Três Lagoas-MS

  Últimas
Polícia Militar em Jardim recupera motocicleta furtada e aprende adolescente em flagrante
Polícia Militar Ambiental de Miranda captura tamanduá-bandeira residência no centro da cidade, o terceiro em 15 dias
Com estoque crítico, Hemosul convoca doadores de O- e outros tipos sanguíneos
Everton recebe homenagem por 200 jogos pelo Confiança
Nathan espera ter boa sequência na reta final do Brasileirão
Fluminense perde em Goiânia e está eliminado do Aspirantes
Comandante do 4º BPM se reúne com Comandante de área da Polícia Nacional do Paraguay, responsável pelo Departamento de Amambay
Com estoque em 14%, Hemosul convoca doadores de O- e outras tipagens sanguíneas
MS chega à metade de janeiro com 272 mortes por Covid-19
Sampaio Corrêa realiza treino antes de enfrentar o Paraná
São Paulo | Sub-17 abre semifinais da Copa do Brasil
Em Aquidauana, motorista embriagado é preso em flagrante pela Polícia Militar
Polícia Militar prende homem por cometer importunação sexual contra mulheres em Aparecida do Taboado
Polícia Militar recupera carro roubado em Aparecida do Taboado
Polícia Militar prende dois traficantes de cocaína em Aparecida do Taboado
Servidor divide o seu tempo entre o jornalismo e a composição de músicas
Castan capitão do Vasco fala da chegada de Luxa e revela os objetivos da equipe
Polícia Militar Ambiental de Bonito autua três infratores em R$ 3 mil por transporte de motosserras ilegais
Polícia Militar em ação conjunta recuperou em Brasilândia caminhão levado em golpe do falso depósito
Polícia Militar de Rio Negro recupera veiculo furtado
Durante rondas, PM de Corumbá prende homem com mandado de prisão em aberto no bairro Loteamento Pantanal
Início da terceira passagem de Tite pelo Corinthians completa seis anos
Polícia Militar localizou e recuperou veículo com restrição criminal em Três Lagoas
Segunda etapa de pré-matrícula da REE se encerra nesta sexta
Prefeito de Três Lagoas realiza reunião com secretários e promotor de Justiça do Meio Ambiente para iniciar construção do Gatil e Canil Municipal
Em jogo movimentado Operário vence o CRB de virada
Com time desfalcado Guarani não supera Cuiabá e perde de 4 a 0
Retrospectiva: Ponto de Vista traz temas que marcaram 2020
PMA de Bonito prende três caçadores e apreende quatro armas inclusive de uso restrito, 138 munições e 300 kg de carne
Programa Perspectiva debate desafios de quem busca vaga formal de trabalho
Next
Prev

Mato Grosso do Sul

Governo apoia projeto de geração de renda com cerâmicas Kadiwéu

Publicado


Parceria difunde internacionalmente a cultura Kadiwéu e estimula a geração de renda por meio da venda de produtos pela internet

Pesquisadores do ‘Projeto de Pesquisa sobre Cerâmica e o Fomento da Comunidade e Cultura Kadiwéu em Mato Grosso do Sul’, desenvolvido na aldeia Alves de Barros em Porto Murtinho, se reuniram na última semana com o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, para entregar um balanço das ações já realizadas e definir as atividades do próximo ano. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Governo Estadual, por meio da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e Universidade de Manitoba (do Canadá) e contempla uma série de ações de promoção da cultura da etnia e geração de renda para as artistas.

Pesquisadores do projeto e o reitor da UFMS, Marcelo Turine (à direita) entregam balanço das atividades executadas em 2020 ao secretário de Governo (no centro).

“Essa iniciativa é muito importante para nosso estado pois, além de difundir parte da nossa cultura material e imaterial, também ajuda no sustento da comunidade ao capacitar essas artistas (sob os aspectos econômico, jurídico e técnico) e oferecer uma estrutura para produção e venda dos seus produtos”, explica o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel.  E para auxiliar na comercialização será criado, no próximo ano, um site da Associação das Mulheres Artistas Kadiwéu (Amak) com loja on-line. Também está prevista para 2020 a revitalização do ‘Espaço Cultural da aldeia Alves de Barros’ e a construção de um local apropriado para abrigar um museu e loja dos produtos das oleiras e outros artesãos, criando um novo complexo. 

Artistas receberam capacitação e se preparam para vender seus produtos pela internet para vários países.

Nem mesmo a pandemia atrapalhou o cronograma das atividades, que precisaram ser readequadas, como explica o coordenador do projeto, Antônio Hilário Urquiza da UFMS: “Tivemos que parar, depois retomar, com todo os protocolos de segurança, as visitas à aldeia. E chegamos à fase final, de prestação de contas, com grande satisfação ao ver a alegria da comunidade não só pela revitalização do centro cultural, mas também pelo empoderamento dessas mulheres e pela possibilidade de comercializar diretamente sua produção artística”.

O próximo passo do projeto prevê a inserção de novas etnias ceramistas, além do fomento ao turismo, conforme detalha a pesquisadora da equipe e Doutoranda em Antropologia pela Universidade de Manitoba, Viviane Luiza da Silva: “Pretendemos agregar os quiniquinau e os terena no projeto de geração de renda e iniciar um trabalho de etnoturismo na aldeia Alves de Barros, com capacitação para recepção dos turistas atendendo a uma vontade dos próprios moradores da aldeia”, antecipa.

Espaço Cultural da aldeia Alves de Barros, em Porto Murtilho, está sendo revitalizado para integrar um complexo com museu e loja dos produtos das oleiras e outros artesãos

Sobre a Parceria

Em 2015, a Universidade de Manitoba, UFMS e Governo do Estado (via Fundect) assinaram um Acordo de Cooperação Mútua para fomentar o intercâmbio cultural entre os países por meio de docentes, discentes e da cultura indígena. Essa parceria resultou na criação da Associação das Mulheres Artistas Kadiwéu (Amak) e em um outro projeto – que será executado em 2021, contemplando uma rádio indígena da aldeia Moreira de Miranda.

Deste intercâmbio entre as instituições resultou o projeto de pesquisa aplicada “Cerâmica, Comunidade e Cultura Kadiwéu”, iniciado em 2018 cuja conclusão está prevista para o fim deste ano. Também faz parte da mesma pesquisa a criação de um banco de dados digital, sobre o patrimônio cerâmico kadiwéu, com mais de 900 peças coletadas desde 1791 e identificadas em museus nas Américas e na Europa com uma possível exposição internacional.

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica

Fotos: Divulgação do Projeto

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook

Mato Grosso do Sul

Com estoque crítico, Hemosul convoca doadores de O- e outros tipos sanguíneos

Publicado

por


O Hemocentro Coordenador da Capital está convocando doadores de sangue para auxiliarem na reposição dos estoques.

Alguns tipos sanguíneos estão com estoques em níveis críticos como é o caso do doador universal O- que está com apenas 14% do estoque estratégico para atender a demanda. Os tipos O+ (55%), A+ (28%) e A- (32%) também se encontram em baixos níveis.

O Hemosul destaca que os fatores B e AB estão no estoque máximo que ultrapassa os 100%, e não há necessidade de doação para esses grupos sanguíneos no momento.

Para doar é preciso ter mais de 55 quilos e idade entre 16 e 69 anos. Não esqueça de levar um documento oficial com foto e esteja bem alimentado. Mais informações sobre os critérios de doação podem ser conferidas no site.

No Hemosul também é possível agendar a doação. Os telefones disponíveis são: (67) 3312-1516, (67) 3312-1529 e (67) 99298-6316.

O Hemosul Coordenador funciona de segunda a sexta-feira das 7h às 17h, e aos sábados até as 12h. O endereço é Avenida Fernando Correa da Costa, n° 1304 no Centro de Campo Grande.

Mireli Obando, Subcom

Foto: Edemir Rodrigues

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso do Sul

Com estoque em 14%, Hemosul convoca doadores de O- e outras tipagens sanguíneas

Publicado

por


Com funcionamento até as 17h desta sexta-feira (15) e até as 12h deste sábado (16) o Hemocentro Coordenador da Capital convoca doadores de sangue para auxiliarem na reposição dos estoques.

Alguns tipos sanguíneos estão com estoques em níveis críticos como é o caso do doador universal O- que está com apenas 14% do estoque estratégico para atender a demanda. Os tipos O+ (55%), A+ (28%) e A- (32%) também se encontram em baixos níveis.

O Hemosul destaca que os fatores B e AB estão no estoque máximo que ultrapassa os 100%, e não há necessidade de doação para esses grupos sanguíneos no momento.

Para doar, é preciso ter em mãos documento oficial com foto, se alimentar bem antes de doar, possuir mais de 55 quilos, ter idade entre 16 e 69 anos, entre outros critérios. Mais informações podem ser conferidas no site.

Vale lembrar que o Hemosul permite ao doador se programar para fazer a doação. Os agendamentos podem ser feitos pelos telefones (67) 3312-1516, (67) 3312-1529 e (67) 99298-6316.

O Hemosul fica na Avenida Fernando Correa da Costa, n° 1304 no Centro de Campo Grande.

Mireli Obando, Subcom

Foto: Saul Schramm

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana