Três Lagoas-MS

  Últimas
Copa do Brasil: São Paulo vence nos pênaltis e está nas quartas
Sitiante de Arapuá morre e três ficam feridos em acidente na estrada vicinal de Garcias
Nos acréscimos, Flamengo empata com Internacional no Beira-Rio
Brasileiro: Coritiba anuncia saída do técnico Jorginho
Polícia Militar Ambiental de Anastácio autua quatro pessoas por transporte ilegal de pescado e apreende pescado e veículo
Série B: Em Recife, Cruzeiro apenas empata com Náutico
Brasileiro Feminino: Corinthians vence Grêmio em Porto Alegre
Fluminense vence Santos e assume quarta posição do Brasileiro
PRF apreende cerca de 1,5 tonelada de agrotóxicos em Rio Brilhante (MS)
Brasil fecha Grand Slam de Judô de Budapeste com mais 2 bronzes
Polícia Militar Ambiental de Miranda socorre filhote de cervo-do-pantanal ferido à margem de rodovia depois de atropelamento
Após derrota para Real, Barça confirma lesão de Philippe Coutinho
Em Três Lagoas| PM apreende exemplares de jornais com difamações contra candidatos
Ronaldinho Gaúcho testa positivo para coronavírus
Liga Nacional de Futsal: Joinville e Foz Cataratas empatam no sul
Polícia Militar Ambiental autua em R$ 10 mil mulher de 32 anos detida pela PRF por tráfico de filhotes de papagaios
Morre aos 67 anos Benedito Faustino Filho, produtor do Assentamento 20 de Março
Lewis Hamilton se torna maior vencedor da Fórmula 1
Com novos testes positivos, casos de Covid-19 continuam crescendo em todo o MS
Os corpos da família Baravelli são velados no Memorial Vid Prev de Dracena
PRF apreende 908,9 Kg de maconha em Guia Lopes da Laguna (MS)
Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo localiza e autua um pescador e autuará outro que divulgaram vídeo e fotos nas redes sociais praticando pesca predatória
Acidente na BR 262 tira a vida da família Baravelli
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande prende ladrão pouco depois de pedido de socorro de vítima desesperada por ter sido assalta por homem com pistola
Polícia Militar prende autores de furto, receptação e tráfico de drogas em Coxim
Com retrospecto favorável, Internacional encara Flamengo no Beira-Rio
LNF: em meio a maratona, Joinville recebe esperançoso Foz Cataratas
Domingo de céu encoberto e chuva para Mato Grosso do Sul
Interface Pesquisa, Ciência e Comunicação é tema de quarto episódio do Biotacast
Com desempenho recorde em setembro, Mato Grosso do Sul abriu quase 6 mil empresas em 2020
Next
Prev

Policial

Polícia Militar Ambiental de Cassilândia autua infratora em R$ 11 mil por degradação de área protegida e por exploração ilegal de madeira

Publicado

.

Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Cassilândia realizavam fiscalização nas propriedades rurais do município de Inocência ontem (25) à tarde e autuaram uma proprietária rural por degradação de matas ciliares de córrego e exploração ilegal de madeira. Durante a vistora na fazenda localizada à rodovia MS 316, a 68 km da cidade de Inocência, a equipe verificou inicialmente no local 20 árvores de grande porte derrubadas recentemente sem autorização ambiental.

As toras de madeira retiradas da exploração ilegal estavam sendo transformadas em palanques para cerca e tábuas, que eram utilizados na construção de um mangueiro. Foram apreendidas 62 palanques e 245 tábuas, medindo 17 m³ de madeira, sendo que algumas já estavam fixadas na obra. Também a motosserra utilizada na exploração ilegal não possuía documentação e foi apreendida.

Madeira ilegal fixada no mangueiro

Motosserra apreendida

Na propriedade, os Policiais perceberam ainda que a proprietária também criava gado afetando áreas protegidas de matas ciliares de um corpo d’água que corta a propriedade (Área de Preservação Permanente – APP). A área de 1 hectare era utilizada para dessedentação e forrageamento do rebanho e já estava degradada devido a retirada de parte da vegetação e o pisoteamento do gado iniciava processos erosivos de margens e assoreamento do córrego. As atividades foram interditadas e a proprietária rural foi notificada a retirar o gado das áreas de matas ciliares.

Vegetação ciliar derrubada e pisoteio de gado em área do córrego

A infratora (84), residente em Inocência, foi autuada administrativamente por danificar área considerada de preservação permanente (matas ciliares), por exploração ilegal de madeira e pela motosserra ilegal e foi multada em R$ 11.000,00. Ela também poderá responder pelos crimes ambientais, com penas que podem chegar a quatro anos de prisão.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz

Fonte: PM MS

Comentários Facebook

Policial

Polícia Militar Ambiental de Anastácio autua quatro pessoas por transporte ilegal de pescado e apreende pescado e veículo

Publicado

por


Campo Grande (MS) – Durante fiscalização na BR 262, Policiais Militares Ambientais do Grupamento da Polícia Militar Ambiental do Posto Avançado do Taquarussu, em Anastácio, abordaram hoje (25) às 15h00, um veículo Chevrolet S10, onde estavam duas mulheres e dois homens, que transportavam quatro exemplares de pescado das espécies curimbatá e piraputanga ilegalmente. Eles afirmaram que não pescaram e que teriam ganhado o pescado na cidade de Aquidauana, mas não comprovaram a origem e não possuíam a licença de pesca.

O pescado e o veículo foram apreendidos administrativamente, pois não há cometimento de crime, mas somente infração administrativa. Dois homens, de 32 e 63 anos e uma mulher de 54 anos, residentes em Campo Grande, bem como uma jovem de 23 anos, residente em Sidrolândia, foram autuados administrativamente e multados em R$ 320,00 cada um, perfazendo R$ 1.280,00. A falta de licença de pesca não se caracteriza como crime, mas são infrações administrativas, com previsão de multa e apreensão do produto da pesca. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz

Fonte: PM MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Militar Ambiental de Miranda socorre filhote de cervo-do-pantanal ferido à margem de rodovia depois de atropelamento

Publicado

por


Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Miranda receberam hoje (25) há pouco, às 13h30, informações sobre um animal silvestre da espécie Blastocerus dichotomus (cervo-do-pantanal) que estaria ferido à margem da rodovia MS 339, que liga Miranda a Bodoquena na altura do km 16.

Os Policiais foram rapidamente ao local, a 20 km do centro da cidade de Miranda, confirmaram a denúncia e verificaram que o animal possuía vários ferimentos provocados pelo atropelamento, porém, não foi identificado o veículo causador do acidente. Os Policiais calculam que o bicho pode ter sido atropelado pela manhã.

O animal, um filhote macho pesando cerca de 12 kg, que aparentava estado crítico, foi capturado e levado para atendimento veterinário no Pelotão da PMA e, quando estiver com saúde estabilizada, será removido ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) em Campo Grande.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz

Fonte: PM MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana