Três Lagoas-MS

  Últimas
Copa do Brasil: São Paulo vence nos pênaltis e está nas quartas
Sitiante de Arapuá morre e três ficam feridos em acidente na estrada vicinal de Garcias
Nos acréscimos, Flamengo empata com Internacional no Beira-Rio
Brasileiro: Coritiba anuncia saída do técnico Jorginho
Polícia Militar Ambiental de Anastácio autua quatro pessoas por transporte ilegal de pescado e apreende pescado e veículo
Série B: Em Recife, Cruzeiro apenas empata com Náutico
Brasileiro Feminino: Corinthians vence Grêmio em Porto Alegre
Fluminense vence Santos e assume quarta posição do Brasileiro
PRF apreende cerca de 1,5 tonelada de agrotóxicos em Rio Brilhante (MS)
Brasil fecha Grand Slam de Judô de Budapeste com mais 2 bronzes
Polícia Militar Ambiental de Miranda socorre filhote de cervo-do-pantanal ferido à margem de rodovia depois de atropelamento
Após derrota para Real, Barça confirma lesão de Philippe Coutinho
Em Três Lagoas| PM apreende exemplares de jornais com difamações contra candidatos
Ronaldinho Gaúcho testa positivo para coronavírus
Liga Nacional de Futsal: Joinville e Foz Cataratas empatam no sul
Polícia Militar Ambiental autua em R$ 10 mil mulher de 32 anos detida pela PRF por tráfico de filhotes de papagaios
Morre aos 67 anos Benedito Faustino Filho, produtor do Assentamento 20 de Março
Lewis Hamilton se torna maior vencedor da Fórmula 1
Com novos testes positivos, casos de Covid-19 continuam crescendo em todo o MS
Os corpos da família Baravelli são velados no Memorial Vid Prev de Dracena
PRF apreende 908,9 Kg de maconha em Guia Lopes da Laguna (MS)
Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo localiza e autua um pescador e autuará outro que divulgaram vídeo e fotos nas redes sociais praticando pesca predatória
Acidente na BR 262 tira a vida da família Baravelli
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande prende ladrão pouco depois de pedido de socorro de vítima desesperada por ter sido assalta por homem com pistola
Polícia Militar prende autores de furto, receptação e tráfico de drogas em Coxim
Com retrospecto favorável, Internacional encara Flamengo no Beira-Rio
LNF: em meio a maratona, Joinville recebe esperançoso Foz Cataratas
Domingo de céu encoberto e chuva para Mato Grosso do Sul
Interface Pesquisa, Ciência e Comunicação é tema de quarto episódio do Biotacast
Com desempenho recorde em setembro, Mato Grosso do Sul abriu quase 6 mil empresas em 2020
Next
Prev

Mato Grosso do Sul

Com gastronomia típica, servidor representa Mato Grosso do Sul em feiras pelo Brasil

Publicado


.

Quando falamos em turismo, logo nos vem à cabeça viagens que já realizamos ou que ainda desejamos fazer em algum momento de nossa vida. E esse insight acontece porque é exatamente o conceito da palavra, definida pela Organização Mundial do Turismo (OMT): ‘deslocamento de pessoas para lugares diferentes em um período inferior a um ano e que não esteja vinculado à realização de trabalho ou alguma atividade econômica.’

É importante lembrar que a cada viagem que fazemos, adquirimos experiências sobre a cultura do local, conhecemos seus pontos turísticos e também provamos a sua gastronomia típica. Como hoje, dia 27 de setembro, comemoramos o Dia Mundial do Turismo, conversamos com um servidor icônico da Fundação de Turismo, que visita diversas cidades para divulgar o turismo de Mato Grosso do Sul.

Estamos falando do servidor Antônio Correia da Silva, mais conhecido como Baiano, que está há mais de 20 anos na Fundação de Turismo atuando como motorista, encarregado do depósito de material de divulgação das cidades turísticas do nosso Estado e o principal: como chef de cozinha, quando participa de feiras e congressos pelo Brasil.

“A gastronomia e o turismo são irmãos. Isso porque não se faz turismo sem desfrutar da gastronomia, portanto, são coisas que andam juntas. É cultural. Você vai conhecer um Estado, qual é o primeiro lugar que você vai? Você vai se alimentar e está conhecendo a gastronomia daquela região”, comentou.

Durante as apresentações nas feiras, Baiano prepara os principais pratos de Mato Grosso do Sul, como: sopa paraguaia, arroz de carreteiro e macarrão de comitiva. Mas ele revela que o carro chefe é o caldo de piranha.

“O prato típico que é do nosso Estado e que eu venho trabalhando há 37 anos é o caldo de piranha, porque na época ninguém trabalhava o caldo de piranha como gastronomia de algum estado específico”, recordou Baiano.

E quando ele diz que trabalhava com esse prato e outras comidas típicas há tanto tempo, não é exagero. Antes de iniciar a sua trajetória no serviço público e viajar para várias cidades para representar Mato Grosso do Sul, Baiano esteve à frente do seu próprio negócio por oito anos.

“Por muitos anos tive bar e restaurante chamado Recanto Bahiano, onde servia bolinho de bacalhau, frango à passarinho, camarão, carne de sol acebolada, caldo de piranha, canja de frango e caldo de costela com mandioca. Como já tinha todo esse conhecimento da gastronomia regional ficou mais fácil participar das feiras e congressos divulgando a cultura gastronômica do nosso Estado.”

O servidor conta que já teve a oportunidade de conhecer 22 capitais e dezenas de cidades com cerca de 50 a 500 mil habitantes e ainda relembra sobre a curiosidade que o seu apelido gera durante as degustações.

“O fato de ter um chef de cozinha com o apelido de Baiano no stand de MS sempre gera brincadeiras, que na realidade vira show e felicidades. O importante é que com o nosso trabalho, eu tive o privilégio de conhecer muitas cidades e ainda divulgar a nossa cultura gastronômica”.

Quando questionado sobre o que mais marcou na sua trajetória profissional, Baiano é categórico. “O privilégio de servir o caldo de piranha para presidentes, governadores, ministros, prefeitos, inclusive os nossos. Graças a Deus. Olha, é uma caminhada maravilhosa. Não posso reclamar”.

E ele ainda ressalta que “mesmo com mais de 30 anos de gastronomia, acredito que cozinhar é arte e paixão para um chef de cozinha e aprender não é problema. Cada dia é novo e representa uma nova experiência”, finaliza.

Ana Letícia Gaúna, SAD

Fotos: Divulgação

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook

Mato Grosso do Sul

Com novos testes positivos, casos de Covid-19 continuam crescendo em todo o MS

Publicado

por


Boletim Covid-19 deste domingo (25) registra novamente número alto de novos casos em todo o Mato Grosso do Sul. Nas últimas 24 horas mais 302 pessoas testaram positivo para a doença, taxa de 04% de contaminação.

A capital continua sendo o epicentro da Covid-19 com registro de 189 novos casos. Em seguida temos Corumbá com mais 38; Três Lagoas + 18; Dourados +11; Naviraí +7. O total de testes positivos subiu para 79.901.

De acordo com o boletim da Secretaria de Saúde do Estado (SES), foram registrados sete óbitos. Em Campo Grande, três pacientes não resistiram à doença; as cidades de Caarapó e Ladário perderam um paciente cada. Total de óbitos em MS é de 1.553.

Estão internadas no Estado 315 pessoas, sendo 169 em leitos clínicos e 140 em UTI. A maioria em leitos públicos.

Boletim epidemiológico

Theresa Hilcar, Subcom

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso do Sul

Domingo de céu encoberto e chuva para Mato Grosso do Sul

Publicado

por


Quem for sair de casa neste domingo (25) é bom levar o guarda-chuva, pois o dia promete ser chuvoso conforme previsão do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima.
Céu nublado a encoberto com possibilidade para pancadas de chuvas são esperados para todas as regiões. Há possibilidade de chuva de fraca a moderada nos setores sul, central, norte e bolsão.
Os índices de umidade relativa do ar para este dia tem variação estimada entre 100% a 60%.
Ventos fracos a moderados com possibilidade de rajadas, especialmente para as áreas norte, bolsão e central. Temperaturas em Mato Grosso do Sul poderão variar entre de 19°C a 37°C e na capital variação está estimada em 22°C a 33°C.

Devido às condições de instabilidades estimadas para o domingo, o Cemtec alerta a população para risco de chuvas intensas, raios, ventos fortes e granizo.

Como fica o tempo nos próximos dias?
Tendência de precipitação emitida pelo Cemtec indica que nos últimos dias do mês de outubro as chuvas continuam a ocorrer em todas as áreas do Estado. Os acumulados poderão ser mais altos e mais intensos nos dias nos dias 26, 27, 29 e 30 de outubro, especialmente as regiões sudoeste, sul, central e bolsão. O volume de chuva estimado para essas áreas varia entre 80 a 100 milímetros. Já nas regiões norte e pantaneira são esperadas acumulados entre 40 a 70 milímetros.
Já no mês de novembro, pelo menos até o dia 7 a expectativa de chuva é baixa e os modelos meteorológicos indicam volume máximo de 05 milímetros em pontos isolados. Nestes dias as condições esperadas são de tempo firme, queda na umidade relativa do ar e gradativa elevação de temperatura, especialmente sobre as regiões pantaneira, norte e central. As chuvas devem retornar a partir do dia 8 de novembro.

Cuidados

A orientação para esse período é que a população tenha atenção redobrada às possíveis condições adversas que podem ocorrer como chuvas intensas, ventos fortes, raios e granizo. Entre os cuidados estão não estacionar embaixo de árvores, placas de propaganda e torres de transmissão, pois há risco de queda; Não subir nos telhados após a chuva, não enfrentar pontos de alagamentos ou enxurradas, procurar rotas alternativas; se estiver no trânsito, buscar abrigo em local seguro para esperar a chuva passar, caso não seja possível  dirija devagar, acenda o farol baixo e mantenha distância de veículos a sua frente; não ficar em pontos altos como morros ou topos de prédios e não se abrigar embaixo de estruturas metálicas.

Mireli Obando, Subcom (Com informações Cemtec)

Foto: Saul Schramm

Fonte: Governo MS

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana