TRÊS LAGOAS MS
  Últimas
Brasil visita Uruguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de Basquete
Governo isenta ICMS do cavaco de madeira e atende demanda do setor florestal
Rede social é utilizada para estudar “Clube do Manoel” na EE Arlindo de Sampaio Jorge
Presídio de Amambai amplia sistema de câmeras e garante reforço na segurança 24 horas por dia
Com recursos do Governo do Estado e União, 300 famílias recebem nesta quinta-feira apartamentos do Residencial Jardim Canguru
MS é o 4º estado que mais gera emprego formal no Brasil em 2022, revela Caged
MS recebe visita do presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Educação, nesta quinta-feira
Quinta-feira tem previsão de tempo firme, com mínima de 13°C e máxima de 31°C no Estado
Mesmo com reservas, Santos arranca empate com Deportivo Táchira
Série B: Vasco cai diante do Novorizontino
Em ação rápida, Polícia Militar salva adolescente que ameaçava se jogar de torre de telefonia em Anaurilândia.
Em noite de festa e emoção, ALEMS presta homenagem à comunidade italiana
Ceará arranca vitória sobre o Strongest na altitude de La Paz
Rony marca dois e Palmeiras derrota Cerro Porteño na Libertadores
Corinthians anuncia contratação por empréstimo de Yuri Alberto
Coluna – Marina Dias e o sonho paralímpico da paraescalada
Polícia Militar Ambiental de São Gabriel do Oeste captura serpente em ferro velho e a solta em seu Habitat
Governo do Estado assina contrato para espaço múltiplo uso no Parque dos Poderes; veja como vai ficar
Edital regulamenta cadastro de artistas no Festival Sarau Cidadania e Cultura no Parque
Três Lagoas celebra 14 anos de vidas salvas pelo SAMU
Em solenidade do Dia dos Bombeiros, corporação reconhece papel histórico da ALEMS
Governo do Estado firma parceria com setor industrial para fortalecer a qualificação profissional
Começa a Copa dos Campeões de futsal e basquetebol em Coxim
Djokovic supera Kokkinakis e avança para terceira rodada em Wimbledon
Carga de contrabando e descaminho é apreendido pela Polícia Militar Rodoviária, na MS 164, em Maracaju
PMA, Colônia de Pescadores e voluntários realizam limpeza do rio Aquidauana e retiram uma tonelada de resíduos na 11ª edição do projeto Rio Vivo
Polícia Militar descobre plantação de maconha em residência e prende autor em Batayporã
Em Mundo Novo, Policia Militar recupera veículo furtado em menos de 24 horas
Programa Fortalece TL prorroga prazo para renegociação de dívidas
Polícia Militar Rodoviária apreende carga de contrabando e descaminho, na MS 162, em Dourados
Next
Prev

Água Clara

Homem acusado de matar ex-companheira com tiro na testa em Água Clara será julgado em Três Lagoas

Publicado

Eusébia Clara Leite Pereira tinha 26 anos quando foi morta com um tiro na testa por seu ex-companheiro. - Foto: Reprodução

Devido grande repercussão do crime na cidade, julgamento foi transferido para Três Lagoas.

Nesta quarta (22), será julgado Marcos Fernando Martins, acusado de feminicídio contra sua excompanheira, Eusebia Clara Leite Pereira, conhecida como “Clara Bianca”. O crime aconteceu na cidade de Água Clara/MS, distante 134Km de Três Lagoas/MS no ano de 2020. O julgamento será transmitido via internet.

Na época, o crime gerou bastante repercussão, até pelo fato de que acusado e vítima eram pessoas conhecidas na região. Devido a isso, o julgamento teve que ser transferido de Água Clara para Três Lagoas. Além de Marcos, também será julgado Kelvin Ferreira Azeredo pelo crime de favorecimento pessoal, por ter ajudado a fugir do local do fato.

Os trabalhos serão transmitidos ao vivo pelo YouTube, cujo acesso pode ser feito por qualquer pessoa através do seguinte link: https://youtube.com/channel/UCMYQfUZIoZkzsVkIPa1DdGw. Em razão da pandemia, o acesso presencial ao julgamento está limitado aos participantes.

Por adequação da pauta da vara a sessão do dia 22/06/2022 será redesignada para a reunião de setembro de 2022, conforme Juri Três Lagoas.

O CRIME

Marcos teria ido até a casa de Eusébia, iniciando uma discussão, quando efetuou um disparo de pistola contra a testa da vítima, a matando instantaneamente. Algumas testemunhas disseram aos policiais que o suposto autor teria fugido com a ajuda da mãe em um veículo.

Ainda para os policiais, familiares contam que a vítima pensava em comprar uma arma de fogo para se defender das ameaças de Marcos, que não aceitava o fim do relacionamento, e vivia indo até sua casa para tentar reatar o namoro, e que ele seria muito ciumento e psicopata.

Depois de se separarem, a vítima estaria morando em uma casa, ao lado da de sua mãe. E que no quarto de Eusébia, ambos discutiram, quando ocorreu o crime. Na época Marcos foi preso em flagrante por feminicídio em Campo Grande (MS), por policiais da capital, sendo apresentado na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM).

Por Rádio Caçula

Comentários Facebook

Água Clara

Secretaria de Meio Ambiente doa óleo usado para pessoas que fazem sabão em Água Clara

Publicado

A Prefeitura de Água Clara, através da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo, doa óleo de cozinha usado para pessoas que produzem sabão.

A doação é realizada a partir do programa  “Eco Óleo”, que é um local para recolher esse óleo usado da população, o ponto de descarte e também para retirada do óleo usado é na Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo, localizada na Avenida Benevenuto Ottoni, nº16, com atendimento das 7h às 13h.

A iniciativa visa o descarte correto de óleo de cozinha “usado”; evitando assim a contaminação do solo e rios do município.

Todo óleo recebido é entregue para artesãos de Água Clara. Para recebe-lo é necessário realizar o cadastro, que é feito de forma gratuita.

Para se cadastrar basta comparecer à Secretaria de Meio Ambiente com RG e comprovante de residência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Água Clara

Polícia Civil de Água Clara prende professor de música suspeito de abusar sexualmente de aluna de 9 anos

Publicado

Nesta segunda-feira (27) de junho por volta das 16 horas, a Polícia Civil, no âmbito da operação “Acalento”, deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido contra um professor de música suspeito de abusar de uma aluna de 9 anos de idade. A captura foi feita por uma equipe da Delegacia de Polícia Civil de Água Clara.

De acordo com o apurado, na última quinta-feira, 23/06, o Conselho Tutelar levou à Delegacia de Polícia uma mãe que narrou o suposto abuso sofrido pela filha na escola de música. A mãe disse que foi buscar sua filha na escola e a encontrou trancada no banheiro com o professor.

Imediatamente, ela questionou porque ambos estariam no banheiro, oportunidade na qual ele disse que estava fazendo a limpeza do local. A genitora questionou sua filha se algo teria ocorrido, contudo, num primeiro momento negou.

Ocorre que na data acima, a vítima, de forma espontânea, disse que foi abusada sexualmente pelo professor e narrou os detalhes. Ela foi encaminhada para a realização de exame sexológico, sendo constatada, pelo médico perito, a ruptura do hímen.

Em razão de tais fatos, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do suspeito, que, após parecer favorável do Ministério Público, foi decretada pelo Poder Judiciário.

As investigações seguem com o indiciado preso e o inquérito policial tem o prazo de dez dias para ser concluído.

Acalento

A operação “Acalento” teve início no dia 13/06 e segue até o dia 13/07/2002.

A ação é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), com o objetivo de combater crimes de violência contra crianças e adolescentes nos 26 estados e no Distrito Federal.

A primeira etapa da operação aconteceu em julho do ano passado. Na ocasião, 76 pessoas foram presas em flagrante no Mato Grosso do Sul. Houve também o cumprimento de 60 mandados de prisão e a solicitação de 31 medidas protetivas.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana