TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Programa Vida Saudável fala nesta edição sobre a hanseníase

Publicado em

A hanseníase é considerada uma doença crônica e infecciosa. Nos últimos dez anos, foram diagnosticados cerca de 300 mil novos casos no Brasil, o país é o segundo no ranking mundial e fica atrás apenas da Índia, já Mato Grosso do Sul é a sétima unidade da federação com mais incidência da doença. Para falar sobre a hanseníase, o programa Vida Saudável da Rádio ALEMS, conversou nesta edição com o coordenador nacional do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan), Artur Custódio.

O coordenador nacional Morhan, explica durante o bate-papo que nos últimos anos houve uma redução nos registros de casos da hanseníase, mas que essa diminuição, infelizmente, não pode ser comemorada. “Significa que, por conta da paralisação de políticas públicas devido à pandemia da covid-19, novos casos deixaram de ser registrados e, assim, pessoas que deveriam estar em tratamento ainda não foram sequer diagnosticadas. Sem tratamento, os casos não identificados correm risco de desenvolver um quadro de sequelas físicas irreversíveis”.

Artur Custódio enfatiza que a entidade tem buscado desenvolver ações voltadas para a eliminação da hanseníase, e tem percorrido todo Brasil. “A hanseníase tem cura. Os portadores da doença que, até a década de 70, eram excluídos do convívio social e condenados ao confinamento em colônias, hoje recebem remédios de graça e se tratam em casa, com acompanhamento médico nas unidades básicas de saúde. O tratamento dura, em média, entre seis meses e um ano, e o diagnóstico precoce é fundamental”, pontua.

Em Mato Grosso do Sul o Poder Legislativo tem atuado para colocar o assunto em discussão, está tramitando na Assembleia Legislativa (ALEMS) uma proposta que institui no Estado a Política de Educação Preventiva contra a Hanseníase e de Enfrentamento ao Preconceito, de autoria do deputado Nenp Razuk (PL). “O apoio do Poder Legislativo é fundamental para trazer esse assunto à tona novamente, pois precisamos de políticas públicas que priorizem o enfrentamento deste problema. Caso isso não ocorra, as consequências serão drásticas e afetarão milhares de pessoas”.

Para ouvir o Programa Vida Saudável basta acessar a Rádio ALEMS, clicando aqui.

Sinais da hanseníase

Os sinais e sintomas da hanseníase estão localizados principalmente nas extremidades das mãos e dos pés, na face, nas orelhas, nas costas, nas nádegas e nas pernas. Abaixo segue as características mais comuns da hanseníase:

Manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas em qualquer parte do corpo;

Área de pele seca e com falta de suor;

Área da pele com queda de pelos, mais especialmente nas sobrancelhas;

Área da pele com perda ou ausência de sensibilidade. Neste caso, pode ocorrer de uma pessoa se queimar no fogão e nem perceber, indo verificar a lesão avermelhada da queimadura na pele mais tarde;

Parestesias (sensação de formigamento na pele, principalmente das mãos e dos pés);

Dor e sensação de choque, fisgadas e agulhadas ao longo dos nervos dos braços e das pernas;

Edema ou inchaço de mãos e pés;

Diminuição da força dos músculos das mãos, pés e face devido à inflamação de nervos, que nesses casos podem estar engrossados e doloridos;

Úlceras de pernas e pés;

Nódulos (caroços) no corpo, em alguns casos avermelhados e dolorosos;

Para mais informações sobre a hanseníase, você pode entrar em contato pelo disque ZapHans- (21) 97912-01-08.

Comentários Facebook

Assembléia Legislativa MS

Ordem do Dia: Campanha de Combate ao Preconceito à Hanseníase é aprovada

Published

on

By

Os deputados votaram cinco projetos nesta terça-feira (16), na Ordem do Dia da sessão plenária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS). São três propostas aprovadas em primeira discussão e duas em discussão única. A sessão inicia às 9h e pode ser acompanhada presencialmente no Plenário Júlio Maia ou pelos canais de Comunicação da Casa de Leis.

Primeira discussão

Aprovado em primeira votação, o Projeto de Lei 184/2022, que institui a Política Estadual de Educação Preventiva contra a Hanseníase e de Combate ao Preconceito no Estado de Mato Grosso do Sul, segue para análise das comissões de mérito. Entre os objetivos da campanha está estimular ações preventivas, terapêuticas, reabilitadoras e legais relacionadas com a hanseníase e incentivar a participação da sociedade nas iniciativas voltadas para a prevenção e a eliminação da doença.

Outra matéria que também foi aprovada em primeira e segue para análise das comissões de mérito é o  Projeto de Lei Complementar 04/2021, que acrescenta parágrafo único ao Artigo 2º da Lei Complementar 245/2018. A norma trata sobre a criação do Presídio Militar Estadual (PME) e o parágrafo proposto prevê, na estrutura desse estabelecimento, a existência de salas com instalações e comodidades condignas.

Ainda em primeira discussão foi aprovado o Projeto de Lei 194/2022, que institui o “Dia Estadual das Mensageiras do Rei”, a ser comemorado, anualmente, em 20 de julho. Da mesma forma, segue para análise das comissões de mérito.

Discussão única

Além dessas proposições, os deputados votaram em discussão única os Projetos de Resolução 14/2022 e 15/2022. Essas propostas tratam sobre concessão de Título de Cidadão Sul-mato-grossense.

Você pode conferir todos os detalhes dos projetos e suas respectivas tramitações no Sistema Legislativo clicando aqui. Acompanhe a votação pelo Canal 9 da Net,  TV ALEMSYoutubeFacebookRádio ALEMS e aplicativo Assembleia MS – (Android/iOS).

Fonte: Assembleia Legislativa de MS

Comentários Facebook
Continue Reading

Assembléia Legislativa MS

Seis projetos estão pautados para a sessão plenária desta terça-feira

Published

on

By

Os deputados devem votar seis projetos nesta terça-feira (16) conforme previsto na pauta da Ordem do Dia da sessão plenária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS). São quatro propostas pautadas para primeira discussão e duas, para discussão única. A sessão tem início às 9h e pode ser acompanhada presencialmente ou pelos canais de Comunicação da Casa de Leis.

Entre as proposições em primeira discussão, está o Projeto de Lei Complementar 04/2021, que acrescenta parágrafo único ao Artigo 2º da Lei Complementar 245/2018. Esse dispositivo trata sobre o Presídio Militar Estadual (PME) e o parágrafo proposto prevê, na estrutura desse estabelecimento, a existência de salas com instalações e comodidades condignas.

Também deve ser votado, em primeira discussão, o Projeto de Lei 184/2022, que cria a Campanha de Combate ao Preconceito à Hanseníase em Mato Grosso do Sul. Entre os objetivos da campanha, está estimular ações preventivas, terapêuticas, reabilitadoras e legais relacionadas com a hanseníase; e incentivar a participação da sociedade nas iniciativas voltadas para a prevenção e a eliminação da doença.

Outra proposta pautada para primeira discussão é o Projeto de Lei 194/2022, que institui o “Dia Estadual das Mensageiras do Rei”, a ser comemorado, anualmente, em 20 de julho. Ainda em primeira discussão, está previsto o Projeto de Lei 201/2022, que altera a Lei Estadual 170/1980, para acrescentar o termo “professor” em nome de escola estadual de Jardim, que passa a ser denominada “Professor Antônio Pinto Pereira”.

Além dessas proposições, os deputados devem votar, em discussão única, os Projetos de Resolução 14/2022 e 15/2022. Essas propostas tratam sobre concessão de Título de Cidadão Sul-Mato-Grossense.

Fonte: Assembleia Legislativa de MS

Comentários Facebook
Continue Reading

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana