Três Lagoas-MS

  Últimas
Luisa Stefani e Hayley Carter estão na final em Estrasburgo
Libertadores: Líder do Grupo G, Santos enfrenta o Delfín no Equador
Ordem do Dia: Deputados aprovam dois projetos e sessões seguem remotas em outubro
Governo divulga inscrições deferidas do processo seletivo para atuação na Agepen
Precoce MS recebe reconhecimento nacional e produtores comemoram resultados
Começa hoje a temporada 20/21 do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia
Atlético-GO e Fluminense lutam por vaga na Copa do Brasil
ALEMS apoia audiência realizada pela Defensoria para discutir volta às aulas
PRF recupera em Rio Brilhante (MS) veículo com registro de estelionato
Foragido da Justiça é preso durante abordagem em feira pública em Bataguassu.
Coluna – Mundial de League of Legends começa nesta sexta na China
PM de Corumbá prende indivíduo por Tráfico de Drogas
Casos confirmados de Covid-19 serão rastreados
Sistema Famasul acompanha tramitação das propostas que mais impactam o setor agropecuário brasileiro
Remissão ou Isenção do IPTU poderão ser solicitados a partir do dia primeiro de outubro em Três Lagoas
Implantação do Corredor Bioceânico fortalece integração entre os países latino-americanos
Coronel David solicita novo curso de formação de policiais penais para atender mais 412 remanescentes da Agepen
IFMS abre inscrições para 13 vagas na graduação em Corumbá
Confira valores e horário de funcionamento para aquisição de bilhetes para utilização da rampa de acesso a barcos do Balneário Municipal
Deputados devem votar quatro projetos durante a sessão ordinária desta quinta-feira
Várzea Grande libera eventos com até 500 pessoas e retomada de trabalho presencial a servidores do grupo de risco
Projeto Reintegra atende reeducandos por meio da telemedicina
Agência do Detran em Anastácio passa a atender por agendamento em outubro e clientes já podem acessar calendário
Aluna da Rede Estadual é promovida no trabalho depois integrar projeto de fotografia
Com Precoce MS, produtor rural melhora nutrição animal e valoriza produção
Em dez dias, 17 animais silvestres receberam atendimento da equipe do CRAS
Quinta-feira de tempo firme e sem chuva em todo o Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 3,1 milhões na construção de quartel do Corpo de Bombeiros em Bonito
Sport mantém embalo no Brasileirão e complica vida do Corinthians
Em 100º jogo pelo Tricolor, Pepê decide Gre-Nal da Libertadores
Next
Prev

Arapuá

Em Arapuá| 2 positivos para Coronavírus e várias suspeitas para a doença

Publicado

Como vem acontecendo em todo Mato Grosso do Sul não está sendo diferente em Três Lagoas, e muito menos no Distrito de Arapuá, com os novos casos positivos para o Novo Coronavírus Covid-19.

Nesta sexta-feira (11) de setembro saiu o resultado para positivo de dois moradores do Distrito de Arapuá, um rapaz e uma mulher.

E nesta segunda-feira (14) de setembro, várias pessoas com sintomas do Covid-19 foram atendidas na UBS “Altair Cabral Trannin” do Distrito de Arapuá, sendo colhido o exame de swab que colhe secreção das narinas. O procedimento obedece à conduta de manuseio e transporte estabelecida por protocolos do Ministério da Saúde. Os uniformes e materiais utilizados são especiais e descartáveis, para atendimento com total segurança, o resultado está saindo em média de 3 dias.

Lembrando que o exame só pode ser colhido para pessoas com aparecimento dos sintomas antes de 7 dias.

Em Três Lagoas

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio do setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), divulgou o Boletim Epidemiológico COVID-19 desta segunda-feira (14).

Mais 28 casos foram confirmados como positivos hoje. Um caso finalizou a quarentena, não apresenta sintomas e foi considerado como recuperado da doença.

No hospital estão 26 pessoas, 05 confirmados em UTI pública, 06 em UTI privada, 04 em enfermaria pública e 02 em enfermaria privada. Entre os suspeitos, 05 estão em enfermaria pública, 01 em enfermaria privada e 03 em UTI pública. Entre os casos que estão em isolamento hospitalar, 05 são de outras cidades e não entram no Boletim de Três Lagoas como positivos, mas constam no número de leitos ocupados.

Portanto, Três lagoas chegou a 12193 notificações, destes, 1633 foram confirmados e 10560 deram negativo. Entre os positivos, 1175 já se recuperaram da doença e 25 foram a óbito, então o número de casos ativos subiu para 433.

No Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul já contabilizou 59.408 casos confirmados de coronavírus desde o início da pandemia. Conforme o último boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado nesta segunda-feira, dia 14, só nas últimas 24 horas foram 331 novos casos.

Entre os municípios com maior número de novas confirmações, Campo Grande aparece com 174 novos casos. Corumbá com 41. Dourados 35 e Aquidauana com 16 novos casos.

Dos 59.408 casos confirmados, 7.060 estão em isolamento domiciliar, 51.847 estão sem sintomas e já estão recuperados e 495 estão internados. Destes, seis pacientes internados são procedentes de fora do Estado.

Quantos aos percentuais de ocupação, na macrorregião de Campo Grande 74% dos leitos já estão ocupados, de Dourados 57%, macrorregião de Três Lagoas 47% dos leitos ocupados e macrorregião de Corumbá com 89% de ocupação.

Foram registrados ainda 20 novos óbitos, passando para 1.085 mortes pela doença em Mato Grosso do Sul, mantendo a taxa de letalidade em 1,8%. O maior número óbitos foi registrado na Capital, Campo Grande –  12 óbitos.

No Brasil

O Brasil registrou, nas últimas 24 horas, 381 novas mortes por covid-19, chegando a 132.006 vidas perdidas desde o início da pandemia. Os dados estão no balanço diário divulgado pelo Ministério da Saúde na noite desta segunda-feira (14). Ontem o sistema contabilizava 131.625 falecimentos. Ainda há 2.498 óbitos em investigação.

O número de casos acumulados atingiu 4.345.610. Entre ontem e hoje, as secretarias de saúde de estados notificaram 15.115 novos diagnósticos positivos de infecção pelo novo coronavírus. Ontem o painel do Ministério da Saúde trazia 4.330.455 casos acumulados.

Os casos registrados costumam ser menores aos domingos e segundas-feiras pela limitação das secretarias de saúde de alimentar o sistema nacional. Já às terças-feiras, o número tem sido maior pelo envio dos dados acumulados no final de semana.inda de acordo com a atualização do ministério, 600.420 pessoas estão em acompanhamento e outras 3.613.184 já se recuperaram da doença.

Dados estaduais

Os estados que contabilizam mais morte são São Paulo (32.642), Rio de Janeiro (17.003), Ceará (8.698), Pernambuco (7.888) e Pará (6.368). As unidades da Federação com menos vidas perdidas até o momento são Roraima (610), Acre (640), Amapá (680), Tocantins (814) e Mato Grosso do Sul (1.085).

Sobre a doença COVID-19

Os coronavírus são uma grande família de vírus comuns em muitas espécies diferentes de animais, incluindo camelos, gado, gatos e morcegos. Raramente, os coronavírus que infectam animais podem infectar pessoas, como exemplo do MERS-CoV e SARS-CoV. Recentemente, em dezembro de 2019, houve a transmissão de um novo coronavírus (SARS-CoV-2), o qual foi identificado em Wuhan na China e causou a COVID-19, sendo em seguida disseminada e transmitida pessoa a pessoa.

A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus, denominado SARS-CoV-2, que apresenta um espectro clínico variando de infecções assintomáticas a quadros graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a maioria (cerca de 80%) dos pacientes com COVID-19 podem ser assintomáticos ou oligossintomáticos (poucos sintomas), e aproximadamente 20% dos casos detectados requer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória, dos quais aproximadamente 5% podem necessitar de suporte ventilatório.

Quais são os sintomas

Os sintomas da COVID-19 podem variar de um resfriado, a uma Síndrome Gripal-SG (presença de um quadro respiratório agudo, caracterizado por, pelo menos dois dos seguintes sintomas: sensação febril ou febre associada a dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza) até uma pneumonia severa. Sendo os sintomas mais comuns:

  • Tosse
  • Febre
  • Coriza
  • Dor de garganta
  • Dificuldade para respirar
  • Perda de olfato (anosmia)
  • Alteração do paladar (ageusia)
  • Distúrbios gastrintestinais (náuseas/vômitos/diarreia)
  • Cansaço (astenia)
  • Diminuição do apetite (hiporexia)
  • Dispnéia ( falta de ar)

Como é transmitido

A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de:

  • Toque do aperto de mão contaminadas;
  • Gotículas de saliva;
  • Espirro;
  • Tosse;
  • Catarro;
  • Objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, talheres, maçanetas, brinquedos, teclados de computador etc.

Diagnóstico

O diagnóstico da COVID-19 pode ser realizado a partir de critérios como:

1 – DIAGNÓSTICO CLÍNICO é realizado pelo médico atendente, que deve avaliar a possibilidade da doença, principalmente, em pacientes com a associação dos seguintes sinais e sintomas:

  • Febre, que pode estar presente no momento do exame clínico ou referida pelo paciente (sensação febril) de ocorrência recente.
  • Sintomas do trato respiratório (por exemplo, tosse, dispneia, coriza, dor de garganta)
  •  Outros sintomas consistentes incluindo, mialgias, distúrbios gastrointestinais (diarreia/náuseas/vômitos), perda ou diminuição do olfato (anosmia) ou perda ou diminuição do paladar (ageusia).

Em crianças, além dos itens anteriores, considera-se também a obstrução nasal, a desidratação e a  falta de apetite (inapetência), na ausência de outro diagnóstico específico.
Em idosos, deve-se considerar também, critérios específicos de agravamento como: síncope (desmaio ou perda temporária de consciência), confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e falta de apetite (inapetência).
O diagnóstico clínico da doença, também deve ser considerado em pacientes com doença grave do trato respiratório inferior sem causa clara, como é o caso de pacientes que se apresentem em Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Nesta síndrome o indivíduo apresenta-se em franca dispneia/desconforto respiratório/dificuldade para respirar com saturação de oxigênio (O2) menor do que 95% em ar ambiente ou coloração azulada dos lábios ou rosto (cianose) ou queixa de pressão persistente no tórax.
Em crianças, a SRAG apresenta-se com os sinais e sintomas anteriores, devendo ser observados sinais característicos de esforço respiratório, tais como,  os batimentos de asa de nariz, tiragem intercostal, e, por fim, alteração na coloração das extremidades que ficam azuladas (cianose).

2 – O DIAGNÓSTICO CLÍNICO-EPIDEMIOLÓGICO é realizado pelo médico atendente no qual considera-se:

  • casos de paciente com a associação dos sinais e sintomas supracitados ou SRAG MAIS histórico de contato próximo ou domiciliar, nos últimos 14 dias antes do aparecimento dos sintomas, com caso confirmado laboratorialmente para COVID-19 e para o qual não foi possível realizar a investigação laboratorial específica.

3 – DIAGNÓSTICO CLÍNICO-IMAGEM:

  • caso de sintomas respiratório mais febre ou SRAG ou óbito por SRAG que não foi possível confirmar ou descartar por critério laboratorial E que apresente alterações tomográficas.

4 – DIAGNÓSTICO LABORATORIAL – Caso o paciente apresente os sintomas respiratórios mais febre ou SRAG. O profissional de saúde poderá solicitar os seguintes exames laboratoriais:

  • De biologia molecular, (RT-PCR em tempo real) que diagnostica tanto a COVID-19, a Influenza ou a presença de Vírus Sincicial Respiratório (VSR) normalmente até o oitavo dia de início de sintomas.
  • Imunológico, que detecta, ou não, a presença de anticorpos em amostras coletadas a partir do oitavo dia de início dos sintomas. Sendo eles:
  • Ensaio imunoenzimático (Enzyme-Linked Immunosorbent Assay – ELISA);
  • Imunocromatografia (teste rápido) para detecção de anticorpos;
  • Imunoensaio por Eletroquimioluminescência (ECLIA).
  • Pesquisa de antígenos: resultado reagente para SARS-CoV-2 pelo método de Imunocromatografia para detecção de antígeno.

5 – DIAGNÓSTICO LABORATORIAL EM INDIVÍDUO ASSINTOMÁTICO (pessoa sem sintomas) que realizou:

  • Exame de Biologia Molecular com resultado DETECTÁVEL para SARS-CoV-2 realizado pelo método RT-PCR em tempo real.
  • Exame de Imunológico com resultado REAGENTE para IgM e/ou IgA realizado pelos seguintes métodos:  Ensaio imunoenzimático (ELISA) e Imunocromatografia (teste rápido) para detecção de anticorpos.

Como se proteger

As recomendações de prevenção à COVID-19 são as seguintes:

  • Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%. Essa frequência deve ser ampliada quando estiver em algum ambiente público (ambientes de trabalho, prédios e instalações comerciais, etc), quando utilizar estrutura de transporte público ou tocar superfícies e objetos de uso compartilhado.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo.
    Não tocar olhos, nariz, boca ou a máscara de proteção fácil com as mãos não higienizadas.
    Se tocar olhos, nariz, boca ou a máscara, higienize sempre as mãos como já indicado.
  • Mantenha distância mínima de 1 (um) metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social. Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.
  • Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outro objetos que são utilizados com frequência.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos.
  • Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.
  • Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas.
  • Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, busque orientação pelos canais on-line disponibilizados pelo SUS ou atendimento nos serviços de saúde e siga as recomendações do profissional de saúde.
  • Durma bem e tenha uma alimentação saudável.
  • Recomenda-se a utilização de máscaras em todos os ambientes.  As máscaras de tecido (caseiras/artesanais), não são Equipamentos de Proteção Individual (EPI), mas podem funcionar como uma barreira física, em especial contra a saída de gotículas potencialmente contaminadas.

Estimule familiares, amigos e colegas de trabalho sobre a importância do uso de máscara e da higienização das mãos na prevenção da disseminação do vírus causador da doença COVID-19.

Dicas para viajantes

Caso você precise viajar, avalie a real necessidade. Se for inevitável viajar, previna-se e siga as orientações das autoridades de saúde locais.

Ao voltar de viagens internacionais ou locais recomenda-se:

  • Reforçar os hábitos de higiene e proteção como a utilização de máscara, higienização das mãos com água e sabão ou com álcool em gel 70 %.
  • Caso apresente sintomas de gripe, busque atendimento nos serviços de saúde, e evite contato com outras pessoas

Se eu ficar doente

Se estiver doente, com sintomas compatíveis com a COVID-19, tais como febre, tosse, dor de garganta e/ou coriza, com ou sem falta de ar, evite contato físico com outras pessoas, incluindo os familiares, principalmente, idosos e doentes crônicos, Procure imediatamente os postos de triagem nas Unidades Básicas de Saúde / UPAS ou outras unidades de saúde. Após encaminhamento consulte-se com o médico. Uma vez diagnosticado pelo médico, receba as orientações e prescrição dos medicamentos que você deverá usar. O médico poderá solicitar exames complementares. Inicie o tratamento prescrito imediatamente. Mantenha seu médico sempre informado da evolução dos sintomas durante o tratamento e siga suas recomendações.

Utilize máscara o tempo todo.

Se for preciso cozinhar, use máscara de proteção, cobrindo boca e nariz todo o tempo.

Depois de usar o banheiro, nunca deixe de lavar as mãos com água e sabão e sempre limpe vaso mantendo a tampa fechada, pia e demais superfícies com álcool, água sanitária ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa –  para desinfecção do ambiente.

Separe toalhas de banho, garfos, facas, colheres, copos e outros objetos apenas para seu uso.

O lixo produzido precisa ser separado e descartado.

Evite compartilhar sofás e cadeiras e realize limpeza e desinfecção frequente com água sanitária ou álcool 70% ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa.

Mantenha a janela aberta para circulação de ar do ambiente usado para isolamento e a porta fechada, limpe a maçaneta frequentemente com álcool 70%, água sanitária, ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa.

Caso o paciente não more sozinho, recomenda-se que os demais moradores da residência durmam em outro cômodo, seguindo também as seguintes recomendações:

  • Mantenha a distância mínima de 1 metro entre a pessoa infectada e os demais moradores.
  • Limpe os móveis da casa frequentemente com água sanitária, álcool 70% ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa.
  • Se uma pessoa da casa tiver diagnóstico positivo, todos os moradores devem ficar em distanciamento conforme orientação médica.

A COVID-19 afeta diferentes pessoas de diferentes maneiras. A maioria das pessoas infectadas apresentará sintomas leves a moderados da doença e não precisarão ser hospitalizadas.

Sintomas mais comuns:

Febre, tosse seca e cansaço.

Sintomas menos comuns:

Dores e desconfortos, dor de garganta, diarreia, conjuntivite, dor de cabeça, perda de paladar ou olfato, erupção cutânea na pele ou descoloração dos dedos das mãos ou dos pés.

Sintomas graves:

Dificuldade de respirar ou falta de ar, dor ou pressão no peito, perda de fala ou movimento.

Procure atendimento médico imediato se tiver sintomas graves. Sempre ligue antes de ir ao médico ou posto de saúde, clínicas ou hospitais.

Pessoas saudáveis que apresentarem os sintomas leves devem acompanhar seus sintomas em casa.

Em média, os sintomas aparecem após 5 ou 6 dias depois de ser infectado com o vírus. Porém, isso pode levar até 14 dias.

Comentários Facebook

Arapuá

Equipes da Saúde irão percorrer Distritos e zona rural de Três Lagoas em Campanha de Multivacinação

Publicado

Equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas estarão percorrendo a zona rural, a partir do dia 02 de outubro, para início da Campanha de Multivacinação de 2020, ou seja, uma campanha de atualização do Cartão de Vacinas de todas as pessoas que residem no campo.

Estarão sendo disponibilizadas: doses de vacina contra o Sarampo e Poliomielite para crianças de um (01) ano a menores de cinco (05) anos; para adolescentes e adultos estarão disponíveis as vacinas contra Hepatite B, Febre Amarela, Tétano e Tríplice Viral, que imuniza as pessoas contra o Sarampo, Caxumba e Rubéola; meninas de 09 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos deverão ser vacinados contra HPV e Meningite, que deve ser aplicada em meninos e meninas da faixa etária de 11 a 12 anos;  para todos os adultos, homens e mulheres, estarão disponíveis as vacinas contra Tétano, Gripe e Hepatite B; e, para todos, já a partir dos 06 meses de idade, estará também disponível a vacina contra a Gripe.

Para tanto, a SMS de Três Lagoas orienta as pessoas a levarem consigo a Carteira de Vacinas para que o pessoal da Saúde faça as devidas anotações e verifique quais as vacinas que a pessoa precisa ou não tomar para manter-se atualizada no Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde.

Na oportunidade, as equipes da Saúde estarão também vacinando contra a Raiva todos os cães e gatos, a partir dos 04 meses de idade. Só não podem ser vacinadas as fêmeas prenhes. Para controle, é também importante que os donos de animais de estimação levem consigo a Carteira de Vacinas do cão ou do gato.

LOCAIS DE VACINAÇÃO

As equipes da SMS estarão previamente divulgando os horários e locais de vacinação na Zona Rural, conforme anexo.

No primeiro dia, sexta-feira (02 de outubro), as equipes estarão no Pontal do Faia – Fazenda União, das 8h às 11h; no sábado, dia 03 de outubro, das 10h30 às 12h, as equipes estarão Bar Galpão e na Ponte do Sucuriú, na casa do senhor Nelson.

Na segunda-feira, 05 de outubro, das 8h às 13h, as equipes estarão na Escola da Fazenda Periquitos; na terça-feira (06 de outubro), das 8h às 11h, na Fazenda Santa Maria, antiga Fazenda Bom Sossego, e também as famílias da Fazenda Ruivinha e no mesmo dia, das 12hàs 14h, na Fazenda Senhor Sudário; na quarta-feira (07 de outubro), das 8h às 14h, Escola Antônio Camargo, na região do Vera Cruz.

No dia 08 de outubro, quinta-feira, das 8h às 11h, o pessoal da Saúde estará no Sítio São Pedro, antigo local da Festa de Reis; e no dia 10 de outubro, sábado, das 8h às 10h, a equipe estará atendendo no Bar do Careca e, em seguida, das 11h às 15h, a mesma equipe da Saúde estará na região do Batuíra.

Para encerramento desta campanha, na segunda-feira, dia 13 de outubro, das 8h às 13h, as equipes estarão no Distrito de Garcias e na terça-feira, dia 14 de outubro, o pessoal estará no Distrito Arapuá e no Assentamento 20 de Março.

Comentários Facebook
Continue lendo

Arapuá

Sitiante de Arapuá é multado em mil reais por colocar fogo em pastagem e responderá por crime ambiental

Publicado

por

.

Campo Grande (MS) – Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Três lagoas, que trabalha na operação Focus, autuou ontem (19) à noite um homem de 31 anos por incêndio. O infrator foi surpreendido quando colocava fogo para renovar sua pastagem no seu lote no assentamento 20 de Março, localizado no Distrito de Arapuá, a 40 km da cidade de Três Lagoas.

A equipe que trabalhava à noite, tendo em vista que as denúncias são de que os incêndios têm se iniciado principalmente durante este período, passava pela BR 262 e avistou as chamas. Foi ao local e encontrou o infrator colocando fogo na pastagem.

Os Policiais extinguiram o incêndio com a ajuda do infrator, o qual se espalharia por outros lotes, pois não havia nenhum sistema de aceiros ou quaisquer outros cuidados para evitar que se perdesse o controle do fogo. Isso tem sido motivo das denúncias de assentados de vários assentamentos, de que alguns colocam fogo em seus lotes, que acabam adentrando a vários lotes, primeiro pelo tempo seco e, depois, porque não há nenhuma medida protetiva de controle.

Os Policiais mediram a área que tinha sido queimada com uso de GPS, que perfez 1 hectare. O Infrator, residente no assentamento, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 1.000,00. Ele também poderá responder por crime ambiental de poluição, com pena prevista de um a quatro anos de reclusão.

No Estado, neste período mais seco, a Portaria do IMASUL nº 797, de 24 de junho de 2020 suspendeu as Autorizações Ambientais de queima controlada pelo prazo de 180 (cento e oitenta) dias para as áreas rurais.

OPERAÇÃO FOCUS

As 26 Subunidades da PMA têm intensificado a fiscalização durante a operação Focus, voltada ao combate aos incêndios, para prevenir e reprimir, no sentido de evitar que as pessoas provoquem os pequenos focos em queima de resíduos de limpeza, ou de limpeza de pastagens, que na sua maioria viram grandes incêndios. Os trabalhos têm sido executados principalmente à noite com prioridades em regiões do entorno de Unidades de Conservação, onde elas existem. A ideia inicial é evitar a queima, ou no mínimo, chegar a tempo de que os focos ainda possam ser controlados rapidamente e, por último, punir os que insistem em desrespeitar as normas.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fonte: PM MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana