Três Lagoas-MS

  Últimas
Polícia Militar cumpre mandado de prisão em Rio Verde
Cessões de uso firmados pela SAD proporcionam economicidade ao Governo do Estado
PRF apreende 4,6 Kg de cocaína em Nova Alvorado do Sul (MS)
Segurança do Estado é reforçada com itens recebidos do legado da Senasp
Polícia Militar Ambiental de Batayporã autua paranaense em R$ 55 mil por desmatamento ilegal de vegetação do bioma protegido de Mata Atlântica para plantio de lavoura
Grêmio oficializa venda de Everton ao Benfica
Operação de combate às queimadas no Pantanal faz o número de focos de incêndio cair de 301 para 50
Em Três Lagoas| Distribuição de senhas para atendimento na Caixa passa a ser no “Poliesportivo da Lagoa Maior” 
Polícia Militar realiza troca de comando da Companhia de Cassilândia
Município de Brasilândia informa trabalho realizado no enfrentamento do Coronavírus desde a Pandemia
Suzano registra geração de caixa operacional de R$ 3,4 bilhões, maior resultado trimestral desde a fusão
Polícia Militar Ambiental de Rio Negro autua dono de chácara em R$ 3 mil por derrubada de árvores para exploração de madeira
Liga e Comitê de Clubes fecham acordo de suporte logístico para NBB
Marcos Braz confirma saída do lateral Rafinha do Flamengo
PRF apreende 1,5 tonelada de maconha após dois flagrantes no MS
Para segurança de pedestres, Prefeitura constrói calçada na Vila Zucão
Polícia Militar prende homem por dano após romper tornozeleira eletrônica em Bataguassu.
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande recolhe filhote de anta com ferimentos possivelmente por ataque de cachorros de caça
ATP divulga mudanças no calendário e confirma Finals para novembro
Governo de MS apresenta PPP do Esgotamento Sanitário no Roadshow da B3
Polícia Militar realiza três apreensões de mercadorias de Descaminho na barreira sanitária de Anaurilândia.
Polícia Militar prende homem por furto e mulher por tráfico de drogas em Paranaíba
Carnaval de Corumbá passa a ser patrimônio imaterial de Mato Grosso do Sul
MS assegura manutenção de R$ 39,5 milhões para repressão de crimes na fronteira
Atear fogo em terreno baldio é crime e multa pode chegar a quase R$ 10 mil
Com quase 600 óbitos, Estado confirma mais 875 infectados pela Covid
Covid-19: Federação Mundial de Badminton cancela torneios paralímpicos
BOLETIM COVID-19 – Três Lagoas tem 13 novos casos positivos e mais 24 recuperados para COVID-19 nesta sexta-feira (14)
Calamidade pública: ALEMS auxilia os municípios a cumprirem a LRF
Prosseguir divulga terceiro mapa situacional de Mato Grosso do Sul
Next
Prev

Mato Grosso do Sul

Detentas confeccionam EPIs e ajudam a salvar vidas no maior hospital de Três Lagoas

Publicado


.

Três Lagos (MS) – Dedicação e trabalho responsável das mulheres em situação de prisão do município de Três Lagoas tem garantido Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora (HNSA), referência no tratamento de pacientes com coronavírus na região. Em média, são confeccionados semanalmente 300 capotes, além de 1.200 máscaras em tecidos.

A iniciativa é realizada pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), por meio da direção do Estabelecimento Penal Feminino de Três Lagoas (EPFTL) e tem contribuído com profissionais de saúde do hospital, assim como, pacientes e familiares atendidos no local. Todos os insumos são fornecidos pelo Hospital Auxiliadora.

Nas mãos de sete reeducandas já foram produzidos 2.340 capotes, 1.552 gorros e mais de 12,2 mil máscaras – feitas com retalhos de tecidos. As peças têm sido tão importantes no suporte ao atendimento hospitalar que as internas receberam kits de beleza e higiene pessoal, como forma de agradecimento.

A ideia surgiu da direção de ambas instituições, tanto do hospital como do presídio, representadas pelas gestoras Carla Machado de Lourenço e Leonice Miranda Rocha Guarini, respectivamente; e tem como foco valorizar o trabalho prisional desenvolvido diariamente pelas internas. Até o momento, foram realizadas duas entregas de kits às internas.

Internas receberam do hospital kits de beleza e higiene pessoal, como forma de agradecimento

A gerente de Qualidade e Captação de Recursos do HNSA, Daniela Mekaru, classificou a retribuição como justa, dada a relevância da produção no atendimento à população. “Acreditamos que o reconhecimento da dedicação das mulheres do presídio eleva o sentimento de realização pelas boas ações”, informa.

O HNSA é uma entidade filantrópica, na qual 93% dos atendimentos são voltados ao Sistema Único de Saúde (SUS), sendo referência para dez municípios na costa leste do estado. A pandemia do coronavírus trouxe uma doença com alta transmissibilidade, e para redução do contágio, o uso de materiais de proteção é um dos principais pilares para manter o pleno funcionamento do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora durante a pandemia.

Em Três Lagoas, até o final de junho foram registrados 287 casos confirmados da doença e mais de 2 mil notificados. “Desta forma, a confecção de EPIs no presídio feminino é essencial para ajudar a manter a proteção dos colaboradores e pacientes contra a Covid-19”, complementa Daniela.

Em sua opinião, a união de esforços entre o sistema prisional e a saúde pública mostra que a essência do ser humano é ser bom. “Ao mesmo tempo em que estão aprendendo um novo conhecimento na área de confecção, as reeducandas ajudam a salvar vidas e isso é muito importante para a sociedade”, revela a gerente de Qualidade e Captação de Recursos do HNSA.

Satisfação e reconhecimento

Para Claudirene, ajudar alguém através do trabalho no presídio é gratificante

Para as internas, contribuir com a saúde pública, principalmente no hospital onde os próprios familiares são atendidos, é gratificante. “Trabalhar e ajudar quem está lá fora, a população como um todo, nos faz sentir útil e isso é muito importante, por isso agradecemos essa oportunidade”, ressalta a interna Claudirene Batista, uma das participantes da oficina de confecção instalada no presídio.

Na opinião da diretora da unidade penal, essa parceria é de extrema relevância, porque além de aumentar as vagas de trabalho é algo diferenciado e se tornou uma questão humanitária. “Anonimamente, as reeducandas estão ajudando uma grande parcela da sociedade e todos os materiais produzidos diariamente têm sido imprescindíveis para os atendimentos realizados no hospital e essa humanização as fazem se sentirem realizadas, o que contribui na reintegração social dessas mulheres”, garante Leonice.

Pelo trabalho, as internas recebem remição de um dia na pena a cada três trabalhados, conforme previsto na Lei de Execução Penal. Ações como essa são coordenadas pela Diretoria de Assistência Penitenciária da Agepen, por meio das Divisões de Saúde e Trabalho Prisional.

Além do EPFTL, a Agepen possui polos de produção de mascaras e outros EPIs em outras 21 unidades prisionais do Estado, já tendo sido confeccionadas ao todo cerca de 150 mil peças, que têm levado proteção contra à Covid-19 dentro e fora das prisões.

Tatyane Santinoni, Agepen
Fotos: Arquivo Agepen

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook

Mato Grosso do Sul

Cessões de uso firmados pela SAD proporcionam economicidade ao Governo do Estado

Publicado

por


.

Nesta sexta-feira (14), o Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), firmou dois termos de cessão de uso de imóveis com a Superintendência do Patrimônio da União no Estado de Mato Grosso do Sul (SPU/MS).

O primeiro imóvel cedido pela União fica no centro do município de Ribas do Rio Pardo, possui 1.147,14m² e será utilizado para o funcionamento do Grupamento do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul (CBMMS). O segundo imóvel que está localizado em Aquidauana abrigará a Unidade Regional de Perícia da cidade e será, inicialmente, composto pelo Núcleo Regional de Criminalidade (NRC).

De acordo com a secretária de Estado de Administração e Desburocratização, Ana Nardes, a preocupação dos gestores em firmar parcerias de cessão de uso oportunizam o princípio da economicidade.

“Com essa visão dos gestores, o Estado de Mato Grosso do Sul consegue economizar os recursos aplicados em aluguéis e investe na melhoria dos prédios para proporcionar um ambiente adequado aos servidores e a população”, frisou Ana Nardes.

Os termos de cessão foram assinados pelo superintendente do Patrimônio da União, Luiz Ribeiro Rosa; titular da SAD, Ana Nardes; comandante-geral do CBMMS, coronel Joilson Alves do Amaral e coordenadora-geral de Perícias, Gloria Setsuko Suzuki. O ato também foi acompanhado pelo superintendente de Patrimônio e Transporte da SAD, José Alberto Furlan.

Ana Letícia Gaúna, SAD

Foto: Divulgação

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso do Sul

Segurança do Estado é reforçada com itens recebidos do legado da Senasp

Publicado

por


.

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, participou nesta sexta-feira (14) em Brasília/DF da solenidade para a entrega de bens doados pela Força Nacional da Segurança Pública (FNSP) para reforçar as forças de segurança pública do Estado. Presidida pelo secretário Nacional de Segurança Pública, Carlos Paim, a solenidade aconteceu no Salão Negro do Palácio da Justiça.

Ao todo Mato Grosso do Sul recebe 57 carabinas, 21 coletes balísticos, 46 escudos balísticos com visor, uma caminhonete S-10 e 1 caminhão Ford Cargo 815, que serão destinados ao Corpo de Bombeiros e polícias Civil e Militar do Estado. Os bens são parte do legado e extra legado da Força Nacional de Segurança Pública. A Senasp também cedeu 6 fuzis ao Batalhão de Operações Especiais (Bope), sendo 1 de sniper e 5 m15, de assaltos, semiautomáticos.

De acordo com Videira, os materiais irão contribuir para um melhor e mais efetivo combate à criminalidade, um dos compromissos prioritários do Governo do Estado. “Estamos vivendo um momento importante de repressão ao crime, graças ao empenho e comprometimento dos nossos servidores e esses materiais melhoram as condições de trabalho na ponta, que é de onde vêm os resultados”, afirma.

O secretario pontuou que nos últimos meses aumentaram em 88% as apreensões de drogas no Mato Grosso do Sul, que já contabiliza mais de 425 toneladas de entorpecentes tiradas de circulação pelas polícias. Além disso, o Estado é o que mais esclarece homicídios com índice de 60%, muito acima da média nacional.

Os itens entregues ao Estado representam a contrapartida do Governo Federal no convênio que prevê a cessão de policiais civis e militares para atuarem nas missões da Força Nacional de Segurança Pública.

Estiveram presentes na solenidade de entrega do legado os secretários de Segurança dos 26 estados e do Distrito Federal, o diretor da Força Nacional, Aginaldo de Oliveira, o presidente do Colégio Nacional de Secretários de Segurança (Consesp), Cristiano Barbosa Sampaio, políticos e servidores da segurança pública.

Assessoria de Comunicação da Sejusp

Foto: Edemir Rodrigues

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana