TRÊS LAGOAS-MS
  Últimas
Herculano destaca importância de campeonatos de futsal para o Estado
Mobilização da ALEMS garante criação da Polícia Penal em Mato Grosso do Sul
Ordem do Dia: Aprovados Lei Orçamentária, PEC da Segurança e outros 9 projetos
MS integrará Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito
Press trip de lançamento do novo voo Congonhas-Bonito tem como resultado mais de 230 matérias publicadas na imprensa de todo o país
Desde o início do mês, Detran-MS no Fácil Coronel Antonino só atende despachantes
Governo concede isenção de IPVA na primeira tributação para motos de até 125 cilindradas
Foragido da justiça é preso pela Polícia Militar em Nova Andradina
Polícia Militar apreende adolescente por direção perigosa e desobediência em Rio Verde
Comandante da Polícia Militar de Coxim participa da inauguração da PAV
CCJR é favorável à mudança no cargo de Professor de Ensino Superior da UEMS
Lei: Holerite deve ser disponibilizado em formato acessível para deficiente visual
Boletim da dengue notifica 11 casos suspeitos em Três Lagoas
Campanha da SMS leva conscientização e prevenção sobre descarte correto de materiais perfurocortantes
Alunos da Diretoria de Cultura se apresentam hoje no espetáculo ” O Circo”
Vereadores destacam importância de programa Nossa Praça
O POVO TÁ DE OLHO – Moradores do Jardim das Acácias se unem para fiscalizar e cuidar da nova praça do bairro
AS ETAPAS DE UM SONHO – Prédio principal da Feira Central será entregue aos feirantes. 2a. etapa da obra continua
Refis 2021: Governo abre nova oportunidade para negociação de débitos do Detran, Iagro, Imasul e Procon
“Vamos bancar a conta de luz de 141 mil famílias”, afirma Reinaldo Azambuja
Governo do Estado inicia a restauração de 11km da MS-480, em Batayporã
MIS realiza nesta quarta-feira a primeira sessão noturna presencial com filme premiado “Madalena”
Inscrições do vestibular da UEMS 2022 vão até dia 20 de dezembro
Artesanato sul-mato-grossense faz parte de feira nacional em Belo Horizonte
Quarta-feira de céu claro e temperaturas elevadas em Mato Grosso do Sul
Secretário Nacional de Trânsito vem a Campo Grande para assinatura de Pnatrans no próximo dia 14
Polícia Militar Ambiental do Distrito de Águas do Miranda salva jacaré de mais de dois metros preso a anzol no rio Nioaque
Deputados devem votar redação final da proposta de lei orçamentária para 2022
Visita de celebridades à Lagoa Maior de Três Lagoas repercute na imprensa nacional
Rebeca Andrade e Isaquias Queiroz conquistam Prêmio Brasil Olímpico
Next
Prev

Mato Grosso do Sul

Em um ano, biofábrica contabiliza mais de 23 milhões de mosquitos soltos com a bactéria Wolbachia

Publicado


A Biofábrica instalada na sede do Laboratório Central de Mato Grosso do Sul (Lacen/MS), desde que entrou em operação, já produziu 23 milhões de mosquitos com a bactéria Wolbachia – usados para o enfrentamento da Dengue, Zika e Chikungunya. Até o momento, 32 bairros de Campo Grande já foram atendidos nas três fases e já mobilizou 200 mil pessoas com engajamento ao programa.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, os resultados do Método Wolbachia são extremamente animadores e representam um verdadeiro alívio para Mato Grosso do Sul, que sofre há muitos anos com a Dengue. “Estamos entusiasmados com os resultados deste projeto. Assim, queremos evoluir e expandir esta iniciativa para outras cidades do Estado”.

Para o gestor da WMP/Fiocruz no Brasil, Gabriel Sylvestre, o wolbito se estabeleceu de forma positiva em Campo Grande. “Após a soltura, a gente espera que o wolbito se estabeleça, cruze e tenha filhotes com a Wolbachia. Assim, constatamos que há bairros com excelentes resultados, com índice de 60%. Isto significa que temos uma sustentabilidade em campo, fator responsável pelo sucesso do projeto. O engajamento da população em relação ao projeto também foi muito positiva”.

É importante ressaltar os mosquitos (wolbitos) não foram liberados tudo de uma vez. Por cinco meses de trabalho intenso, uma vez por semana os agentes de saúde liberam entre 100 a 150 mosquitos por 16 a 20 semanas. “Cada fase do programa compreende cerca de 7 mil pontos de soltura por semana”, explica Gabriel Sylvestre.

Outra iniciativa do programa é a liberação de wolbitos através de dispositivos de liberação (DLO) de ovos, a “Casa do Wolbito”. Este método é empregado pelo World Mosquito Program acontece nas Moreninhas. A “Casa do Wolbito” é um recipiente plástico contendo água e uma cápsula que já vem pronta do Rio de Janeiro com ovos de wolbitos e ração para as larvas. Esses dispositivos serão instalados em espaços públicos da região. Neste recipiente, os wolbitos se desenvolvem, passam por todos os estágios larvais até atingirem a forma adulta alada e saírem voando para proteger a região da dengue, Zika e chikungunya.

Método Wolbachia

O Método Wolbachia é resultado da descoberta do WMP de que o mosquito Aedes aegypti, quando contém a bactéria Wolbachia, tem sua capacidade reduzida na transmissão de doenças. Campo Grande foi escolhida por ser uma cidade de médio porte e vinha sofrendo com a alta incidência de Dengue e por isso foi escolhida no Centro-Oeste para mostrar que o projeto pode funcionar em diversos biomas do Brasil.

O projeto consiste no engajamento da população e depois entra a fase de liberação dos mosquitos por determinado período, cerca de 16 semanas. Esses mosquitos vão se cruzando na natureza e, com o passar do tempo, haverá uma grande porcentagem do mosquito naquela localidade com a Wolbachia, com isso esperamos ter uma redução das doenças e podemos proteger a população.

A Wolbachia é uma bactéria intracelular presente em 60% dos insetos da natureza, mas que não estava presente no Aedes aegypti. Quando presente neste mosquito, ela impede que os vírus da Dengue, Zika, Chikungunya e febre amarela se desenvolvam dentro do mosquito, contribuindo para redução destas doenças. Não há modificação genética nem no mosquito, nem na bactéria.

Rodson Lima, SES

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook

Mato Grosso do Sul

MS integrará Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito

Publicado

por


Parte da estratégia para reduzir em 50% o total de mortes de trânsito no país nos próximos 10 anos, o Pnatrans – Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito, será implementado em Mato Grosso do Sul.

O Secretário Nacional do Trânsito, Frederico Carneiro, virá à Capital para a assinatura do Termo de Compromisso. Frederico acredita que só com ações conjuntas será possível atingir essa meta.

Para o diretor-presidente do Detran-MS, esse encontro será um grande marco na construção de um trânsito mais seguro em Mato Grosso do Sul.

Dividido em seis pilares, o Pnatrans prevê a gestão da política integrada do sistema viário, preza pela qualidade do pavimento das ruas, rodovias, reforça o item segurança veicular, com parâmetros mais seguros para itens como capacetes, airbags e dispositivos eletrônicos, por exemplo, e destaca a importância de campanhas educativas, além da normatização e fiscalização.

 

Katiuscia Fernandes – Subcom

Foto: Edemir Rodrigues

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso do Sul

Press trip de lançamento do novo voo Congonhas-Bonito tem como resultado mais de 230 matérias publicadas na imprensa de todo o país

Publicado

por


No último dia 2 de dezembro, a companhia aérea GOL inaugurou seu mais novo destino ligando o aeroporto de Congonhas, em São Paulo, ao melhor destino de ecoturismo no país: Bonito, em Mato Grosso do Sul.

Para marcar a novidade, a equipe de comunicação Fundação de Turismo do MS e da companhia aérea prepararam uma press trip na região de Bonito-Serra da Bodoquena para apresentar os principais atrativos da cidade aos participantes. Jornalistas do Estadão, Panrotas, Mercado & Eventos e Brasilturis estavam entre os convidados da press trip, além de influenciadores de viagem e turismo.

Como resultado da ação, até o momento foram registradas 236 matérias publicadas, com um alcance estimado em mais de 8 milhões de pessoas.

Além dos principais atrativos da região de Bonito, Jardim e Bodoquena, as matérias reforçam também o compromisso da GOL com o meio ambiente, por se tratar da segunda rota regular 100% carbono neutro da Companhia.

Voo direto CGH-BYO-CGH

São dois novos voos semanais ligando os aeroportos de Congonhas (CGH) e de Bonito (BYO), sempre às quintas-feiras e domingos. O novo trecho é inédito na história do Mato Grosso do Sul. Em Congonhas, a decolagem está prevista para às 12h40, e a aterrissagem em Bonito, às 13h40.

A saída do novo destino acontecerá às 14h20, com pouso na capital paulista às 17h15 (horários locais). Os voos serão operados com o jato Boeing 737-700, que tem capacidade para 138 passageiros. As passagens já estão à venda no site da Gol Linhas Aéreas.

Texto: Débora Bordin, com informações da assessoria da GOL Linhas Aéreas / Foto: Silvio de Andrade

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana