Três Lagoas-MS

  Últimas
Presidente do COI diz que Jogos não devem ser “feira de manifestações”
Polícia Militar Ambiental de Costa Rica autua posto de combustível em R$ 15 mil por armazenamento de 3 mil litros de diesel ilegalmente
Real Madrid vence clássico com Barcelona em pleno Camp Nou
Fórmula 1: Lewis Hamilton conquista pole position no GP de Portugal
Com incêndios controlados e biomas preservados, Corpo de Bombeiros Militar começa a desmobilizar equipes
Governo garante reestruturação e ampliação da perícia criminal de Mato Grosso do Sul
Polícia Militar Ambiental de Rio Negro autua arrendatária de fazenda e capataz em R$ 2 mil por incêndio em galhadas de árvores derrubadas em meio a área de pastagem
Luto no esporte de Três Lagoas, com a morte do jovem goleiro Talys Vinicius
MS registra 479 novos casos de Covid-19 e faixa etária de 30 a 39 anos é a mais afetada
Agepen capacita servidores de Três Lagoas e Bataguassu em vigilância de muralhas e escolta armada
Contemplado pelo FIC, livro sul-mato-grossense é um dos finalistas do Prêmio Jabuti
Polícia Militar Ambiental de Aquidauana autua infrator em R$ 2,3 mil por incêndio em leiras de vegetação proveniente de limpeza
Polícia Militar Ambiental de Dourados autua infrator em R$ 2 mil por crime de maus-tratos registrado em vídeo em que ele agride e até atira em um cachorro
Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas autua paulistano em R$ 20 mil por degradação de matas ciliares em sua propriedade em Brasilândia
Série D: Bangu mira reabilitação e Toledo busca primeira vitória
Sábado com pancadas de chuva e máxima de 32°C para Mato Grosso do Sul
Mídia Ciência relata a história da extração de diamantes em Rochedo
Em Água Clara, moradia própria e fábrica de MDF mostram desenvolvimento e preocupação com população
Com apoio do Governo do Estado, Bela Vista avança e principais investimentos são de infraestrutura
Com transmissão por live, Som da Concha traz diversidade de gêneros musicais no final de semana
PRF apreende 400 g de cocaína em Bandeirantes (MS)
Policiais Militares do 2º BPM sediado em Três Lagoas se capacitaram no Curso de Identificação e Inspeção Veicular
Polícia Militar e Polícia Civil apreendem arma de fogo, celulares, televisores e vários outros objetos durante cumprimento de mandado de Busca e Apreensão em Paranaíba
Adolescente de 15 anos morre por Coronavírus no MS
Fórmula 1: Verstappen e Stroll batem em treino para GP de Portugal
DOF apreende caminhão carregado com 6 toneladas de maconha
Brasil estreia com medalha no Grand Slam de Judô de Budapeste
Série D: jogadores do São Caetano ameaçam não entrar em campo
Outubro Rosa: mulheres lésbicas, bissexuais, homens e mulheres trans também precisam se prevenir
Trabalhos enviados para Revista da PGE começam a ser distribuídos para avaliação
Next
Prev

Mato Grosso do Sul

MS registra total de 77.011 casos de Covid-19 e 1.486 mortes

Publicado

O Estado de Mato Grosso do Sul atingiu a marca de 77.011 casos positivos do Covid-19. A informação consta no Boletim divulgado pela Secretária de Estado de Saúde (SES) neste sábado (17). Nas últimas 24 horas foram registrados 464 casos novos (06%) e oito óbitos.

Os cinco municípios que apresentaram maior número de novos casos foram: Campo Grande com mais 170; Dourados + 63; Três Lagoas + 34; Corumbá +24 e Ponta Porã com mais 21 novos testes positivos.

Com taxa de letalidade em 1,9% a doença já tirou a vida de 1.486 pessoas. Neste sábado houve registro de mais oito óbitos. Foram dois em Campo Grande; dois em Corumbá e um em Paranaíba, Chapadão do Sul e Itaporã.

Estão internados em leitos clínicos 351 pacientes. São 164 pacientes em leitos clínicos e 189 em UTI. O número de pacientes em isolamento domiciliar é de 3.792

Confira o Boletim Epidemiológico deste sábado.

Theresa Hilcar, Subcom

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook

Mato Grosso do Sul

Com incêndios controlados e biomas preservados, Corpo de Bombeiros Militar começa a desmobilizar equipes

Publicado

por


Aconteceu neste sábado (24), no Comando-Geral do Corpo de Bombeiros, em Campo Grande, a solenidade de desmobilização dos 89 Bombeiros Militares do Paraná e do Distrito Federal, que reforçaram o efetivo de Mato Grosso do Sul e atuaram na Operação Pantanal II de combate às queimadas.

Retornam hoje para o Paraná 39 bombeiros militares que integram a segunda equipe enviada a Mato Grosso do Sul. Eles no dia 15 de setembro e por 38 dias atuaram no combate aos incêndios na região do Pantanal. “Foi uma honra ter tido a oportunidade de integrarmos essa grande ocorrência e só temos a agradecer aos homens e mulheres que fizeram parte dessa história, pois tivemos a oportunidade de ajudar a salvaguardar os bens e as vidas do pantanal sul-mato-grossense”, destacou o tenente-coronel Ezequias de Paula Natal, integrante da equipe do Paraná.

Do Distrito Federal são 50 Bombeiros Militares que retornam para a base de origem. O efetivo chegou em Mato Grosso do Sul no dia 10 de outubro e por 13 dias trabalhou no combate aos incêndios na região de Costa Rica, no Parque das Nascentes do Rio Taquari e também no Pantanal.

Este ano, quando foi registrada a pior seca dos últimos 50 anos e com a maior incidência de focos de incêndio da história do Estado, a Operação Pantanal II contou com equipes de bombeiros militares do Mato Grosso do Sul, Paraná, Distrito Federal, Santa Catarina e o com o envio do helicóptero de Minas Gerais.

Presente na solenidade de desmobilização dos bombeiros, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira destacou que foi a integração que garantiu o controle dos incêndios e a preservação de praticamente 80% da área total do Pantanal Sul-Mato-Grossense. “Não fosse essa integração e esses equipamentos enviados pelos estados vizinhos, certamente teríamos um desastre muito maior”, acredita.

Secretários Jaime Verruck (Semagro) e Antonio Carlos Videira (Sejusp) destaracam a importância da atuação dos bombeiros do PR e DF no combate às queimadas no MS

Em todo o Mato Grosso do Sul, nos meses de agosto, setembro e outubro, considerados os mais críticos, foram empregados mais de 500 homens no combate às queimadas, entre bombeiros militares, homens das Forças Armadas e brigadistas. O titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, também presente na solenidade, lembrou que o momento é de reflexão. “Nós tivemos uma catástrofe ambiental, mas precisamos reconhecer os grandes trabalhos de combate aos incêndios florestais que foram realizados em Mato Grosso do Sul, mostrando a capacidade de integração e de coordenação e assegurando a preservação da vida e a da biodiversidade”, disse.

Segundo o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Joilson Amaral, a situação está controlada e os incêndios praticamente extintos no Estado. “Houve um período que as demandas foram superiores a nossa capacidade operacional devido a estiagem prolongada e outros fatores, que levou a necessidade de mobilização de outras corporações e, o que aconteceu no Mato Grosso do Sul, é a demonstração da capacidade dos Bombeiros Militares de se mobilizarem e estarem presentes onde a população precisa”.

O tenente-coronel Fabiano Luis de Medeiros, do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, o Coordenador Estadual da Defesa Civil, tenente-coronel Fábio Catarineli e o Comandante dos Bombeiros no Interior, coronel Marcos Meza, também estiveram presentes na solenidade de desmobilização dos 89 bombeiros do Paraná e do Distrito Federal.
Sobre a Operação Pantanal II

A Operação Pantanal II foi deflagrada no mês de julho pelo Corpo de Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul, com o objetivo de combater e controlar incêndios florestais e preservar a vegetação nativa e a fauna dos biomas do cerrado, pantanal e mata atlântica no estado.

Joelma Belchior, Sejusp
Fotos: Saul Schramm

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso do Sul

Governo garante reestruturação e ampliação da perícia criminal de Mato Grosso do Sul

Publicado

por


O secretário de Justiça e Segurança do Estado, Antonio Carlos Videira, recebeu no gabinete da Sejusp, em Campo Grande, na sexta-feira (23)  Coordenadora Geral de Perícias, Glória Setsuko Suzuki e o Adjunto, José de Anchieta Souza Silva, acompanhados de integrantes do Instituto de Criminalística Hercílio Macellaro (ICHM), do Departamento de Apoio as Unidades Regionais (DAUR) e do Instituto de Análises Laboratoriais Forenses (IALF), para uma reunião onde foram tratadas as demandas da perícia criminal em Mato Grosso do Sul.

Na oportunidade, a coordenadora-Geral de Perícias tratou do plano de trabalho para a aquisição de equipamentos para os institutos de perícia de Campo Grande, bem como das Unidades Regionais de Perícia e Identificação do interior do Estado, com destaque para a aquisição de arcos cirúrgicos, raman portáteis para a realização de exames em drogas, principalmente naquelas regionais mais distantes da capital.

Os peritos criminais presentes no encontro abordaram a necessidade de realização de manutenções preventivas e corretivas nos equipamentos como cromatógrafos, micro comparadores balísticos, infravermelhos e aparelhos utilizados para a realização de exames de DNA.

Conforme Glória, há necessidade ainda de aquisições de novas viaturas, computadores e móveis ergonomicamente corretos, para atender tanto as unidades da capital como do interior. “Já estão em processos de aquisições tanto os novos computadores e móveis, como as viaturas e pretendemos realizar essas entregas para a perícia até o final deste ano”, garante o Secretário de Segurança.

“Nós acertamos também detalhes acerca da informatização dos Postos de Identificação no interior do Estado, por meio de parcerias com municípios, visando ampliar e melhorar o atendimento prestado à população”, explica a Coordenadora Geral de Perícias.

Melhorias dos prédios

O Secretário de Segurança apresentou aos participantes da reunião um cronograma com o planejamento de entregas das construções, ampliações e reformas das unidades de perícia, cujas obras estão em andamento em diversos municípios, com o objetivo de melhorar as condições de trabalho dos servidores e o atendimento ao público.

Contratações

A ampliação do efetivo da perícia de Mato Grosso do Sul também esteve na pauta da reunião de hoje. Segundo o Secretário de Segurança foi discutido o andamento do processo seletivo para a contratação de peritos criminais e médicos legistas, bem como a realização de concurso público. “Nós vamos retomar as tratativas para realizar, já no ano que vem, concurso público para contratar novos peritos criminais”, assegura Videira.

O concurso público a ser realizado pelo Governo do Estado deve contemplar vagas para peritos criminais, peritos papiloscopistas, agentes de Polícia Científica e médicos legistas. O quantitativo a ser contratado ainda está em estudo pela Sejusp.

Além da titular e do adjunto da CGP, estiveram presentes na reunião o diretor do Instituto de Criminalística Hercílio Macellaro, Emerson Lopes dos Reis, a Coordenadora de Divisão do ICHM, Maria das Graças Mujol da Silva, a Diretora do Instituto de Análises Laboratoriais Forenses, Josemirtes Socorro Fonseca Prado da Silva, o Diretor do Departamento de Apoio as Unidades Regionais (DAUR), Nelson Fermino Junior e a Coordenadora de Divisão, Adriana Valéria Arruda da Silva Medeiros.

Joelma Belchior, Sejusp

Foto: Divulgação

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana