TRÊS LAGOAS-MS
  Últimas
Jorginho do Gás pede melhorias na Chácara Imperial
Polícia Militar em Aparecida do Taboado detém homem por perturbação do sossego e apreende aparelhagem de som
Proposta especifica data para feira agropecuária de São Gabriel do Oeste
Projeto quer denominar prédio do Corpo de Bombeiros de Bela Vista
Polícia Militar prende dez pessoas nesse final de semana em Dourados
Em Inocência, Polícia Militar cumpre mandado de prisão em desfavor de homem de 27 anos
Polícia Militar apreende duas armas de fogo e conduz quatro pessoas à delegacia, em Paranaíba
André Bittencourt encaminha pedidos por pavimentação
Vereadora Sirlene Pereira requer estudo para mão única em ruas
Doutor Cassiano Maia pede pronto atendimento odontológico 24 horas
PMA de Bonito prende e autua em R$ 2,36 mil pescador por pesca predatória ao capturar pescado acima da cota e apreende 18 kg de pescado
PM encaminha ao DP autor de perturbação do sossego e apreende equipamento de som
Polícia Militar apreende em Paranaíba motocicleta adulterada e conduz mulher de 25 anos à delegacia
Professor Negu Breno sugere sinalização de trilha da Cascalheira
Vice-prefeito Paulo Salomão participa de abertura de curso gastronômico em Três Lagoas
Doutor Paulo Veron encaminha pedidos de melhorias viárias
Sayuri Baez requisita lista de médicos plantonistas nas unidades de saúde
Vereadora Evalda Reis solicita implantação de energia fotovoltaica em prédios públicos
Britão do Povão solicita serviços em ruas
Polícia Militar apreende aparelhagem de som em São Gabriel do Oeste após denúncia de perturbação.
Três pessoas são presas em cumprimento de mandados de prisão neste final de semana, na área de atuação do 7º BPM
América domina o Santos e vence fora de casa
Fortaleza vence Athletico e assume vice-liderança do Brasileirão
São Paulo é derrotado pelo Red Bull Bragantino no Brasileirão
De virada, Galo vence Cuiabá e amplia vantagem na liderança
Corinthians empata com Internacional no Brasileirão
Flamengo perde para o Fluminense por 3 a 1 no Maracanã
Polícia Militar em Nova Andradina prende homem por dano e violência doméstica
|| Em Miranda, Polícia Militar cumpre mandado de prisão e apreende arma de fogo ||
|| Em Aquidauana, Polícia Militar prende homem por tráfico de drogas ||
Next
Prev

Educação

MasterClass se consolida como evento de sucesso da Unigran EAD

Publicado

Pelo terceiro ano consecutivo, acadêmicos e comunidade tem dias de imersão com grandes personalidades do cenário nacional

Um evento para integrar alunos e comunidade ao oferecer conteúdos ricos, através das palavras de especialistas de renome nos mais diversos segmentos: assim é o MasterClass. Com essa proposta, a Unigran EAD realizou entre os dias 14 e 15 de setembro, mais uma edição do MasterClass, com grandes personalidades do mercado nacional.

“O principal objetivo do MasterClass é a extensão com a sociedade e também, por se tratar de alunos do EAD, a gente tem um movimento inverso, que é trazer o aluno para dentro da universidade, dando mais visibilidade para a universidade”, reforça Saulo Brum, Coordenador do Curso de Administração da Unigran EAD e um dos organizadores do evento.

Realizado presencialmente pela primeira vez em setembro de 2019, com a participação de Marcos Schwingel, Mário Gazin e Alfredo Rocha, o evento teve duração de 3 dias e debateu o tema “Cooperativismo e a inovação como propulsores do desenvolvimento”. O salão contou  com stands de parceiros que fizeram do MasterClass uma grande vitrine para os negócios, já que a presença de público em cada dia superou a marca de mil visitantes.

A coordenadora pedagógica da Unigran EAD, Andrea Klock, enfatiza que eventos dessa natureza são essenciais para a formação profissional. “Os projetos de extensão realizados pela Unigran EAD aperfeiçoam a formação profissional do aluno, pois permitem o acesso à realidade social, já que além de estar inserido em um espaço de produção de conhecimento, consegue agir de forma integrada socialmente”.

Como a Unigran está presente em 23 estados brasileiros, no Japão, Estados Unidos e Europa, através da Unigran EAD, o evento também foi transmitido on-line, entregando conhecimento a todos os acadêmicos inscritos nas mais diversas localidades.

Essa experiência digital permitiu que os organizadores pudessem garantir a realização do MasterClass mesmo durante a pandemia de Coronavírus, em outubro de 2020. Na ocasião, Arthur Igreja e Gustavo Caetano discutiram o tema “Em cenários inesperados, gerando oportunidades inimagináveis”, que somou mais de 8,5 mil espectadores nos dois dias de evento.

O MasterClass 2021 também foi realizado exclusivamente no ambiente digital, ainda por conta das restrições para participação de público. A tecnologia permitiu aos palestrantes José Luiz Tejon; Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina; e Luiz Almeida Marins Filho, dividir seus conhecimentos sobre agronegócios, gestão e cooperativismo com os mais de 2.500 participantes inscritos e mais de 5 mil visualizadores no canal Unigran EAD no YouTube.

Um desses espectadores foi o acadêmico do 5º semestre de Ciências Contábeis da Unigran EAD, André Ricardo da Silva, de Itajaí/SC. Para ele, um evento desse porte é uma oportunidade de buscar um estudo que normalmente não se procura quando se está sozinho.

“Ter a oportunidade de participar de um evento igual ao MasterClass sendo EAD é muito bom, pois quando está cursando EAD geralmente ficamos mais presos em nosso estudo e isso acaba atrapalhando a forma de como vemos a nossa evolução. Tirei como ensinamento um olhar de forma mais abrangente, dentro e fora da minha área de atuação”, afirmou André.

Rosa Maria D’Amato De Déa, reitora da Unigran, reforça que os eventos de extensão são sempre importantes porque ampliam os conhecimentos adquiridos nas aulas dos cursos. “No caso do MasterClass é uma ação mais significativa ainda, porque possibilita a participação de renomados palestrantes do país, como foi o caso desse ano, que se houvesse necessidade de estarem presencialmente na instituição, não teriam disponibilidade de tempo para vir até Dourados. Além disso, o evento permite que muito mais pessoas possam assistir e aprender, entre nossos alunos do EAD do Brasil, do Exterior e pessoas da comunidade em geral”.

Para realizar o MasterClass com excelência, a organização preza por parcerias que fortalecessem o evento. O Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras), Sicredi, Sebrae, Index Comunicação e Expoagro Digital foram fundamentais para mais uma edição de sucesso.

A parceria de longa data entre a Unigran Educacional e o Sindicato Rural também foi um fator de peso na realização desse evento, segundo o Diretor Financeiro da Unigran EAD, Domingos Venturini. “Foi mais uma forma da gente inovar fazendo um evento totalmente digital e levando não só para os alunos do Brasil, mas também de fora, a realidade do agronegócio aqui no Brasil, com as palestras dos Ministros da Agricultura e do Turismo. Numa parceria que leva conhecimento e abre novos horizontes, todos têm a ganhar”, afirmou o diretor.

Fazendo um balanço geral, Saulo Brum avalia que a associação com a Expoagro foi um diferencial que proporcionou ao MasterClass uma extensão ainda maior, englobando a sociedade douradense com mais evidência e despertando maior interesse dos alunos do EAD nessa aproximação com a Instituição e suas realizações.

O organizador destacou que a expectativa para a quarta edição é que o MasterClass possa acontecer fisicamente. “A ideia para o próximo ano é trabalhar no formato que aconteceu em 2019, com palestras ao vivo, para todos os alunos de Dourados e região e para sociedade como um todo, além de transmitir para todo o EAD e proporcionar maior interação. De uma forma geral, trazer todo mundo para o mesmo evento”, frisou Saulo.

Para quem perdeu ou deseja rever as palestras das três edições do MasterClass, basta acessar o canal da Unigran EAD no YouTube e conferir todos os detalhes desse evento que é o maior workshop de negócios, oportunidades, inovações e gestão, promovido pela Unigran EAD.

Comentários Facebook

Educação

Iniciação Científica abre portas para alunos de cursos técnicos integrados do IFMS

Publicado

Um dos diferenciais do ensino técnico integrado do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) – que oferece a formação técnica de maneira articulada ao ensino médio – é a possibilidade de que o estudante tenha contato com a pesquisa científica mais cedo do que o habitual, desde o ensino médio.

Por meio do Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica (Pitec), o aluno tanto do ensino integrado quanto da graduação pode desenvolver competências e habilidades em atividades de pesquisa, seja como bolsista ou voluntário.

Ciclo 2020-21 da Iniciação Científica e Tecnológica (ICT) envolveu 403 estudantes de todos os níveis, sendo 222 deles  bolsistas, que participaram de mais de 170 projetos de pesquisa. Foram 34 projetos premiados nas feiras do Instituto Federal (promovidas nos dez campi), Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (Fetec-MS) e Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace).

No ensino médio, a instituição possui o Pibic-EM, com bolsas de iniciação científica no valor mensal de R$ 100 destinadas a estudantes do ensino integrado, com recursos próprios e também do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). No processo seletivo para o último ciclo ICT foram ofertadas 164 bolsas a alunos do ensino técnico integrado.

O pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, Felipe Oliveira, explica que a ICT possibilita aos estudantes o aprimoramento de habilidades e conhecimentos metodológicos aplicados à resolução de problemas da ciência básica e aplicada. “O desenvolvimento das pesquisas junto aos estudantes, por meio da iniciação científica, propicia a formação de cidadãos que olhem para a sociedade a partir do embasamento científico”.

Experiências – A participação em projeto de ICT no ensino médio, seja como bolsista ou voluntário, tende a abrir portas para a graduação e o prosseguimento no universo científico no ensino superior. Exemplos disso não faltam.

Flávio Queiroz, 22, está no 8° semestre do curso de Engenharia em Automação Industrial do Campus Três Lagoas. Durante o ensino integrado, quando cursou técnico em Eletrotécnica na unidade, ele participou da ICT durante dois anos como voluntário.

Com trabalhos voltados à automação residencial de baixo custo – a partir da utilização da plataforma de prototipagem Arduíno integrado ao computador de placa única Raspberry Pi – ele apresentou suas pesquisas na feira dos campus e eventos de outras instituições, tendo ido até Portugal para um congresso internacional.

Perto de concluir a graduação, Flávio participa, atualmente, do  terceiro ciclo da ICT seguido com o projeto “Controladores robustos para motor de indução trifásico com carga variável”.

“Descobri que gostava muito da área acadêmica pelo contato com os professores e com a pesquisa em si. Assim desde o ensino médio já fui condicionando meus estudos com base nisso, o que me proporcionou diversas oportunidades como participação em congressos e feiras científicas e o desenvolvimento de projetos”, comenta.

Flávio apresentou seu trabalho em um congresso realizado em Portugal – Foto: Acervo Pessoal

Caso parecido é o de Blendha Vilalva, 21, acadêmica do 6° semestre da graduação de Redes de Computadores, do Campus Aquidauana, que também formou-se técnica em Informática pela unidade. A experiência como voluntária em projetos de pesquisa no ensino médio, que tratavam de diversos temas, indicou possíveis caminhos a ela.

“No ensino médio técnico tive uma matéria que foi crucial para minha escolha da graduação, que foi Redes de Computadores. Gostei muito de entender como funciona e quando abriu o curso de graduação não pensei duas vezes. Se hoje estou atuando na área de tecnologia é por conta das portas que o Instituto Federal me abriu. A iniciação científica, em especial, foi onde pude me dedicar a complementar os conhecimentos oferecidos pelo curso”, destaca Blendha.

Com a previsão de terminar o curso ao final do ano, ela agora trabalha em dois projetos: “Desenvolvimento de leitor RFID para controle patrimonial utilizando Arduíno” e “Método computacional para extração de características físicas de EPI’s”. O primeiro deles, desenvolvimento como trabalho de conclusão de curso de curso, também foi contemplado com bolsa na ICT.

Blendha, à direita, apresentou seu trabalho na Feira de Ciência e Tecnologia de Aquidauana (Feciaq) – Foto: Acervo Pessoal

Dentro da pesquisa, as possibilidades oferecidas pela instituição também podem se conectar com a inovação e extensão tecnológica. Jaffer Campos, 19, está no 4° semestre de Agronomia no Campus Naviraí. Egresso do curso técnico integrado em Agricultura da unidade, participou de três ciclos da ICT, sendo bolsista no último deles, com trabalhos sobre diferentes culturas como milho e feijão.

Agora na graduação, ele é bolsista pela segunda vez do edital Pesquisa Aplicada e Extensão Tecnológica, voltado ao desenvolvimento de produtos, processos e serviços e a transferência de tecnologia com o setor produtivo.

Com um trabalho intitulado “Utilização de veículo aéreo não tripulado para aplicação de NDVI em diferentes dosagens de nitrogênio na cultura do milho”, Jaffer ressalta o que pesou em sua escolha, tanto por permanecer na instituição quanto para seguir participando de atividades de pesquisa.

“Escolhi ingressar no ensino superior e prosseguir nos projetos porque foi uma área que me identifiquei. Além disso, o Instituto Federal incentiva a pesquisa e inovação. Aqui temos liberdade para colocar ideias em prática, ir a campo e implantar as inovações propostas, o que facilita muito nossa atuação”.

Trabalho de Jaffer analisa uso de drones para aplicação de nitrogênio na cultura do milho – Foto: Acervo Pessoal

Seleção 2022

As inscrições no processo seletivo para ingresso nos cursos técnicos integrados do IFMS são gratuitas e seguem abertas até 6 de outubro. Os interessados devem acessar a Página do Candidato da Central de Seleção.

São 1.440 vagas são distribuídas nos dez campi do IFMS, localizados nos municípios de Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas.

São oferecidas 11 opções de cursos técnicos integrados: Agricultura, Agropecuária, Alimentos, Aquicultura, Desenvolvimento de Sistemas, Edificações, Eletrotécnica, Informática, Informática para Internet, Mecânica e Metalurgia.

A seleção será feita por meio de análise das notas/conceitos obtidos pelos candidatos nas disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História e Geografia, no 7º ano do ensino fundamental. O edital com todas as regras do processo seletivo está publicado na Central de Seleção.

As informações deste certame estão ainda compiladas no hotsite da Seleção IFMS 2022, e podem ser conferidas também em áudio, no podcast sobre o processo seletivo.

Vagas ofertadas para 2022

Campus Curso Turno Vagas
Aquidauana Técnico em Edificações Matutino 40
Vespertino 40
Técnico em Informática Matutino 40
Vespertino 40
Campo Grande Técnico em Eletrotécnica Matutino 40
Técnico em Informática Matutino 40
Técnico em Mecânica Matutino 80
Corumbá Técnico em Informática Matutino 40
Técnico em Metalurgia Vespertino 40
Coxim Técnico em Alimentos Vespertino 40
Técnico em Aquicultura Vespertino 40
Técnico em Desenvolvimento de Sistemas Vespertino 80
Dourados Técnico em Informática para Internet Matutino 80
Vespertino 80
Jardim Técnico em Edificações Matutino 40
Técnico em Informática Matutino 40
Naviraí Técnico em Informática para Internet Matutino 80
Técnico em Agricultura Matutino 80
Nova Andradina Técnico em Agropecuária Matutino e Vespertino 80
Técnico em Informática Vespertino 80
Ponta Porã Técnico em Agricultura Matutino 40
Vespertino 40
Técnico em Informática Matutino 40
Vespertino 40
Três Lagoas Técnico em Informática Matutino 40
Vespertino 40
Técnico em Eletrotécnica Matutino 40
Vespertino 40

Texto originalmente publicado em: https://www.ifms.edu.br/noticias/2021/iniciacao-cientifica-abre-portas-para-alunos-do-tecnico-integrado.

Assessoria de Comunicação do IFMS

Comentários Facebook

Continue lendo

Educação

Aplicativo Museu Virtual é lançado no Estado

Publicado

Foi lançado no Estado de Mato Grosso do Sul, o aplicativo Museu Virtual, que conta com diversas atividades, curiosidades e conhecimentos para informar e interessar de forma lúdica a população a respeito da ciência e tecnologia.

Com oportunidade de saber e se interessar mais pela ciência chegue a todos os estudantes, professores e interessados do estado e Brasil.

O app está disponível para Google Play e Apple Store, através do link: http://www.nhandearandu.com/

O Grupo Nhande Arandu

O projeto Nhande Arandu – Da inteligência Humana à inteligência artificial foi colocado em prática em 2020 com a intenção de promover diálogos acerca da ciência nos espaços educacionais de Mato Grosso do Sul, começando no ensino básico até ao médio, desde então foram realizados encontros, palestras e rodas de conversas presenciais e onlines a respeito do tema.

A iniciativa leva esse nome como forma de destacar a forte cultura guarani presente em solo sul-mato-grossense, assim Nhande é pessoa e Arandú sabedoria, ou seja, uma pessoa sábia. Na organização do grupo não se encontra somente o coordenador proponente  Prof. Dr. Ivo Leite Filho, mas também existe o auxílio dos coordenadores, Prof. Me. Diogo Careli dos Santos e as Prof.a M.a Geisiely Pedrosa de Freitas Paini e Prof.a Denise de Souza Ferreira da Cunha. Além, da colaboração dos estudantes que participam das coletividades Arandú e Minerva, integrados tanto por graduados da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), quanto por alunos do ensino médio, juntamente com os participantes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC Jr).

O projeto está presente nas três principais redes sociais Instagram (@nhandearandu), facebook (Museu Virtual Nhande Arandu) e twitter (@nhandearandu). Sendo sua principal ferramenta de divulgação o Instagram que chega a 300 seguidores em menos de um  ano de criação. O grupo lançou também o aplicativo Museu Virtual, que possibilita acesso livre e gratuito aos conteúdos científicos e informações que compõem a iniciativa de forma lúdica, possuindo como público alvo os professores, estudantes e interessados em ciência.

Comentários Facebook

Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana