Três Lagoas

Com inclusão dos bancos, Prefeitura de Três Lagoas divulga redação final do Decreto que flexibiliza abertura do Comércio

Publicado

.

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio do Comitê de Enfrentamento a Pandemia de Covid-19 (Coronavírus) e da Assessoria Jurídica, tornou pública a redação final do decreto nº 073 de 06 de abril de 2020, que trata sobre a flexibilização da abertura do comércio, inclusive, com uma novidade, que é a reabertura das agências bancárias observando as regras sanitárias.

Além do que já foi exposto na “live” realizada pelas redes sociais oficiais da Administração Municipal e em matéria jornalística publicada no Portal Oficial da Prefeitura, a redação final traz a flexibilização na abertura das agências bancárias que, além de estarem sujeitas às obrigações gerais de higiene, há outras exigências para o atendimento presencial.

VEJA AQUI O DECRETO FINAL NA INTEGRA

6_ABRILDec.-73-2020-Dispoe-sobre-as-condicoes-de-funcionamento-do-comercio-local

REGRAS

Dentre elas, está a obrigação de limitar a quantidade de pessoas no interior da agência correspondente ao número de atendentes, ou seja, um por caixa disponível, e terminais de autoatendimento. Além de manter a higienização adequada nas superfícies de contato com álcool 70º INPM ou sanitizadores, antes e após o atendimento de cada cliente.

O decreto prescreve ainda que se deve priorizar o atendimento aos usuários pertencentes ao grupo de risco (pessoas com mais de 60 anos, hipertensos, diabéticos, gestantes e imunodeprimidos) de modo que permaneçam o menor tempo possível no interior da agência.

O banco deve disponibilizar, pelo menos, um funcionário para orientar os clientes fora da agência, realizar a triagem para identificar o tipo de serviço que cada usuário necessita, orientando e recomendando o uso do auto atendimento ou atendimento por telefone, e garantindo o acesso aos que efetivamente tiverem necessidades de atendimento presencial.

Outra exigência para o funcionamento é adotar medidas para coibir aglomeração do lado externo da agência, ainda que se trate de passeio público, a fim de se assegurar o distanciamento mínimo de 1,5m entre cada pessoa, podendo requisitar o auxílio da força policial, se for o caso.

Comentários Facebook

Três Lagoas

Sindicatos de Três Lagoas repudiam Hospital por demissão de funcionário Sindicalizado

Publicado

As entidades abaixo repudiam a prática antissindical promovida pela Instituição Religiosa Sociedade Beneficente do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora – HNSA ao DEMITIR, ARBITRARIAMENTE, José de Souza Pereira, dirigente do Sindicato dos Técnicos em Radiologia de Mato Grosso do Sul.

A Diretoria Religiosa do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora desrespeita a luta pela valorização profissional e econômica e melhor condições de trabalho da categoria, e a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, no capítulo Dos Direitos e Garantias Fundamentais e da CONVENÇÃO 135 DA OIT: PROTEÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS TRABALHADORES – Ratificada no Brasil 18/05/1990 e do Artigo 543 da CLT vedando “a dispensa do empregado sindicalizado ou associado, a partir do momento do registro de sua candidatura a cargo de direção ou representação de entidade sindical ou de associação profissional, até 1 (um) ano após o final do seu mandato, caso seja eleito inclusive como suplente, salvo se cometer falta grave devidamente apurada nos termos desta Consolidação.”

Sindicato dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliar – SETA; Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde – SINEES; Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Três Lagoas MS; Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Saúde – SISP/SAÚDE; Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Três Lagoas – SSPM; Sindicato dos Técnicos em Radiologia de Mato Grosso do Sul – SINTERMS Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários de Três Lagoas MS; Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Construção Civil Pesada – SINTIESPAV; Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Papel e Celulose – SITITREL;

Comentários Facebook
Continue lendo

Três Lagoas

Em Três Lagoas, TVC desenvolve canal educativo para estudantes em quarentena

Publicado

A Fundação Stênio Congro, geradora do sinal de televisão da TVC, canal 13.1, diante da impossibilidade de aulas presenciais nas escolas das redes do município e Estado em consequência da pandemia causada da covid-19, colocou no ar a TV Educação, canal 13.2, cujo o conteúdo é elaborado pela TV Cultura da Fundação Padre Anchieta.

Mantenedora da TVC, a A Fundação Stênio Congro foi autorizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações a utilizar um dos seus três canais de multiprogramação para veicular conteúdo voltado para o ensino de educação fundamental e médio.

A finalidade de se colocar no ar a TV Educação, canal 13.2 é a de contribuir com o processo de aprendizagem e amenizar o vácuo escolar decorrente da suspensão das aulas, que deverá se prolongar até 30 de junho, segundo decretos do Município e do Estado. Diariamente é disponibilizado pela programação da TVC Educação, canal 13.2 aulas para alunos do ensino fundamental e médio de Três Lagoas.

Para o diretor do Grupo RCN de Comunicação, Rosário Congro Neto, a iniciativa além de amenizar os efeitos do isolamento social, enseja para estudantes de Três Lagoas aulas de português, matemática, história, geografia, química, física, inglês, ciências, entre outras matérias da grade curricular para nestes dois níveis da escola. Destaca Rosário, que a qualidade pedagógica das aulas é de excelente nível e assegura efetivamente um bom aprendizado.
O canal 13.2 da TV Educação, pode ser sintonizado pela busca automática do televisor.

com informações de JP News

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana