TRÊS LAGOAS-MS
  Últimas
Herculano destaca importância de campeonatos de futsal para o Estado
Mobilização da ALEMS garante criação da Polícia Penal em Mato Grosso do Sul
Ordem do Dia: Aprovados Lei Orçamentária, PEC da Segurança e outros 9 projetos
MS integrará Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito
Press trip de lançamento do novo voo Congonhas-Bonito tem como resultado mais de 230 matérias publicadas na imprensa de todo o país
Desde o início do mês, Detran-MS no Fácil Coronel Antonino só atende despachantes
Governo concede isenção de IPVA na primeira tributação para motos de até 125 cilindradas
Foragido da justiça é preso pela Polícia Militar em Nova Andradina
Polícia Militar apreende adolescente por direção perigosa e desobediência em Rio Verde
Comandante da Polícia Militar de Coxim participa da inauguração da PAV
CCJR é favorável à mudança no cargo de Professor de Ensino Superior da UEMS
Lei: Holerite deve ser disponibilizado em formato acessível para deficiente visual
Boletim da dengue notifica 11 casos suspeitos em Três Lagoas
Campanha da SMS leva conscientização e prevenção sobre descarte correto de materiais perfurocortantes
Alunos da Diretoria de Cultura se apresentam hoje no espetáculo ” O Circo”
Vereadores destacam importância de programa Nossa Praça
O POVO TÁ DE OLHO – Moradores do Jardim das Acácias se unem para fiscalizar e cuidar da nova praça do bairro
AS ETAPAS DE UM SONHO – Prédio principal da Feira Central será entregue aos feirantes. 2a. etapa da obra continua
Refis 2021: Governo abre nova oportunidade para negociação de débitos do Detran, Iagro, Imasul e Procon
“Vamos bancar a conta de luz de 141 mil famílias”, afirma Reinaldo Azambuja
Governo do Estado inicia a restauração de 11km da MS-480, em Batayporã
MIS realiza nesta quarta-feira a primeira sessão noturna presencial com filme premiado “Madalena”
Inscrições do vestibular da UEMS 2022 vão até dia 20 de dezembro
Artesanato sul-mato-grossense faz parte de feira nacional em Belo Horizonte
Quarta-feira de céu claro e temperaturas elevadas em Mato Grosso do Sul
Secretário Nacional de Trânsito vem a Campo Grande para assinatura de Pnatrans no próximo dia 14
Polícia Militar Ambiental do Distrito de Águas do Miranda salva jacaré de mais de dois metros preso a anzol no rio Nioaque
Deputados devem votar redação final da proposta de lei orçamentária para 2022
Visita de celebridades à Lagoa Maior de Três Lagoas repercute na imprensa nacional
Rebeca Andrade e Isaquias Queiroz conquistam Prêmio Brasil Olímpico
Next
Prev

Agronegócios

Para renovar equipamentos, empresas do agronegócio leiloam mais de 2000 ativos

Publicado

O Superbid Marketplace promoverá em novembro leilões com mais de 2000 ativos  de grandes empresas do setor do agronegócio que renovam suas frotas após o encerramento de safras recordes

Encerrando o ano com recordes de safra e movimento econômico pujante no agronegócio, grandes empresas se preparam para a renovação de seus ativos. O movimento de venda de seus bens usados desperta o interesse dos pequenos e médios produtores, além de investidores. No Superbid Marketplace, a economia circular pede passagem neste final de ano, trazendo um leque de oportunidades ao mercado,  com a disponibilização  de mais de 2000 ofertas de máquinas  e implementos agrícolas, além de máquinas pesadas,  que podem apresentar  40% de desconto em relação ao valor de mercado.

Alguns fatores ajudam a explicar o maior interesse dos produtores pelos bens usados. Em um cenário de elevação da taxa de juros, que impacta no financiamento de máquinas novas; escassez de peças e componentes eletrônicos, que atrasa a entrega dos veículos; e aumento das taxas de câmbio, que encarecem o valor final dos bens, os pregões de maquinários usados são um atrativo para manter a produtividade nas lavouras e otimizar os investimentos.

Entre os lotes leiloados estão máquinas pesadas, colheitadeiras, tratores, plantadeiras e equipamentos para todos os tipos de culturas, como cana-de-açúcar, soja, milho e outros grãos. Também ficam disponíveis para arremate caminhões, baús frigoríficos e outros implementos agrícolas usados para transportar as cargas, como carrocerias.

Para Marcelo Pinheiro, diretor técnico da MaisAtivo, empresa do Grupo Superbid responsável pela avaliação e intermediação dos bens, os ativos ofertados ainda apresentam outros atrativos além do preço “destacamos  a vida útil e tecnologia dos bens, que possuem entre 5 e 10 anos de uso, e a maioria pode ser aproveitado em um curto prazo – receita que torna-se um fator importante para que o produtor mantenha a produtividade na lavoura e competitividade no mercado”.

Comentários Facebook

Agronegócios

Amendoim pode ser mais um dos produtos que compõem a cesta sul-mato-grossense de alimentos

Publicado

por


Em franca expansão pelo País, e uma excelente opção para a renovação das áreas canavieiras, a cultura do amendoim foi tema de discussão entre produtores, investidores e a Semagro, em Santa Rita do Pardo.

O plantio da leguminosa de maneira empresarial nas cidades de Santa Rita do Pardo e Bataguassu, no leste de Mato Grosso do Sul, surge como uma importante alternativa de diversificação da produção.

O superintendente de Ciência e Tecnologia, Produção e Agricultura Familiar da Semagro, Rogério Beretta, participou da reunião representando a Semagro e mostrando aos produtores que o governo do Estado já vem desenvolvendo um trabalho direcionado para dar segurança ao produtor.

O cultivo do amendoim na safra 2021/2022 conta com apoio técnico Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), do Ministério da Agricultura . O zoneamento tem o objetivo de reduzir os riscos relacionados aos problemas climáticos e permite ao produtor identificar a melhor época para plantar, levando em conta a região do país, a cultura e os diferentes tipos de solos.

 

Katiuscia Fernandes – Subcom

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Agronegócios

Começou segunda etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa no MS

Publicado

por

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa de 2021 tevê início na segunda-feira (1º). Nesta etapa, deverão ser vacinados cerca de 9 milhões de cabeças.

Na região do Planalto, a vacinação é obrigatória para animais até 24 meses entre os dias 1° e 30 de novembro. O registro da vacinação deverá ser realizado pelo produtor no sistema informatizado da IAGRO, através do portal GAP de 1º de novembro a 15 de dezembro de 2021.

Já no Pantanal, os optantes pela etapa de novembro, devem vacinar TODO o rebanho entre 1° de novembro a 15 de dezembro de 2021 e registrar a vacinação de 1° de novembro a 31 de dezembro. Para ambas regiões, a aquisição da vacina estará liberada nas revendas cadastradas.

As vacinas devem ser mantidas entre 2°C e 8°C, desde a aquisição até o momento da utilização – incluindo o transporte e a aplicação, já na fazenda. Devem ser usadas agulhas novas para aplicação da dose de 2 ml na tábua do pescoço de cada animal, preferindo as horas mais frescas do dia, para fazer a contenção adequada dos animais e a aplicação da vacina.

Na etapa de maio deste ano o índice de cobertura vacinal dos animais foi de 99,69%. Essa porcentagem representa 18.653.836 bovídeos em 53.808 propriedades envolvidas em todo o estado.

Em caso de dúvidas, a orientação é para que criador procure a Iagro.

Conforme o Plano Estratégico do Pnefa 2017-2026, o Brasil segue executando as ações para garantir o status de país livre da febre aftosa e ampliar as zonas livres de febre aftosa sem vacinação.

A meta é que todo o território brasileiro seja considerado livre de febre aftosa sem vacinação até 2026. Atualmente, em torno de 70 países têm esse reconhecimento pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

 

Katiuscia Fernandes – Subcom

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana