TRÊS LAGOAS MS
  Últimas
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande captura jiboia de mais de 1 metro em residência
Rayssa Leal e Pâmela Rosa encerram Pro Tour fora do pódio
Duda Sampaio e Natascha defenderão Brasil na Copa América Feminina
Vasco e Sport empatam em Maracanã lotado
Diante do Atlético-GO, São Paulo volta a vencer no Brasileiro
Polícia Militar realiza formatura do Proerd Kids no Município de Anaurilândia.
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande captura tamanduá-bandeira passeando pelas ruas do bairro Caiobá
Brasileiros perdem nas duplas e país está fora de Wimbledon
Série B: Ponte Preta e Tombense ficam no 0 a 0 em Campinas
Cuiabá derrota o Avaí em Florianópolis e deixa o Z4
PMA do Grupamento de Águas do Miranda fiscaliza 14 embarcações e 57 pescadores, orientam turistas e apreendem petrechos ilegais de pesca
PMA e UCDB entregam amanhã (4) às 14h00 para o Biobarque Pantanal, onça-pintada, arara e filhote de anta taxidermizados para uso em Educação Ambiental
Polícia Militar 9°CIPM/CPA1 impede Estelionato contra idosa em Dourados
Polícia Militar de Caarapó da 9ªCIPM/CPA-1 recupera produtos de furto e prende autor
Em dois meses, 27 países fincaram suas bandeiras no Bioparque Pantanal
Primeiro pagamento por serviços ambientais motiva setores produtivos de Bonito e Jardim
Rayssa Leal e Pâmela Rosa disputam final do Pro Tour de skate street
Em um Maracanã lotado, Vasco recebe o Sport pela Série B
Palestra e oficina interativa no MIS buscam discutir o saber-fazer Guarani e Kaiowá
Reeducandos do Centro Penal da Gameleira trabalham na reforma da Unei Dom Bosco
Domingo segue com previsão de tempo estável, com máxima de até 35°C no Estado
Com assinatura de convênios, produtores já podem receber 1ª parcela do PSA de Jardim e Bonito
Big Data: Fundtur MS e Sistema Comércio criam plataforma de inteligência turística
Dourados: projetos da Coronel Ponciano e do terminal de passageiros avançam
Athletico-PR bate Palmeiras fora de casa e assume vice-liderança
Gabriel decide e Flamengo derrota Santos na Vila Belmiro
Com time alternativo, Atlético-MG derrota Juventude por 2 a 1
Brasileiro: Fluminense goleia Corinthians e dá salto na classificação
Polícia Militar Rodoviária apreende carga de maconha, na MS 164, em Maracaju
Polícia Militar Ambiental de Rochedo apreende caminhão com 29 m³ de madeira ilegal e autua proprietário em 8,6 mil
Next
Prev

Campo Grande

Em Campo Grande| Justiça manda motoristas voltarem ao trabalho e manter 80% da frota de ônibus circulando

Publicado

Foto: Henrique Arakaki

O desembargador federal do Trabalho, André Luís Moraes de Oliveira, determinou que o sindicato dos trabalhadores do transporte coletivo de Campo Grande mantenha 80% da frota dos ônibus em circulação. Caso não atenda à decisão, a pena será multa diária de R$ 200 mil.

A ação foi protocolada pelo Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo e Urbano de Passageiros de Mato Grosso do Sul na manhã desta terça-feira (21), junto ao TRT-24 (Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região), para barrar a greve dos motoristas do Consórcio Guaicurus, que paralisaram o transporte público mais cedo em Campo Grande.

A petição foi apresentada às 10h04, pelos advogados Raphael Barbosa e Felipe Barbosa, contra o ato deflagrado pelos filiados ao Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo e Urbano da Capital. De acordo com Felipe, o procedimento trata-se de um dissídio coletivo, com pedido de liminar, para declarar a ilegalidade do movimento e restabelecer os serviços.

O advogado explicou que apesar do direito de greve garantido por lei, no caso específico dos motoristas da Capital, não foram cumpridos os ritos necessários para assegurar a legalidade da ação. Segundo ele, é preciso haver assembleia, tentativas de negociação e, principalmente, aviso com 72 horas de antecedência, em razão da essencialidade do serviço, e manutenção de 20% a 30% das operações.

“Todos os requisitos são obrigatórios. A gente ajuizou a ação pedindo liminar para o imediato restabelecimento do serviço”, pontuou. O pedido será avaliado pela Justiça do Trabalho. Além disso, Felipe afirmou que o Sindicato das Empresas vai se reunir com o TRT, com o MPT (Ministério Público do Trabalho) e com trabalhadores em busca de uma solução.

Motivo da greve

A greve iniciada na manhã desta terça-feira pelos motoristas foi motivada pelo atraso de pagamento. No entanto, o advogado explica que o que está em atraso no momento é apenas o vale, pago todo dia 20 de cada mês, em caráter de antecipação salarial. As empresas do Consórcio Guaicurus, neste aspecto, admitem o atraso e alegam que passam por dificuldades financeiras.

“As empresas vêm trabalhando há quatro anos com prejuízo total. O valor da tarifa não está sendo reajustado de acordo com o contrato de concessão”, detalhou Felipe. Ele disse ainda que a prefeitura forneceu subsídios meses atrás, mas que isso não foi suficiente, principalmente por conta dos impactos causados pela pandemia da Covid-19 e aumento no preço dos combustíveis. “Em março o diesel subiu 25%, agora mais 15%”.

Por MidiaMax

Comentários Facebook

Campo Grande

Aumenta violência contra idosos na pandemia

Publicado

A fim de chamar a atenção para esse grave problema, a Legião da Boa Vontade promove ações ao Dia Mundial da Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa

 

O mundo ainda está se recuperando dos impactos causados pela pandemia da Covid-19. No entanto, por mais efetivo que tenha sido o distanciamento social para garantir a saúde, diversos fatores contribuíram para o desenvolvimento de violações aos direitos dos idosos, potencializando o aumento das agressões. Além de ter que mudar seus hábitos por estar num grupo de risco, a população idosa também sofreu com o aumento dos casos de violência no Brasil. Os números cresceram e são assustadores.

Segundo dados do Disque 100, plataforma do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), as denúncias de violência e de maus-tratos contra os idosos cresceram no Brasil durante a pandemia. Foram registradas 81.614 denúncias em 2020, o que representa um aumento de 68% em relação ao ano de 2019, quando 48.446 queixas foram notificadas. No primeiro semestre de 2022, o Disque 100 já registra mais de 33,3 mil casos de violação de direitos humanos contra o idoso. Essa propagação de ocorrências se dá por conta das desigualdades sociais e de saúde que infelizmente são predominantes no país.

Além do mais, existe uma relação de convívio familiar entre o suspeito de violência e a vítima, conforme mostra o relatório anual divulgado em 2019 pela Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH); em torno de 65% dos suspeitos são filhos. Como na maioria das vezes os maus-tratos ocorrem já há algum tempo e dentro do próprio domicílio, o medo e/ou a vergonha impedem que os registros sejam feitos. Por conta disso, o número de denúncias feitas não corresponde inteiramente à verdade vivenciada por essa parcela da população.

Reconhecido como o Dia Mundial da Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, o dia 15 de junho é um marco para as manifestações de oposição aos abusos e aos sofrimentos infligidos a essa importante parte da sociedade. Para chamar a atenção sobre essa realidade, a Legião da Boa Vontade (LBV) está organizando uma série de atividades em seus Centros Comunitários e Abrigos para Idosos espalhados pelo Brasil, para dar maior visibilidade à data e mostrar quais são os direitos da população idosa. Em Campo Grande, no dia 21/06 às 13:30 hs, será realizada uma roda de conversa com as atendidas do programa Vida Plena, com a participação da equipe da Coordenadoria de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, abordando temas como direitos fundamentais, violência física e psicológica praticada contra a pessoa idosa e diversas orientações.

Em suas atividades, a LBV promove o combate à violência contra a pessoa idosa e trabalha o tema de forma preventiva, para que as gerações mais velhas tenham seus direitos garantidos e os vínculos afetivos com seus familiares fortalecidos. A Entidade valoriza os mais velhos considerando sua história de vida e cria oportunidades para que vivenciem a terceira idade de forma saudável e feliz, considerando-os como atores sociais de transformação e reconhecendo o seu valor na sociedade.

Nos Centros Comunitários, o atendimento aos idosos acontece por meio do programa Vida Plena, que assiste pessoas com idade igual ou superior a 60 anos. As atividades colaboram no processo do envelhecimento saudável, no desenvolvimento da autonomia, na inserção sociocultural, na socialização e no fortalecimento dos vínculos familiares, interpessoais e intergeracionais. Tudo isso contribui para a vivência da cidadania deles.

Conheça o trabalho realizado pela LBV em Campo Grande/MS. O Centro Comunitário da Instituição está localizado na Av. Dr. Gunter Hans, 5055 — Jd. Aero Rancho, setor VII. Outras informações pelo site www.lbv.org

Comentários Facebook
Continue lendo

Campo Grande

Apresentações de festa junina marcam final de semana em Campo Grande

Publicado

Em três lojas do Supermercados Comper na capital, instituições fizeram apresentações típicas 

As festas juninas já tomam conta do calendário em Campo Grande. No sábado, dia 18, uma programação especial contou com com apresentações da Escola Juliano Varela, Instituição Mãe Luz ( Mães & Filhos ) e  Instituição ISMAC – Instituto Sul Matogrossense para Cegos Florivaldo Vargas, além da apresentação da Quadrilha dos funcionários do Supermercado Comper, que há 15 anos mantém a tradição de se apresentar aos consumidores. Foram 3 lojas da capital que contaram ainda com degustação de pratos típicos.

Segundo Patrícia Duran Rosa, professora e coreógrafa da Escola Juliano Varela, a apresentação é uma inovação “Trabalhamos outros temas há vários anos e queríamos aproveitar o clima de festas juninas para a quadrilha. Ver eles se apresentando sozinhos, com autonomia, é uma grande satisfação”, comemora. A Associação Juliano Varela foi criada há 27 anos, e conta com programas que atendem gratuitamente bebês, crianças, jovens, adultos e idosos portadores da síndrome down e que tenham deficiência mental, autismo ou microcefalia.

A apresentação da Escola Juliano Varela foi realizada na unidade do  Hiper Center Comper Jardim dos Estados, que também contou com a quadrilha dos funcionários, que há 15 anos mantém a tradição de celebrar junto aos clientes a festa junina. “Começou com uma brincadeira para envolver os funcionários e interagir com o público e levar um pouco de alegria. Com isso, mostramos que podemos trabalhar e ter um momento de diversão e mostrar para o cliente que somos uma verdadeira família”, afirma Fernanda Bardauil, gerente de relacionamento com clientes do Comper.

No Hiper Center Comper Tijuca, os clientes puderam conferir a apresentação de Quadrilha com a Instituição Mãe Luz (Mães & Filhos). No Hiper Center Comper Tamandaré, a alegria tomou conta com a Quadrilha com os Idosos da Instituição Elias Lahdo. No mesmo dia, quem passou pelo Hiper Center Comper Ipê pode conferir a Quadrilha da Instituição ISMAC – Instituto Sul Matogrossense para Cegos Florivaldo Vargas, que desenvolve, há mais de 60 anos, um trabalho focado na habilitação e reabilitação da pessoa cega e com baixa visão.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana