Três Lagoas-MS

  Últimas
MS estuda cancelar ponto facultativo de Carnaval para tentar conter avanço da Covid
Em Cassilândia, Polícia Militar prende foragido da justiça cidade de Rondonópolis – MT
Mato Grosso do Sul lidera ranking de distribuição de vacinas contra Covid-19
Polícia Militar apreende mercadorias descaminhadas em Bataguassu.
Polícia Militar prende autor de tentativa de Feminicídio em Bataguassu.
CCZ de Três Lagoas trabalha campanha de conscientização da Posse Responsável de animais em Três Lagoas
PMA de Três Lagoas realiza fiscalização no rio Sucuriú na operação piracema e apreende 170 metros de redes de pesca
Polícia Militar prende homem por Homicídio Simples na forma tentada no Núcleo Habitacional Buriti
Final da Libertadores entre Palmeiras e Santos terá venda de ingressos solidários
Athletico tem a quarta melhor campanha no segundo turno
Elenco alvinegro terá quatro treinamentos até o jogo contra o Athletico
VACINAÇÃO COVID-19 – Três Lagoas recebe mais 1.334 doses de vacina para dar continuidade na imunização dos profissionais da saúde
Policia Militar acaba com aglomeração em festa no Universitário
Paulo Corrêa assume governo e inicia agenda discutindo ações relativas à pandemia
PMA de Miranda e Defesa Civil municipal trabalham no resgate de famílias atingidas por enchentes
Presidente da ALEMS assume o Governo do Estado até dia 30
Terceiro lote de vacina contra a Covid-19 chega a MS
Janeiro registra mais de 460 óbitos por coronavírus e já é o 3º pior mês da pandemia
MS registra 1.047 novos casos; outros 5,2 aguardam encerramento
Presidente da Alems, Paulo Corrêa assume como governador em exercício de MS
Comandante do 4º BPM se reúne com Secretário de Segurança Pública do Município
Sub-17| Fluminense empata com São Paulo e leva decisão para o Rio
Após folga, Ceará vai se reapresentar visando Athletico PR
BOLETIM COVID-19: Saúde registra 91 novos casos positivos e investiga 01 novo óbito nesta terça-feira (26) em Três Lagoas
Comandante-Geral da PMMS visita a sede da 11ª Companhia Independente de Polícia Militar RU-Segredo
Presidente da ALEMS recebe pedido para assumir Governo até dia 30
Confiança renova com auxiliar técnico Daniel Cerqueira
Furacão fará quatro treinamentos antes da partida contra o Ceará
Equipe de Motopatrulhamento prende homem com mandado de prisão em São Gabriel do Oeste.
Corinthians deixa a desejar e é derrotado pelo Bragantino
Next
Prev

Mato Grosso do Sul

Com mais de 100 mil casos de COVID-19, SES cobra medidas mais restritivas dos municípios para conter avanço da doença

Publicado


Nesta terça-feira (1/12), Mato Grosso do Sul ultrapassou a marca de 100 mil contaminados pelo COVID-19. Com o aumento exponencial dos números de casos e de pacientes internados, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, destaca que somente com os municípios seguindo a risca as medidas restritivas orientadas pelo Programa Prosseguir será possível conter o avanço do coronavírus.

“É preciso que tenhamos medidas restritivas, toque de recolher mais extenso e que as atividades não-essenciais deixem de serem feitas sob pena de termos o colapso na Saúde Pública do Estado. Precisamos de medidas restritivas, de acordo com aquilo que nós construímos ao longo deste enfrentamento com o Programa Prosseguir.”.

A Secretaria de Estado de Saúde destaca que os prefeitos devam seguir à risca, às determinações quanto a classificação feita pelo Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir).  A orientação é que medidas mais enérgicas restritivas sejam adotadas e que as atividades consideradas não-essenciais deixem de ser realizadas conforme embandeiramentos dos municípios no Programa Prosseguir.

Neste 1º de dezembro foram registrados 1.090 casos novos chegando a 100.151 pessoas com COVID-19. Com mais onze óbitos, 1.780 perderam a vida para o coronavírus. A média móvel diária de casos está em 914,9 e a média móvel de óbitos está em 6,0. A taxa de contaminação sofreu aumento expressivo chegando a 1,03. A taxa de letalidade está em 1,8%.

Mato Grosso do Sul também apresentou aumento no número de casos ativos que estão em 11.152, apesar do Estado ter 87.219 casos recuperados.

O número de pacientes internados com COVOD-19 teve aumento expressivo nas ultimas duas semanas passando de 206 internados em 11 de novembro para 456 pacientes internados com coronavírus em Mato Grosso do Sul.

Airton Raes, SES

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook

Mato Grosso do Sul

MS estuda cancelar ponto facultativo de Carnaval para tentar conter avanço da Covid

Publicado

por


O Governo de Mato Grosso do Sul estuda cancelar o ponto facultativo de Carnaval de 2021 por causa da pandemia de Covid-19, que não está controlada no Brasil. Neste ano, o ponto facultativo de Carnaval é em 15, 16 e 17 de fevereiro.

A medida, segundo o governador em exercício Paulo Corrêa, objetiva impedir aglomerações e evitar novos casos de infecções pelo coronavírus. “Até a próxima sexta-feira (29) anunciaremos a melhor decisão”, afirmou Corrêa nesta tarde (26), após reunião com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende. 

No encontro, Paulo Corrêa também pediu a inclusão de idosos acima de 80 anos nos grupos prioritários da vacinação em Mato Grosso do Sul. “Respeitando o Plano Nacional de Imunizações (PNI), com o novo quantitativo de vacinas que vier, queremos priorizar os idosos – primeiro aqueles com mais de 90 anos e depois os que estão acima dos 80”, ressaltou.

Mato Grosso do Sul já recebeu do Governo Federal três remessas com mais de 190 mil doses de vacinas contra a Covid-19. O Estado é a unidade federativa com melhor desempenho na distribuição dos imunizantes aos municípios, com índice de 86,8%, informou o Ministério da Saúde.

“Queremos continuar a ser modelo para imunização em todo o País. Em um curto espaço de tempo fizemos a distribuição das duas primeiras remessas que chegaram. A terceira que chegou ontem (25) à noite, por ser um quantitativo pequeno (10.200 doses), vamos guardar e esperar para distribuir junto com a próxima remessa que vier. Isso pensando na logística que construímos, para que tenhamos maior efetividade na distribuição em menos de 12 horas”, explicou Geraldo Resende.

Bruno Chaves, Subcom
Foto: Edemir Rodrigues

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul lidera ranking de distribuição de vacinas contra Covid-19

Publicado

por


Levantamento do Ministério da Saúde mostra que Mato Grosso do Sul é o estado brasileiro que mais distribuiu vacinas contra Covid-19 aos municípios, com índice de 86,8%. O desempenho é 17,6 pontos percentuais a frente do segundo colocado, Sergipe, que tem índice de 69,2%.

A distribuição em Mato Grosso do Sul está sendo feita pelas polícias militar e civil e pelo Corpo de Bombeiros. A agilidade na distribuição foi determinada pelo governador Reinaldo Azambuja. 

“Eu determinei a distribuição para todos os municípios em 24 horas ou, no máximo, em 48 horas. Os 79 já receberam. E aqui fica um alerta: com a chegada da vacina, muitas vezes abre-se uma percepção de que a pandemia acabou. E ela não acabou! Mais do que nunca nós precisamos do uso de máscaras, precisamos do isolamento, precisamos nos cuidar para proteger a vida de todos aqueles que nós tanto amamos”, disse o governador.

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde foram fornecidos pela Secretaria de Vigilância Sanitária no período de 18 a 23 de janeiro. Portanto, o painel ainda não considera a última entrega ao Estado, feita ontem (25), no montante de 10 mil doses da Coronavac.

Das 180.760 doses contabilizadas em Mato Grosso do Sul, 156.974 já chegaram aos municípios e as outras 23.786 estavam em trânsito, conforme o painel. O secretário de Saúde Geraldo Resende explicou que o governo quer agilidade na imunização, mas prezando pela transparência, tanto que vai lançar o “Vacinômetro”. “O painel será público e apresentará os seguintes dados das vacinas: total de vacinas recebidas; a quantidade de doses aplicadas; aplicação das doses por grupos prioritários; além da consulta por laboratório fornecedor”, contou.

Idosos, indígenas e profissionais de saúde estão entre os grupos prioritários (Foto: Saul Schramm)

Em Mato Grosso do Sul, as cinco cidades que receberam maior quantidade de vacina foram Dourados (30.598 doses), Campo Grande (26.806), Amambai (11.932), Miranda (11.700) e Aquidauana (8.446).

A realidade é bem diferente no resto do país. Das 1.634.401 doses repassadas aos estados, apenas 20,4% foram entregues nos municípios do interior.

Até o momento, Mato Grosso do Sul recebeu cerca de 190 mil doses. No dia 18 de janeiro, o Estado recebeu o primeiro lote com 158 mil doses da vacina Coronavac. Já o segundo lote chegou ao Estado no dia 24 de janeiro com 22 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford.

Paulo Fernandes, Subcom

Foto destaque: Edemir Rodrigues

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana