Três Lagoas-MS

  Últimas
Jorge Jesus critica proibição de torcedores em estádios de Portugal
Série B: Chapecoense empata com América-MG e assume terceira posição
Polícia Militar realiza blitz de trânsito em Naviraí
Convênio garante mais R$ 1,351 milhão para ações de combate a incêndios em MS
Regata Santos-Rio terá duelo entre medalhistas da família Grael
Thiago Monteiro é finalista do Toneio Challenger de Forlí, na Itália
ALEMS transmite debate sobre volta às aulas presenciais na rede pública de ensino
Gabriel Jesus é cortado da seleção por lesão e Matheus Cunha é chamado
Agehab convoca novos selecionados para apartamentos na Capital
Comandante-Geral da PMMS visita o 11º Batalhão e faz avaliação da Unidade local
Servidora aposta no lúdico para transformar crianças em cidadãos conscientes no trânsito
Lei que defende o consumidor é tema do Programa Considerações
Operação Hórus – Polícia Militar Ambiental de Batayporã prende e autua quatro em R$ 8,4 mil por pesca predatória e apreende 139 kg de pescado, dois barcos, dois motores e petrechos
Corinthians encara Intelli, vice-líder do Grupo A da LNF 2020
Em Itaquiraí, Polícia Militar prende foragido da justiça
Em Naviraí, Polícia Militar apreende motocicleta adulterada
Operação Hórus – Polícia Militar Ambiental desmonta acampamento de caça, apreende arma e munição e evita caça ilegal
Em Naviraí, Polícia Militar recupera veículo furtado
“A meta é uma Assembleia acessível”, diz 1º secretário em visita a obras da ALEMS
Em Juti, Polícia Militar cumpre dois mandados de busca e apreensão em apoio à Polícia Civil
Senad e Governo do Estado leiloam veículos apreendidos com drogas em MS
MS discute Marco Legal do Saneamento e sai à frente no cenário nacional
Mais de 50 homens vão reforçar trabalhos de combate aos focos de calor no Amolar
Em Brasília, Marcelo Miranda participa de encontro para definir o retorno dos Jogos Escolares Brasileiros
Incêndios continuam controlados em MS com atuação de 340 pessoas e esforço coletivo
PRF apreende 72 Kg de cocaína e 7 Kg de maconha em Campo Grande (MS)
Município de Coronel Sapucaia solicita estado de calamidade pública
Polícia Militar Ambiental de Batayporã prende e autua pescador em R$ 4,4 mil por capturar e abater dourado que está com pesca proibida e jaú fora da medida permitida por lei
Programa Considerações debate transtornos mentais causados pela pandemia
Durante Blitz, Polícia Militar recupera motocicleta em Naviraí
Next
Prev

Celulose em Destaque

Eldorado oferece 1,8% de reajuste salarial aos trabalhadores

Publicado

O número fica abaixo do que foi reivindicado pela classe

Nesta segunda-feira, 14, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Papel e Celulose de Três Lagoas, representado por seus diretores, e executivos da Eldorado Brasil se encontraram para uma nova rodada de negociação referente ao Acordo Coletivo 2020/2021. Na ocasião, a empresa colocou na mesa uma proposta de 1,8% de reajuste salarial, prontamente recusada pela entidade sindical.

De acordo com Almir Morgão, presidente do Sindicato, a proposta não chega perto do que foi reivindicado pela classe. “Dentro da nossa pauta está um reajuste de 3% de ganho real, claramente distante do que foi apresentado. Vamos esperar uma devolutiva da empresa para que tenhamos números mínimos para levarmos a assembleia”.

A proposta da Eldorado Brasil também propunha 1,8% de aumento no piso salarial, ticket alimentação, além de 2,69% no auxílio creche e manter o mesmo valor atual nos benefícios de prêmio produtividade, filho excepcional e hora emergência.

Uma nova reunião foi agendada para o dia 28/09 às 14h na sede sindical.

Comentários Facebook

Celulose em Destaque

Greve dos Trabalhadores Rurais da Suzano “não acontece” e trabalhos seguem normal

Publicado

Conforme havíamos noticiados sobre a paralisação na data de hoje (15) de setembro da categoria do Sindicato dos Trabalhadores Assalariados Rurais de Três Lagoas-MS que faz parte da indústria de celulose Suzano, isso não aconteceu.

Conforme uma nota divulgada pela empresa, a paralisação da categoria que aconteceria a partir de 00h00 do dia 15 de setembro de 2020, não aconteceu, a Suzano informa que não houve adesão dos trabalhadores florestais da sua unidade Três Lagoas à paralisação decretada pelo sindicato da categoria e que suas operações no Mato Grosso do Sul seguem normalmente.

Tentamos entrar em contado com o sindicato, mas não fomos atendidos.

Leia a Nota da Suzano na integra

A Suzano informa que não houve adesão dos trabalhadores florestais da sua unidade Três Lagoas à paralisação decretada pelo sindicato da categoria e que suas operações no Mato Grosso do Sul seguem normalmente.

Também esclarece que atua com total transparência junto aos seus colaboradores e mantém rigoroso cumprimento da Legislação Trabalhista e do Acordo Coletivo em vigência.

E mesmo com a pandemia da Covid-19 e a consequente crise econômica mundial, segue mantendo suas operações, oferecendo todas as condições de saúde e segurança para seus colaboradores, garantindo postos de trabalho sem nenhuma redução salarial, está sempre aberta ao diálogo, além de ter apresentado uma proposta para fechamento do acordo muito superior à média do mercado.

A Suzano mantém um canal de negociação aberto com o sindicato e informa que as negociações

Comentários Facebook
Continue lendo

Celulose em Destaque

Trabalhadores Rurais da Suzano entram em greve no 15 de setembro

Publicado

Após várias reuniões em busca de um consenso entre os trabalhadores assalariados rurais de Três Lagoas, junto a indústria de celulose Suzano, o sindicato optou por aderir à greve, a partir de 0h00 do dia 15 de setembro de 2020.

De acordo com a nota oficial publicada na tarde de sexta-feira (11), os trabalhadores da categoria iniciarão a paralisação de suas atividades, por prazo indeterminado, segundo o sindicato da categoria não conseguiu a negociação da ACT 2020/2022, ainda ressalta que a indústria de celulose descumpriu o Acordo Trabalhista 2018/2020 e  2019/2020.

Após decisão tomada em Assembleia Geral, o Sindicato dos Trabalhadores Assalariados Rurais de Três Lagoas-MS, informa em nota a paralisação da categoria a partir de 00h00 do dia 15 de setembro de 2020, várias reuniões foram realizadas, mas não obtiveram um consenso da indústria de celulose Suzano.

Os Trabalhadores da categoria rural da empresa Suzano iniciarão a paralisação de suas atividades, por prazo indeterminado, em razão da frustração das negociações da ACT 2020/2022 bem como o descumprimento do ACT 2018/2020 e 2019/2020, conforme aprovação em Assembleia Geral.

Na publicação na pagina do sindicato, ainda teve um aviso aos trabalhadores da classe, “não esquecer do compromisso da comissão em avisar todos os trabalhadores rurais, para que fiquem em suas casas, sem qualquer aglomeração ou baderna”.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana