TRÊS LAGOAS MS
  Últimas
MPE´s lideram criação de empregos formais em 2022
Prefeito de Sonora, que é também presidente do Cointa, assina contratos de gestão
Bracell abre inscrições para Programa de Trainee 2022
Polícia Militar prende autores por tráfico de drogas e apreende 188 kg de drogas
Chuva e neblina podem comprometer a segurança no trânsito
Design de Interiores EAD incorpora proposta biofílica na UNIGRAN Decor
Cruzeiro vence no Mineirão e amplia vantagem na liderança da Série B
Internacional perde para Colo-Colo e se complica na Sul-Americana
Centro de Promoção da Saúde e SOS são inaugurados pela Unimed Três Lagoas
Corinthians fica no 0 a 0 com o Boca Juniors pela Libertadores
Athletico-PR derrota Libertad por 2 a 1 na Arena da Baixada
Em visita de manutenção, HNSA que já é ONA Nível 1, recebe retorno positivo de avaliadores do IBES
Libertadores: Hulk perde pênalti e Galo empata na ida das oitavas
Com gol de Gabriel Teixeira, Grêmio derrota Londrina na Série B
Governo entrega veículo para transportar famílias atendidas pelo Cotolengo e doa casacos
Polícia Militar Rodoviária apreende três cargas de contrabando e descaminho, na MS 164, em Maracaju
Brasil encerra Pan de Ginástica de Trampolim com nove medalhas
Liga das Nações: seleção feminina bate China em abertura da 3ª etapa
Governo arca com passe da Rede Estadual de Ensino, mas quer tarifa congelada
Coluna – Brasileirão está mais difícil do que nunca
Artista que criou portal da entrada para Arapuá vai realizar manutenção gratuita
Servidores acompanham visita do ícone da padroeira de MS ao Legislativo
MS gera 6.644 empregos formais no mês de maio; no acumulado dos últimos 12 meses são 40 mil novas vagas no Estado
Brasil perde da Suécia, em último jogo antes da Copa América Feminina
PRF apreende 30 Kg de cocaína e prende 9 passageiros de ônibus em Miranda (MS)
BOLETIM COVID-19 – SMS notifica 114 novos casos positivos nesta terça-feira (28)
Vereadores aprovaram prorrogação de prazos de programas de recuperação de créditos e parcelamentos
Bonito sediará etapa do maior evento de mountain bike do país, a Maratona das Araras
Projeto prevê responsabilização por quebra de sigilo em entrega de bebês para adoção
Filipinho é tetra e estreante Samuel Pupo vice na etapa Rio Pro da WSL
Next
Prev

Notícias

Fique de olho: os serviços que todos os bancos devem oferecer de graça

Publicado

No segundo semestre de 2014, o Banco Central recebeu mais de 16 mil reclamações de clientes de instituições financeiras, sendo que a cobrança irregular de tarifa de serviços não contratados está entre as cinco causas que mais levam às queixas.

E não é para menos que os consumidores reclamam. A Fundação Procon-SP postou em seu blog um lembrete de que, segundo o artigo 2º da Resolução 3919 do Banco Central do Brasil, existe uma série de serviços que os bancos são obrigados a oferecer de graça.

O correntista tem direito a receber dois extratos, gratuitos, contendo toda a movimentação dos últimos 30 dias; por isso, é importante verificar se não há cobranças indevidas. Segundo parágrafo único do artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor, “o consumidor cobrado em quantia indevida tem direito à repetição do indébito, por valor igual ao dobro do que pagou em excesso, acrescido de correção monetária e juros legais, salvo hipótese de engano justificável”.

Confira abaixo os serviços gratuitos que fazem parte do rol de Serviços Essenciais do BC:

Relativo à conta corrente:

fornecimento de cartão com função débito;

fornecimento de segunda via do cartão de débito, exceto nos casos decorrentes de perda, roubo, furto, danificação e outros motivos não imputáveis à instituição emitente;

realização de até quatro saques, por mês, em guichê de caixa, inclusive por meio de cheque ou de cheque avulso, ou em terminal de autoatendimento;

realização de até duas transferências de recursos entre contas na própria instituição, por mês, em guichê de caixa, em terminal de autoatendimento e/ou pela internet;

fornecimento de até dois extratos, por mês, contendo a movimentação dos últimos 30 dias por meio de guichê de caixa e/ou terminal de autoatendimento;

realização de consultas mediante utilização da internet;

fornecimento, até 28 de fevereiro de cada ano, do extrato consolidado, discriminando, mês a mês, os valores cobrados no ano anterior relativos a tarifas;

compensação de cheques;

fornecimento de até dez folhas de cheques por mês, desde que o cliente reúna os requisitos necessários à utilização de cheques, conforme a regulamentação em vigor e condições pactuadas;

prestação de qualquer serviço por meios eletrônicos, no caso de contas cujos contratos prevejam utilizar exclusivamente meios eletrônicos;

Relativo à poupança:

relativamente à conta de depósito de poupança:

fornecimento de cartão com função movimentação;

fornecimento de segunda via do cartão, exceto nos casos de pedidos de reposição formulados pelo correntista, decorrentes de perda, roubo, furto, danificação e outros motivos não imputáveis à instituição emitente;

realização de até dois saques, por mês, em guichê de caixa ou em terminal de autoatendimento;

realização de até duas transferências, por mês, para conta de depósitos de mesma titularidade;

fornecimento de até dois extratos, por mês, contendo a movimentação dos últimos trinta dias;

realização de consultas mediante utilização da internet;

fornecimento, até 28 de fevereiro de cada ano, do extrato consolidado, discriminando, mês a mês, os valores cobrados no ano anterior relativos a tarifas;

prestação de qualquer serviço por meios eletrônicos, no caso de contas cujos contratos prevejam utilizar exclusivamente meios eletrônicos;

 

Info Money

Comentários Facebook

Notícias

Primeira sexta-feira 13 a única de 2022

Publicado

Está é a única sexta-feira 13 do calendário de 2022

Parascavedecatriafobia. Ou Triscaidecafobia. O nome já assusta. Parece nome de doença. E pode ser. Pânico de sextas-feiras 13, pode ser considerada uma doença psicológica, amparada em medos não necessariamente racionais, mas que existem e deixam muitas pessoas paralisadas, semelhante a outros medos – de aranhas a palhaços. A bem da verdade, não é das fobias mais comuns, mas afeta muita gente – levantamento realizado pelo fundador do Centro de Controle do Estresse e Fobia, da Carolina do Norte (EUA) estimou que entre 17 e 21 milhões de pessoas sofriam do problema e que entre 800 e 900 milhões de dólares são perdidos em comércio e transporte de passageiros nestes dias, apenas nos Estados Unidos.

Por aqui, a maioria das fobias são encaradas como “frescuras”, quando, na verdade, são condições que se misturam com facilidade a coincidências e superstições.

Tudo indica que essa crendice vem de duas lendas da mitologia nórdica. De acordo com a primeira delas, houve, no Valhalla – a morada celestial das divindades -, um banquete para 12 convidados. Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e armou uma briga em que morreu Balder, o favorito dos deuses. Instituiu-se, então, a superstição de que convidar 13 pessoas para jantar era coisa ruim na certa e esse número ficou marcado como símbolo do azar.

A segunda lenda é protagonizada pela deusa do amor e da beleza, Friga, cujo nome deu origem às palavras friadagr e friday, “sexta-feira” em escandinavo e inglês. Quando as tribos nórdicas se converteram ao cristianismo, a personagem foi transformada em uma bruxa exilada no alto de uma montanha.

Para se vingar, Friga passou a reunir-se, todas as sextas-feiras, com outras 11 feiticeiras, mais o próprio Satanás, num total de 13 participantes, para rogar pragas sobre a humanidade. Da Escandinávia, a superstição espalhou-se por toda a Europa, reforçada pelo relato bíblico da Última Ceia, quando havia 13 pessoas à mesa, na véspera da crucificação de Cristo – que aconteceu numa sexta-feira. No Antigo Testamento judaico, inclusive, a sexta-feira já era um dia problemático desde os primeiros seres humanos. Eva teria oferecido a maçã a Adão numa sexta-feira e o grande dilúvio teria começado no mesmo dia da semana.

13 fatos sobre a sexta-feira 13

Dia do azar, dia para não sair de casa e não tomar decisões importantes. As lendas e fama de mau-agouro desta data acompanham as pessoas supersticiosas há séculos e só neste ano de 2009 tivemos três sextas-feiras 13 (uma em fevereiro, uma em março e hoje). Não se sabe ao certo o porquê da maldição deste dia, mas existem muitas histórias cercando a data e você pode conferir algumas abaixo:

1) Se você tem medo desta data, prepare-se. Até 2030 teremos 14 sextas-feiras 13.

Em 2023, duas sextas-feiras 13, no mês de janeiro e outubro. Em 2024, duas sextas-feiras 13, no mês de setembro e dezembro. Em 2025, uma sexta-feira 13, no mês de junho. Em 2026, três sextas-feiras 13, no mês de fevereiro, março e novembro. Em 2027, uma sexta-feira 13, no mês de agosto.

Em 2028, uma sexta-feira 13, no mês de outubro. O ano de 2029 tem 2 sextas-feiras 13, em abril e julho. O ano de 2030 tem 2 sextas-feiras 13, em setembro e dezembro.

2) Para os cristãos o número 13 é amaldiçoado por este ser o número de pessoas na última ceia de Cristo e o 13º apóstolo (Judas) ter sido o traidor. O escritor Mark Twain foi também o 13º convidado de um banquete e quando abordado se isso lhe trouxe mau-agouro, simplesmente respondeu: “sim, porque só haviam 12 pratos de comida”.

3) Para os romanos o número 13 significava morte, destruição e azar. Para a mitologia nórdica, em um banquete com 12 convidados, o deus Loki surgiu sem ser convidado e acabou causando a morte de Balder, e o número ganhou sua má-fama.

4) Ainda nos nórdicos, a sexta-feira foi batizada em louvor à deusa do amor e da beleza Frigga (daí as palavras friggadag e por conseqüência friday em inglês). Com a conversão deste países ao cristianismo, a deusa foi transformado pelos padres em bruxa e a lenda que se espalhou é que por vingança ela se reunia com outras 11 feiticeiras e o demônio, logo 13 à mesa, em seu dia.

5) Na numerologia, o número 12 representa algo completo (12 meses no ano, 12 apóstolos de Cristo, 12 deuses do Olimpo, 12 tribos de Israel, 12 horas no relógio), enquanto o 13 é uma transgressão a essa plenitude.

6) A sexta-feira é considerada maldita desde o século 14 com a obra Os Contos de Canterbury . Já a sexta-feira negra foi como o crash da bolsa de New York em 1929 ficou conhecido.

7) O medo da sexta-feira 13 se chama paraskevidekatriafobia, que se origina do grego Paraskeví (sexta-feira) e dekatreís (13).

8) Foi em uma sexta-feira, 13 de dezembro de 1968, que o governo militar decretou o AI-5 e trouxe azar para muita gente.

9) A Apollo 13 foi lançada às 13h 13 min, numa data cuja soma é 13 (11/04/70) e o acidente ocorreu em 13 de abril. Acontece que a tripulação teve a sorte de voltar viva para a Terra.

10) Fidel Castro nasceu numa sexta-feira 13 de agosto de 1926 e dando dor de cabeça aos americanos. O famoso bandido Butch Cassidy nasceu num 13 de abril de 1866 e virou filme.

11) Nos Estados Unidos muitos hospitais e hotéis não possuem o 13º andar e algumas companhias aéreas não têm a 13ª fileira. Já na França, quando existem 13 pessoas a uma mesa, elas podem contratar um 14ª convidado profissional.

12) Segundo matéria da revista National Geographic de 2004, nos Estados Unidos cerca de 900 milhões de dólares são perdidos nas sextas-feiras 13, justamente devido às pessoas que se recusam a fazer qualquer tipo de negócio nesta data.

13) Número de mortes na série de filmes Sexta-feira 13 : 192
Sexta-Feira 13: 9
Sexta-Feira 13 parte 2: 10
Sexta-Feira 13 parte 3: 12
Sexta-Feira 13 – O Capítulo final: 14
Sexta-Feira 13 parte V – O Novo Começo: 22
Sexta-Feira 13 parte VI – Jason Vive: 18
Sexta-Feira 13 parte VII – 15
Sexta-Feira 13 parte VIII – Jason em Manhattan: 17
Sexta-Feira 13 parte IX – Jason vai para o Inferno: 21
Jason X: 21
Freddy vs Jason: 19
Sexta-Feira 13 (2009): 14

Comentários Facebook
Continue lendo

Notícias

Uma reflexão sobre o natal

Publicado

Aproximamos do Natal, uma data muito especial para os cristãos: Natal significa nascimento e é isso que comemoram os cristãos, o nascimento de Jesus Cristo. Essa data passou a ser comemorada a partir do ano 350, estipulada pela igreja católica através do papa Júlio I. Mas, não quero tratar sobre religião ou ateísmo e sim, sobre a importância desse momento.

Sempre quando se aproxima esta data, costumo fazer reflexões sobre o que ela representa em minha vida. Uma simbologia bastante forte é quando penso na cena de José e Maria, no final de gravidez, buscando abrigo para passar a noite e recebendo todos aqueles “nãos” das pessoas que se negaram a acolher aquele casal. Será que depois houveram arrependimentos,  ao perceberem que não acolheram José e Maria que carregava o filho de Deus em seu ventre? Então, vamos entrar em cena. Será que hoje, estamos acolhendo Jesus em nossas casas? Estamos permitindo que Ele nasça em nossas vidas? Ou estamos fazendo o mesmo que fizeram com a família de Nazaré, colocando-a para se abrigar nos estábulos? Não desejo converter ninguém, apenas dividir esta pequena reflexão. Desejo a todos, um FELIZ NATAL e um ANO NOVO de muito SUCESSO. Que você supere todas as dificuldades e atinja a vitória em 2020 também.

A SEGUIR, CURIOSIDADES:

Conheça a origem e o significado de dez símbolos do Natal.

O Natal é uma época cheia de imagens, sons e sabores únicos. Símbolos natalinos, como a árvore enfeitada, a guirlanda e as próprias canções de Natal estão presentes em cada canto, reforçando uma tradição cristã que comemora o nascimento de Jesus Cristo.

Alguns podem não saber, mas os enfeites que caracterizam essa época do ano estão repletos de histórias e significados, que fazem do 25 de dezembro uma das festividades mais aguardadas do ano.

De tão antigas, muitas das tradições ainda presentes no mundo moderno, apesar de não terem perdido seu valor cristão, podem ter sua representação desconhecida, até mesmo pelos fiéis mais fervorosos. Conheça a origem e o significado de dez símbolos do Natal.

Presépio

O presépio é o único símbolo natalino baseado puramente nos Evangelhos

O presépio é o único símbolo natalino baseado puramente nos Evangelhos. De tradição cristã, ele é a reprodução do cenário onde Jesus Cristo nasceu. Manjedoura, animais, pastores, os três reis magos, Maria e José acolhem o bebê numa cabana de madeira, em Belém. O hábito de montar presépios surgiu na Itália, onde o artesanato, simbolizando a vinda do filho de Maria ao mundo, caiu no gosto popular.

Estrela

Presente na história bíblica, a estrela guiou os três reis magos até o local do nascimento de Jesus. Usada como enfeite, em especial no topo da árvore de Natal, simboliza o filho de Deus, que é a estrela-guia, o caminho e o sentido da humanidade. Também são lembradas na árvore de Natal as outras estrelas que estavam no céu, na noite em que Jesus nasceu.

Pinheiro

Foto: iStock

Os pinheiros são as únicas árvores que mantêm suas folhas mesmo no inverno.

Os pinheiros são as únicas árvores que mantêm suas folhas mesmo no inverno. Vivo e verde o ano inteiro, representa no Natal a esperança, a alegria e a mudança. Quanto ao costume de colocar os presentes natalinos embaixo da árvore enfeitada, foi no palácio da Rainha Elizabeth I, em ocasião natalina, que tudo começou. Sem poder receber pessoalmente todos os presentes que lhe eram entregues, a inglesa pediu para que fossem depositados embaixo de uma grande árvore de seu jardim.

Coroa de Advento

Foto: iStock

A Coroa de Avento consiste em um círculo envolto em ramos verdes que sustenta quatro velas que simbolizam a espera pela vinda de Jesus

A Coroa de Avento consiste em um círculo envolto em ramos verdes que sustenta quatro velas, que podem ser vermelhas ou multicoloridas. Nas quatro semanas que precedem o Natal, o objeto fica exposto nas igrejas católicas em pontos de destaque. Em conjunto, simbolizam a espera pela vinda do Senhor, sendo que os ramos são a eternidade de Deus e cada vela é um voto específico para os fiéis, enquanto sua luz é a afirmação de que o Evangelho brilha na vida de quem serve a Cristo.

Guirlanda

Foto: iStock

Para decorar as ruas da Inglaterra, eram usadas flores da espécie sempre-vivas. Na Alemanha elas passaram a ser arrumadas em círculo

Para decorar as ruas da Inglaterra, eram usadas flores da espécie sempre-vivas, que receberam significado maior na Alemanha, quando passaram a ser arrumadas em círculo para simbolizar o amor sem fim de Deus. Quando presente, a fita vermelha decorando as folhas verdes de pinheiro representa a proteção divina, tornando o enfeite ideal para ser pendurado nas portas dos lares.

Postal de Natal

Foto: iStock

A troca de postais é uma forma de confraternização natalina bastante usada no mundo.

O pintor inglês John Callcott Horsley foi responsável pelo primeiro postal de Natal da história. A pedido de Sir Henry Cole, que tinha o hábito de mandar cartas para seus familiares e amigos na época natalina, John produziu cartões com a mesma mensagem, que foram enviados aos próximos do cliente por estar ocupado demais para escrever. Hoje, a troca de postais é uma forma de confraternização natalina bastante usada no mundo.

Bolas de Natal

Foto: iStock

As bolas colocadas nos pinheiros de Natal representam os frutos da vida humana e seus desejos, tais como amor, esperança, perdão e alegria.

As coloridas bolas de Natal, colocadas nas pontas dos galhos dos pinheiros ou árvores artificiais, representam os frutos da vida humana e seus desejos, tais como amor, esperança, perdão e alegria. De formas e tamanhos diferentes, os enfeites também representam os gestos concretos de amor entre irmãos da Terra.

Sinos

Foto: iStock

O badalar do sino representa a anunciação do nascimento de Jesus Cristo.

O instrumento de anunciação das festas populares era principalmente usado no Natal, onde ganhou a adaptação simbólica de que seu badalar informa o nascimento de Jesus Cristo. Presente nas decorações natalinas como enfeite de porta ou para pendurar na árvore de Natal, o objeto ainda é protagonista de algumas cantigas, como “Bate o Sino”.

Ceia

Foto: iStock

A fartura da ceia é uma alusão à fome que as sociedades antigas passavam.

Com o intuito de unir as pessoas para festejar a vinda de Cristo ao mundo, a fartura da ceia é uma alusão à fome que as sociedades antigas passavam. Para simbolizar o corpo do filho de Deus, a carne (peru, ganso ou peixe) é posta na mesa. “Amai-vos uns aos outros” é o principal lema da ceia de Natal, onde também não podem faltar bolos e frutas para o agrado das famílias.

Canções

Foto: iStock

O sentido das serenatas natalinas é reforçar os valores cristãos, com muita alegria e amor ao próximo.

Traduzindo em palavras e acordes a magia do Natal, as canções ou cantigas natalinas fazem parte de antigas tradições que foram difundidas entre países cristãos. O sentido das cantaroladas, muitas vezes acompanhadas de instrumentos, é reforçar os valores cristãos, com muita alegria e amor ao próximo. Uma das músicas mais conhecidas no mundo é “Noite Feliz”.

ZECA TRANIN

DEZEMBRO DE 2019

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana