Três Lagoas-MS

  Últimas
Jorge Jesus critica proibição de torcedores em estádios de Portugal
Série B: Chapecoense empata com América-MG e assume terceira posição
Polícia Militar realiza blitz de trânsito em Naviraí
Convênio garante mais R$ 1,351 milhão para ações de combate a incêndios em MS
Regata Santos-Rio terá duelo entre medalhistas da família Grael
Thiago Monteiro é finalista do Toneio Challenger de Forlí, na Itália
ALEMS transmite debate sobre volta às aulas presenciais na rede pública de ensino
Gabriel Jesus é cortado da seleção por lesão e Matheus Cunha é chamado
Agehab convoca novos selecionados para apartamentos na Capital
Comandante-Geral da PMMS visita o 11º Batalhão e faz avaliação da Unidade local
Servidora aposta no lúdico para transformar crianças em cidadãos conscientes no trânsito
Lei que defende o consumidor é tema do Programa Considerações
Operação Hórus – Polícia Militar Ambiental de Batayporã prende e autua quatro em R$ 8,4 mil por pesca predatória e apreende 139 kg de pescado, dois barcos, dois motores e petrechos
Corinthians encara Intelli, vice-líder do Grupo A da LNF 2020
Em Itaquiraí, Polícia Militar prende foragido da justiça
Em Naviraí, Polícia Militar apreende motocicleta adulterada
Operação Hórus – Polícia Militar Ambiental desmonta acampamento de caça, apreende arma e munição e evita caça ilegal
Em Naviraí, Polícia Militar recupera veículo furtado
“A meta é uma Assembleia acessível”, diz 1º secretário em visita a obras da ALEMS
Em Juti, Polícia Militar cumpre dois mandados de busca e apreensão em apoio à Polícia Civil
Senad e Governo do Estado leiloam veículos apreendidos com drogas em MS
MS discute Marco Legal do Saneamento e sai à frente no cenário nacional
Mais de 50 homens vão reforçar trabalhos de combate aos focos de calor no Amolar
Em Brasília, Marcelo Miranda participa de encontro para definir o retorno dos Jogos Escolares Brasileiros
Incêndios continuam controlados em MS com atuação de 340 pessoas e esforço coletivo
PRF apreende 72 Kg de cocaína e 7 Kg de maconha em Campo Grande (MS)
Município de Coronel Sapucaia solicita estado de calamidade pública
Polícia Militar Ambiental de Batayporã prende e autua pescador em R$ 4,4 mil por capturar e abater dourado que está com pesca proibida e jaú fora da medida permitida por lei
Programa Considerações debate transtornos mentais causados pela pandemia
Durante Blitz, Polícia Militar recupera motocicleta em Naviraí
Next
Prev

Política

Efetivado no cargo, Pazuello diz que pandemia alcançou estabilidade

Publicado

Após quatro meses comandando o Ministério da Saúde de forma interina, o general Eduardo Pazuello foi efetivado como titular na pasta pelo presidente Jair Bolsonaro em cerimônia realizada nesta quarta-feira (16), no Palácio do Planalto. Pazuello substituiu interinamente o médico oncologista Nelson Teich, em maio, com o desafio de apoiar estados e municípios e ajudar a controlar a pandemia da covid-19 no Brasil.

Atualmente, o país registra mais de 133 mil mortes em decorrência da covid-19 e tem 4,3 milhões de casos confirmados da doença. De acordo com painel internacional mantido pela Universidade Johns Hopskins, o Brasil é o terceiro país em número de infecções, atrás de Estados Unidos e Índia, e o segundo em número de óbitos, atrás dos norte-americanos.

Em seu discurso de posse como ministro efetivo, Pazuello afirmou que o país conseguiu estabilizar o avanço da pandemia. “Conseguimos alcançar uma situação de estabilidade bem definida. No Norte e Nordeste, onde os números estão em total declínio e a população já está voltando às suas atividades normais. No Centro-Sul, a tendência de queda é clara e já podemos visualizar o retorno à normalidade muito em breve. São os sinais claros e positivos de que todo nosso trabalho e empenho está surtindo o efeito esperado”, afirmou.

Pazuello também defendeu a mudança de protocolo para o tratamento precoce realizada pela pasta, já sob seu comando, a partir de junho.  “O aprendizado ao longo da pandemia nos mostrou que quanto mais cedo atendermos os pacientes, melhores são suas chances de recuperação. O tratamento precoce salva vidas, por isso temos falado dias após dia: não fique em casa esperando falta de ar, não espere. Procure um médico, receba diagnóstico clínico de um médico”, disse.

Pandemia e desemprego

Durante a posse, o presidente Jair Bolsonaro destacou o tamanho da responsabilidade do seu auxiliar e o agradeceu por aceitar o desafio. “Eu confesso que é menos complicado ser presidente da República do que ministro da Saúde. Sua responsabilidade é enorme, e quero agradecer por você ter aceito esse desafio”.

Bolsonaro voltou a criticar a política de isolamento na quarentena, com o fechamento de atividades econômicas. Ele relembrou um de seus pronunciamentos em cadeia nacional de rádio e televisão, no início da pandemia, em que afirmava a necessidade de lutar pela manutenção dos empregos e elogiou as medidas econômicas adotadas pela sua equipe desde então.

“Disse, naquele momento, onde fui duramente criticado, que tínhamos dois problemas pela frente, vírus e desemprego, e que ambos deveriam ser tratados com a mesma responsabilidade e de forma simultânea. Quero cumprimentar a equipe econômica, desse ministro Paulo Guedes, que tomou uma série de medidas para conter os empregos no Brasil”.

O presidente também criticou o tempo de suspensão das aulas do ensino básico no Brasil. “Somos o país com o maior número de dias de lockdown nas escolas. Isso é um absurdo”.

Ainda durante seu discurso, Bolsonaro defendeu o tratamento da covid-19 por meio da cloroquina e da hidroxicloroquina. O medicamento, que não tem eficácia científica comprovada, pode ser prescrito por médicos com a concordância do paciente.

“Nada mais justo, nada mais sagrado que um médico, na ponta da linha, decidir o que vai aplicar no paciente, na ausência de um remédio com comprovação científica”, afirmou.

Por Agência Brasil

Comentários Facebook

Política

Coronel David solicita novo curso de formação de policiais penais para atender mais 412 remanescentes da Agepen

Publicado

Em julho deste ano, o Executivo atendeu outra solicitação do parlamentar convocando 253 alunos formados a ingressar no serviço público

O deputado estadual Coronel David (sem partido) enviou, nesta terça-feira (22), nova indicação ao governador do Estado, Reinaldo Azambuja, ao titular da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Antônio Carlos Videira e ao diretor presidente da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Aud de Oliveira Chaves solicitando a convocação de mais 412 remanescentes do último concurso da Agepen para o curso de formação. Em julho deste ano, o Executivo atendeu solicitação do parlamentar convocando 253 alunos formados a ingressar no serviço público.

Em sua justificativa, Coronel David explica que, apesar dos esforços do Executivo para a melhoria dos recursos humanos da Agepen a defasagem continua. Além disso, há os pedidos de aposentadorias, licenças médicas e até exonerações.

Para o parlamentar, convocar os demais remanescentes para o curso de formação é uma maneira de o Estado se antecipar, evitando que o serviço realizado pelos policiais penais seja prejudicado e garantindo maior segurança aos cidadãos.Coronel David enfatiza que a convocação deve ser feita o mais rápido possível.

“Solicitei ao Governo, dentro de suas possibilidades e tendo ciência do grande déficit de efetivo existente na agência penitenciária do nosso Estado, um novo curso de formação aos 412 remanescentes ainda existentes do concurso da Agepen”, pontuou. “É algo que poderia melhorar sensivelmente a segurança pública em um setor que realmente precisa de efetivo para cumprir da melhor maneira possível a sua missão,  dando segurança não só aos presos, mas principalmente para a sociedade”.

Em julho deste ano, o parlamentar se reuniu com Azambuja para tratar sobre assuntos da Segurança Pública e, na ocasião, reforçou a necessidade da convocação dos policiais penais que já haviam passado pelo curso de formação. A  nomeação dos 253 alunos foi publicada em Diário Oficial pouco tempo depois.

Compromisso

Desde 2016, o parlamentar tem se empenhado pela causa dos aprovados no concurso da Agepen. Ele batalhou pela nomeação e posse dos 438 candidatos e também articulou junto ao Governo do Estado a convocação de mais 500 remanescentes. O deputado solicita agora que outros 412 sejam chamados para participar do curso de formação. “Ainda estou na luta com os remanescentes. Até o fim”, enfatiza Coronel David.

Crédito da imagem: Luciana Nassar/TV ALEMS

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Deputados devem apreciar quatro matérias na sessão desta quarta-feira

Publicado

por


.

Está pautada para a Ordem do Dia desta quarta-feira (23) a votação de um projeto de decreto legislativo e três projetos de lei. A apreciação das matérias é feita de maneira remota e transmitida ao vivo pelo canal 9 da Claro Net TV, TV ALEMSYoutubeFacebookRádio ALEMS ou aplicativo Assembleia MS (Android/iOS). A sessão ordinária tem início a partir das 9h.

2ª discussão

Os parlamentares devem apreciar o Projeto de Lei nº 8/2020, proposto pelo deputado Barbosinha (DEM). O documento dispõe sobre a obrigatoriedade de colocação e disponibilização de equipamento com álcool gel nos estabelecimentos públicos e privados de Mato Grosso do Sul. A proposta obteve pareceres favoráveis da Comissão de Saúde e da Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e Administração.

O Projeto de Lei nº 117/2020 cria o Fundo Estadual de Estruturação e Aperfeiçoamento de Parcerias (FEEP). De autoria do Poder Executivo, a matéria conta com pareceres favoráveis da Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e Administração e da Comissão de Finanças e Orçamento.

 Discussão Única

Já o Projeto de Decreto Legislativo nº 60/2020, da Mesa Diretora da Casa de Leis, altera o Plano de Aplicação de Recursos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundersul), para o exercício de 2020.

1ª discussão

Também proposto pela Mesa Diretora , o Projeto de Lei nº 166/2020 altera dispositivos das Leis nº 4.657, de 23 de abril de 2015; 5.018 de 12 de julho de 2017; e 5.170, de 18 de abril de 2018 para limitar a restrição de nova contratação a quem aderir ao plano de aposentadoria incentivada.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana