TRÊS LAGOAS MS
  Últimas
Mérito da Questão: Varas de direito bancário de MS têm demanda impressionante
Programa OAB em Debate estreia na TV ALEMS
Britão do Povão apresenta indicações às secretarias de Esportes e Infraestrutura
Marcus Bazé encaminha indicações para Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Trânsito
Vereador Professor Negu Breno faz pedidos para educação e obras
Casa da PMMS promove “feijoada” hoje na 56ª Expoagro
Sirlene Pereira faz indicações nos setores de obras e saúde
Aeródromos de mais quatro municípios receberão investimentos do Governo do Estado
Procon Expresso facilita solução de conflitos de consumidores no Centro Integrado de Justiça
SAD homologa Processo Seletivo da SES e convoca candidatos classificados
Divulgados ensalamentos dos candidatos para as provas escritas dos concursos da Sedhast, Iagro e Agraer
Festival Dança Três está com inscrições abertas e gratuitas para oficinas de dança
Vereadores aprovam cooperação entre prefeitura e Sindicato Rural para realização de rodeio e shows gratuitos
Estudantes da Rede de Ensino do Estado visitam Feira Central Turística de TL
Projeto isenta jurados do Conselho de Sentença de taxas de concursos em MS
Tite convoca Léo Ortiz para jogos da seleção brasileira em junho
Barbosinha pede por pavimentação e veículos para Saúde no interior
CUIDADO – Parte da Avenida Rosário Congro será interditada devido obra de pavimentação no Bairro Quinta da Lagoa
Polícia Militar de Coxim apreende mais de meia tonelada de cocaína e pasta base avaliada em 40 milhões
PMA e Bombeiros de Campo Grande resgatam três capivaras de cisternas no bairro Aerorrancho
Polícia Militar recaptura dois foragidos da justiça no Vale do Ivinhema
Ordem do Dia: PL que reconhece risco à atividade de atirador vai à Redação Final
Saúde apresenta 72 casos suspeitos de dengue nesta semana em Três Lagoas
Fundesporte publica relação de inscrições deferidas e indeferidas no Bolsa Atleta e Bolsa Técnico 2022-2023
Projeto Estudantes no Controle encerra primeira etapa
Começa nesta terça mais uma edição dos Jogos Escolares da Juventude do MS
Governador sanciona lei que prevê divulgação do Ligue 180 em faturas de serviços essenciais
Deputados debatem terceirização dos serviços de segurança patrimonial
MAIO LARANJA – SMAS realiza panfletagem para orienta sobre de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
PRF apreende 211 Kg de pasta base e cloridrato de cocaína em Miranda (MS)
Next
Prev

Mato Grosso do Sul

Com previsão de gerar 30 mil vagas, implantação de novas ferrovias de MS deve começar até 2024

Publicado


Pelo menos 30 mil empregos devem ser gerados com a implantação das duas ferrovias já autorizadas em Mato Grosso do Sul dentro do Ministério da Infraestrutura (Minfra). Os projetos se referem a Nova Ferroeste, que vai ligar Maracaju a Dourados, com 76 km; e para a Eldorado Brasil Celulose, de 89 km, que construirá uma ferrovia entre Três Lagoas e Aparecida do Taboado, orçada em R$ 890 milhões. Juntos, somente estes dois empreendimentos logísticos terão investimentos próximos de R$ 5 bilhões e a previsão é de que as obras comecem entre 2023 e 2024.

De acordo com o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Produção, Desenvolvimento Econômico e Agricultura Familiar), as perspectivas são bastante animadoras, pois um dos ganhos com as ferrovias do Mato Grosso do Sul, através das leis e autorizações, é a garantia de quase R$ 5 bilhões de investimentos.

“São praticamente R$ 1 bilhão, somente no trecho de Três Lagoas a Aparecida do Taboado. Já nos 345km do trecho sul-mato-grossense da Nova Ferroeste, que vai de Maracaju até Mundo Novo, são mais de R$ 4 bilhões, totalizando assim, R$ 5 bilhões a serem investidos nos próximos anos no Mato Grosso do Sul”, informa Jaime Verruck.

Secretário Jaime Verruck, Semagro

O titular da Semagro destaca ainda a ampla geração de empregos prevista com as duas obras. “Temos a perspectiva sobre a geração de emprego direto e indireto podendo superar mais de 30 mil vagas. Este é o grande ponto de desenvolvimento e geração de emprego que as ferrovias poderão trazer ao Estado”, acrescentou Verruck.

Novos investimentos já têm garantias

A malha ferroviária autorizada pelo governo federal a pedido da Eldorado Brasil Celulose, trata-se de um investimento privado, já contemplado no plano de negócios da empresa. O trecho previsto é de 89 km de ferrovia nova, a ser construída para o transporte da celulose produzida na fábrica.
“Eles farão o aporte. É uma malha nova privada que será construída do zero, com investimento previsto de R$ 890 milhões, podendo chegar a R$ 1 bilhão. A empresa já iniciou as tratativas junto ao Ministério da Infraestrutura e espera-se que em pouco tempo sejam homologados os termos de regulamentação sobre o funcionamento e os prazos”, lembra o assessor de logística da Semagro, Lúcio Lagemann.

No caso da Nova Ferroeste, os investimentos necessários para a construção da ferrovia serão viabilizados por meio de leilão na Bolsa de Valores (B3). Todos os passos necessários para a oferta do projeto a grupos e fundos de investimentos nacionais e internacionais já foram dados pelos governos de Mato Grosso do Sul e do Paraná. O mais recente, de acordo com Lagemann, foi a entrega do EIA-RIMA (Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental), da ferrovia ao Ibama.

“Agora nós vamos começar a marcar as audiências públicas nos municípios da área de influência da ferrovia. Então assim, aqui no Mato Grosso do Sul a gente deve ter até duas audiências públicas. Mas ainda não foram determinados os locais, nem sobre a questão do impacto ambiental. Esse mesmo rito também vai se aplicar depois na questão da Eldorado”, explica o assessor Logístico da Semagro.

Somente no primeiro trecho já autorizado da Nova Ferroeste, de 76 km, ligando Dourados a Maracaju, os investimentos superam R$ 1,2 bilhão. Lagemann ressalta, no entanto, que essa nova malha terá 345 km, passando por 8 municípios do Estado. “É um trecho bem longo de ferrovia e que vai permitir o escoamento de uma série de produtos de importância econômica para a cadeia produtiva estadual”, concluiu.

Para o titular da Semagro, a reativação da malha ferroviária estadual é uma realidade já que as obras já estão protocoladas no Minfra. “Esse foi um grande avanço do marco legal das ferrovias, desregulamentando e criando novas possibilidades de investimentos privados. Foi um trabalho intenso que nós fizemos junto ao Congresso Nacional, junto a ministra Tereza, ao ministro da infraestrutura e que culminou com o novo marco regulatório do Brasil”, finaliza Jaime Verruck.

Rosana Siqueira, Semagro
Foto: Saul Schramm

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook

Mato Grosso do Sul

Aeródromos de mais quatro municípios receberão investimentos do Governo do Estado

Publicado

por

Depois do aeródromo Santa Maria, na Capital, outros quatro receberão investimento do Governo do Estado. São os aeródromos de Jardim, Paranaíba, Cassilândia e Naviraí. As obras, consideradas estratégicas para o desenvolvimento do Estado, proporcionarão maior segurança nas operações.

Em fase de contratação, os projetos têm como principal objetivo a expansão da operação em cada região onde os aeródromos estão instalados.

Hoje, as pistas dos aeródromos citados têm as seguintes dimensões: Jardim (950mx10m), Paranaíba (1.320mx23m), Naviraí (1.200mx23m) e Cassilândia (1.081mx18m).

O secretário de Estado de Infraestrutura, Renato Marcílio, destaca que a aviação traz desenvolvimento, atraindo investidores, empresas e indústrias, gerando, consequentemente, emprego para a população.

 

Katiuscia Fernandes – Subcom

Foto: Saul Schramm

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso do Sul

Procon Expresso facilita solução de conflitos de consumidores no Centro Integrado de Justiça

Publicado

por

A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), em parceria com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, tem facilitado a vida da população com o funcionamento do Procon Expresso no Centro Integrado de Justiça (Cijus).

O ponto de atendimento foi inaugurado neste ano e tem prestado um serviço importante para a população, facilitando a resolução de conflitos de consumidores, ampliando o atendimento e oportunizando a tentativa da solução conciliatória antes do processo judicial.

O superintendente do Procon/MS, Rodrigo Bezerra Vaz, e a coordenadora de Atendimento, Orientação e Fiscalização, Patrícia Mara Da Silva, se reuniram com a diretora do Foro dos Juizados Especiais, juíza Elisabeth Rosa Baisch, para dialogar sobre o atendimento realizado pelo Procon Expresso no Centro Integrado de Justiça, destacando a importância das soluções pré-processuais. “O Procon Expresso ajuda na democratização do acesso à população. Com a unidade dentro do Cijus, o consumidor terá maior agilidade na resolução dos seus problemas”, destacou Rodrigo Vaz.

A magistrada ressaltou o empenho do Conselho de Supervisão dos Juizados Especiais para criar soluções ágeis, simplificadas e eficazes: tudo para que a população receba da justiça o melhor em prestação jurisdicional.

No Procon Expresso o consumidor poderá realizar a sua reclamação, em seguida será aberto um processo administrativo, será agendada a audiência de conciliação e também será feita abertura de Carta de Informações Preliminares (CIP). Caso não tenha uma solução da questão, o consumidor poderá ajuizar a questão sem precisar se deslocar para outro órgão público.

O atendimento do Procon Expresso está disponível de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas, no piso térreo do Centro Integrado de Justiça (Cijus), localizado na Rua Sete de Setembro, 174, Centro de Campo Grande. O acesso ao interior do Cijus é feito pela entrada da Av. Calógeras.

Airton Raes, Procon/MS
Foto: Divulgação/TJMS

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

POLICIAL

Mais Lidas da Semana