TRÊS LAGOAS-MS
  Últimas
Polícia Militar de Fatima do Sul prende motociclista por direção perigosa de veículo na via publica.
Em Fatima do Sul, Polícia Militar prende autor de violência doméstica.
Publicados editais relacionados à Seleção de profissionais para Residências Inclusivas do SUAS
Funtrab/MS oferta quase 2 mil vagas nesta segunda-feira
Editais relacionados à seleção de Gestor de Atividades Educacionais são publicados
Combate ao coronavírus: Crianças falam de esperança na 8ª edição do informativo
Associação dos Agentes Ambientais do Taquari pode ser declarada de utilidade pública
Após denúncias, Polícia Militar prende dois homens por furto de combustível em Batayporã
DE OLHO NO CORONAVÍRUS – Auxílio da Polícia Militar é solicitado em razão de 2 grandes aglomerações em conveniências de Três Lagoas
Suavidade da MPB e música erudita envolvem o público no Som da Concha deste domingo
Edenilson marca nos acréscimos e Inter vence o Fortaleza no Beira-Rio
PALMEIRAS supera a Chape fora de casa.
Casal que seguia para São Paulo com mais de 60 quilos de maconha foi preso pelo DOF durante a Operação Hórus
Polícia Militar prende jovem por descumprimento de medida protetiva e ameaça contra a ex-mulher em Bataguassu.
PRF apreende 23 Kg de cloridrato de cocaína em Nova Alvorada do Sul (MS)
Mato Grosso do Sul recebe mais 277.330 doses de vacina contra a Covid-19
Líder vence no Mineirão
Com gols de Rigoni e Luciano, Tricolor vence o Atlético-GO pelo Brasileirão
Na estreia de Wiliam, timão empata em cada contra America-Mg
Série A: Ceará batalha pela vitória, mas fica no empate sem gols com o Santos
Flamengo é derrotado pelo Grêmio por 1 a 0, no Maracanã, na 21ª rodada do Brasileirão
Polícia Militar prende autor de Furto em supermercado de Três Lagoas.
Setembro Amarelo: Vida Saudável fala sobre prevenção ao suicídio
Previsão do Tempo: Semana será de altas temperaturas e baixa umidade relativa do ar
OCOP – Polícia Militar zera fila de atendimento 190 e finaliza operação desarticulando festa clandestina com mais de 2mil pessoas na madrugada desse domingo em Dourados
Núcleo de Pesquisa em Quadrinhos da UEMS é finalista no ‘Oscar’ das HQs
Reforma do Parque: Avenida do Poeta tem mudanças no trânsito nesta semana
Inter-relação com secretarias fez “Revoga MS” avançar para a terceira fase com 7.764 decretos revogados
Primavera terá La Niña de fraca intensidade, chuvas abaixo da média e muito calor
Em busca de emprego? Mato Grosso do Sul oferta quase 2 mil vagas nesta segunda-feira
Next
Prev

Mato Grosso do Sul

Dia Mundial da Agricultura Familiar: ações do Governo de MS transformam a vida de 43,2 mil famílias

Publicado


A entrega de maquinários, implementos e equipamentos (patrulhas mecanizadas) para todos os municípios sul-mato-grossenses, a criação das centrais de abastecimento, o auxílio na organização de cooperativas e associações, as ações de reforço na assistência técnica, a recuperação de estradas municipais e o empenho para regularização de títulos de terras consolidam a política de desenvolvimento implementada pelo Governo do Estado para o desenvolvimento das 43,2 mil famílias da agricultura familiar em Mato Grosso do Sul.

“Conforme nos recomendou o governador Reinaldo Azambuja, implementamos uma política de modernização da agricultura familiar a fim de valorizar e promover a fixação do homem no campo, oferecendo condições para a melhoria da produção e da competitividade de assentamentos, comunidades indígenas e quilombolas”, afirma o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Produção de verduras é uma das principais atividades dos agricultores familiares

No domingo, 25 de julho, é comemorado o Dia Mundial da Agricultura Familiar e sua importância não está ligada apenas ao produtor rural ou a produção agropecuária, mas também à preservação de ecossistemas, ambientes produtivos e, principalmente: Preservar o solo é uma responsabilidade de toda sociedade para garantir a manutenção da vida na terra. Além de fornecer recursos de subsistência a muitas famílias em todo país, essa atividade econômica, é a responsável por colocar na mesa dos brasileiros mais de 70% dos alimentos consumidos, segundo a FAO.

Política estratégica do Governo do Estado, a agricultura familiar ganhou destaque na gestão do governador Reinaldo Azambuja, tendo na Semagro e seus órgãos vinculados, como a Agraer e também a Iagro e o Imasul, os grandes responsáveis pela maior inserção dos pequenos agricultores no contexto do agronegócio sul-mato-grossense, considerando sua responsabilidade social e ambiental. 

A maior entrega de máquinas e equipamentos já feita aos municípios do Estado, com 252 patrulhas mecanizadas – que não deve ser mensurada pela quantidade de equipamentos, mas, pela relevância das atividades executadas – foi uma das ações nos últimos anos que ajudaram no crescimento da produção, ampliação da renda das famílias e o mais importante, na fixação do homem no campo, e incentivo de permanência das novas gerações.

Equipamentos entregues pelo Governo do Estado para fortalecer a agricultura familiar (Foto Edemir Rodrigues)

Os tratores, grades aradoras, niveladoras, carretas agrícolas e distribuidoras de calcário – entregues desde 2015 – juntamente com a ampliação das atividades já executadas pela Agraer, a parceria com os parlamentares do Estado que garantiu o investimento dobrado de todas as emendas direcionadas a Agricultura Familiar e a profícua parceria mantida com o Governo Federal através do MAPA promoveram o desenvolvimento econômico, social, agroambiental, e rural sustentável nas pequenas propriedades, de forma jamais vista.

Ao citar as parcerias, destaque para a que garantiu a entrega dos Títulos de Domínio (TD) a beneficiários do Programa Nacional de Reforma Agrária (PNRA), através do convênio do ‘Programa de Consolidação de Assentamentos – Produzir Brasil’, ação inédita que tirou da dificuldade centenas de famílias, no Estado. Com a documentação da propriedade o agricultor familiar pode participar dos mais diversos programas que vão desde a captação de recursos para custeio, plantio até a construção de moradias e ampliação de suas atividades.  

Em outra ação, agricultores familiares de assentamentos em 53 municípios de Mato Grosso do Sul, localizados em áreas rurais pertencentes à União, foram beneficiados com o programa ‘Titula Brasil’ – lançado pelo governo federal para regularizar a situação fundiárias de pequenos produtores que ainda não têm o título da terra. Ao todo, são cerca de 30 mil títulos de pequenas propriedades rurais beneficiados em ação integrada da União, por meio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Incra, com o Governo do Estado.

Com as ações de regularização em andamento, o Governo do Estado pôde garantir – através da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) – assistência técnica aos produtores assentados que foram titulados ou estão em processo de titulação, pertencentes à relação de beneficiários do Incra, para um trabalho que deve ser realizado nos próximos dois anos.

O convenio garante que os técnicos da Agraer levem todas as políticas públicas e técnicas para melhorar as condições de vida dos produtores, promovendo o desenvolvimento econômico, social e agroambiental, e consequentemente o desenvolvimento rural sustentável, tão necessário nesses assentamentos.

“Todas essas ações, ajudaram a ampliar o acesso das famílias às políticas públicas e reposicionou a nossa agricultura familiar frente ao mercado”, afirmou o secretário Jaime Verruck, que junto do governador Reinaldo Azambuja tem mantido em ritmo acelerado as ações voltadas ao setor produtivo como um todo.

Em Mato Grosso do Sul 122 agroindústrias estão ativas e cadastradas no PROVE (distribuídas em 38 munícipios) produzindo os mais diversos produtos como: mel, panificados, lácteos, mandioca congelada, artesanatos, vegetais em conservas, derivados da cana, polpa de frutas, rapadura, doces, conservas, compotas, peixes, farinha de mandioca, café, frango caipira congelado, vassouras artesanais, carvão e lenha de eucalipto.

Os produtos da agricultura familiar comercializados na CEASA/MS correspondem a apenas 20% do total, sendo os mais expressivos: mandioca, alface e melancia. No primeiro semestre todos os 3 produtos ultrapassaram 3 milhões de quilos comercializados.

Os municípios mais produtivos do Estado são: Jaraguari, Campo Grande, Terenos e Sidrolândia. Os três primeiros comercializaram acima de duas mil toneladas cada no primeiro semestre, e Sidrolândia mil toneladas.

Atualmente existem no Estado 61 laticínios ativos que representam 78,9% da captação diária de leite. Aproximadamente 70% da produção se concentra em apenas 31 municípios, distribuídos em 3 polos produtivos.

Considerando esses números, Jaime destaca ainda a importância da adesão de Mato Grosso do Sul ao Programa de Aquisição Alimentar (PAA). Com 25 cooperativas ativas e aproximadamente 317 associações da agricultura familiar, o Estado tem expressiva participação nas políticas públicas PAA e PNAE.

Em Mato Grosso do Sul são: 1.102 assentados pelo Banco da Terra, 4.001 produtores assentados através do crédito fundiário e 27.771 produtores assentados pelo Incra. Produtores tradicionais somam 20.060, quilombolas 563, indígenas 14.034 e pescadores 2.360.

No PAA CONAB foram comercializados entre os meses de junho de 2020 até julho de mais de R$ 1,3 milhões e distribuídos em 530 beneficiários fornecedores que integram 41 associações. Ao total foram comercializados 58 tipos de produtos (aproximadamente 571 toneladas).

No PAA Estadual, 541 produtores fornecedores (120 indígenas) comercializando aproximadamente 60 produtos hortícolas “in natura” e 20 produtos processados. Estão sendo adquiridos neste ano mais de 740 toneladas e pago ao produtor mais de R$ 3,4 milhões, beneficiando 12.269 famílias.

No PNAE foram comercializados R$ 4.382.747,31 dos R$ 27.931.583,00 que foram repassados, considerando que apenas 15,69% foi entregue do total disponibilizado. O PNAE teve 365 propostas participativas que fizeram parte do somatório. Em 2019, 24,77% foram gastos com a agricultura familiar e em 2020, 24,05%.

Ao reforçar a importância da parceria mantida com o Governo Federal, o secretário comentou ainda a importância da ampliação dos recursos ofertados no Plano Safra para a agricultura familiar, nos últimos anos, em especial na edição 2020/2021, onde R$ 33 bilhões em recursos para financiamento (5,7% mais do que no ano anterior)  via Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), foram colocados à disposição, focado em três pilares: assistência técnica, crédito e comercialização.

Pandemia

Para auxiliar as famílias na superação dos problemas gerados pela pandemia, A Semagro implementou ações (por meio da Agraer) que buscaram manter o ritmo do setor.

Desde o início da pandemia, a Secretaria atuou na elaboração de nota técnica para funcionamento das feiras livres, ofertou assessoria técnica para prorrogação de parcelas do Pronaf e Pronamp, fornecimento de laudo de perdas de produção e comercialização dos produtos da agricultura familiar, orientação aos fornecedores de alimentos para a merenda escolar pelas aquisições do PNAE para distribuição às famílias dos estudantes, fez gestão para criação de linha de crédito emergenciais do Pronaf e Pronamp, alterou horários de funcionamento do Ceasa e abriu mais espaços para produtores da agricultura familiar, apoiou a distribuição de cestas básicas à comunidade indígena e trabalhou pela prorrogação do financiamento do crédito rural de agricultores familiares, pequenos e médios produtores impactados pelo Covid-19. 

Durante todo o período o Governo do Estado manteve a entrega de produtos que iriam para a merenda escolar aos alunos da rede estadual de ensino, incluindo itens da Agricultura Familiar. A estimativa é de que 210 mil estudantes estão sendo beneficiados com os alimentos durante a suspensão das aulas presenciais.

Kelly Ventorim, Semagro

Foto do destaque: Edemir Rodrigues/Arquivo

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook

Mato Grosso do Sul

Publicados editais relacionados à Seleção de profissionais para Residências Inclusivas do SUAS

Publicado

por


Foram publicados na edição desta segunda-feira (20) do Diário Oficial do Estado, editais relacionados ao Processo Seletivo para contratação de profissionais para as Residências Inclusivas do Sistema Único da Assistência Social (Suas) em Dourados e Três Lagoas. O primeiro dos editais publicados, é referente aos resultados dos recursos interpostos pelos candidatos. Além do número da inscrição e nome do candidato, também estão listados na publicação a função, o resultado do recurso e a justificativa.

A relação dos candidatos que tiveram suas solicitações de inscrição indeferidas foi publicada por meio do anexo II do edital e traz a fundamentação do indeferimento. Se somam às publicações, o resultado final das etapas I e II do Processo Seletivo Simplificado, contendo a classificação dos candidatos aprovados, por função, e estabelecida a partir da somatória dos pontos obtidos na Avaliação Curricular, em ordem decrescente de pontuação e em ordem crescente de classificação.

Já o edital de homologação do Processo Seletivo estabelece como prazo de validade do certame o período de um ano, a contar da data de publicação do presente edital, podendo ser prorrogado por igual período.

Por fim, o edital de convocação dos candidatos para apresentação de documentos e comprovação de requisitos para contratação, estabelece o dia 23 de setembro como data para apresentação dos selecionados para a Residência Inclusiva do município de Dourados. Os candidatos devem se apresentar das 08h às 11h e das 12h às 17h, na Funtrab/Casa do Trabalhador, localizada na rua Rahel Bom Faker, 5470, Jardim Europa. Já os candidatos selecionados para o município de Três Lagoas, também devem se apresentar no dia 23 de setembro das 8h às 11h e das 12h às 17h, na Rua Professor Antoniel Cardoso da Cunha, 489, bairro Colinos.

Elaine Paes, SAD

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso do Sul

Funtrab/MS oferta quase 2 mil vagas nesta segunda-feira

Publicado

por


Nesta segunda-feira, dia 20 de setembri, a Funtrab/MS está com 1.987 vagas disponíveis, divididas entre a capital e municípios do interior.

Em Campo Grande são 704 ocupações. Só para vendedor pracista são 66 vagas disponíveis, 46 vagas são para pedreiro, 12 para repositor de mercadorias, 30 para motorista carreteiro e 10 para farmacêutico.

Também há vagas em Guia Lopes da Laguna (13), Batayporã (13), Coxim (11), Maracaju (11), Bataguassu (10), Jardim (10), Aparecida do Taboado (6), Corumbá (6), Nova Andradina (5), Rio Verde de Mato Grosso (5), Ribas do Rio Pardo (4) e Paranaíba (3).

A Funtrab disponibiliza para os trabalhadores na Capital, Dourados, Corumbá, Naviraí, Chapadão do Sul, Maracaju, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Sidrolândia, Três Lagoas, o agendamento de atendimento por meio do aplicativo “MS Contrata+”. A ferramenta permite que o trabalhador agende dia e hora para ser atendido, sem a necessidade de ficar na fila para retirar senha.

Katiuscia Fernandes – Subcom

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana