Três Lagoas-MS

  Últimas
Sejusp investe mais de R$ 184 mil na compra de etilômetros para municípios do interior
Detran-MS alerta para retomada de prazos que estavam suspensos por conta da pandemia
No combate à sonegação fiscal, Nota MS Premida distribui R$ 3 milhões em prêmios
Especialistas veem na energia fotovoltaica oportunidades para desenvolvimento na agricultura familiar
Na prisão, Marcelo encontrou uma profissão e renovou a esperança com a costura do couro
Novo projeto de lei da Bolsa Atleta terá primeira votação nesta quinta-feira na Assembleia Legislativa
Instabilidades ganham força e pode chover forte em Mato Grosso do Sul
Estadual MS 2020| Empate em 1 a 1 garante classificação do Operário à semifinal
Eldorado Brasil abre novas vagas nas cidades de Água Clara, Selvíria e Inocência
Conselho do PPI qualifica relicitação das concessões da Malha Oeste e da BR-163
Agepen inicia montagem de mobiliário e equipamentos da Penitenciária da Gameleira II
AVISO – Trecho da Avenida Fillinto Muller, próximo à Escola “Ramez Tebet”, será interditado a partir desta quinta-feira (03) devido obras de drenagem
Estadual de Futebol 2020: Operário e Comercial fazem o segundo jogo das quartas de final no Morenão
Governador trabalha para que Pantanal tenha linha de crédito específica
Polícia Militar ambiental de Aquidauana autua peixaria por comercializar pescado sem declaração de estoque
Após treinos constantes, Internacional está preparado para enfrentar Boca Juniors
Gestantes com deficiência auditiva poderão ser acompanhadas por intérpretes de Libras
Projeto autoriza Executivo a captar recursos internos para infraestrutura rodoviária
Estado reúne gestores para consolidar estratégia e governança de tecnologia de MS
Policiais Militares do Pelotão da Força Tática da 11ª CIPM RU-Segredo apreendem mais de 70kg de maconha após abordagem no Jardim Cerejeiras
Policiais Militares do Pelotão da Força Tática da 11ª CIPM RU-Segredo apreendem 119kg de maconha, pistola, munições e procurado pela Interpol
Com projeto de lei aprovado na Câmara Municipal, 7ª Companhia Independente de Polícia Militar poderá ter sede própria em Bataguassu.
Mais de 10 jogadores da base estrearam no profissional do Fluminense em 2020
Cadetes recuperam moto furtada e detêm indivíduo por Porte de Drogas na área da 11ª CIPM RU-Segredo
Projeto de Lei institui Semana de Conscientização sobre TDAH
Abel comanda atividades táticas e aprimora finalizações visando Delfín
Acima dos 100 mil casos de Covid, SES volta a alertar sobre disparada de positivos
Aumento no número de casos novos causa congestionamento no Disk Coronavírus
Confiança empata com Figueirense em 1 a 1
Corinthians enfrenta o Fortaleza de olho na parte de cima da tabela do Brasileirão
Next
Prev

Mundo

Manifestantes fazem novo protesto em Minsk

Publicado

Dezenas de milhares de bielorrussos gritando “Feliz aniversário, seu rato” e levando bandeiras vermelhas e brancas da oposição se reuniram perto da residência do presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, neste domingo (30), com os manifestantes pedindo a renúncia do líder do país há 26 anos.

Lukashenko, que completa 66 anos neste domingo (30), tem encontrado dificuldade para conter os protestos e greves que já se arrastam por semanas desde sua vitória na eleição de 9 de agosto, que a oposição alega ter sido fraudada. Ele nega a fraude eleitoral e afirmou que os protestos contra ele têm o apoio do exterior.

O presidente russo, Vladimir Putin, usou o telefonema de aniversário para convidar Lukashenko a visitar Moscou, em um sinal da disposição do Kremlin em apoiar Lukashenko enquanto ele resiste contra a agitação e a ameaça de novas sanções ocidentais.

Os manifestantes chegaram ao centro de Minsk carregando balões, flores e bandeiras, nesta tarde. Belarus teve uma bandeira branca-vermelha-branca por um breve período no início dos anos 1990 e ela se tornou um símbolo dos protestos antigoverno.

Os carros que passavam tocavam suas buzinas em solidariedade. Algumas mulheres se deitaram em protesto em frente a um cordão de homens das forças de segurança.

Os manifestantes então se dirigiram à residência de Lukashenko, guardada por forças de segurança com escudos, canhões de água e camburões. Uma coluna de veículos militares blindados foi vista dirigindo em direção ao centro da cidade, informou a agência de notícias russa Interfax.

A polícia fez detenções esporádicas ao longo do dia, amontoando pessoas nos camburões. Pelo menos 125 pessoas foram detidas, disse à agência de notícias russa RIA, citando o Ministério do Interior. Alguns manifestantes resistiram à prisão no que pareciam ser policiais à paisana, disse uma testemunha.

Por Reuters – Minsk (Bielorrússia)

Comentários Facebook

Mundo

Biden lançará força-tarefa contra covid-19, e Trump planeja protestos

Publicado

O presidente eleito dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, convoca hoje (9) uma força-tarefa contra o novo coronavírus para examinar o principal problema que terá que enfrentar quando tomar posse, em janeiro, enquanto o presidente norte-americano, Donald Trump, faz diversas apostas improváveis para se manter no cargo.

Biden deve se reunir com uma comissão consultora copresidida pelo ex-cirurgião-geral Vivek Murthy, com David Kessler, ex-comissário da Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos EUA, e com Marcella Nunez-Smith, professora-associada da Universidade Yale, para estudar a melhor maneira de dominar a pandemia, que já matou mais de 237 mil norte-americanos.

O ex-vice-presidente democrata falará em Wilmington, no Delaware, sobre seus planos para enfrentar a covid-19 e reerguer a economia.

“Lidar com a pandemia do novo coronavírus é uma das batalhas mais importantes que nosso governo enfrentará, e serei amparado pela ciência e por especialistas”, disse Biden em um comunicado nesta segunda-feira.

© Reuters/Andrew Harnik/Pool/Direitos reservados

O grupo de cientistas e especialistas coordenará a reação à pandemia com autoridades municipais e estaduais, o que inclui como reabrir escolas e empresas com segurança e lidar com as disparidades raciais.

Entre eles estão Rick Bright, que foi afastado do comando da entidade federal Agência de Pesquisa e Desenvolvimento Biomédico Avançado no início deste ano, e Luciana Borio, especializada em emergências de saúde pública complexas.

Trump entrou em confronto com frequência com autoridades de saúde de alto escalão por causa da pandemia. Seu vice, Mike Pence, deve se reunir com a força-tarefa contra covid-19 da Casa Branca, ainda nesta segunda-feira, pela primeira vez desde 20 de outubro.

Biden superou a marca de 270 votos do Colégio Eleitoral, necessários para conquistar a Presidência no sábado (7), quatro dias após a eleição de 3 de novembro. Ele derrotou Trump por mais de 4 milhões de votos, o que torna o republicano o primeiro presidente a não se reeleger desde 1992.

Mas Donald Trump não reconheceu a derrota e iniciou uma série de ações civis para levar adiante suas alegações de fraude eleitoral, para as quais não apresentou provas. Autoridades estaduais dizem não estar cientes de quaisquer irregularidades significativas.

Trump não tinha eventos públicos agendados para esta segunda-feira e não fala em público desde quinta, mas pretende realizar eventos para angariar apoio à sua contestação dos resultados da eleição, disse o porta-voz de sua equipe de campanha, Tim Murtaugh.

Por Andy Sullivan, Andrea Shalal e Trevor Hunnicutt – Repórteres da Reuters – Washington/Wilmington/Agência Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

Mundo

Passa de 70 o número de mortos por explosão gigantesca em Beirute

Publicado

Uma explosão gigantesca em armazéns no porto de Beirute matou mais de 70 pessoas, feriu mais de 2.750 e provocou ondas de choque que estilhaçaram janelas, danificaram edifícios e fizeram estremecer o chão da capital libanesa nesta terça-feira (4).

Smoke rises from the site of an explosion in Beirut
Fumaça no local da explosão de armazém em Beirute- REUTERS/ISSAM ABDALLAH/Direitos reservados

Autoridades disseram que o número de mortos deve crescer, à medida que equipes de emergência escavam os destroços para resgatar pessoas e retirar os corpos. Foi a mais poderosa explosão em anos a atingir Beirute, que já sofre com uma crise econômica e com a pandemia do novo coronavírus.

O ministro do Interior do Líbano afirmou que informações iniciais indicavam que material altamente explosivo, apreendido anos atrás, estava armazenado no porto e havia explodido.

Israel, que já travou diversas guerras contra o Líbano, negou qualquer tipo de envolvimento e ofereceu ajuda.

“O que estamos testemunhando é uma enorme catástrofe”, afirmou o diretor da Cruz Vermelha no Líbano, George Kettani, à rede Mayadeen. “Há vítimas e mortos por toda parte”.

Horas após a explosão, que aconteceu pouco depois das 18h (horário local), um incêndio ainda ardia no distrito portuário, projetando um brilho alaranjado no céu noturno, enquanto helicópteros sobrevoavam e sirenes de ambulância soavam por toda a capital.

Uma fonte da área de segurança disse que vítimas foram levadas para tratamento fora da cidade pois os hospitais de Beirute estavam lotados de feridos. Ambulâncias da Cruz Vermelha do norte e do sul do país e do vale do Beca, no leste, foram chamadas para ajudar.

 Beirute, explosão, zona portuária
Ao menos 70 pessoas morreram com a explosão – REUTERS/Mohamed Azakir/Direitos reservados

A explosão foi tão grande que alguns moradores de Beirute, onde ainda estão vivas as memórias dos bombardeios pesados durante a guerra civil que durou entre 1975 e 1990, pensaram estar passando por um terremoto. Pessoas atordoadas, feridas e chorando andavam pelas ruas procurando parentes.

“Eu prometo que esta catástrofe não passará sem que os culpados sejam responsabilizados”, disse o primeiro-ministro, Hassan Diab, em pronunciamento ao país. “Os responsáveis pagarão o preço”, disse em um discurso televisionado, acrescentando que os detalhes do “perigoso depósito” que explodiu seriam tornados públicos.

O ministro do Interior disse ao canal de televisão Al Jadeed que nitrato de amônio era armazenado no porto desde 2014.

Imagens da explosão compartilhadas por moradores da cidade nas redes sociais mostram uma coluna de fumaça subindo do porto, seguida por uma enorme explosão, provocando uma bola de fogo e uma nuvem branca no céu. Pessoas que filmavam o incidente a partir de edifícios altos a 2 quilômetros do porto foram arremessadas para trás pela onda de choque.

Destruição provocada por explosão em Beirute
Destruição provocada por explosão em Beirute – REUTERS/Mohamed Azakir/Direitos reservados

Não ficou imediatamente claro o que causou o foco de incêndio inicial que provocou a explosão.

O ministro da Saúde do Líbano disse que ao menos 78 pessoas foram mortas e que mais de 2.750 ficaram feridas. A Cruz Vermelha libanesa disse que centenas de pessoas foram levadas a hospitais.

.Uma densa coluna de fumaça é vista em Beirute 04/08./2020 REUTERS/Mohamed Azakir
Uma densa coluna de fumaça é vista em Beirute – REUTERS/Mohamed Azakir/Direitos reservados

O governador do porto de Beirute disse ao canal Sky News que uma equipe de bombeiros que estava combatendo o incêndio inicial havia “desaparecido” após a explosão.

O presidente Michel Aoun convocou uma reunião de emergência do Conselho Supremo de Defesa. O primeiro-ministro pediu um dia de luto na quarta-feira.

O poderoso movimento libanês do Hezbollah disse que todas as forças políticas do país devem superar a “dolorosa catástrofe” depois da explosão.

Destruição provocada por explosão em Beirute
Destruição provocada por explosão em Beirute – REUTERS/Mohamed Azakir/Direitos

Um navio da força-tarefa marítima da ONU no Líbano que estava atracado no porto de Beirute foi danificado, e alguns militares da força de paz ficaram feridos na explosão, disse a Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Unifil).

Por Samia Nakhoul, Yara Abi Nader e Laila Bassam – Repórteres da Reuters – Beirute

 

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana