que em 2020, registrou uma das maiores queimadas de sua história, devastando cerca de 4 milhões de hectares da maior área alagada do planeta, afetando diretamente na fauna do cerrado.

Mônica de Souza, foi presidente da AMVHB (Associação Médico Veterinária Homeopática Brasileira) e há quase 20 anos é responsável técnica pela Sigo Homeopatia Veterinária, empresa dedicada ao tratamento e prevenção de doenças em animais, tanto pets, quanto de campo, por meio da homeopatia.

“Convidamos especialistas na área, para conversar e comprovar o quanto a homeopatia é eficaz e grande aliada no trato dos animais silvestres, colaborando para a recuperação destes, que muitas vezes estão ameaçados de extinção e sofrem tanto por catástrofes da natureza, quanto pela ação do homem”, destaca Dra. Mônica de Souza.

Cases de Sucesso

Há oito meses, a Sigo Homeopatia Veterinária e o Cras firmaram parceria, onde a empresa fornece medicamentos e orientação homeopática ao centro de reabilitação. Em pouco tempo de tratamento, as aves, tratadas exclusivamente com homeopatia, registram queda de 40% na mortalidade. Outros dois casos são da anta Antônio e da arara Frango. Antônio é uma anta macho encontrada ainda filhote perdido em uma fazenda. Frágil e debilitado, o animal recebeu tratamento homeopático para ganho de peso, problemas nas patas e pêlos e em poucos meses de tratamento já está completamente recuperado.

Já a arara Frango, é uma ave da espécie Canindé, resgatada completamente sem penas e muito fragilizada, com o tratamento homeopático, em seis meses ela recuperou as penas e a saúde.

Homeopatia Ambiental

A homeopatia também pode ser aplicada nas nascentes de água, resultando no tratamento ambiental, como no caso da Serra da Cantareira, em São Paulo, onde em 2018, um surto de febre-amarela se disseminou entre macacos bugios, espalhando pânico entre os moradores.

Por meio do grupo de voluntários Sonho de Bugio, a Sigo Homeopatia desenvolveu uma fórmula sem resíduos ambientais para aplicação nas nascentes, o que resultou na possibilidade de tratar animais silvestres no seu habitat sem necessidade de captura. Toda a fauna da região foi tratada via água e, em pouco tempo, não houve mais registro de casos da doença infecciosa na região.

“O ambiente ficou tratado como um todo através da água, que permeou todo o sistema e assim, conteve o surto da doença nos animais silvestres”, relata a Dra. Mônica Souza.

Essa experiência criou o conceito da homeopatia ambiental e se tornou case de sucesso que inspirou trabalho apresentado na Water Conference, ocorrido na Bulgária em 2019, em Londres.

Estes e outros cases de sucesso serão apresentados na live:

“A Homeopatia no cuidado dos Animais Silvestres”

Data: 27 de maio de 2021 (quinta-feira) – 19h

Transmissão pelo Instagram: @sigohomeopatia

Fotos: Animais atendidos pelo Centro de Reabilitação de Animais Silvestres de MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana